A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Exame Físico de Joelho Paula Maki Otani R2. E XAME F ÍSICO J OELHO Estabilizadores estáticos: Ossos Meniscos Ligamentos Cápsula Cartilagem articular.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Exame Físico de Joelho Paula Maki Otani R2. E XAME F ÍSICO J OELHO Estabilizadores estáticos: Ossos Meniscos Ligamentos Cápsula Cartilagem articular."— Transcrição da apresentação:

1 Exame Físico de Joelho Paula Maki Otani R2

2 E XAME F ÍSICO J OELHO Estabilizadores estáticos: Ossos Meniscos Ligamentos Cápsula Cartilagem articular

3 E XAME F ÍSICO J OELHO Estabilizadores dinâmicos: Tendão do pé anserino Musc vasto medial Musc semimembranoso

4 E XAME F ÍSICO J OELHO Estabilizadores dinâmicos: Tendão do pé anserino (ou pata de ganso) Musc vasto medial Musc semimembranoso

5 E XAME F ÍSICO J OELHO Pata de Ganso GrácilSartórioSemitendíneo

6 E XAME F ÍSICO J OELHO Estabilizadores dinâmicos: Tendão do pé anserino Musc vasto medial Musc semimembranoso

7 E XAME F ÍSICO J OELHO Estabilizadores dinâmicos: Tendão do pé anserino Musc vasto medial Musc semimembranoso

8 E XAME F ÍSICO J OELHO Estabilizadores dinâmicos: Tendão do pé anserino Musc vasto medial Musc semimembranoso Durante os 20 primeiros graus da flexão Após 20 graus estabilizadores estáticos

9 E XAME F ÍSICO J OELHO Grupo do Músculo Poplíteo: Rotação interna da tíbia Flexão inicial a partir da extensão destrava o joelho Estabilização do joelho Muito solicitado: Downhill running Atividades de desaceleração rápida

10 E XAME F ÍSICO J OELHO Basicamente 3 etapas: Inspeção (estática e dinâmica) Palpação Testes específicos

11 E XAME F ÍSICO J OELHO Inspeção Estática

12 E XAME F ÍSICO J OELHO Inspeção Estática (Ângulo Q) Normal: até 20 graus Mulher > Homem

13 E XAME F ÍSICO J OELHO Inspeção Estática – Avaliar: Simetrias (ombro, escápula, musculaturas,…) Trofia dos músculos Presença de escoliose Simetria de MMII, patela (ângulo Q) Geno valgo, geno varo Presença de edema, eritema, cicatriz (cx prévia) Pisada – pé pronado, supinado

14 E XAME F ÍSICO J OELHO Inspeção Estática – lateral: Cifose Lordose

15 E XAME F ÍSICO J OELHO Inspeção Estática: Flexo de joelho recurvatum

16 E XAME F ÍSICO J OELHO Inspeção Dinâmica

17 E XAME F ÍSICO J OELHO Inspeção Dinâmica - Solicitar ao pcte que caminhe (pelo menos 15 passos) para frente e de costas - Avaliar movimentos dinâmicos do quadril e pés - Avaliar alterações na caminhada, se tem flambagem (perna bambeia na altura do joelho) - Avaliar a pisada, pé pronado/supinado, alterações do tornozelo

18 E XAME F ÍSICO J OELHO Inspeção Dinâmica Marcha com deficiência de glúteo médio

19 E XAME F ÍSICO J OELHO Inspeção Dinâmica Teste de Trendelenburg: a) Negativo b) Positivo

20 E XAME F ÍSICO J OELHO Inspeção Dinâmica Solicitar que desça um degrau, a fim de avaliar se no apoio ocorre rotação interna do quadril (joelho roda internamente)

21 E XAME F ÍSICO J OELHO Inspeção Dinâmica Agachamento bipodálico Agachamento unipodálico

22 E XAME F ÍSICO J OELHO Inspeção – Paciente sentado

23 E XAME F ÍSICO J OELHO Inspeção – Paciente sentado Avaliação Estática

24 E XAME F ÍSICO J OELHO Inspeção – Paciente sentado Avaliação Estática: - Patela normal: em frente aos côndilos femorais - Se patela alta: forma angulação com o tendão patelar, decompondo a alavanca do quadríceps em 3 braços: quadríceps, patela e tendão patelar

