A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Ferramentas da Web 2.0 em sala de aula: explorando o Google Sites Daniel Victor Teixeira Parente (FUNCAP) Profª. Drª. Iúta Lerche Vieira (UECE) Águida.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Ferramentas da Web 2.0 em sala de aula: explorando o Google Sites Daniel Victor Teixeira Parente (FUNCAP) Profª. Drª. Iúta Lerche Vieira (UECE) Águida."— Transcrição da apresentação:

1 Ferramentas da Web 2.0 em sala de aula: explorando o Google Sites Daniel Victor Teixeira Parente (FUNCAP) Profª. Drª. Iúta Lerche Vieira (UECE) Águida Freitas (PIBIC/CNPq)

2 Free Template from 2 Projeto IRILDE – Descrição sucinta Levantamento descritivo de fontes e recursos da Internet para orientar o professor e o pesquisador iniciante na seleção e avaliação crítica de material sobre composição escrita disponível online (gêneros, portais, websites, documentos eletrônicos, software livres e ferramentas). Fase 2 (iniciada em 2009) Objetivo geral: Descrever e explorar ferramentas, aplicativos e softwares livres da Web 2.0 para o ensino da escrita e desenvolvimento do letramento digital nas dimensões – comunicar, pesquisar e publicar.

3 Free Template from 3 Disciplina de Projeto Especial VI, no Curso de Letras, ministrada pela Drª. Iúta Lerche Vieira com a participação de dois bolsistas de IC. Estudou os textos sintéticos que remetem à outros textos, como por exemplo o índice de revista. O Projeto foi dividido em 3 fases: –1º Fase: fundamentação teórica; –2º Fase: pesquisa prática, na qual os alunos trabalharam em duplas para encontrar no mínimo 3 exemplos de textos remissivos em mídia impressa ou digital; –3º Fase: organização e categorização dos textos de acordo com o gênero. O Projeto ESI

4 Free Template from 4 Sobre o Sobre o Ferramenta da Web 2.0 para criar sites, descrita no Projeto IRILDE. Essa ferramenta foi escolhida por: –Ser em Português; –Fácil construção e manutenção; –Boa capacidade de memória para armazenar o Corpus e os trabalhos dos alunos; –Tem a possibilidade de abrir o site na Internet para todos ou restringir somente para os cadastrados.

5 Free Template from 5 A ferramenta distingui os usuários em 3 modalidades de uso: –Proprietários: gerenciam o site em si, criando links e páginas (a professora e os bolsistas); –Colaboradores: podem postar e fazer o download de textos, mas não podem editar a página (os alunos da disciplina); –Visualizadores: não podem postar, somente fazer download dos arquivos do site (professores e mestrandos com o interesse em observar o uso da ferramenta).

6 Página com os usuários cadastrados

7

8 Free Template from 8 Construção do site Construção do site Construído de forma a atender às necessidades da disciplina Dividido em 5 links: –Página Inicial: disponibiliza um texto sobre os objetivos da disciplina e algumas instruções aos alunos; –Avisos: local onde a professora postava avisos sobre as aulas e sobre as tarefas; –Leituras: os alunos postavam notas e resumos sobre os textos teóricos lidos; –Corpus: local para os alunos postarem os textos remissivos encontrados por eles e discutidos em sala de aula; –Tarefas de aplicação: local para os alunos postarem os seus trabalhos para compartilhar com os colegas.

9 Página Inicial

10 Avisos

11 Leituras

12 Corpus

13 Tarefas de Aplicação

14 14 É gratuita; A ferramenta é em Português; Site leve, não trava; Tem boa capacidade de memória para armazenar textos; Fácil de criar e de modificar de acordo com as necessidades que forem aparecendo; Pode restringir o acesso. Pontos positivos da ferramenta Pontos positivos da ferramenta

15 15 Os cadastrados precisam ter uma conta do Google para acessar (pode ser do Gmail ou do Orkut); Dificuldade de muitas pessoas gerenciando a ferramenta, pois os textos eram colocados em locais errados; Dificuldade para mover os textos. Pontos negativos da ferramenta Pontos negativos da ferramenta

16 16 Um outro aspecto a ser considerado é a utilização da ferramenta online Google Sites. Essa ferramenta foi fundamental para o acompanhamento das atividades da classe. Enquanto estive ausente durante dois congressos que participei nesse período, pude depositar meus trabalhos, acompanhar o andamento das leituras e acima de tudo estabelecer uma conexão de orientação do andamento da disciplina. Um trabalho que pretendo fazer é o uso da ferramenta online que foi marcante no processo de organização da classe. Essa ferramenta deveria ser recomendada principalmente pela facilidade de manipulação. - Fagner Geison Silveira. Opiniões dos alunos Opiniões dos alunos

17 17 Adorei a possibilidade de um site de grupo na Internet, porque além de ter facilitado a superação de limites quanto aos gêneros textuais, visto que o meio virtual nos apresenta uma vastidão deles, veio ainda como algo que, numa imensidão como a Internet, é nosso. Nós fazemos, nós contribuímos, sem falar que a organização do site não nos deixou dúvidas sobre o que fazer e onde fazer, pelo contrário, estava sempre buscando facilitar a nossa dinâmica com a página. - Lia Maia Costa Lima. A ferramenta utilizada, como disse anteriormente, facilitou a escolha e viabilizou o andamento da atividade, tendo em vista que os textos só em papel dificultaria a análise dos demais colegas, no entanto, há a necessidade de determinar o que tem que postar e onde tem que postar. Por vezes, os textos eram postados em locais diversos o que dificultava a classificação. Vejo esse problema como falta de prática dos alunos na utilização da ferramenta e não um problema da ferramenta em si. - Heitor Nogueira da Silva.

18 Free Template from 18 Site do Projeto IRILDE:


Carregar ppt "Ferramentas da Web 2.0 em sala de aula: explorando o Google Sites Daniel Victor Teixeira Parente (FUNCAP) Profª. Drª. Iúta Lerche Vieira (UECE) Águida."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google