A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Apresentação. Sumário P2 – Responsabilidade da Direção P5 – Processos Relacionados a Clientes P6 – Projeto e Desenvolvimento de Produtos P7 – Realização.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Apresentação. Sumário P2 – Responsabilidade da Direção P5 – Processos Relacionados a Clientes P6 – Projeto e Desenvolvimento de Produtos P7 – Realização."— Transcrição da apresentação:

1 Apresentação

2 Sumário P2 – Responsabilidade da Direção P5 – Processos Relacionados a Clientes P6 – Projeto e Desenvolvimento de Produtos P7 – Realização de Produto

3 P2 Responsabilidade da Direção

4 P2 – Responsabilidade da Direção Política da qualidade A política da qualidade da ARMTEC integra aspectos técnicos, sociais e mercadológicos com vantagens inovadoras para a concepção de produtos, melhorando continuamente os processos visando à satisfação dos clientes.

5 P2 – Responsabilidade da Direção Política da Qualidade A Política da Qualidade da ARMTEC Tecnologia em Robótica foi estabelecida pela direção e aprovada mediante a aprovação do Manual da Qualidade. Visando a clara compreensão pelos colaboradores, a Política da Qualidade tem sido comunicada a todos por meio de treinamentos internos como este, realizados sob a responsabilidade da direção. Anualmente a Política da Qualidade é analisada e, quando necessárias revisões, novamente divulgada a todos com o propósito de manter todos atualizados.

6 P2 – Responsabilidade da Direção Objetivos Com o objetivo de facilitar a assimilação e a implementação da Política da Qualidade, bem como o planejamento do Sistema de Gestão, foi estabelecido o F1P2 – Desdobramento da Política da Qualidade que contém Objetivos da Qualidade vinculados à Política. Os objetivos da qualidade foram definidos pela direção, que define indicadores para cada objetivo e designa neste mesmo formulário o responsável pela coleta de dados relativos aos resultados de cada objetivo e pela apresentação destes dados para análise pela direção.

7 P2-F1P2: Desdobramento da Política da Qualidade

8

9

10 P2 – Responsabilidade da Direção Monitoramento O desdobramento da política da qualidade estabelece objetivos para todas as áreas, considerando a melhoria dos processos que impactam na qualidade dos produtos da Unidade. O monitoramento dos objetivos da qualidade é feito pela direção nas reuniões de análise crítica por meio de F2P2 – Indicadores de Desempenho.

11 P2-F2P2 – Indicadores de Desempenho

12

13 P2 – Responsabilidade da Direção Responsabilidade e Autoridade A responsabilidade e autoridade do pessoal que desempenha atividades que influem na qualidade do produto estão definidas no F1P1 - Responsabilidade e Autoridade. Está definido no F1P1 - Responsabilidade e Autoridade um Representante que, independente de outras funções, tem responsabilidade e autoridade para: Assegurar que os processos necessários para o Sistema de Gestão sejam estabelecidos, implementados e mantidos; Relatar à direção o desempenho do Sistema de Gestão e qualquer necessidade de melhoria, Assegurar a promoção da conscientização sobre os requisitos do cliente em toda a organização.

14 P2 – Responsabilidade da Direção Gestão de Recursos Em cada procedimento do Sistema de Gestão, no item Recursos Necessários, são definidos os recursos necessários para realização das atividades descritas. Outros recursos podem ser disponibilizados mediante solicitação vinculada a prestação de serviço ou melhoria no ambiente de trabalho, seguindo a sistemática do P4 – Aquisição. Os recursos materiais do Sistema de Gestão são aqueles disponibilizados para apoio durante a realização dos serviços prestados, tais como: Equipamentos; Peças e acessórios; Materiais gráficos; Serviços de elaboração e/ou desenvolvimento de projetos; Serviços de calibração. Também são disponibilizados infra-estrutura e ambiente adequado de acordo com as atividades realizadas.

15 P2 – Responsabilidade da Direção Acompanhamento e Análise pela Direção A Direção analisa criticamente o Sistema de Gestão com o objetivo de garantir a sua contínua adequação e eficácia em atender aos requisitos da NBR ISO 9001:2008, a Política da Qualidade e aos Objetivos da Qualidade estabelecidos pela Direção. Esta análise é assegurada por meio de Reuniões de Análise Crítica, que têm por objetivo acompanhar o Sistema de Gestão da Qualidade e discutir oportunidades e ações de melhoria. São realizadas a cada dois meses, com a participação da Direção, do Representante da Direção e de pelo menos um representante das demais áreas. Os resultados destas análises são registrados em Ata de Análise Crítica.

