A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

SSVP – Sociedade São Vicente de Paulo Paróquia da Sagrada Família do Calhariz de Benfica.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "SSVP – Sociedade São Vicente de Paulo Paróquia da Sagrada Família do Calhariz de Benfica."— Transcrição da apresentação:

1 SSVP – Sociedade São Vicente de Paulo Paróquia da Sagrada Família do Calhariz de Benfica

2

3 Onde tudo começou… Onde tudo começou… Em 1833, em Paris, um grupo de sete jovens universitários, entre os quais Frederico Ozanam, funda a primeira Conferência da Caridade. S. Vicente de Paulo será o seu patrono e modelo no serviço directo dos pobres. Em 1859, em Lisboa, é fundada a primeira Conferência Vicentina em Portugal Grupos semelhantes espalham-se rapidamente por todo o mundo, com a finalidade de visitar e assistir, por amor de Deus e do Próximo, os que se encontram em situação de necessidade.

4 O seu objectivo… Testemunhar a Fé em obras, através de uma Acção Social pessoal veiculada pela visita domiciliária, em espírito de Justiça e Caridade. Amar e servir a Deus, amando e servindo directamente os pobres.

5 A REGRA VICENTINA PRINCÍPIOS FUNDAMENTAIS DA SSVP

6 I - A SOCIEDADE DE S. VICENTE DE PAULO 1. A Sociedade de S. Vicente de Paulo é uma organização católica internacional de leigos fundada em Paris, em 1833, por Frederico Ozanam e seus companheiros. Posta sob o patrocínio de S. Vicente de Paulo, inspira-se no seu pensamento e na sua obra, esforçando-se por avaliar aqueles que sofrem, em espírito de justiça e de caridade e por um compromisso pessoal. 2. Fiel aos seus fundadores, tem a preocupação constante de se renovar e de se adaptar às condições mutáveis do mundo. 3. De carácter católico, está aberta àqueles que querem vicer a sua fé no amor e no serviço dos seus irmãos. Em alguns países, as circunstâncias podem levá-la a acolher cristãos de outras confissões (religiões) que adiram aos seus princípios. 4. Nenhuma obra de caridade é estranha à Sociedade. A sua acção compreende todas as formas de ajuda por meio de um contacto pessoal, para alívio do sofrimento e promoção da dignidade e da integridade do homem. A Sociedade procura não só aliviar a miséria, mas também descobrir e solucionar as suas causas. A sua ajuda visa todos os homens, sem distinção de religião, opinião, cor, origem e casta. 5. Os membros da Sociedade estão unidos entre si por um mesmo espírito de pobreza e de partilha. Formam no mundo, em conjunto com aqueles que são ajudados, uma única e mesma família.

7 II - A ESPIRITUALIDADE VICENTINA Os vicentino, pela oração, pela meditação da Escritura, e pela fidelidade ao ensinamento da Igreja, esforçam-se por ser testemunhas do amor de Cristo nas suas relações com os mais desfavorecidos, nos diversos aspectos da vida quotidiana. III - A POBREZA E O VICENTINO «Pobres, sempre os haveis de ter convosco» (Mat. 26, 11). O Vicentino está ao serviço dos Pobres. Não julga, está disponível. IV - ORGANIZAÇÃO DA SOCIEDADE DE S. VICENTE DE PAULO 1. Os vicentinos organizam-se em grupos tradicionalmente chamados «conferências» 2. As conferências estão unidas entre si por Conselhos a nível regional, nacional e mundial. 3. O sinal de unidade da Sociedade é a agregação das conferências e a instituição dos Conselhos, pronunciadas pelo Conselho Geral (Mundial). V - REUNIÕES DAS CONFERÊNCIAS 1. As reuniões decorrem num espírito de fraternidade, de simplicidade e de alegria cristã. 2. Permitem a partilha das experiências de cada um e dos problemas encontrados, com vista a alcançar a maneira de oferecer um melhor serviço. 3. Este serviço de caridade insere-se na vida da Igreja e solicita a participação - o mais frequente possível - de um membro do Clero.

