A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

OSTEOTOMIA DE ABERTURA COMO TRATAMENTO INICIAL PARA DEFICIENCIA CRONICA DO CANTO POSTERO LATERAL EM JOELHO VARO UNIVERSITY OF MINNESOTA.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "OSTEOTOMIA DE ABERTURA COMO TRATAMENTO INICIAL PARA DEFICIENCIA CRONICA DO CANTO POSTERO LATERAL EM JOELHO VARO UNIVERSITY OF MINNESOTA."— Transcrição da apresentação:

1 OSTEOTOMIA DE ABERTURA COMO TRATAMENTO INICIAL PARA DEFICIENCIA CRONICA DO CANTO POSTERO LATERAL EM JOELHO VARO UNIVERSITY OF MINNESOTA

2 INTRODUÇÃO ESTUDO CLINICO PROSPECTIVO ESTUDO CLINICO PROSPECTIVO TEM POR OBJETIVO MOSTRAR OS RESULTADOS FUNCIONAIS EM PACIENTES COM INSTABILIDADE POSTERO LATERAL GRAU 3 + GENO VARO TRATADOS INICIALMENTE COM OSTEOTOMIA VALGIZANTE

3 MÉTODOS 21 PACIENTES COM INSTABILIDADE CRÔNICA DO POST LAT + VARO TRATADOS INICIALMENTE COM OSTEOTOMIA E OBSERVADOS PROSPECTIVAMENTE, OS PACIENTES QUE APRESENTAVAM INSTABILIDADE FUNCIONAL E CLINICA 3 MESES APÓS A REABILITAÇÃO DA OSTEOTOMIA = RECONSTRUÇÃO LIGAMENTAR 21 PACIENTES COM INSTABILIDADE CRÔNICA DO POST LAT + VARO TRATADOS INICIALMENTE COM OSTEOTOMIA E OBSERVADOS PROSPECTIVAMENTE, OS PACIENTES QUE APRESENTAVAM INSTABILIDADE FUNCIONAL E CLINICA 3 MESES APÓS A REABILITAÇÃO DA OSTEOTOMIA = RECONSTRUÇÃO LIGAMENTAR

4 MÉTODOS CRITÉRIOS PARA RECONSTRUÇÃO: CRITÉRIOS PARA RECONSTRUÇÃO: - JOELHO UNILATERAL - INSTABILIDADE FUNCIONAL - DOR - FALÊNCIA DE RECONSTRUÇÃO LIGAMENTAR COM INSTABILIDADE, PELO MENOS 3 MESES APÓS REABILITAÇAO

5 MÉTODOS GENO VARO FOI DEFINIDO POR RX GENO VARO FOI DEFINIDO POR RX EXCLUIDOS = ARTRITE, LESÃO DO NERVO TIBIAL, LESÃO BILATERAL EXCLUIDOS = ARTRITE, LESÃO DO NERVO TIBIAL, LESÃO BILATERAL AVALIAÇAO PRE OP: AVALIAÇAO PRE OP: - DIMINUIÇÃO ABERTURA VARO A 30º - DIMINUIÇÃO RE A 30 E 90º - DIMINUIÇÃO DA SUBLUX NO PIVOT REVERSO - DIMINUIÇÃO DA TRANSLAÇÃO ANT. (LCA) E POST (LCP), NO TESTE DE LACHMAN - TUDO ISSO EM RELAÇÃO AO CONTRALATERAL

6 MÉTODOS AS OSTEOTOMIAS ERAM FEITAS DE ABERTURA, COM PLACA MEDIAL E ENXERTO (OBSERVADO O SLOPE EM RELAÇAO AO LESÃO DO LCA/LCP) AS OSTEOTOMIAS ERAM FEITAS DE ABERTURA, COM PLACA MEDIAL E ENXERTO (OBSERVADO O SLOPE EM RELAÇAO AO LESÃO DO LCA/LCP) PÓS OP = IMOBILIZADOR, ASPIRINA 8 SEMANAS, ISOMÉTRICOS PARA QUADRICEPS, 8 SEMANAS SEM CARGA (BIKE E LEG ¼ DO PESO), APÓS 8 SEMANAS CARGA PARCIAL, DEPOIS TOTAL PÓS OP = IMOBILIZADOR, ASPIRINA 8 SEMANAS, ISOMÉTRICOS PARA QUADRICEPS, 8 SEMANAS SEM CARGA (BIKE E LEG ¼ DO PESO), APÓS 8 SEMANAS CARGA PARCIAL, DEPOIS TOTAL ATIVIDADE ESPORTIVA APÓS 5 MESES SE ESTIVESSE APTO ATIVIDADE ESPORTIVA APÓS 5 MESES SE ESTIVESSE APTO