16 P2 – Responsabilidade da Direção Acompanhamento e Análise pela Direção São levados para análise de forma rotineira os seguintes tópicos: Resultados de Auditorias; Alimentação e realimentação de Clientes, Desempenho de processo e conformidade de produto, Situação de ações preventivas e corretivas, Acompanhamento das ações oriundas de análises críticas anteriores pela direção, Mudanças que possam afetar o Sistema de Gestão, Recomendações para melhoria, Análise do Desdobramento da Política da Qualidade e do Plano de Negócios; Acompanhamento do desempenho dos fornecedores; Apresentação do(s) F4P2 – Ata de Reunião Administrativa.

17 P2-F3P2: Ata de Reunião de Análise Crítica. No F3P2 são relatadas as decisões e ações relacionadas a: Melhoria da eficácia do Sistema de Gestão e de seus processos; Melhoria do produto em relação aos requisitos do cliente; Necessidade de recursos.

18 P2-F3P2: Ata de Reunião de Análise Crítica.

19 P2 – Responsabilidade da Direção Gestão Administrativa Assuntos administrativos para os quais os Coordenadores Administrativo -Financeiro, de Comunicação e o Gerente de P&D tenham autonomia suficiente para decidir as ações necessárias são tratados com os envolvidos e registrados no F4P2 – Ata de Reunião Administrativa. Estas reuniões podem ser solicitadas por qualquer colaborador e convocada por qualquer um dos coordenadores e Gerente acima citados. Preferencialmente conta-se com a presença do RD, que recebe a ata gerada pelo coordenador que convocou a reunião e a apresenta na Reunião de Análise Crítica subseqüente.

20 F4P2 – Ata de Reunião Administrativa

21 P5 Processos Relacionados a Clientes

22 P5 - Processos Relacionados a Clientes Captação de clientes A captação de clientes trata-se de atividade contínua, que é desenvolvida pela Direção, em contato com outras empresas e instituições; pela Coordenação de Comunicação, por meio da divulgação que é feita da ARMTEC; e pela Coordenação Administrativa Financeira, por meio de constante pesquisa nos meios de comunicação sobre possíveis licitações das quais a ARMTEC possa participar.

23 P5 - Processos Relacionados a Clientes Captação de clientes O desempenho constante desta atividade implicará na identificação de demandas reais que são tratadas a partir da análise crítica de uma das possíveis entradas, listadas a seguir: Entrada interna: projeto proposto por colaborador, para desenvolvimento de produto a ser lançado no mercado pela ARMTEC. Edital: projeto proposto por colaborador, partindo de licitações das quais a ARMTEC possa participar. Solicitação de cliente. Parceria ARMTEC x ICT (Instituição de Ciência e Tecnologia).

24 P5 – F1P5: Proposta e Análise Crítica de Entrada Em qualquer um destes casos, é preenchido o F1P5 – Proposta e Análise Crítica de Entrada, que é avaliado quanto à capacidade técnica e viabilidade de implementação, pela Direção ou pela Gerência de Pesquisa e Desenvolvimento.

25 P5 – F1P5: Proposta e Análise Crítica de Entrada

26 P5 – F2P5: Proposta para Clientes A comunicação com o cliente sobre propostas e possíveis alterações é feita pela Direção ou pela Gerência de Pesquisa e Desenvolvimento, por meio de telefone, fax ou . Quando verificada a necessidade, a Direção informa os setores interessados, que apresentam os dados necessários à elaboração da F2P5 – Proposta para Cliente ou F9P5 – Proposta para Cliente – Componente de Produto conforme o caso.

27 P5 – F2P5: Proposta para Clientes

28 P5 – F9P5 – Proposta para Cliente – Componente de Produto

29 P5 - Proposta para Clientes Acompanhamento Os resultados referentes ao F2P5 – Proposta para Cliente e F9P5 – Proposta para Cliente – Componente de Produto são lançados no formulário F8P5 – Acompanhamento de Proposta para Cliente que registra continuamente a avaliação dos clientes quanto às propostas enviadas, e a ação resultante.

