A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

A EVOLUÇÃO DO PETRÓLEO NO BRASIL E NO MUNDO Mauricio Felix de Souza Barçante Nicolle Miranda de Lima Prof. Sérgio Leal Braga.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "A EVOLUÇÃO DO PETRÓLEO NO BRASIL E NO MUNDO Mauricio Felix de Souza Barçante Nicolle Miranda de Lima Prof. Sérgio Leal Braga."— Transcrição da apresentação:

1 A EVOLUÇÃO DO PETRÓLEO NO BRASIL E NO MUNDO Mauricio Felix de Souza Barçante Nicolle Miranda de Lima Prof. Sérgio Leal Braga

2 Introdução Do latim petra (pedra) e oleum (óleo), o petróleo no estado líquido é uma substância oleosa, inflamável, menos densa que a água, com cheiro característico e cor variando entre o negro e o castanho-claro. O petróleo é basicamente uma combinação de hidrocarbonetos (compostos químicos orgânicos). Em condições normais de temperatura e pressão (CNTP), se a mistura possui uma fração maior de moléculas pequenas, ela se encontra na fase gasosa. Caso a maior fração seja de moléculas grandes ela se encontra no estado líquido.

3 Reservas comprovadas - MUNDO As reservas globais de petróleo comprovadas atingiram 1.668,9 bilhões de barris no final de 2012, quantidade suficiente para garantir exatos 52 anos e 9 meses de produção mundial de energia. Ao longo da última década, as reservas globais de petróleo cresceram 26%. Os países da OPEP continuam a dominar o ranking, controlando 72,6% das reservas mundiais.

4 Geração acumulada - MUNDO PaísParticipação mundial (%)Reservas provadas em 2012 (bilhões barris) 1. Venezuela17,8297,6 2. Arábia Saudita15,9265,9 3. Canadá10,4173,9 4. Irã9,4157,0 5. Iraque9,0150,0 6. Kuwait6,1101,5 7. Emirados Árabes Unidos5,997,8 8. Rússia5,287,2 9. Líbia2,948,0 10. Nigéria2,237,2 11. Estados Unidos2,135,0 12. Cazaquistão1,830,0 13. Qatar1,423,9 14. China1,017,3 15. Brasil0,915,3

5 Reservas comprovadas - MUNDO

6 Venezuela Em 2008, houve um salto de 73% das reservas de petróleo comparado aos valores de O expressivo aumento ocorreu principalmente devido a certificação de novas reservas de óleo não convencional da faixa do Orinoco (região leste do país e rica em petróleo extrapesado). Cerca de 73 bilhões de barris de novas reservas foram contabilizadas, sendo 25 bilhões provenientes do bloco Carabobo.

7 Canadá A partir da segunda metade da década de 90 a produção de petróleo a partir das areias betuminosas se tornou economicamente viável com o desenvolvimento de uma nova tecnologia denominada SAGD (Steam Assisted Gravity Drainage). As reservas totais da província de Alberta foram estimadas em 170,2 bilhões de barris, sendo 168,7 bilhões provenientes do óleo de xisto betuminoso.

8 Reservas comprovadas - MUNDO

9

10 Razão Reservas/Produção

11 Preço do Barril de Petróleo

12 Reservas comprovadas – BRASIL No Brasil, as reservas provadas de petróleo têm crescido à uma taxa média anual de 8,2% nos últimos 30 anos, passando de 1,3 bilhão de barris em 1980, para 15,31 bilhões de barris em Os novos recursos descobertos na área do pré-sal ainda não foram incorporados às reservas provadas, o que só ocorrerá após a declaração de comercialidade.

13 Reservas comprovadas - BRASIL Atualmente, o Brasil ocupa a 15ª colocação no ranking dos países com maiores reservas de petróleo. Levando em conta as estimativas conservadoras, que apontam que o pré-sal possui reservas da ordem de pelo menos 60 bilhões de barris de petróleo, o país tem chances de entrar para lista das 10 maiores potências petrolíferas até 2030, ultrapassando EUA e Líbia.