8 “COM HUMILDADE E ESPÍRITO DE POBREZA, JUVENTUDE E ALEGRIA; CRIATIVIDADE, DINAMISMO E OUSADIA CENTRANDO A SUA ACÇÃO NA TRADICIONAL VISITA DOMICILIÁRIA, NUNCA ESQUECENDO QUE A SEU LADO PODE ESTAR O "SEU PRÓXIMO" (AQUELE QUE MAIS PRECISA DE NÓS).” O VICENTINO DETECTA e serve diretamente as várias situações de pobreza, vivendo uma espiritualidade Cristã, à maneira de Vicente de Paulo e de Frederico Ozanam. REVELA Cristo. O Cristo que serviu e amou a todos, principalmente os mais pobres. VIVE o Evangelho através de uma aspiração de vida mais evangélica. OFERECE um testemunho de fé, mais por obras que por palavras em todo o contacto pessoal, numa mútua santificação. COMPROMETE-SE a cumprir a Regra da S.S.V.P., que define a vocação e missão de Sociedade de São Vicente de Paulo.

9 O que se pede ao Vicentino… 1. Um pouco de boa vontade e de consciência Cristã; 2. Algum tempo para uma reunião semanal ou quinzenal, onde uma pequena oração e a meditação tornam a Conferência numa escola de Formação Cristã; 3. A reunião assegura eficiência e perseverança no trabalho vicentino e une os membros da Sociedade num laço de amizade e de partilha; 4. Muito amor na visita a pessoas que sofrem, para estabelecer com elas um contacto directo e pessoal, levando-lhes um testemunho de Fé, Caridade e Esperança; 5. A visita ao necessitado dá à acção vicentina essa dimensão pessoal e directa.

10 O que faz… A acção vicentina tanto pode ser exercida: Mas a todo o tempo e em todo o lugar o vicentino procura dar testemunho da sua fé cristã, traduzida em obras. A Sociedade mantém e dirige Lares, Casas de Trabalho, Centros de Dia, Casas de Idosos, Salas de Estudo, Jardins de Infância, Colónias de Férias para crianças e/ou idosos, Dispensários, Roupeiros, etc. ou em outro local de internamento. na prisão no hospital no domicílio do necessitado

11 Alguns Números e Factos Presente em 138 Países, estima-se que haja Vicentinos, distribuídos por Conferências. Em Portugal, o número de Vicentinos é cerca de , distribuídos por 900 Conferências. A SSVP presta, em média anual, assistência a famílias, pessoas. Distribui livros, medicamentos, géneros alimentícios, material diverso; ajuda à construção de alojamentos; apoio à busca de colocações; assegura uma presença de solidariedade humana.

12 O que faz… Não há problemas que estejam fora do âmbito da Sociedade. O contacto pessoal dos Vicentinos – na visita – é a característica da acção vicentina que se estende aos mais variados sectores: - Doença ou diminuição mental física; - Problemas familiares e Sociais; - Solidão dos Idosos; - Carências Económicas; - Desamparo das crianças; - Marginalidade e desajustamento social; - Falta de Cultura. - Álcool e droga;

13 É fácil aderir à SSVP. Não são exigidas qualificações especiais, basta o desejo de te unires a outros, para ajudar os necessitados em espírito de amor cristão. A Paróquia da Sagrada Família do Calhariz de Benfica espera por ti e pela tua ajuda! Esperamos nós e espera o Senhor! Queremos formar um novo grupo de Jovens Vicentinos!

14 Um Convite… "Sou Cristão, mas como provo a minha fé? Se eu pudesse ajudar... Como o posso fazer? Se disseste estas palavras, és um Cristão consciente a quem o Senhor inspira e chama para uma vocação cristã de caridade directa que pode ser a vocação vicentina. Dirigimos-te um convite que responde à tua Vocação Cristã! Aparece no dia 13 de Abril de 2013 das 10h00 às 12h00 na paróquia da Sagrada Família do Calhariz de Benfica! Contacta o coordenador: Orlando Mendes ( ou )

15 “Alegro-me por ter nascido numa época em que há muitas coisas difíceis para fazer.” Fréderic Ozanam

16


Carregar ppt "SSVP – Sociedade São Vicente de Paulo Paróquia da Sagrada Família do Calhariz de Benfica."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google