30 P5 - Proposta para Clientes No caso de proposta aprovada pelo cliente, a Direção elabora o devido contrato que é assinado por ambas as partes, e comunica a Gerência de Pesquisa e Desenvolvimento que elabora o F3P5 – Termo de Abertura do Empreendimento. No caso de proposta não aprovada, a atividade é automaticamente encerrada ou, sob demanda do cliente, a Direção providencia as adequações necessárias à elaboração de nova proposta.

31 P5 – F8P5: Acompanhamento de Proposta para Cliente

32 P5-Abertura e Encerramento de Empreendimento F3P5:Termo de Abertura de empreendimento O F3P5 – Termo de Abertura de Empreendimento, elaborado pela Gerência de Pesquisa e Desenvolvimento e aprovado pela Direção, caracteriza o início das atividades em um empreendimento, indica a ação a ser seguida (prosseguimento por meio do P6 – Projeto e Desenvolvimento de Produtos, do P7 – Realização de Produtos, ou do acordo celebrado com a ICT), e apresenta o planejamento inicial.

33 P5-F3P5: Termo de Abertura de Empreendimento

34 P5-Abertura e Encerramento de Empreendimento F5P5 - Termo de Encerramento de empreendimento Os empreendimentos são encerrados por meio do F5P5 – Termo de Encerramento de Empreendimento, elaborado pela Gerência de Pesquisa e Desenvolvimento e aprovado pela Direção.

35 P5-F5P5: Termo de Encerramento de Empreendimento

36 P5 – Processos Relacionados a Clientes Entrega O F4P5 – Termo de Aceitação é preenchido pela Gerência de Pesquisa e Desenvolvimento, nos casos de entregas (parciais ou finais) a serem feitas para os clientes, em decorrência dos trabalhos realizados de acordo com o estabelecido no P6 – Projeto e Desenvolvimento de Produtos ou no P7 – Realização de Produtos. As entregas a serem efetuadas incluem os sistemas desenvolvidos, suas partes, e os manuais de operação e manutenção. O cliente analisa o F4P5 – Termo de Aceitação e registra a sua aprovação por meio de assinatura.

37 P5-F4P5: Termo de Aceitação

38 P5 – Processos Relacionados a Clientes Pós - entrega Todo produto fornecido pela ARMTEC é coberto por período de garantia, conforme estabelecido no contrato ou no documento que rege a parceria ARMTEC x ICT. Quando do encerramento das atividades afetas a um empreendimento, a Gerência de Pesquisa e Desenvolvimento informa o fato à Coordenação de Comunicação, que providencia o envio ao cliente do F6P5 – Pesquisa de Satisfação na Entrega que, uma vez preenchido, será analisado em reunião de análise crítica, buscando sempre a melhoria nos processos internos da ARMTEC.

39 P5-F6P5: Pesquisa de Satisfação na Entrega

40 P5 – Processos Relacionados a Clientes Pós - entrega A Coordenação de Comunicação também providenciará, no início de cada semestre, pesquisa de satisfação com os clientes cujos produtos foram entregues a mais de 4 (quatro) meses, de modo que, para cada produto, sejam obtidas 3 (três) avaliações. Para essas avaliações, a Coordenação de Comunicação providencia o envio aos clientes do F7P5 – Pesquisa de Satisfação – Produto em Uso. Os resultados das pesquisas são apresentados e analisados nas reuniões de análise crítica.

41 P5-F7P5: Pesquisa de Satisfação – Produto em uso.

42 P6 Projeto e Desenvolvimento de Produtos

43 P6 – Projeto e Desenvolvimento de Produtos Análise crítica de entrada As atividades de projeto e desenvolvimento realizadas na ARMTEC são iniciadas a partir de um F1P5 – Proposta e Análise Crítica de Entrada aprovado.

44 P5 – F1P5: Proposta e Análise Crítica de Entrada

45 P6 – Projeto e Desenvolvimento de Produtos Especificação e planejamento A especificação do produto e o planejamento de seu desenvolvimento e produção são feitos no F3P5 – Termo de Abertura de Empreendimento, pela Gerência de Pesquisa e Desenvolvimento.

46 P5-F3P5: Termo de Abertura de Empreendimento

47 P6 – Projeto e Desenvolvimento de Produtos Projeto de produto O F1P6 – Projeto de Produto apresenta uma descrição do produto e faz referência aos demais documentos que efetivamente o definem, sendo elaborado pela Gerência de Pesquisa e Desenvolvimento com base no F3P5 – Termo de Abertura de Empreendimento, e aprovado pela Direção.

