A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

LIGAÇÕES COVALENTES EXCLARECENDO... Existem diversas teorias que explicam as estruturas eletrônicas e formas das moléculas conhecidas e ajudam a prever.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "LIGAÇÕES COVALENTES EXCLARECENDO... Existem diversas teorias que explicam as estruturas eletrônicas e formas das moléculas conhecidas e ajudam a prever."— Transcrição da apresentação:

1

2 LIGAÇÕES COVALENTES

3 EXCLARECENDO... Existem diversas teorias que explicam as estruturas eletrônicas e formas das moléculas conhecidas e ajudam a prever a forma das desconhecidas. Todas as teorias têm suas vantagens e defeitos. Nenhuma é rigorosamente satisfatória. As teorias mudam a medida que novos conhecimentos são incorporados pelos pesquisadores. Isto quebra aquele conceito de que a Química, assim como a Física e a Matemática são ciências exatas e imutáveis. Se soubéssemos ou pudéssemos provar o que é uma ligação química não teríamos a necessidade de teorias. É importante sermos capazes de prever a estrutura de uma molécula. Na maioria, todas as teorias levam à resposta correta.

4 A Regra do Octeto! A primeira explicação de como ocorre uma ligação covalente foi desenvolvida pelo químico Gilbert N. Lewis, em A teoria de Lewis, baseava-se no compartilhamento de elétrons. A maioria dos átomos leves atinge uma configuração eletrônica estável quando estão rodeados por oito elétrons. Esse octeto pode ser formado por elétrons provenientes do próprio átomo e por elétrons compartilhados com outros átomos. Esta tendência é conhecida como REGRA DO OCTETO. Esta regra explica as valências observadas em um grande número de casos. Há, contudo, exceções. Por exemplo o hidrogênio que torna-se estável com apenas dois elétrons.

5 Exceções à Regra do Octeto Apesar de a maioria das substâncias conhecidas obedecer à esta regra, há um número considerável de exceções que devem ser cuidadosamente consideradas durante o estudo de Química. Veja algumas: Consultando a tabela de íons, vocês verão que vários dos cátions dos elementos de transição não seguem a regra do octeto. O zinco, para ficar com a configuração do gás nobre mais próximo – argônio – deveria perder doze elétrons. Entretanto, isso é impossível. O que se observa experimentalmente é que o cátion Zn 2+ perde apenas dois elétrons e não segue a regra do octeto. Fenômeno semelhante ocorre com os metais estanho, chumbo e bismuto.

6 Em algumas fórmulas eletrônicas o átomo central não segue a regra do octeto. No caso acima, o nitrogênio fica apenas com sete elétrons no nível de valência. Este composto pertence à classe das espécies químicas com número ímpar de elétrons. NO = 11 elétrons

7 Ligação covalente coordenada (dativa) Para melhor compreender a ligação covalente dativa, vamos partir de duas moléculas conhecidas: O elemento químico oxigênio forma duas moléculas muito importantes para a vida na Terra: o gás oxigênio (O 2 ) e o gás ozônio (O 3 ). Segundo a teoria proposta por Lewis, é possível propor a fórmula eletrônica do ozônio em duas etapas: 1ª etapa – ligação dupla entre dois átomos de oxigênio.

8 Ozônio Mas como ligar um terceiro átomo de oxigênio se estes dois átomo já estão estáveis (8 elétrons na camada de valência)? 2ª etapa – A ligação do terceiro átomo de oxigênio. ? O terceiro átomo de oxigênio também precisa compartilhar um par de elétrons, mas em uma ligação covalente especial: DATIVA. Neste caso o par de elétrons compartilhado provém de um mesmo átomo.

9 A ligação covalente comum é representada por uma elipse na fórmula de Lewis acima, e a ligação covalente dativa é representada por uma elipse e uma seta, indicando qual o átomo que forneceu o par de elétrons.

10 Fórmula estrutural Fórmula molecular Fórmula de Lewis As formas de representação da ligação covalente dativa são: Representação

11 Abaixo, um quadro de comparação entre a ligação covalente comum e a covalente dativa. Comparação O par eletrônico é cedido pelo átomo que já possui o octeto completo. O par eletrônico é formado por um elétron de cada átomo. Um átomo já possui o octeto completo e o outro átomo precisa receber dois elétrons. Os dois átomos precisam receber elétrons Ligação covalente dativaLigação covalente comum

12 A ligações covalente comum e covalente dativa são modelos, ou seja, teorias que tentam explicar como á possível ocorrer a ligação entre estes átomos. Na ligação interatômica covalente, tanto comum quanto dativa, há o compartilhamento de elétrons. Em outras palavras, a ligação covalente dativa apresenta o mesmo compartilhamento de elétrons de uma ligação covalente comum, depois de formada. A teoria apenas auxilia na explicação de como ela se forma. Importante!

13 1.O cátion H 3 O +, denominado hidroxônio, é muito importante para se entender a química das soluções aquosas de ácidos. Esse cátion pode ser formado no processo esquematizado abaixo: H 2 O + H + H 3 O + Determine uma possível fórmula eletrônica e uma fórmula estrutural para este cátion. Praticando... 2.Os gases SO 2 e SO 3 são importantes agentes poluentes da atmosfera. Nessas moléculas todos os oxigênios estão ligados ao átomo de enxofre. Sabendo que a fórmula estrutural do SO 2 é: O = S O Construa a fórmula estrutural do SO 3, sabendo que todos os elementos pertencem à família 16.

14 FIM...


Carregar ppt "LIGAÇÕES COVALENTES EXCLARECENDO... Existem diversas teorias que explicam as estruturas eletrônicas e formas das moléculas conhecidas e ajudam a prever."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google