A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Plano de Negócios Apostila 1 Profa MS Cláudia Palladino 2012.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Plano de Negócios Apostila 1 Profa MS Cláudia Palladino 2012."— Transcrição da apresentação:

1 Plano de Negócios Apostila 1 Profa MS Cláudia Palladino 2012

2 Bibliografia Básica BIZZOTO, Carlos Eduardo Negrão. Planos de negócios para empreendimentos inovadores. São Paulo: Atlas, DORNELAS, José Carlos. Empreendedorismo: transformando idéias em negócios. 3ª ed. São Paulo: Campus, DORNELAS, José Carlos. Planos de negócios que dão certo. São Paulo: Campus, 2007.

3 Bibliografia Complementar BERNARDI, Luiz Antonio. Manual de plano de negócios. São Paulo: Atlas, 2006 DOLABELA, Fernando. O segredo de Luiza. São Paulo: Cultura, FINCH, Brian. Como redigir um plano de negócios criando o sucesso. São Paulo: Clio Editora, 2006

4 Introdução Viagem Comprar uma casa Montar um negócio

5 Introdução Para colocar em prática um Plano de Negócios é necessário PLANEJAR. Planejar é um processo sistemático que permite a identificação e definição de ações necessárias para: a solução de problemas, o fortalecimento de capacidades; o alcance de objetivos.

6 Introdução O Plano de Negócios abrange tarefas como: Previsão: verificação dos eventos que podem ocorrer com base em probabilidades; Projeção: considerar que futuro tende a ser igual ao passado; Predição: considerar que o futuro tende a ser diferente do passado;

7 Introdução Solução de problemas: correção de descontinuidades ou desajustes entre a empresa e forças externas; Plano: documento formal de consolidação das informações e atividades desenvolvidas no processo de planejamento.

8 O Plano de Negócios Plano de Negócios – PN (ou Business Plan - BP) é um documento que especifica um negócio que se deseja dar início ou que já exista. Portanto, o PN: Representa o modelo de negócios a ser seguido; Reúne informações sobre como o negócio é ou deverá ser; Pode ser desenvolvido por empreendedores (para se dar início a um negócio) e como ferramenta de gestão.

9 O Plano de Negócios O Plano de Negócios deve refletir a realidade, as perspectivas e a estratégia da empresa. Por isso, o PN responde as seguintes perguntas: – Qual é e como é a empresa / o negócio? – O que faz a empresa / o negócio? – Como o negócio é executado? – Qual a razão para a existência do negócio? – O que a empresa deseja do leitor do Plano de negócios? – Aonde se pretende chegar?

10 O Plano de Negócios O Plano de Negócios deve ser um instrumento vivo! As mudanças no ambiente econômico, de mercado, tecnológico e interno devem estar sempre representadas no PN.

11 O Plano de Negócios O desenvolvimento de um PN permite: Organizar as ideias e propostas vindas do trabalho conjunto das pessoas chave da organização; Organizar a própria empresa (resultados pretendidos, funções exercidas etc.); Fluir a comunicação entre as pessoas chave da organização;

12 O Plano de Negócios Estabelecer o caminho a ser seguido e o comprometimento das partes envolvidas; A existência de um instrumento de controle gerencial; A existência de instrumento de captação de recursos financeiros, humanos, parceiras.

13 O Plano de Negócios O plano de negócios orienta na busca de informações detalhadas sobre: o seu ramo, os produtos e serviços a serem oferecidos; clientes; concorrentes; fornecedores; e, principalmente, sobre os pontos fortes e fracos do negócio, contribuindo para a identificação da viabilidade de sua ideia e na gestão da empresa.

14 O Plano de Negócios Por que é necessário desenvolver um PN? – O PN colabora com a redução da possibilidade de fracassos, prejuízos ou falências precoces; Parte dos riscos e adversidades estão previstas no PN; Inlcui planos de contingência. O PN engloba os planos táticos e operacionais que sustentam o planejamento estratégico da empresa: Marketing, Financeiro, RH, Produção, Vendas etc.

15 O Plano de Negócios O PN colabora com o delineamento de um caminho para o futuro da empresa. O objetivo de sua elaboração é reunir as informações necessárias para o desenvolvimento do negócio: tipo de produto ou serviço, clientes atuais e potenciais, mercado, preços, concorrência, recursos financeiros etc.