48 P6 – F1P6: Projeto de Produto

49 P6 – Projeto e Desenvolvimento de Produtos Projeto de produto A instrução I1P6 – Controle de Documentos de Projeto lista os documentos que compõem um F1P6 – Projeto de Produto; indica o conteúdo típico de cada um deles; e apresenta a metodologia de codificação e a sistemática para elaboração, aprovação, registro, disponibilização, controle, manutenção e revisões dos mesmos.

50 I1P6 – Controle de Documentos de Projeto Tipos de documentos Os documentos que compõem um F1P6 – Projeto de Produto são: Listas de componentes. Desenhos. Instruções para produção. Procedimentos de testes. Manuais. Relatórios de Desenvolvimento

51 I1P6 – Controle de Documentos de Projeto Conteúdo dos documentos Como observação geral, todos os documentos tratados podem ser estruturados em níveis, de modo a facilitar a compreensão do produto como um todo, e devem trazer todas as informações necessárias a uma realização futura do produto, como estabelecido no P7 – Realização de Produtos.

52 I1P6 – Controle de Documentos de Projeto Metodologia de codificação - Identificação Cada documento de projeto traz uma identificação, com as seguintes informações: Empresa: ARMTEC Tecnologia em Robótica. Projeto: forma reduzida do nome do projeto. Elaborado: nome do colaborador que elaborou o documento. Aprovado: nome do colaborador que aprovou o documento. Código do documento (ver item 3.2 a seguir). Título do documento. Data: data de aprovação do documento. Numeração das folhas. Versão: número indicativo da versão do documento. Para os documentos do tipo desenho, a identificação é apresentada em cada folha, no canto inferior direito.

53 I1P6 – Controle de Documentos de Projeto Metodologia de codificação - Identificação

54 I1P6 – Controle de Documentos de Projeto Código de identificação O código dos documentos de projeto é composto pelos seguintes campos, que são separados por traço: Projeto: forma reduzida do nome do projeto. Área: –M, para mecânica; –E, para elétrica/eletrônica; e –G, indicativo de GERAL, para documentos afetos a ambas as áreas. Tipo de documento: –LC, para listas de componentes; –DE, para desenhos; –IP, para instruções para produção; –PT, para procedimentos de testes; e –MA, para manuais. Ano: ano de elaboração do documento. Número seqüencial: número seqüencial para cada área e tipo de documento.

55 I1P6 – Controle de Documentos de Projeto Código de identificação

56 I1P6 – Controle de Documentos de Projeto Elaboração, aprovação e registro de documentos Os documentos de projeto são elaborados por qualquer colaborador da área técnica, que encaminha o referido documento ao Coordenador de Eletrônica ou ao Coordenador de Mecânica, conforme o caso, para aprovação, a ser dada quando o documento for considerado correto, completo e sem ambigüidades. Quando aprovado, o coordenador grava o documento em pasta específica do diretório \\SERVIDOR\P&D\, e informa a Gerência de Pesquisa e Desenvolvimento.

57 I1P6 – Controle de Documentos de Projeto Elaboração, aprovação e registro de documentos

58 Diretório onde deve ser guardado o documento em questão Instruções de produção do SIEMBS.V1.1

59 I1P6 – Controle de Documentos de Projeto Disponibilização e controle dos documentos Ao ser informado por algum coordenador sobre a aprovação de um documento de projeto, a Gerência de Pesquisa e Desenvolvimento registra o documento (no caso de primeira versão) ou sua nova versão, por meio de lançamento no formulário F1I1P6 – Lista de Documentos de Projeto, que está disponível para consulta no diretório \\SERVIDOR\ISO9001\.

60 I1P6 – Controle de Documentos de Projeto F1I1P6 – Lista de Documentos de Projeto

61 I1P6 – Controle de Documentos de Projeto Manutenção e revisões Em caso de necessidade de revisão de qualquer documento já aprovado, a Gerência de Pesquisa e Desenvolvimento providencia junto ao Coordenador de Eletrônica ou de Mecânica, conforme o caso, a elaboração do documento com número de versão atualizado, que segue a mesma sistemática anteriormente apresentada para a primeira versão de documentos de projeto.

62 P6 – Projeto e Desenvolvimento de Produtos Desenvolvimento Essa atividade pode ser dividida em duas etapas, a saber: Execução do estabelecido no documento F3P5 – Termo de Abertura de Empreendimento, em apoio à elaboração do F1P6 – Projeto de Produto. Execução do F1P6 – Projeto de Produto.

