A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

É preciso tornar a organização capaz de prever as tempestades, de transpô-las e, por fim, de navegar à frente delas. Peter Drucker.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "É preciso tornar a organização capaz de prever as tempestades, de transpô-las e, por fim, de navegar à frente delas. Peter Drucker."— Transcrição da apresentação:

1

2 É preciso tornar a organização capaz de prever as tempestades, de transpô-las e, por fim, de navegar à frente delas. Peter Drucker

3 Administração Pública O bem comum da coletividade administrada Bem servi-la porque é o desejo do povo como destinatário dos bens, serviços e interesses administrados pelo Estado. OBJETIVO COMPROMISSO

4 Eficiência e Eficácia O Administrador Público deve orientar sua gestão para o atendimento das demandas dos cidadãos e usuários, bem como realizar a avaliação periódica, externa e interna, da qualidade dos serviços prestados, ou seja, que o princípio da Eficiência corresponda ao sentido da Eficácia. art. 37, Constituição Federal

5 Como o CREA-RJ, conseguiu transpor as tempestades, e, por fim, se posicionar navegando à frente delas. Impactos em 2011/2012

6 Visão de Futuro Aderindo ao Programa Nacional de Gestão Pública e Desburocratização, criado pelo Decreto nº de 23 de fevereiro de Aderindo ao Programa Nacional de Gestão Pública e Desburocratização, criado pelo Decreto nº de 23 de fevereiro de GESPÚBLICA - Adotando a prática de realizar anualmente, o seu Planejamento Estratégico. Adotando a prática de realizar anualmente, o seu Planejamento Estratégico.

7 Excelência: Programa GesPública O Programa Nacional de Gestão Pública – GESPÚBLICA, instituído pelo Decreto 5.378/2005, orienta sua ação pela promoção da excelência dirigida ao cidadão e por um conjunto de princípios, voltados para a qualidade da gestão e dos serviços públicos. O Programa Nacional de Gestão Pública – GESPÚBLICA, instituído pelo Decreto 5.378/2005, orienta sua ação pela promoção da excelência dirigida ao cidadão e por um conjunto de princípios, voltados para a qualidade da gestão e dos serviços públicos.

8 Objetivos do GesPública Eliminar o déficit institucional; Eliminar o déficit institucional; Promover a governança e a eficiência visando os resultados da ação pública; Promover a governança e a eficiência visando os resultados da ação pública; Assegurar a eficácia e efetividade da ação governamental; e Assegurar a eficácia e efetividade da ação governamental; e Promover a gestão democrática, participativa, transparente e ética. Promover a gestão democrática, participativa, transparente e ética.

9 Planejamento Estratégico O Planejamento Estratégico integra idéias e viabiliza as ações para a Organização, tendo como propósito estabelecer políticas, objetivos e projetos para os períodos de curto, médio e longo prazo, identificando e atendendo as necessidades das partes interessadas. (Stakeholders) O Planejamento Estratégico integra idéias e viabiliza as ações para a Organização, tendo como propósito estabelecer políticas, objetivos e projetos para os períodos de curto, médio e longo prazo, identificando e atendendo as necessidades das partes interessadas. (Stakeholders)

10 Planejamento Estratégico Assim, a construção do Planejamento Estratégico permite: Assim, a construção do Planejamento Estratégico permite: a)Definir o melhor caminho para superar os desafios; b)Conhecer as ações para seu desenvolvimento eficaz; c)Que a Autoavaliação contínua alimente a eficácia dos seus processos e a efetividade dos resultados.

11 Planejamento Estratégico Onde estamos Para onde as tendências nos empurram? Onde queremos ir?

12 Planejamento Estratégico e Projetos GESTÃO ESTRATÉGICA GESTÃO POR PROJETOS Definindo a organização do futuro Transformando ideias em realidade Projetos Pensamento Estratégico (Visão) Objetivos Estratégicos Planos de Ação Anual

13 Planejamento Estratégico Objetivos Estratégicos Sistematizados

14 1. Desenvolver uma gestão profissional mais integrada, 1.1. PAA – Gespública PAA – Integração das Gerências com o Comitê, 1.3. PAA – Criação da Gerência de TI PAA – Campanha de sensibilização da Missão. 2. Promover a Renovação Tecnológica – equipamentos e treinamento, 2.1. PAA – Renovação Tecnológica, 2.2. PAA – Treinamento Tecnológico. 3. Desenvolver uma gestão de pessoas mais transparente, 3.1. PAA – Criação da Gerência de RH, 3.2. PAA – Desenvolvimento de mecanismos de transparência funcional. 4.Melhoria das condições de infraestrutura relacionadas com os procedimentos operacionais, 4.1. PAA – Melhoria da infraestrutura operacional. Planejamento Estratégico Desdobramento em Planos de Ação

