A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

ETNOMATEMÁTICA. ETNOMATEMÁTICA E CIDADANIA ((Tendências em Educação Matemática) Objetivo: Conceituar ETNOMATEMÁTICA.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "ETNOMATEMÁTICA. ETNOMATEMÁTICA E CIDADANIA ((Tendências em Educação Matemática) Objetivo: Conceituar ETNOMATEMÁTICA."— Transcrição da apresentação:

1 ETNOMATEMÁTICA

2 ETNOMATEMÁTICA E CIDADANIA ((Tendências em Educação Matemática) Objetivo: Conceituar ETNOMATEMÁTICA

3 Etnomatemática Qual o significado? Numa aproximação etimológica, a palavra foi cunhada da junção dos termos etno, techné e mátema.

4 ETNO De grupos culturais identificáveis e incluí memória, cultura, códigos, tradições, mitos, entre outros.

5 Pedreiros – saber-fazer do mestre Artesãos Costureiras Escolas de Samba Artistas, Os próprios matemáticos, etc. Grupos étnicos Grupos de pessoas com atividades socioculturais em comum como:

6 Exemplos: Índios – lógicas diferentes Trabalhadores rurais – métodos populares Técnicos – conhecimentos empíricos Pedreiros – saber-fazer do mestre Artistas Costureiras Escolas de Samba Os próprios matemáticos, etc.

7 MATEMA: De explicar, de entender, de lidar e de conviver com a realidade

8 TECHNÉ (TICA) Arte ou técnica

9 Etno + Mátema + Techné = ETNOMATEMÁTICA Arte ou técnica de grupos culturais de explicar, entender e lidar com a realidade Surgimento: Anos 70. No Brasil – Ubiratan D´Ambrósio

10 RAZÕES DO SURGIMENTO Fracasso da matemática moderna na década de 70 A Matemática tal como a apresentada em sala de aula era dissociada da realidade social dos alunos A prática matemática teria que levar em conta os diferentes contextos culturais.

11 DISTORÇÕES Distorção histórica identificação da matemática com o pensamento europeu/grego. O ensino de matemática não pode ser hermético nem elitista. Deve levar em consideração a realidade sócio cultural do aluno, o ambiente em que ele vive e o conhecimento que ele traz de casa.

12 ETNOMATEMÁTICA passou a designar as diferenças culturais nas diferentes formas de conhecimento.conhecimento Pode ser entendida como um programa interdisciplinar que engloba as ciências da cognição, da epistemologia, da história, da sociologia e da difusão.cogniçãoepistemologiahistóriasociologia difusão Proposta de D´Ambrósio: localizar as diversas contribuições das mais variadas culturas, à formação do pensamento - matemático - contemporâneo

13 Mas o que é Etnomatemática?

14 Etnomatemática é a arte de explicar e compreender a matemática em outros contextos.

15 Objetivo último do Programa Etnomatemática Analisar como, ao longo da sua evolução, a espécie humana gerou, organizou e difundiu artes e técnicas, com a finalidade de entender, explicar, lidar com o ambiente natural, social e cultural, próximo ou distante, assumindo o seu direito e capacidade de modificá-lo. Mas um dos princípios fundamentais da Etnomatemática é, no trazer para a sala de aula o conhecimento social do aluno, fazer com que a matemática tenha significado para o aprendiz.

16 Exemplos: NASA: Se os engenheiros da NASA vão colocar um novo foguete em órbita, eles usam a etnomatemática para aquele ambiente. Usam equações complexas para resolver as situações apresentadas

17 Exemplos: Bola de Gude: Já as crianças jogando bolinha de gude estão em um ambiente que pede outra matemática específica. Eles pensam vou jogar assim com o dedão, qual será a trajetória da bolinha, qual força vou usar, qual a distância da outra bola, isso é matemática.