63 P6 – Projeto e Desenvolvimento de Produtos Verificações e análises críticas Em qualquer etapa são realizadas verificações e análises críticas pela Gerência de Pesquisa e Desenvolvimento, como forma de: avaliar a capacidade dos resultados do projeto e desenvolvimento atenderem aos requisitos; identificar qualquer problema; e propor as ações necessárias. Tais verificações são registradas no F1P6 – Projeto de Produto e as análises e ações necessárias são registradas no F2P6 – Ata de Análise Crítica de Projeto.

64 P6 – Projeto e Desenvolvimento de Produtos F2P6 – Ata de Análise Crítica de Projeto

65 P6 – Projeto e Desenvolvimento de Produtos Identificação e rastreabilidade Os produtos da ARMTEC recebem identificação em seus módulos componentes, trazendo as seguintes informações: Nome e/ou logotipo da ARMTEC. Nome do produto. Nome do módulo. Ano de produção. Número de série. Características técnicas específicas, conforme aplicável (ex.: tensão de alimentação; consumo de energia; faixa de operação quanto à temperatura e umidade). A partir das informações contidas na identificação, é possível rastrear as partes componentes do produto, com base nas informações constantes do F1P6 – Projeto de Produto.

66 P6 – Projeto e Desenvolvimento de Produtos Preservação de produto Os componentes de um produto, que sejam adquiridos junto aos fornecedores da ARMTEC, são selecionados de modo a suportarem armazenagem em almoxarifado não climatizado. Os produtos acabados são embalados para transporte, de acordo com as necessidades do cliente, e atendendo ao contratado. Durante o desenvolvimento, produção e entrega, as partes e componentes são armazenados e manuseados de forma a garantir a integridade dos mesmos e do produto. No caso de ocorrência de avaria em parte, componente ou produto, um F1P10 – Relatório de Não-Conformidade (RNC) é gerado pelo colaborador responsável, e o produto identificado como NÃO CONFORME.

67 P6 – Projeto e Desenvolvimento de Produtos Propriedade de cliente Como propriedade do cliente entende-se: material fornecido pelo cliente, para ser incorporado ao produto; material fornecido pelo cliente para avaliação pela ARMTEC; ou propriedade intelectual. Toda a propriedade do cliente é recebida sob protocolo, que indica o estado do material e a data de devolução, quando for o caso. No ato da devolução, solicita-se ao cliente que faça o lançamento do estado do material devolvido. Em caso de perda, dano ou deterioração da propriedade do cliente, um F1P10 – Relatório de Não-Conformidade (RNC) é emitido e o cliente é comunicado formalmente.

68 P6 – Projeto e Desenvolvimento de Produtos Alterações em projeto Os documentos componentes de um F1P6 – Projeto de Produto que, em decorrência de ação sugerida em análise crítica aprovada, tiverem que ser refeitos, são elaborados com numeração de versão atualizada, conforme o estabelecido no I1P6 – Controle de Documentos de Projeto.

69 P6 – Projeto e Desenvolvimento de Produtos Validação A validação de um produto em desenvolvimento é consolidada no documento F3P6 – Validação de Projeto, que registra os resultados dos testes aplicados ao produto. Qualquer não conformidade é registrada por meio do preenchimento de um F1P10 – Relatório de Não- Conformidade (RNC), de acordo com o P10 – Ações de Melhoria.

70 P6-F3P6: Validação de Projeto

71 P7 Realização de Produto

72 P7 – Realização de Produto As atividades de realização de produto são iniciadas a partir de um F1P5 – Proposta e Análise Crítica de Entrada aprovado. A realização do produto é planejada por meio do F3P5 – Termo de Abertura de Empreendimento. As sistemáticas descritas no P6 – Projeto e Desenvolvimento de Produtos para identificação e rastreabilidade; preservação de produto; e propriedade de cliente são executadas também quando da realização de produtos.

73 Recursos necessários P6 e P7 Computadores. Ferramentas de software e suas licenças. Capacitação do pessoal nas áreas específicas de projeto e desenvolvimento. Capacitação do pessoal no uso das ferramentas de software. Capacitação de pessoal em gerenciamento de projetos.


Carregar ppt "Apresentação. Sumário P2 – Responsabilidade da Direção P5 – Processos Relacionados a Clientes P6 – Projeto e Desenvolvimento de Produtos P7 – Realização."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google