A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Curso de Pedagogia – disciplina: Interação do mundo natural: Ciências da natureza I Profª Lucia Helena Amim Revisão - Aula-14.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Curso de Pedagogia – disciplina: Interação do mundo natural: Ciências da natureza I Profª Lucia Helena Amim Revisão - Aula-14."— Transcrição da apresentação:

1 Curso de Pedagogia – disciplina: Interação do mundo natural: Ciências da natureza I Profª Lucia Helena Amim Revisão - Aula-14

2 1- Sustentabilidade 2- Método científico 3- Conhecimento 4- Impacto ambiental 5- Bioética, ética e Moral 6- Processo de aprendizagem

3 1-Desenvolvimento Sustentável Foi um conceito que surgiu a partir dos estudos da ONU sobre as mudanças climáticas, no início da década de 1970, como uma resposta à preocupação da humanidade, diante da crise ambiental e social que se abateu sobre o mundo.

4 Esse conceito, procura conciliar a necessidade de desenvolvimento econômico da sociedade com a promoção do desenvolvimento social e com o respeito ao meio- ambiente, hoje é um tema indispensável na pauta de discussão das mais diversas organizações. 1-Desenvolvimento Sustentável

5 A definição mais aceita para desenvolvimento sustentável é: o desenvolvimento capaz de suprir as necessidades da geração atual, sem comprometer a capacidade de atender as necessidades das futuras gerações. 1-Desenvolvimento Sustentável

6 Objetivos: Atender às necessidades fisiológicas da população; Preservar o meio ambiente para as próximas gerações; Conscientizar a população para que se trabalhe em conjunto; Preservar os recursos naturais; Criar um sistema social eficiente que não permita o mau envolvimento dos recursos naturais; Criar programas de conhecimento e conscientização da real situação e de formas para melhorar o meio ambiente. 1- Desenvolvimento sustentável

7 2- Método científico Formação do espírito científico Espírito científico é uma atitude do pesquisador em busca de soluções sérias, com métodos adequados para o problema que enfrenta. Espírito científico é a expressão de uma mente crítica, objetiva e racional.

8 Objetividade é a condição básica do pesquisador, só interessam, o problema e a solução. Qualquer um pode repetir a mesma experiência, em qualquer tempo, e o resultado poderá ser o mesmo ou não. O eu acho não satisfaz a objetividade do saber científico. 2- Método científico

9 Método Científico

10 Entre todos os animais, somos os únicos capazes de criar e transformar o conhecimento. Somos os únicos capazes de aplicar o que aprendemos, por diversos meios. Somos os únicos capazes de criar um sistema de símbolos, como a linguagem. 3- O Conhecimento

11 Empírico Cientifico Filosófico Teológico 3-Conhecimento Existem diferentes tipos de conhecimentos:

12 Conhecimento Empírico Também chamado vulgar ou de senso comum. É o conhecimento do povo. Resulta de ensaios, de tentativas e erros. Obtido através de experiências pessoais feitas ao sabor das circunstâncias da vida e das tradições da coletividade.

13 Exemplo: A chave está emperrando na fechadura e, de tanto experimentarmos abrir a porta, acabamos por descobrir (conhecer) um jeitinho de girar a chave sem emperrar. Conhecimento Empírico

14 Conhecimento Científico Da transformação de nossas dúvidas em certezas, se origina o conhecimento científico. Resulta de nossa tentativa de reconstruir teoricamente o universo.

15 Exemplo: Descobrir uma vacina que evite uma doença; descobrir como se dá a respiração dos peixes. Conhecimento Científico

16 Características do Conhecimento Científico É metódico (por meio da experimentação ou da evidência dos fatos observáveis produz seus postulados). É rigoroso, possui intenso controle. É objetivo, busca evidência e comprovação dos fatos. Ciência como processo de construção permanente.

17 Conhecimento filosófico Objetos da filosofia, são realidades mediadas, que ultrapassam o limite da experimentação. Filosofia procura compreender a realidade em seu contexto mais universal. Não há soluções para um grande número de questões, entretanto, habilita o ser humano a ver melhor o sentido da vida concreta.

18 Características do Conhecimento Filosófico É especulativo, (não exige confirmação experimental) É abrangente, (busca compreensão coerente da realidade).

19 Filosofia é Paixão - O Filósofo antes de tudo é uma amante da sabedoria. Toda atitude humana, inicialmente é passional. O que move o mundo não é a razão, mas a paixão. "O coração tem razões que a própria razão desconhece Pascal.

20 Conhecimento Teológico Como explicar, o que parece não ter explicações ? O conhecimento teológico, tem como fundamento a existência divina. Dela não se discute a autoridade. Dela se aceita, sem restrições, seus dogmas de fé.