7 MÉTODOS A DECISÃO PARA RECONSTRUÇÃO LIGAMENTAR = A DECISÃO PARA RECONSTRUÇÃO LIGAMENTAR = - FUNÇÃO APÓS OSTEOTOMIA - INSTABILIDADE PÓS OP QUE IMPEDIA VIDA NORMAL E ATIVIDADES RECREATIVAS APÓS REABILITAÇÃO DA OSTEOTOMIA PACIENTES QUE FORAM PARA RECONSTRUÇÃO LIGAMENTAR SAIRAM DO ESTUDO PACIENTES QUE FORAM PARA RECONSTRUÇÃO LIGAMENTAR SAIRAM DO ESTUDO

8 RESULTADOS - 21 PACIENTES DE 05/2000 A 08/2005; - 20 H, 01 M; MÉDIA DE IDADE 32 ANOS - 7 PACIENTES LCP, 6 LCA + LCP, 6 LCP + POST LAT, 2 LCA + LCP + POST LAT - MECÂNISMO DE LESÃO = 9 MOTO, 10 ESPORTES, 2 QUEDAS - FOLOW UP 37 MESES; - 8 PACIENTES (38%) FICARAM SATISFEITOS, 13 = RECONSTRUÇÃO LIGAMENTAR

9 RESULTADOS NÃO FORAM OBSERVADAS DIFERENÇAS SIGNIFICATIVAS NO SINCINATTI SCORE PRÉ OPERATÓRIO, A DIFERENÇA SÓ FOI ENCONTRADA NO SCORE PÓS OP DOS PACIENTES QUE FIZERAM RECONSTRUÇÃO LIGAMENTAR DO CANTO POSTERO LATERAL NÃO FORAM OBSERVADAS DIFERENÇAS SIGNIFICATIVAS NO SINCINATTI SCORE PRÉ OPERATÓRIO, A DIFERENÇA SÓ FOI ENCONTRADA NO SCORE PÓS OP DOS PACIENTES QUE FIZERAM RECONSTRUÇÃO LIGAMENTAR DO CANTO POSTERO LATERAL

10 CONCLUSÃO A OSTEOTOMIA ISOLADA COMO TRATAMENTO PRIMARIO FICA COMO BOA OPÇAO POIS 38% TIVERAM RESULTADOS SATISFATÓRIOS, NÃO SENDO NECESSÁRIO RECONSTRUÇÃO LIGAMENTAR NUM SEGUNDO ESTÁGIO.

11 CONCLUSÃO PACIENTES COM TRAUMA DE ALTA ENERGIA, LESÃO MULTILIGAMENTAR E DIMINUIÇÃO DA FUNÇÃO DO JOELHO TEM GRANDE CHANCE DE NECESSITAR DE RECONSTRUÇÃO NUM SEGUNDO ESTÁGIO, AO CONTRARIO DOS PACIENTES COM TRAUMA DE BAIXA ENERGIA, POST LAT ISOLADA E BOA FUNÇÃO ARTICULAR

12 ANALISE DO TRABALHO ESTUDO PROSPECTIVO ESTUDO PROSPECTIVO NIVEL DE EVIDÊNCIA 2 NIVEL DE EVIDÊNCIA 2 LIMITAÇÕES DO ESTUDO = GRUPO HETEROGENIO, PEQUENO NÚMERO DE PACIENTES LIMITAÇÕES DO ESTUDO = GRUPO HETEROGENIO, PEQUENO NÚMERO DE PACIENTES


Carregar ppt "OSTEOTOMIA DE ABERTURA COMO TRATAMENTO INICIAL PARA DEFICIENCIA CRONICA DO CANTO POSTERO LATERAL EM JOELHO VARO UNIVERSITY OF MINNESOTA."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google