18 Exemplos: Trajetória trilhada pelo aluno de casa até a escola.

19 Exemplos: Outras Bases Numéricas (51) 10 (110011) 2

20 O currículo da matemática tem que ser adaptado ao ambiente cultural dos alunos. (Paulus Gerdes)

21 O PROGRAMA ETNOMATEMÁTICA EtnografiaEtnologiaAntropologiaHistória Programa Etnomatemática Pesquisa Etnomatemática Ambientes culturais diversos: Ambientes culturais diversos: - Populações indígenas; - Populações indígenas; - Grupos de trabalhadores ou artesãos; - Grupos de trabalhadores ou artesãos; - Comunidades periféricas de ambientes urbanos; - Comunidades periféricas de ambientes urbanos; - Classes profissionais - Classes profissionais

22 ETNOLOGIA A etnologia é o estudo ou ciência que estuda os fatos e documentos levantados pela etnografia no âmbito da antropologia cultural e social, buscando uma apreciação analítica e comparativa das culturas.etnografiaantropologia culturalsocial Em sua acepção original, era o estudo das sociedades primitivas, todavia, com o desenvolvimento da Antropologia, o termo primitivo foi abandonado por se acreditar que exaltaria o preconceito étnico. Assim, atualmente se diz que etnologia é o estudo das características de qualquer etnia, isto é, agrupamento humano - povo ou grupo social - que apresenta alguma estrutura socio-econômica homogênea, onde em geral os membros têm interações cara a cara, e há uma comunhão de cultura e de língua. Este estudo visa estabelecer linhas gerais e de desenvolvimento das sociedades.Antropologiaprimitivopreconceito étnicoetniaculturalínguasociedades

23 ETNOGRAFIA A etnografia (do grego έθνος, ethno - nação, povo e γράφειν, graphein - escrever) é por excelência o método utilizado pela antropologia na coleta de dados. Baseia-se no contato inter-subjetivo entre o antropólogo e o seu objeto, seja ele uma tribo indígena ou qualquer outro grupo social sob o qual o recorte analítico seja feito.grego antropologiatribo indígena

24 Características antropológicas Características antropológicas Características sociais Características sociais Registo descritivo, analítico e comparativo das diversas culturas Registo descritivo, analítico e comparativo das diversas culturas A PESQUISA ETNOMATEMÁTICA

25 Abordagem Etnomatemática: investigação das concepções, tradições e práticas matemáticas de um grupo social subordinado e o trabalho desenvolvido na perspectiva de que o grupo interprete e codifique o seu conhecimento. (Gelsa Knijnik) Abordagem Etnomatemática: investigação das concepções, tradições e práticas matemáticas de um grupo social subordinado e o trabalho desenvolvido na perspectiva de que o grupo interprete e codifique o seu conhecimento. (Gelsa Knijnik) A Etnomatemática emerge de discursos sobre Matemática, Educação, Política e da relação entre eles. (Powell e Frankestein) A Etnomatemática emerge de discursos sobre Matemática, Educação, Política e da relação entre eles. (Powell e Frankestein) OUTRAS CORRENTES NA ETNOMATEMÁTICA

26 ETNOMATEMÁTICA E O CURRÍCULO DA MATEMÁTICA O reconhecimento e a incorporação da Etnomatemática é essencial. (D Ambrósio) O reconhecimento e a incorporação da Etnomatemática é essencial. (D Ambrósio) O currículo da matemática tem que ser adaptado ao ambiente cultural dos alunos. (Paulus Gerdes) O currículo da matemática tem que ser adaptado ao ambiente cultural dos alunos. (Paulus Gerdes) É preciso juntar esforços para unir a etnomatemática e a matemática escolar. (Bienvenido Nebres) É preciso juntar esforços para unir a etnomatemática e a matemática escolar. (Bienvenido Nebres) Deve-se investigar as concepções, tradições e práticas matemáticas de um determinado grupo social, com a intenção de incorporá-las ao currículo como um conhecimento escolar. Deve-se investigar as concepções, tradições e práticas matemáticas de um determinado grupo social, com a intenção de incorporá-las ao currículo como um conhecimento escolar. (Gelsa Knijnik;Sebastiani) (Gelsa Knijnik;Sebastiani)

27 ETNOMATEMÁTICA E EDUCAÇÃO ESCOLAR As aulas de matemática devem ter por base conhecimentos que os alunos trazem de fora para dentro da escola. Este conhecimento matemático deve ser desenvolvido a partir da própria experiência de vida dos alunos. As aulas de matemática devem ter por base conhecimentos que os alunos trazem de fora para dentro da escola. Este conhecimento matemático deve ser desenvolvido a partir da própria experiência de vida dos alunos. Quais as consequências de uma situação destas numa sala de aula multicultural, com crianças de diferentes estratos sociais e com diferentes perspectivas para o futuro?