16 O Plano de Negócios Um plano de negócio é um documento que descreve por escrito os objetivos de um negócio e quais passos devem ser dados para que esses objetivos sejam alcançados, diminuindo os riscos e as incertezas. Um plano de negócio permite identificar e restringir seus erros no papel, ao invés de cometê-los no mercado. Como Elaborar um Plano de Negócios, Sebrae, Brasília, 2009

17 O Plano de Negócios Possíveis públicos:Objetivo: Sócios / Sócios potenciaisEstabelecimento de acordos e direcionamento ParceirosEstabelecimento estratégias conjuntas BancosObtenção de financiamentos IntermediáriosAjudar na distribuição de produtos e serviços InvestidoresObtenção de capital Executivos chaveAprovação e alocação de recursos FornecedoresOutorga de créditos para compra de matéria prima e mercadorias Profissionais de talentoContratação pela empresa Público internoInformação Clientes potenciaisCompra dos produtos e serviços

18 Elaboração de um Plano de Negócios 1ª parte - Sumário Executivo O sumário executivo é um resumo do Plano de Negócio. Atenção: O Sumário executivo não é a introdução nem a justificativa; trata-se da relação dos pontos mais importantes do plano de negócios.

19 Elaboração de um Plano de Negócios Apesar de o sumário executivo ser a primeira parte apresentada do plano, ele só deverá ser elaborado após a conclusão do mesmo. O leitor de um plano de negócios deverá conseguir entender claramente a ideia e a viabilidade da implantação do negócio proposto.

20 Elaboração de um Plano de Negócios Conteúdo do sumário executivo Resumo dos principais pontos do plano de negócio: O que é o negócio; Quais os principais produtos e/ou serviços; Quem serão os principais clientes; Onde será localizada a empresa; Qual o montante de capital a ser investido; Qual será o faturamento mensal; Qual o lucro esperado; Em quanto tempo o capital investido deverá retornar.

21 Elaboração de um Plano de Negócios Conteúdo do sumário executivo Dados dos empreendedores, experiência profissional e atribuições: – Informações dos dados dos responsáveis pela administração do negócio; – Perfil, com destaque dos conhecimentos, habilidades e experiências anteriores. A descrição do perfil dos empreendedores deve ser utilizada a favor do empreendimento.

22 Elaboração de um Plano de Negócios Conteúdo do sumário executivo Os empreendedores devem ter: – objetivos comuns; – igual nível de ambição; – almejar a mesma dimensão para o negócio.

23 Elaboração de um Plano de Negócios Conteúdo do sumário executivo – Portanto, antes da elaboração do plano, devem ser feitas as seguintes definições: As tarefas de cada sócio/participante; O horário de trabalho; O valor da retirada do pró-labore (remuneração dos proprietários); Como será feita a distribuição dos lucros; Valor a ser reinvestido na empresa; Grau de autonomia de cada sócio;

24 Elaboração de um Plano de Negócios Conteúdo do sumário executivo Nível de tomada de decisões individual; Política de contratação de familiares (se será permitido e quantos por sócio); Definição do sistema de sucessão: o que acontecerá com a sociedade em caso de falecimento ou da impossibilidade de trabalhar de um dos sócios; Verificação de restrições cadastrais ou pendências dos sócios junto a órgãos como Receita Federal, Secretaria de Estado da Fazenda e INSS.

25 Elaboração de um Plano de Negócios Conteúdo do sumário executivo Missão da empresa: – É a razão da existência da empresa hoje; é o papel que a empresa desempenha em sua área de atuação. – Representa o ponto de partida do negócio ; – Fornece identidade à empresa e norteia o seu caminho.

26 Elaboração de um Plano de Negócios Conteúdo do sumário executivo – Para definir a missão da empresa é necessário responder as seguintes questões: Qual é o seu negócio (faz o quê)? Qual é o seu negócio? Quem é o consumidor? O que é valor para o consumidor? O que é importante para os stakeholders (empregados, fornecedores, sócios, comunidade, etc).

27 Elaboração de um Plano de Negócios Conteúdo do sumário executivo A missão da Natura Razão de ser Nossa razão de ser é criar e comercializar produtos e serviços que promovam o Bem-Estar/Estar Bem Bem-Estar é a relação harmoniosa, agradável, do indivíduo consigo mesmo, com seu corpo. Estar Bem é a relação empática, bem-sucedida, prazerosa, do indivíduo com o outro, com a natureza da qual faz parte e com o todo.

28

29 Elaboração de um Plano de Negócios Conteúdo do sumário executivo Setores de atuação da empresa: setor ou setores em que empresa irá atuar; Principais setores da economia: – Agropecuária: produção de vegetais (legumes, hortaliças, sementes, frutos, cereais, etc.) criação e tratamento de animais (bovino, suíno, etc.).

30 Elaboração de um Plano de Negócios Conteúdo do sumário executivo – Indústria: transformação de matérias-primas em produtos acabados, com auxílio de máquinas ou de forma manual. Inclui desde artesanato à indústria de alta tecnologia. – Comércio: venda de mercadorias Varejista: venda diretamente ao consumidor para uso próprio e não comercial; Atacadista: compra do fabricante para venda no varejo ou ainda para outro distribuidor.

