A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Efeitos da educação postural nas mudanças de hábitos em escolares das 1ª a 4ª séries do ensino fundamental Dissertação apresentada à Faculdade de Medicina.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Efeitos da educação postural nas mudanças de hábitos em escolares das 1ª a 4ª séries do ensino fundamental Dissertação apresentada à Faculdade de Medicina."— Transcrição da apresentação:

1 Efeitos da educação postural nas mudanças de hábitos em escolares das 1ª a 4ª séries do ensino fundamental Dissertação apresentada à Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo para obtenção do título de Mestre em Ciências Área de concentração:Fisiopatologia Experimental Orientadora: Profª Drª Raquel Aparecida Casarotto São Paulo 2005 Marilia Christina Tenorio Rebolho

2 Introdução Hoje, há fortes evidências, baseadas em estudos epidemiológicos, da prevalência de dores nas costas na população infantil. Salminen et al,1984;Balagué et al,1988; Kristjansdottir,1996; Ruth-Isigkeit et al 2004, 19,7% a 38,6% Taimela et al 1997; Kristjansdottir et al, 2002, 1% na faixa etária de 7 anos para 18% de 14 – 16 anos.

3 Introdução A perspectiva dos fisioterapeutas, que desenvolvem programas de prevenção de educação postural com crianças bem jovens, é que essas medidas primárias possam minimizar a prevalência de dores nas costas.

4 Introdução Mariane Zachrison-Forsell Heymans et al, 2004(Meta-análise) Maier-Riehle et al,2001( Meta-análise) Back School Infantil - Robertson et al (1990) - Cardon et al(2004, 2002,2001,2000) - Mendez et al (2001) - Milanese et al(2004) - Parcells et al(1999)

5 Introdução - Panagiolopoulou et al(2004) - Pope,(2002) - Kovacs et al(2003) - Balagué et al(1999) - Negrini et al(2002) - Limon et al(2004) - Korovessis et al(2004) - Gente VC et al(2003) - Sjolie,(2003) - Newcomer et al(1996)

6 Introdução Negrete, 2003;2004. Mediu o quanto de conteúdo pode ser lembrado, quando é incluída uma pequena história comparada a um texto convencional. Os dados não mostraram diferença na retenção de conceitos entre as técnicas, mas concluíram que transmitir conceitos científicos com as HQs, pode ser mais atrativo e interessante.

7 Objetivo Verificar os efeitos de 3 sessões de educação postural, comparando duas estratégias educacionais, usando a pedagogia de uma História em quadrinhos(HQ) versus um circuito demonstrativo (CD), no aprendizado de hábitos posturais corretos em escolares das 2ª e 3ª séries do ensino fundamental.

8 Metodologia Desenho da pesquisa: Estudo experimental. Participação de 80 escolares da Escola Municipal Desembargador Francisco Meirelles da Cidade de São Paulo. Faixa etária:7 a 11 anos.(sexos masculino e feminino)

9 Metodologia Critérios de inclusão: estudantes da 2ª e 3ª séries, alfabetizados e com habilidade de leitura e escrita. Cada grupo de 40 sujeitos, participou de duas diferentes estratégias educacionais. As classes de posturas foram orientadas em 3 três sessões. Cada encontro orientou 10 escolares. Formação de dois grupos experimentais: –G1 - História em Quadrinhos (HQ) –G2 - Circuito Demonstrativo (CD)

10 Back School x Programação de ensino individualizado - PSI As duas estratégias educacionais foram estruturadas segundo os princípios do Back School e do PSI.