14 Reservas comprovadas - BRASIL

15

16

17 Geração acumulada - MUNDO Com um aumento de 1,9 milhão de barris por dia, a produção mundial de petróleo cresceu 2,2% em De acordo com o último relatório estatístico anual da BP, referência global do setor de energia, o país que lidera a produção mundial do óleo é a Arábia Saudita, com 13,3% de participação.

18 Geração acumulada - MUNDO Os membros da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (OPEP) foram responsáveis por cerca de 75% do aumento mundial. Já os países que não fazem parte da OPEP apresentaram um crescimento de 490 mil barris por dia, puxados por Estados Unidos - que teve o maior crescimento de produção do mundo em 2012 e o maior da história do país, com 13,9% -, Canadá, Rússia e China.

19 Geração acumulada - MUNDO PaísParticipação mundial (%)Produção em 2012 (milhões barris/dia) 1. Arábia Saudita13,311,5 2. Rússia12,810,6 3. Estados Unidos9,68,9 4. China54,1 5. Canadá4,43,7 6. Irã4,23,7 7. Emirados Árabes Unidos3,73,4 8. Kuwait3,73,1 9. Iraque3,73,1 10. México3,52, Venezuela3,42, Nigéria2,82, Brasil2,72, Noruega2,11,9 15. Angola2,11,78

20 Geração acumulada - MUNDO

21 Geração acumulada - BRASIL A produção nacional de petróleo tem crescido a uma taxa média de 6.6% a.a desde 1970, passando de 0,2 milhões barris/dia, para 2,14 milhões barris/dia, em Tal produção está concentrada em áreas offshore, sobretudo na Bacia de Campos.

22 Geração acumulada - BRASIL

23 VANTAGENS

24 Alta densidade energética Com alto poder de combustão, o petróleo é capaz de produzir muita energia, ajudando na locomoção, geração de eletricidade e várias outras formas de energia.

25 Facilidade de transporte e distribuição Como líquido, possui maior facilidade ao nível de transporte em comparação ao carvão. Sua produção pode ser facilmente escoada através de dutos e navios petroleiros e armazenada em tanques.

26 Baixo custo Comparado a outros recursos energéticos. Relação com as grandes reservas e disponibilidade Custo de geração (US$/Mwh)

27 Matéria prima versátil Após a extração e refino do petróleo, vários produtos podem ser obtidos, como a gasolina, óleo diesel, querosene, nafta, GLP, asfalto, fertilizantes, tintas, borrachas, plásticos, medicamentos, lubrificantes, resinas, solventes, entre outros.

28 Domínio da sua tecnologia para exploração e refino Assim como o Brasil hoje detém tecnologias inovadoras e eficientes para a exploração do pré- sal, outros países no decorrer da história desenvolveram técnicas que tornaram possível o aproveitamento de tais recursos energéticos. Nos últimos anos está ocorrendo uma grande evolução na química analítica voltada para a indústria de processos. Isso permite um melhor aproveitamento das frações do petróleo para utilizações mais nobres como, por exemplo, matérias-primas para a indústria petroquímica.

29 DESVANTAGENS

30 Não renovável Recurso finito que, em escala de tempo humana, uma vez consumido não pode ser renovado e irá se esgotar. As estimativas apontam para uma exaustão das jazidas a médio prazo.

31 Altamente poluente Apesar de sua eficácia para geração de energia, o petróleo é extremamente prejudicial ao meio ambiente, pois durante sua combustão ocorre a liberação de gases poluentes com destaque para o óxido nitroso, dióxido de carbono, monóxido de carbono e o metano. Esses gases promovem a poluição atmosférica e intensificam o efeito estufa. Exploração offshore também pode causar poluição hídrica, através de vazamentos, como os que ocorreram no Alaska e no Golfo do México.

32 Disputa por recursos A desigual distribuição das fontes produtoras pode gerar inúmeros conflitos de origem política, tais como as guerras do Oriente Médio (Irã-Iraque, 6dias, Yom Kipur), a revolução islâmica no Irã e a invasão do Iraque pelos EUA em 2003.

33 IMPACTOS AMBIENTAIS

34 No ser humano Toxidade: A contínua exposição do ser humano ao benzeno pode causar leucemia, doenças nos sistemas circulatório e imunológico. Queima incompleta: Produz uma série de poluentes que podem gerar problemas respiratórios, cardíacos e até mesmo morte.