21 Características do Conhecimento teológico 1)É valorativo (proposições sagradas) 2)Não é terreno (depende de entidades divinas) 3)É sistemático (explica a origem, o significado, a finalidade) 4)Não é provável ( não há evidências) 5)É dogmático (depende de atos da fé)

22 Exemplo: Acreditar que alguém foi curado por um milagre, ou acreditar em Duende, acreditar em reencarnação, acreditar em espírito etc. Conhecimento teológico

23 Diversidade de conhecimento Ao longo de nossas vidas, deparamo-nos com uma diversidade de seres e objetos. Presenciamos múltiplos fenômenos. O conhecimento não é homogêneo, o modo como produzimos este conhecimento é que irá determinar, a natureza desse conhecimento. São essas diferenças que caracterizam tipos distintos de conhecimentos.

24 4-Impacto Ambiental - Homem e o Meio Ambiente Com a evolução da raça humana, notaram-se importantes avanços na tecnologia das ferramentas e o rápido crescimento da população. O rápido crescimento demográfico ocasionou o impacto do homem sobre o meio ambiente.

25 O crescimento contínuo das sociedades humanas remonta as sociedades pré-capitalistas e permanece em nossa concepção, causando danos irreversíveis à natureza. 4-Impacto Ambiental - Homem e o Meio Ambiente

26 A Revolução Industrial, ocorrida nos séculos XVIII e XIX, estabelece a necessidade social da expansão permanente do mercado e com isso, o crescente poder de compra, o consumismo. 4-Impacto Ambiental - Homem e o Meio Ambiente

27 4- Impacto Ambiental O impacto ambiental é um desequilíbrio provocado pelo choque da relação do homem com o meio ambiente, surgiu a partir da evolução humana, ou seja, no momento em que o homem começou a evoluir em seu modo de vida.

28 Exemplos de Impacto ambiental Diminuição da biodiversidade; Erosão; Queimadas; Ilha de calor; Efeito Estufa; Destruição da camada de ozônio; As chuvas ácidas; Mudanças climáticas, etc.

29 O que fazer para diminuir os impactos ambientais: Reflorestar as áreas desmatadas; Criar um processo de despoluição dos nossos rios, córregos; A aplicação do desenvolvimento sustentável; Uso consciente dos recursos naturais; Evitar qualquer tipo de poluição; Conscientizar as gerações futuras sobre a preservação ambiental; Criar leis que garantam essa preservação, etc.

30 5- Bioética, Ética e Moral Bioética é um conjunto de pesquisas, discursos e práticas, normalmente multidisciplinares, cuja finalidade é esclarecer e resolver questões éticas suscitadas pelos avanços e pela aplicação da medicina e da biologia.

31 Moral é um conjunto de normas que regulam o comportamento do homem em sociedade, e estas normas são adquiridas pela educação, pela tradição e pelo cotidiano. Ética, Motta (1984) defini como um conjunto de valores que orientam o comportamento do homem em relação aos outros homens na sociedade em que vive, garantindo, outrossim, o bem-estar social, ou seja, Ética é a forma que o homem deve se comportar no seu meio social. 5- Bioética, Ética e Moral

32 6- Processo de aprendizagem Histórico do ensino de Ciências O ensino das Ciências tem sido praticado de acordo com diferentes propostas educacionais. Muitas praticadas na mera transmissão de informações. Tem como recurso exclusivo o livro didático. A partir de 1971, com a Lei 5692, a disciplina Ciências passou a ter caráter obrigatório.

33 A qualidade do curso era definida pela quantidade de conteúdos trabalhados. O principal recurso de estudo e avaliação era o questionário. As atividades práticas passaram a representar importante elemento para a compreensão ativa de conceitos. A preocupação de desenvolver atividades práticas começou a ter presença marcante nos projetos de ensino e nos cursos de formação de professores. Histórico do ensino de Ciências

34 O objetivo fundamental do ensino de Ciências Naturais passou a se dar condições para o aluno vivenciar o que se denominava método científico, ou seja, a partir de observações, levantar hipóteses, testá-las, refutá-las e abandoná-las quando fosse o caso, trabalhando de forma a redescobrir conhecimentos. Histórico do ensino de Ciências

35 Atualmente, o ensino de Ciências ainda é trabalhado em muitas salas de aula não levando em conta sequer o progresso relativo que essa proposta representou. Histórico do ensino de Ciências

36 Propostas Alternativas Para o Ensino de Ciências Apesar da importância, o ensino de Ciências Naturais tem sido conduzido de maneira desinteressante. Primeiro deve haver uma seleção criteriosa de conteúdos Deve-se utilizar métodos ativos: observações, experimentações, jogos, textos para que os alunos se interessem pelo conteúdo e superem a abordagem fragmentada, buscando a interdisciplinaridade.


Carregar ppt "Curso de Pedagogia – disciplina: Interação do mundo natural: Ciências da natureza I Profª Lucia Helena Amim Revisão - Aula-14."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google