11 O Back School é um modelo de programa de educação das costas, dirigido à população adulta, que tem mostrado efeitos positivos nas reincidências de lombalgia nesta população. Back School Escola da coluna

12 PSI–Programação de Ensino Individualizado Kelly et al 1964 Aquisição de habilidades Repetição Reforço 100% Back School Escola da coluna Proposta Número de sessões Seguimento

13 Metodologia Esqueleto

14 Metodologia Músculos

15 Metodologia Cinco questionários foram aplicados.(1º Inicial, 2º;3º e 4ºpós instrução e 5º seis meses follow up). Todos os questionários foram ilustrados com desenhos. Após o término do estudo, palestra educativa foi ministrada aos professores e equipe técnica da escola. No final da pesquisa, houve distribuição da História em Quadrinhos, como incentivo para os escolares e professores da escola.

16 Questionário 1ª a 6ª questão As categorias avaliadas foram para prevalência de dores nas costas: 1ª.Dores nas costas entre os escolares. 2ª.Localização da dor (Corlett). 3ª Relação das dores nas costas com as seguintes situações: sentada; em pé; deitada; andando; aula de educação física; transporte de mochila e na atividade esportiva.

17 Questionário 1º a 6º questão 4ª.Presença ou ausência de cansaço, quando sentado na carteira escolar. 5ª e 6ª.Dores nas costas entre os pais dos escolares.

18 Mapa Desconforto Postural Corlett Nuca 02. Ombro esquerdo 03. Ombro direto 04. Braço esquerdo 05. Braço Direito 06. Alto das Costas 07. Mão/ Punho Esquerdo 08. Mão/ Punho Direito 09. Baixo das costas 10. Nádegas 11. Coxas 12. Joelhos 13. Pernas 14. Pés

19 7ª a 16ª QUESTÃO As categorias avaliadas foram as 6 classes de hábitos posturas Desenhos por Alberto Vonach

20 7ª a 16ª Questão

21

22 História em Quadrinhos

23 Pedagogia da História em Quadrinhos HQ– Teórico- G1 HQ dividida em três etapas e em tiras. Material transparências reproduzem a HQ. Cada etapa da história orientou a uma classe de hábitos posturais. Leitura narrada pela fisioterapeuta. Cartazes ilustravam a sala de aula. No final da sessão educativa os alunos respondiam ao questionário pós instrução.

24 HQ - Tiras

25

26 Circuito Demonstrativo Prático - CD G2 1ª Sessão Postura Sentada Material: Mesa e Cadeira 2ª Sessão Em pé, Transporte de Mochila e Postura Deitada Material: Mochila e Colchonete 3ª Sessão Técnicas de Levantamento e Transferência de Objetos Material: Livros

27 Sala de aula

28 Vivência prática

29

30 Análise Estatística 1.Análise Descritiva 2.Análise Inferencial –Teste Exato de Fisher –Análise para dados pareados

31 Teste Exato de Fisher

32 Análise para dados Pareados

33 Resultados População de 80 escolares entre 7 e 11 anos de ambos os sexos. 1-Sugerem que a distribuição entre as quatro populações (idades, sexos, para G1 e G2) é semelhante (Bussab & Morettin, 2002).

34 Resultados 2. Apontam que a proporção de respostas corretas, após a aplicação das duas estratégias, foi acima de 90%.(Tabela.1) 3. Aplicação do teste de Fisher para as variáveis relacionadas aos hábitos posturais revelou que a hipótese de homogeneidade só foi rejeitada para seguinte variável: jeito certo de dormir( p =0,0783)(Tabela.2)

35 Tabela 1: Porcentagens de acertos antes e depois da aplicação das estratégias educacionais. EstratégiasHQCD Momentos Posições Certas AntesDepoisAntesDepois 1 – Sentada a-costas47%**97%49%**97% b-bumbum71%100%68%97% c- pés55%**89%38%**90% 2 - Em pé a-cabeça89%*100%92%95% b-costas84%100%87%100% c-pés41%**65%33%64% 3 - Transporte de Mochila76%**100%72%97% 4 – Abaixar37%**92%41%**90% 5 – Mudar objeto84%*97%82%97% 6 - Jeito de dormir84%82%77%**95%