25 E XAME F ÍSICO J OELHO Inspeção – Paciente sentado Mobilização Ativa

26 E XAME F ÍSICO J OELHO Inspeção – Paciente sentado Mobilização ativa: - Avaliar o tracking da patela (J-shift: desvio lateral da patela no final do movimento) - Avaliar forças musculares da coxa e perna

27 E XAME F ÍSICO J OELHO Inspeção – Paciente sentado Mobilização Passiva

28 E XAME F ÍSICO J OELHO Inspeção – Flexibilidade

29 E XAME F ÍSICO J OELHO Inspeção – Amplitude de Movimento Flexão nl: 130 – 150 graus Extensão nl: 0 – 10 graus

30 E XAME F ÍSICO J OELHO Palpação

31 E XAME F ÍSICO J OELHO Pata de Ganso GrácilSartórioSemitendíneo

32 E XAME F ÍSICO J OELHO Trato Iliotibial: Fibras do Glúteo máximo Tensor da fáscia lata

33 E XAME F ÍSICO J OELHO Palpação

34 E XAME F ÍSICO J OELHO Palpação

35 E XAME F ÍSICO J OELHO - M ANOBRAS Patela Ligamentos Meniscos Banda Iliotibial

36 E XAME F ÍSICO J OELHO - M ANOBRAS Patela: Teste da Compressão Patelar Sinal de Clarke Teste da Inclinação Patelar Teste de Apreensão Ligamentos Meniscos Banda Iliotibial

37 E XAME F ÍSICO J OELHO - M ANOBRAS Patela Teste da Compressão Patelar

38 E XAME F ÍSICO J OELHO - M ANOBRAS Patela Teste da Compressão Patelar Em extensão e flexão de 25 – 30 graus Dor ou crepitação Condromalácia Artrose Instabilidade femoropatelar

39 E XAME F ÍSICO J OELHO - M ANOBRAS Patela Sinal de Clarke

40 E XAME F ÍSICO J OELHO - M ANOBRAS Patela Sinal de Clarke: Estabiliza a patela e pede para contrair o quadríceps Dor: instabilidade femoropatelar

41 E XAME F ÍSICO J OELHO - M ANOBRAS Patela Teste da Inclinação Patelar A) Em extensão B) Em flexão

42 E XAME F ÍSICO J OELHO - M ANOBRAS Patela Teste da Inclinação Patelar A) Em extensão B) Em flexão Mobilização lateral e medial da patela Em extensão e flexão a 30 graus Retináculos lateral e medial

43 E XAME F ÍSICO J OELHO - M ANOBRAS Patela Teste da Apreensão

44 E XAME F ÍSICO J OELHO - M ANOBRAS Patela Teste da Apreensão: Se mobilidade > que o normal: luxação ou subluxação da patela Sensação de apreensão pelo pcte (de que a patela saia do lugar)

45 E XAME F ÍSICO J OELHO - M ANOBRAS Patela: Teste da Compressão Patelar Sinal de Clarke Teste da Inclinação Patelar Teste de Apreensão Ligamentos Meniscos Banda Iliotibial

46 E XAME F ÍSICO J OELHO - M ANOBRAS Patela Ligamentos Meniscos Banda Iliotibial

47 E XAME F ÍSICO J OELHO - M ANOBRAS Patela Ligamentos Sempre testar o lado não lesado primeiro para comparar!!! Meniscos Banda Iliotibial

48 E XAME F ÍSICO J OELHO - M ANOBRAS Patela Ligamentos – LCA: Teste de Lachman Teste da Gaveta Anterior Jerk Test (Teste do ressalto) Teste do Pivot Shift Meniscos Banda Iliotibial

