A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

INTERMODAIS Prof. Vagner Olegário Aula 3 PLT (486)

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "INTERMODAIS Prof. Vagner Olegário Aula 3 PLT (486)"— Transcrição da apresentação:

1 INTERMODAIS Prof. Vagner Olegário Aula 3 PLT (486)

2

3 CONTAINER Condições de Uso Causas de Danos e Perdas

4 Caracterização do Container Estrutura básica do container Componentes do piso e base do container Paredes laterais Paredes frontais ou cabeceiras Painel de teto

5 Comprimento dos Containeres Os mais comuns são os de 40 e 20; São identificados com letras conforme o comprimento: »Container de 40 – A »Container de 30 – B »Container de 20 – C »Container de 10 – D »Container de 6 2/3 - E »Container de 5 – F Quando duplicada a letra na inicial, identifica a maior altura do container: de 8 para 8 6

6 Tipos de Containeres Standard High-cubeHard-top Open-top Flat-rack Plaforms

7 Tipos de Containeres Ventilated Reefers Tank

8 Acondicionamento Interno Travamento de carga com espaçadores Travamento de carga utilizando as laterais corrugadas do container Travamento de carga através do uso de air-bag

9 Acondicionamento Interno Utilização dos pontos internos de amarração de carga; Projeto ou estudo de melhor ocupação do container respeitando sua capacidade e condições de travamento de carga.

10 Distribuição de Cargas Pesadas Reduzir a possibilidade de danos; Uso de apoio longitudinal para apoio em maior quantidade de vigas da estrutura inferior do container; Cuidados especiais com o travamento da carga.

11 Cargas Pesadas

12 Danos e Perdas em Containeres Estes danos e perdas podem acontecer a: »Produtos »Equipamentos »Pessoas »Processos Estes danos e perdas podem acontecer por: »Causas naturais »Causas humanas Conhecimento insuficiente, habilidades inadequadas e falta de procedimentos são as principais causas dos incidentes em containeres conforme o Grupo de Seguradoras Alemãs. FORTUITAS: 30% EVITÁVEIS: 70%

13 Causas dos danos e perdas em containeres Forças mecânicas estáticas; Forças mecânicas dinâmicas; »Transporte Marítimo; »Transporte Rodoviário; »Transporte Ferroviário; »Manuseios de Transferência. Causas climáticas; Causas biológicas; Causas químicas.

14 Forças Mecânicas Dinâmicas Marítimas Movimento linear (axial) »Solevar (solavanco) é movimento ao longo do eixo longitudinal »Balançar é movimento ao longo do eixo transversal »Levantar é movimento ao longo do eixo vertical Movimento de Rotação »Rolar é movimento ao redor do eixo longitudinal »Lançar é movimento ao redor do eixo transversal »Guinar é movimento ao redor do eixo vertical

15 Exemplos de Forças Dinâmicas Marítimas GuinarSolavanco Balançar

16 Exemplos de Forças Dinâmicas Marítimas Levantar Lançar Bater Levantar

17 Exemplos de Forças Dinâmicas Marítimas Rolar a 10º Rolar a 30º - Não é incomum em mal tempo. Rolar a 45º - Em ocasiões raras Não é difícil imaginar o que pode acontecer com cargas não acondicionadas adequadamente

18 Forças Mecânicas Dinâmicas Rodoviárias

19 Forças Mecânicas Dinâmicas no Manuseio

20 Outras Causas dos Danos e Perdas Danos com água Formação de Gelo

21 Problemas por Falhas Humanas

22

23

24

25

26

27

28

29

30

31

32

33

34 Outras Falhas

35 Travamento de Containeres

36 Travamento de Cargas em Containeres

37 Conclusão Não subestimar as forças atuantes nos transportes; Os danos são maiores do que somente os visíveis; Os travamentos interno e externo dos containeres devem ser estudados, planejados, colocados em procedimentos e contemplados em treinamentos.

38 ATÉ A PRÓXIMA AULA... Exercícios


Carregar ppt "INTERMODAIS Prof. Vagner Olegário Aula 3 PLT (486)"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google