15 5. Disponibilizar cada vez mais serviços remotos, e aperfeiçoar o atendimento presencial, 5.1. PAA – Incremento de serviços remotos, 5.2. PAA – Aperfeiçoamento do atendimento presencial. 6. Fortalecer e ampliar o papel institucional junto ao CONFEA promovendo maior representatividade e ações efetivas junto ao Poder Legislativo, 6.1. PAA – Fortalecimento institucional junto ao CONFEA, visando maior representatividade perante o Poder Legislativo. 7. Adequar o quadro funcional às demandas, 7.1. PAA – Adequação do quadro funcional. Planejamento Estratégico Desdobramento em Planos de Ação

16 8. Estabelecer mecanismos de gestão dos fornecedores, controlando a qualidade dos serviços prestados, 8.1. PAA – gestão junto aos Fornecedores. 9. Melhorar a estrutura de marketing e comunicação, criando uma política sólida de relacionamento institucional, com vistas a diminuir o exercício ilegal das profissões, 9.1.PAA – Melhoria da estrutura de Marketing e da Comunicação do Conselho. 10. Valorização do quadro funcional PAA – Promover a Avaliação de Desempenho, PAA – Dar continuidade a Pesquisa de Clima, PAA – Criar mecanismos de Valorização Funcional. Planejamento Estratégico Desdobramento em Planos de Ação

17 CREA-RJ e Projetos Desde 2009, o orçamento é elaborado de forma participativa e por projetos. Desde 2009, o orçamento é elaborado de forma participativa e por projetos. Os investimentos, principalmente em Fiscalização, Atendimento, Apoio ao Plenário e Infraestrutura, são definidos mediante a elaboração de projetos, quando são previstos os recursos financeiros, humanos, materiais e de equipamentos envolvidos, o cronograma físico-financeiro e definidos os indicadores de controle. Os investimentos, principalmente em Fiscalização, Atendimento, Apoio ao Plenário e Infraestrutura, são definidos mediante a elaboração de projetos, quando são previstos os recursos financeiros, humanos, materiais e de equipamentos envolvidos, o cronograma físico-financeiro e definidos os indicadores de controle. O CREA-RJ passou a exercer maior controle nas expensas dos recursos e otimizar a tomada de decisão. O CREA-RJ passou a exercer maior controle nas expensas dos recursos e otimizar a tomada de decisão.

18 O CREA-RJ e o GesPública 30/03/2011 Realização do Curso Gerência da Rotina 04/10/2010 Adesão ao GesPública 04/10/2010 Realização da Oficina de Planejamento Estratégico 09/05/2011 Reunião de Avaliação de Resultados 04/06/2011 Entrega do Relatório de Gestão - Ciclo 2010

19 Certificado de Nível de Gestão II

20 Carta de Serviços Em 25 /07/2011, o CREA-RJ realiza o lançamento da CARTA DE SERVIÇOS. Disponível em

21 Programa de Equidade de Gênero, Raça e Etnia - Objetivos construir uma nova cultura institucional que incorpore o tema do gênero como uma questão da própria sociedade. fortalecer o debate sobre gênero ampliar e difundir o conhecimento sobre as questões de gênero

22 Selo Equidade de Gênero 3ª Edição

23 GesPública Ciclo 2011| /07/2012 Elaboração do Relatório de Gestão Ciclo Reuniões do Comitê Gestor 26/10/2011 Realização da Oficina de Planejamento Estratégico 20/07/2012 Entrega do Relatório de Gestão Ciclo 2011

24 Certificado de Gestão Nível III

25 Prêmio Qualidade Rio

26 Objetivos do PQRio Reconhecer as organizações sediadas no Estado do Rio de Janeiro que demonstrarem esforços efetivos direcionados à excelência no seu modelo de gestão (MEG), e disseminar metodologia de autoavaliação de gestão alinhada à Fundação Nacional da Qualidade. Reconhecer as organizações sediadas no Estado do Rio de Janeiro que demonstrarem esforços efetivos direcionados à excelência no seu modelo de gestão (MEG), e disseminar metodologia de autoavaliação de gestão alinhada à Fundação Nacional da Qualidade.

27

28 PQRio

29 O reconhecimento da Excelência de Gestão pelo GesPública e pelo PQRio traz como resultado: transformar em ação, pelo CREA-RJ, os anseios e expectativas dos profissionais e da sociedade O reconhecimento da Excelência de Gestão pelo GesPública e pelo PQRio traz como resultado: transformar em ação, pelo CREA-RJ, os anseios e expectativas dos profissionais e da sociedade.

30 Fique comigo Esperamos que em todas as localidades da jurisdição do CREA-RJ, seus Diretores, Conselheiros, Inspetores e Funcionários, estejam em perfeita sintonia, conforme cantava Roger Ridley em Stand By Me Esperamos que em todas as localidades da jurisdição do CREA-RJ, seus Diretores, Conselheiros, Inspetores e Funcionários, estejam em perfeita sintonia, conforme cantava Roger Ridley em Stand By MeStand By MeStand By Me

31 Obrigado! Luiz Carlos Garcia Consultor | CREA-RJ


Carregar ppt "É preciso tornar a organização capaz de prever as tempestades, de transpô-las e, por fim, de navegar à frente delas. Peter Drucker."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google