49 E XAME F ÍSICO J OELHO - M ANOBRAS Ligamento Cruzado Anterior Teste de Lachman

50 E XAME F ÍSICO J OELHO - M ANOBRAS Ligamento Cruzado Anterior Teste de Lachman: É o mais sensível para lesão de LCA Pcte em DDH, flexão a 30 graus do joelho, quadríceps relaxado Uma mão: estabiliza região supracondilar do fêmur Outra mão: região superior da tíbia Movimentos antagônicos

51 E XAME F ÍSICO J OELHO - M ANOBRAS Ligamento Cruzado Anterior Teste da Gaveta Anterior

52 E XAME F ÍSICO J OELHO - M ANOBRAS Ligamento Cruzado Anterior Teste da Gaveta Anterior: Apóia o pé do pcte Colocar os indicadores na região posterior da interlinha articular (flexores relaxados), sobre os rebordos tibiais

53 E XAME F ÍSICO J OELHO - M ANOBRAS Ligamento Cruzado Anterior Teste da Gaveta Anterior – rotação interna, neutra e rotação externa

54 E XAME F ÍSICO J OELHO - M ANOBRAS Ligamento Cruzado Anterior Teste da Gaveta Anterior Com rotação interna máxima: negativo se tiver lesão de LCA Só positivo se tiver lesão de LCP

55 E XAME F ÍSICO J OELHO - M ANOBRAS Ligamento Cruzado Anterior Jerk Test (teste do ressalto)

56 E XAME F ÍSICO J OELHO - M ANOBRAS Ligamento Cruzado Anterior Jerk Test (teste do ressalto) Flexão do quadril 45 + flexão joelho 90 Uma mão: segura o pé ou perna em rotação interna Outra mão: pressiona o terço superior externo da perna para frente (stress em valgo) Extensão: ressalto – subluxação ântero-lateral do joelho – subluxado até a extensão total

57 E XAME F ÍSICO J OELHO - M ANOBRAS Ligamento Cruzado Anterior Teste do Pivot- Shift

58 E XAME F ÍSICO J OELHO - M ANOBRAS Ligamento Cruzado Anterior Teste do Pivot-Shift Joelho estendido + tíbia subluxada anteriormente 30 – 50 graus: redução da subluxação anterior

59 E XAME F ÍSICO J OELHO - M ANOBRAS Patela Ligamentos – LCA: Teste de Lachman Teste da Gaveta Anterior Jerk Test (Teste do ressalto) Teste do Pivot Shift Meniscos Banda Iliotibial

60 E XAME F ÍSICO J OELHO - M ANOBRAS Patela Ligamentos – LCP: Meniscos Banda Iliotibial

61 E XAME F ÍSICO J OELHO - M ANOBRAS Patela Ligamentos – LCP: Teste da Gravidade (Posterior Sag Test) Teste da Gaveta Posterior Teste da Contração Ativa do Quadríceps Meniscos Banda Iliotibial

62 E XAME F ÍSICO J OELHO - M ANOBRAS Ligamento Cruzado Posterior Teste da Gravidade ou Posterior Sag Test

63 E XAME F ÍSICO J OELHO - M ANOBRAS Ligamento Cruzado Posterior Teste da Gravidade ou Posterior Sag Test: Se lesão de LCP: tíbia subluxa posteriormente, criando um degrau junto ao planalto tibial medial

64 E XAME F ÍSICO J OELHO - M ANOBRAS Ligamento Cruzado Posterior Teste da Gaveta Posterior

65 E XAME F ÍSICO J OELHO - M ANOBRAS Ligamento Cruzado Posterior Teste da Gaveta Posterior Apoia o pé do pcte Empurra a perna posteriormente, com ambas as polpas digitais sobre o rebordo anterior dos planaltos tibiais Movimentos posteriores: Lateral: instabilidade póstero lateral Bilateral: lesão de LCP – faz em rotação interna máxima

66 E XAME F ÍSICO J OELHO - M ANOBRAS Ligamento Cruzado Posterior Teste da Contração Ativa do Quadriceps

67 E XAME F ÍSICO J OELHO - M ANOBRAS Ligamento Cruzado Posterior Teste da Contração Ativa do Quadriceps Redução da posteriorizaçao da tíbia pela ação do quadríceps