36 Tabela 2: Testes de Homogeneidade Variáveis Relacionadas às Classes de Hábitos Posturais Variáveis Teste Exato de Fisher Nível Descritivo Jeito certo das costas quando sentado0,1781 Jeito certo do bumbum quando sentado0,3684 Jeito certo dos pés quando sentado0,1502 Jeito certo das costas quando em pé0,7723 Jeito certo dos pés quando em pé0,8344 Jeito certo da cabeça quando em pé0,6981 Jeito certo de transportar a mochila escolar0,9163 Jeito certo transferir objetos0,9998 Jeito certo de levantar um objeto do chão0,4674 Jeito certo dormir0,0783

37 Gráfico–1 Jeito certo das costas HQ/A

38 Gráfico-2 Jeito certo das costas HQ/D

39 Gráfico-3 Jeito certo das costas – CD/A

40 Gráfico-4 Jeito certo das costas – CD/D

41 Gráfico 5- postura sentada posição dos pés

42 Gráfico 6 - Proporção de acertos Abaixar

43 Resultados 4- Os resultados apontados pelo Teste exato de Fisher expressam que a hipótese de homogeneidade só foi rejeitada na ocorrência de dores, avaliada pelo Mapa de desconforto postural, para as seguintes variáveis: Presença de dores nos pés: P =0,0596 Presença de cansaço quando sentada na cadeira escolar: P =0,0823

44 Gráfico– 7 Presença de dores nos pés – HQ - antes

45 Gráfico- 8 Presença de dores nos pés – HQ - depois

46 Gráfico-9 Presença de dores nos pés CD - antes

47 Gráfico-10 Presença de dores nos pés CD - depois

48 Gráfico- 11 Presença de cansaço sentado na carteira escolar HQ -antes

49 Gráfico- 12 Presença de cansaço sentado na carteira escolar – HQ- depois

50 Gráfico- 13 Presença de cansaço na cadeira escolar CD- antes

51 Gráfico-14 Presença de cansaço sentado carteira escolar CD-depois

52 Resultados 5- O número total de reforços nas duas EE pós instrução, apontam que o sexo masculino errou mais enquanto que a HQ precisou de mais reforços na pós instrução.

53 Tabela 4: Número total de reforços por estratégia de ensino e sexo, em cada questionário.

54 Discussão A aplicação das duas estratégias, tanto antes como depois, não expressou diferença significativa nos índices de dores nos diferentes segmentos corporais.A aplicação das duas estratégias, tanto antes como depois, não expressou diferença significativa nos índices de dores nos diferentes segmentos corporais. Segundo alguns autores os fatores que podem contribuir para a ausência de prevalência de dores antes e depois do back School são:

55 Discussão A inserção do professor na aplicação dos Back Schools (Cardon et al, 2001). O envolvimento dos pais no programa de educação postural (Mendez et al, 2001). Número de sessões educativas(Cardon et al, 2000 – 2001, Mendez et al, 2001).

56 Discussão A má combinação entre as medidas antropométricas e o mobiliário escolar (Casarotto et al 1995, Parcells et al,1999, Panagiolopoulou et al, 2004, Milanese et al, 2004). Robertson et al (1999), Cardon et al ( ) e Mendez et al (2001), consideram que há uma modificação imediata no aprendizado pré e pós a participação dos estudantes em programas de educação postural.

57 Discussão Negrete et al ( ), conclui que, a longo prazo a memorização, comparando uma história a um texto convencional, é igual para as duas estratégias. Reporta, também, a facilidade com que a HQ comunica conceitos científicos relacionando o fato, a forma precisa, atrativa e divertida com que ela passa a informação, favorecendo à retenção do aprendizado.

58 Discussão Barbosa A. et al (2004) revelam que a linguagem das HQ já vem sendo utilizada no aprendizado de diversas matérias do ensino fundamental(1ª a 4ª). No Brasil a secretária de educação já reconhece pelos PCNs e pela LDB, a importância de incluir a HQ como veículo de ensino em várias disciplinas, na rede pública de ensino fundamental.

