A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Introdu ç ão: A t é cnica de Sling para tratamento da incontinência urin á ria feminina tem demonstrado os melhores resultados. Objetivo: Avaliar o resultado.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Introdu ç ão: A t é cnica de Sling para tratamento da incontinência urin á ria feminina tem demonstrado os melhores resultados. Objetivo: Avaliar o resultado."— Transcrição da apresentação:

1 Introdu ç ão: A t é cnica de Sling para tratamento da incontinência urin á ria feminina tem demonstrado os melhores resultados. Objetivo: Avaliar o resultado v í deo-urodinâmico entre três t é cnicas de Sling, aponeur ó tico aut ó logo, sint é tico trans-obturador e suprap ú bico. M é todos: Estudo prospectivo e randomizado com v í deo-urodinâmica de trinta pacientes com incontinência urin á ria de esfor ç o ou mista submetidas a cirurgia de Sling. Dez por Sling de aponeurose, dez por Sling sint é tico supra-p ú bico e dez por Sling trans-obturador. As pacientes realizaram v í deo-urodinâmica antes e três meses ap ó s a cirurgia. Resultados: Não houve diferen ç a nos resultados v í deo-urodinâmicos. O formato e a posi ç ão do colo, bem como o grau de hipermobilidade e a pressão de perda apresentaram uma melhora estatisticamente significativa para os Três tipos de Sling. Conclusão: Nossos resultados, embora com casu í stica pequena, demonstram a equivalência das três t é cnicas de Slings no que diz respeito a avalia ç ão v í deo-urodinâmica. AVALIAÇÃO VÍDEO URODINÂMICA ENTRE SLING APONEURÓTICO, SINTÉTICO SUPRA-PÚBICO E OBTURADOR Fabrício Borges Carrerette, Matheus Nemer Marun, Rodrigo Loureiro de Marins, Kennedy Soares Carneiro, Ronaldo Damião UROMEDIC – Clínica Fragoso Borges, Petrópolis e HUPE - UERJ, Universidade do Estado do Rio de Janeiro UERJ, Brasil. Petrópolis Figura 1 – Tipos de sling realizados. A) Sling aponeurótico autólogo; B e C) Sling sintético trans-obturador (Safyre, silicone e TVT, polipropileno) e D) Sling sintético supra-púbico (Safyre e TVT). A BCD Supra-púbico Trans-obturador Supra- Púbico Trans- obturador 99TécnicaIdadeNúmero Número Perdas Pré Pós Posição do colo Pré Pós Mobilidade do colo Pré Pós Sling Aponeurótico Autólogo59 (50 a 62) 107,101,5 (0 a 2) 0 (0 a 1,5) 1 (0,2 a 2) 0,2 (0 a 1) Sling Sintético Trans-Obturador61 (48 a 68) (0,2 a 2,5) 0,5 (0 a ) 1 (0,2 a 2) 0,1 (0 a 0,5) Sling Sintético Supra-Púbico58 (51 a 68) 107,601 (0,7 a 2) 0 (0 a 2,5) 0,5 (0,2 a 1) 0 (0 a 0,1) Total59307,7601,50,20,70,1 Teste T p=0,005p=0,005 Tabela 1 – Tabela mostrando os resultados vídeo-urodinâmicos pré e pós-operatório. Figura 2 – Vídeo-urodinâmica e desenho simulando os tipos de Slings. A) Vídeo-urodinâmica mostrando uma pressão de perda de 50 cmH 2 0 e imagens da bexiga no repouso, com forma e posição normais, colo vesical fechado e base vesical 0,2 cm abaixo do ramo superior do púbis. No esforço o colo se afunila, ha perda urinária através da uretra e hipermobilidade de cerca de 2 cm. B) Vídeo-urodinâmica após cirurgia de Sling, a base vesical está ha 0 cm do ramo pubiano e durante o esforço o colo vesical se abre mais a base vesical se eleva 0,3 cm do ramo superior do púbis e não ocorre incontinência urinária como na figura A. C e D) Desenho simulando os dois tipos de Sling, suprapúbico e trans-obturador com a bexiga vazia C e cheia D. Note pela simulação que a bexiga cheia pesa contra o Sling fixo e aumenta a pressão de fechamento uretral, esta teoria explica porque quanto mais cheia a bexiga maior a continência. A B CD 2 cm 0 cm 0,2 cm 0,3 cm


Carregar ppt "Introdu ç ão: A t é cnica de Sling para tratamento da incontinência urin á ria feminina tem demonstrado os melhores resultados. Objetivo: Avaliar o resultado."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google