68 E XAME F ÍSICO J OELHO - M ANOBRAS Patela Ligamentos – LCP: Teste da Gravidade (Posterior Sag Test) Teste da Gaveta Posterior Teste da Contração Ativa do Quadríceps Meniscos Banda Iliotibial

69 E XAME F ÍSICO J OELHO - M ANOBRAS Ligamento Cruzado Posterior Dial Test

70 E XAME F ÍSICO J OELHO - M ANOBRAS Ligamento Cruzado Posterior Dial Test Avalia instabilidade póstero-lateral Pcte em DDV, quadril em posição neutra (sem flexão, nem extensão), avaliar com joelho fletido a 90 e a 30 graus: rodar ambas as tíbias lateralmente e comparar a rotação externa pelos pés (perna lesada x não lesada) 30 graus: se positivo, lesão mais póstero-lateral 90 graus: se positivo, + provável lesão de LCP

71 E XAME F ÍSICO J OELHO - M ANOBRAS Patela Ligamentos – Ligamento Colateral Medial Teste de Stress em Valgo Meniscos Banda Iliotibial

72 E XAME F ÍSICO J OELHO - M ANOBRAS Ligamento Colateral Medial Teste Stress em Valgo

73 E XAME F ÍSICO J OELHO - M ANOBRAS Ligamento Colateral Medial Teste Stress em Valgo: Perna apoiada na mesa Stress em 0 e 30 graus Palpar a abertura da linha interarticular Positivo em hiperextensão: lesão do LCP

74 E XAME F ÍSICO J OELHO - M ANOBRAS Patela Ligamentos – Ligamento Colateral Lateral Teste de Stress em Varo Meniscos Banda Iliotibial

75 E XAME F ÍSICO J OELHO - M ANOBRAS Ligamento Colateral Lateral Teste Stress em Varo

76 E XAME F ÍSICO J OELHO - M ANOBRAS Patela Ligamentos Meniscos Banda Iliotibial

77 E XAME F ÍSICO J OELHO - M ANOBRAS Patela Ligamentos Meniscos Teste de Sensibilidade da Linha Interarticular Teste de McMurray Teste de Appley Marcha de Pato Banda Iliotibial

78 E XAME F ÍSICO J OELHO - M ANOBRAS Menisco Sinal de Sensibilidade da linha interarticular ou Sinal de Smellie

79 E XAME F ÍSICO J OELHO - M ANOBRAS Menisco Teste de McMurray

80 E XAME F ÍSICO J OELHO - M ANOBRAS Menisco Teste de Appley

81 E XAME F ÍSICO J OELHO - M ANOBRAS Menisco Marcha de Pato

82 E XAME F ÍSICO J OELHO - M ANOBRAS Menisco Marcha de Pato Pcte agachado – dar alguns passos Dor se lesão do corno posterior do menisco medial

83 E XAME F ÍSICO J OELHO - M ANOBRAS Patela Ligamentos Meniscos Teste de Sensibilidade da Linha Interarticular Teste de McMurray Teste de Appley Marcha de Pato Banda Iliotibial

84 E XAME F ÍSICO J OELHO - M ANOBRAS Patela Ligamentos Meniscos Banda Iliotibial

85 E XAME F ÍSICO J OELHO - M ANOBRAS Banda Iliotibial Teste de Ober

86 E XAME F ÍSICO J OELHO - M ANOBRAS Banda Iliotibial Teste de Ober Decúbito lateral do lado não lesado Estabiliza a pelve com uma mão e com a outra controla o membro a ser examinado Abdução + extensão do quadril e depois faz a adução – retração se o quadril permanecer abduzido

87 E XAME F ÍSICO J OELHO Resumindo…… Inspeção (estática e dinâmica) Palpação Manobras específicas Patela (compressão, clarke, inclinação, apreensão) Ligamentos LCA, LCP, colateral medial, colateral lateral Meniscos Trato Iliotibial

88 OBRIGADA!!!


Carregar ppt "Exame Físico de Joelho Paula Maki Otani R2. E XAME F ÍSICO J OELHO Estabilizadores estáticos: Ossos Meniscos Ligamentos Cápsula Cartilagem articular."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google