59 Discussão Nippold MA et al (2005) estudaram a preferência dos escolares relacionada a leitura e atividade de lazer. Preferências apontadas: leitura= HQ atividade de lazer= video computador e esportes Ujiie J et al(2000) afirmam: crianças que lêem HQ não vão mal na escola e algumas vezes vão melhor do que as que não lêem HQ apud shore Ellis A et al (2000).

60 Discussão O início da jornada escolar, na maioria das vezes, exige a postura sentada estática, mas poucos professores apresentam aulas que motivem a postura sentada dinâmica(Cardon et al, 2004). Idade, sexo, história familiar, assimetria de tronco, atividades competitivas, carregar peso, trauma, psicofísicos, são fatores que podem resultar em lombalgia, na idade escolar ( Balagué et al, 1999).

61 Discussão A comissão Européia de pesquisa (2004), prevêem ações preventivas, dirigidas à população adulta e de escolares. Os fatores de risco com potencial de modificação tais como: estilo de vida, psicofísicos, e ambiente escolar, devem ser capazes de minimizar as lombalgia, desde que sejam modificados.

62 Fatores positivos As estratégias educativas se mostram efetivas no sentido de APREENDER, APRENDER e na RETENÇÃO dos conceitos de hábitos posturais corretos. Em geral, os índices de respostas corretas, depois, foi acima de 90%. A aplicação das estratégias não interferiu nas dores dos alunos, antes e depois das técnicas educativas. Estes escolares tiveram a oportunidade de receber informações sobre educação em saúde, de interesse para a comunidade escolar.

63 Proposta Propor o tema orientação postural primária como tema transversal sobre educação em saúde. Ex: utilizar a HQ para passar essas mensagens sobre os hábitos posturais corretos Estudar a viabilidade de criar um banco de dados epidemiológico ou estatístico, de prevalência das dores nas costas entre os escolares, para preencher a lacuna nacional.

64 Conclusão Para a maioria das variáveis estudadas, não foram detectadas diferenças no aprendizado e memorização dos hábitos posturais corretos em ambos os sexos e submetidos às duas estratégias educativas.

65 Conclusão Para as variáveis relacionadas à ocorrência de dores, a aplicação das estratégias educativas não alterou a condição de dor do aluno. Para as variáveis relacionadas às classes de hábitos posturais, com exceção à variável jeito de dormir, as estratégias de ensino mostraram-se eficazes, pois a proporção de respostas corretas aumentou.

66 Planos para o futuro 1.Pensar na viabilidade de estudar a prevalência e as conseqüências a longo prazo da lombalgia na idade escolar. 2.Planejar um estudo para confirmar se a modificação dos fatores de risco resultaria na diminuição da lombalgia. 3.Pensar na possibilidade da reprodutibilidade do método junto as revistas científicas nacionais e internacionais. Posturinha Olhar brasileiro 4.Promover junto às escolas encontros que abordem questões relacionadas aos hábitos posturais corretos, contanto que, tenha a participação dos formadores de opinião pública tais como: professores regulares, educadores físicos e os pais.(Associação de pais e mestres)

67 Agradecimentos Sr. Ricardo Pucci e Sr Ciro -Indústria de Brinquedos Bandeirante Eduardo Jardim – ilustração e adaptação do roteiro da história em quadrinhos Posturinha e Sua Turma Alberto Vonach - Ilustrador dos desenhos do questionário

68 Organização Mundial de Saúde,1987 A promoção da saúde deve ser um processo de capacitação do indivíduo, para que este aumente o controle sobre a sua própria saúde, sendo capaz de satisfazer suas necessidades e adaptar-se ao ambiente em que vive.

69


Carregar ppt "Efeitos da educação postural nas mudanças de hábitos em escolares das 1ª a 4ª séries do ensino fundamental Dissertação apresentada à Faculdade de Medicina."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google