31 Elaboração de um Plano de Negócios Conteúdo do sumário executivo – Prestação de serviços: Trata-se do oferecimento do próprio trabalho ao cliente: consultoria, lavanderia, oficina mecânica, escola infantil, curso de idiomas.

32 Elaboração de um Plano de Negócios Conteúdo do sumário executivo Forma jurídica: como a empresa será tratada pela lei, e como será seu relacionamento jurídico com terceiros; – A constituição formal da empresa é a primeira ação para que uma empresa exista. Para isto é preciso definir a sua forma jurídica. Forma jurídica: determina a maneira pela qual ela será tratada pela lei, assim como o seu relacionamento jurídico com terceiros.

33 Elaboração de um Plano de Negócios Conteúdo do sumário executivo – As formas jurídicas poderão ser: Sociedade Limitada: associação de duas ou mais pessoas para a criação de uma pessoa jurídica; – A existência da empresa e o patrimônio são distintos da pessoa física dos sócios. – A atividade empresarial é exercida pela sociedade que é representada pelos seus administradores. – Em caso de dívidas contraídas, é o patrimônio da sociedade que responde por elas.

34 Elaboração de um Plano de Negócios Conteúdo do sumário executivo – Por isso, a sociedade é limitada. Porem, caso haja indícios de abuso ou confusão patrimonial, a personalidade jurídica poderá ser desconsiderada, e neste caso, os sócios e administradores respondem pelos débitos.

35 Elaboração de um Plano de Negócios Conteúdo do sumário executivo Empresário: Forma individual e organizada do exercício das as atividades (produção ou comercialização de bens e serviços; – Não há a presença de sócios - o proprietário assume integralmente a responsabilidade pelas obrigações da empresa, que são ILIMITADAS, além dos resultados e riscos; – O patrimônio pessoal pode ser exigido para o pagamento de certas dívidas, como débitos trabalhistas, com fornecedores, tributos, danos ao consumidor, danos ambientais, etc. É obrigatório seu registro na Junta Comercial;

36 Elaboração de um Plano de Negócios Conteúdo do sumário executivo Enquadramento tributário: forma para o cálculo e o recolhimento dos impostos junto ao Governo Federal: – Empreendedor Individual; – Regime Normal; – Regime Simples;

37 Elaboração de um Plano de Negócios Conteúdo do sumário executivo – Empreendedor Individual: Empresário individual com receita bruta /ano de até R$36.000,00; Tem um empregado que ganhe salário mínimo ou o salário mínimo da respectiva categoria profissional; Não possui mais de um estabelecimento; Não participa de outra empresa como titular, sócio ou administrador; Recolhimento dos impostos e contribuições: feito em valores fixos mensais.

38 Elaboração de um Plano de Negócios Conteúdo do sumário executivo – Simples: Empresas que – com possibilidade de enquadramento – se beneficiarão da redução e simplificação de tributos, além do recolhimento de um imposto único. Enquadramento sujeito à aprovação da Receita Federal e leva em consideração a atividade e a estimativa de faturamento.

39 Elaboração de um Plano de Negócios Conteúdo do sumário executivo – Regime Normal: as empresas recolhem os impostos da forma convencional, cumprindo todos os requisitos previstos em lei para cada imposto; Além dos tributos federais, podem ser devidos impostos e contribuições para o Governo Estadual (ICMS) e Municipal (ISS).

40 Elaboração de um Plano de Negócios Conteúdo do sumário executivo Recolhimentos Âmbito federal IRPJ – Imposto de Renda Pessoa Jurídica PIS – Contribuição para os Programas de Integração Social COFINS – Contribuição para Financiamento da Seguridade Social CSLL – Contribuição Social sobre o Lucro Líquido IPI – Imposto sobre Produtos Industrializados (apenas para indústria) Âmbito estadual ICMS – Regime Simplificado ICMS – Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (SISTEMA DÉBITO E CRÉDITO) Âmbito municipal ISS – Imposto sobre Serviços

41 Elaboração de um Plano de Negócios Conteúdo do sumário executivo Capital social: recursos (dinheiro, equipamentos, ferramentas, etc.) para a montagem do negócio. – A elaboração do plano financeiro do negócio mostra o total do capital a ser aplicado; – Em caso de sociedades, deverá ser definido o quanto cada sócio irá investir e o seu percentual.

42 Elaboração de um Plano de Negócios Conteúdo do sumário executivo SócioValor% de participação

43 Elaboração de um Plano de Negócios Conteúdo do sumário executivo Fonte de recursos: como os recursos serão obtidos para a implantação da empresa. – No início, pode-se contar com recursos próprios, de terceiros ou com ambos. – Recursos próprios: aplicação do capital necessário para a abertura da empresa pelos proprietário; – Recursos de recursos de terceiros: busca de investidores ou de empréstimos junto a instituições financeiras.


Carregar ppt "Plano de Negócios Apostila 1 Profa MS Cláudia Palladino 2012."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google