35 Chuva Ácida Os óxidos de enxofre e de nitrogênio presentes na atmosfera reagem com o vapor d'água formando ácidos fortes. Sua precipitação pode gerar corrosão de máquinas e construções, prejuízos à fertilidade do solo, acidificação de lagos e consequentemente o desequilíbrio de seu ecossistema.

36 Mudanças climáticas A liberação de metano e dióxido de carbono na atmosfera contribui para a intensificação do efeito estufa, no qual parte da radiação emitida pela superfície terrestre é absorvida por tais gases, retendo o calor e aumentando gradualmente a temperatura na terra.

37 Derramamento de óleo Os vazamentos podem ocorrer a partir de tanques, dutos, plataformas, sondas, navios e poços. Pode provocar a contaminação e degradação ambiental de mares e praias, além da perda da biodiversidade marinha.

38 Descarte inadequado Para as empresas, o descarte inadequado de efluentes implica em efeitos nocivos ao meio ambiente, na repercussão negativa indesejada, em penalidades diversas e um custo elevado com ações corretivas e mitigadoras. Para a população, é necessário o correto descarte de óleos lubrificantes, para freios, motores e outros, com o objetivo de evitar a poluição das redes fluviais.

39 Outros impactos Interferência com rotas de migração e período reprodutivo de cetáceos, quelônios, sirênios e grandes pelágicos; interferência com áreas coralíneas, manguezais e com usos sociais relacionados à atividade pesqueira.

40 Principais acidentes - BRASIL 1960: Explosão do navio Sinclair próximo a ilha de Trindade (ES), derramando aproximadamente m³ de petróleo para o mar. Década de 70: colisão de navios com rochas submersas. Takimyia Maru (1974), Brazilian Marina (1978) e Tarik Ibn Zyiad (1975). Estima-se que cada um tenha vazado toneladas de óleo. 2000: Rompimento de oleoduto na baía de Guanabara, com vazamento de 1300 m³ de óleo combustível marítimo.

41 Principais acidentes - BRASIL 2001: Explosão seguida de naufrágio da plataforma P-36 na Bacia de Campos. Vazaram 1200 m³ de óleo diesel e 350 m³ de petróleo para o oceano. 2011: Derrame de petróleo da empresa Chevron no Campo de Frade, na Bacia de Campos. Estima- se que o vazamento tenha chegado a mais de litros de petróleo.

42 Referências disadvantages_of_oil_as_an_energy_source#slide14 disadvantages_of_oil_as_an_energy_source#slide14 empresariais/producao-mundial-de-petroleo-cresce-22- confira- oranking,9df675fa VgnVCM cceb0aRCR D.html empresariais/producao-mundial-de-petroleo-cresce-22- confira- oranking,9df675fa VgnVCM cceb0aRCR D.html energia/noticias/os-20-paises-que-lideram-a-producao-de- petroleo-no-mundo energia/noticias/os-20-paises-que-lideram-a-producao-de- petroleo-no-mundo nada-transparente/ nada-transparente/

43 Referências ultrapassa-arabia-saudita-em-reservas-de-petroleo-diz- opep.html ultrapassa-arabia-saudita-em-reservas-de-petroleo-diz- opep.html energia/noticias/as-15-maiores-reservas-de-petroleo-no- mundo energia/noticias/as-15-maiores-reservas-de-petroleo-no- mundo etroleum_industry etroleum_industry

44 Referências 077_541_11890.pdf 077_541_11890.pdf &lng=pp&nrm=iso &lng=pp&nrm=iso nacional-de-licenciamento-ambiental/licenciamento- ambiental/atualidades-empreendimentos/item/8324 nacional-de-licenciamento-ambiental/licenciamento- ambiental/atualidades-empreendimentos/item/8324 mono_remi_r_silva.pdf mono_remi_r_silva.pdf do-petrleo-no-brasil do-petrleo-no-brasil


Carregar ppt "A EVOLUÇÃO DO PETRÓLEO NO BRASIL E NO MUNDO Mauricio Felix de Souza Barçante Nicolle Miranda de Lima Prof. Sérgio Leal Braga."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google