28 ETNOMATEMÁTICA E EDUCAÇÃO ESCOLAR Os professores não só têm de aceder, entender e aceitar o grupo social dos estudantes e reconhecer as referências culturais, mas também precisam de interpretar as realidades externas em termos matemáticos e transformá-las em experiências de currículo. Os professores não só têm de aceder, entender e aceitar o grupo social dos estudantes e reconhecer as referências culturais, mas também precisam de interpretar as realidades externas em termos matemáticos e transformá-las em experiências de currículo. Que aspectos da realidade têm esse potencial? O que poderá acontecer se os professores não compartilharem as mesmas referências culturais dos alunos?

29 FIM

30

31 Para interpretar os resultados sobre os conhecimentos matemáticos escolares e extra-escolares dos jovens, são construídas três categorias: Relações quantitativas espaciais na comunidadeRelações quantitativas espaciais na comunidade Numeração das casas Numeração das casas Considerações geográficas do Morro Considerações geográficas do Morro Transporte local (Kombis) Transporte local (Kombis) Os conhecimentos matemáticos na vida quotidiana: estratégia de sobrevivênciaOs conhecimentos matemáticos na vida quotidiana: estratégia de sobrevivência Matemática escolar e matemática do dia-a-diaMatemática escolar e matemática do dia-a-dia RESULTADOS E DISCUSSÃO

32 CONTRIBUIÇÕES DO ESTUDO PARA AS PRÁTICAS PEDAGÓGICAS EM EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS Tentativa de dar voz a um grupo de jovens e adultos no ensino fundamental.Tentativa de dar voz a um grupo de jovens e adultos no ensino fundamental. A separação entre mundo da vida quotidiana e mundo da escolar poderia ser menor se os professores e profissionais de educação compreendessem os motivos que levam os adultos a resistir a uma simples passagem dos conhecimentos matemáticos práticos para os conhecimentos matemáticos escolares.A separação entre mundo da vida quotidiana e mundo da escolar poderia ser menor se os professores e profissionais de educação compreendessem os motivos que levam os adultos a resistir a uma simples passagem dos conhecimentos matemáticos práticos para os conhecimentos matemáticos escolares.

33 CONSTRUÇÃO TEÓRICA DE ETNOMATEMÁTICA Etnomatemática O que significa? O que significa? Que relação tem com a Matemática? Que relação tem com a Matemática? Dificuldades na construção teórica: Epistemológica Epistemológica Filosófica Filosófica Significado da Matemática Significado da Matemática

34 E C M C M E E E E E M M E EE E M E M C D`Ambrosio Gerdes Ascher E E E

35 Epistemologia (do grego πιστήμη [episteme] - conhecimento, ciência; λόγος [logos] - estudo de), também chamada de teoria do conhecimento, é o ramo da filosofia que trata da natureza, das origens e da validade do conhecimento.[1]gregoepistemeconhecimentociêncialogosestudo filosofianatureza[1] Epistemologia (do grego πιστήμη [episteme] - conhecimento, ciência; λόγος [logos] - estudo de), também chamada de teoria do conhecimento, é o ramo da filosofia que trata da natureza, das origens e da validade do conhecimento. [1] Entre as principais questões debatidas pela epistemologia destacam-se:gregoepistemeconhecimentociêncialogosestudofilosofianatureza [1] O que é o conhecimento? Como obtemos conhecimento? Como defender os nossos modos de conhecer das investidas do ceticismo? [1] ceticismo [1] A epistemologia estuda a origem, a estrutura, os métodos e a validade do conhecimento, motivo pelo qual também é conhecida como teoria do conhecimento. Relaciona-se com a metafísica, a lógica e a filosofia da ciência, pois, em uma de suas vertentes, avalia a consistência lógica de teorias e suas credenciais científicas teoriametafísicalógica filosofia da ciência


Carregar ppt "ETNOMATEMÁTICA. ETNOMATEMÁTICA E CIDADANIA ((Tendências em Educação Matemática) Objetivo: Conceituar ETNOMATEMÁTICA."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google