A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

SEMIOLOGIA BÁSICA EM REUMATOLOGIA Kathia Oliveira INSS/GEXFOR2011.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "SEMIOLOGIA BÁSICA EM REUMATOLOGIA Kathia Oliveira INSS/GEXFOR2011."— Transcrição da apresentação:

1 SEMIOLOGIA BÁSICA EM REUMATOLOGIA Kathia Oliveira INSS/GEXFOR2011

2 Teste de Screening locomotor GALS Gait (marcha) Gait (marcha) Arms (braços) Arms (braços) Legs (pernas) Legs (pernas) Spine (coluna) Spine (coluna) SEMIOLOGIA Diretrizes em Ortopedia DIRSAT/INSS Doherty M, Dacre J, Dieppe P, Snaith M. The "GALS" locomotor screen. Annals of the Rheumatic Diseases. 1992;51:

3 1.Anamnese Consiste em 3 perguntas básicas: Consiste em 3 perguntas básicas: I. Você sente alguma dor ou rigidez nos músculos, articulações ou coluna? I. Você sente alguma dor ou rigidez nos músculos, articulações ou coluna? II. Você pode vestir-se normalmente ou apresenta alguma dificuldade? II. Você pode vestir-se normalmente ou apresenta alguma dificuldade? III. Você sente dificuldades ao subir e descer escadas? III. Você sente dificuldades ao subir e descer escadas? Diretrizes em Ortopedia DIRSAT/INSS ANAMNESE

4 EXAME FÍSICO Recomenda-se que o segurado/requerente esteja vestido apenas com roupa de baixo. Recomenda-se que o segurado/requerente esteja vestido apenas com roupa de baixo.

5 A. Marcha Observe o segurado/requerente caminhando, virando e retornando. Observe se a marcha é simétrica, leve, o balanço dos braços, se consegue dar passos largos, se consegue caminhar nos calcanhares e ponta dos pés, postura. MARCHA Diretrizes em Ortopedia DIRSAT/INSS

6 B. Coluna vertebral Observe por detrás: 1. Alinhamento da coluna: escoliose? 2. Simetria dos músculos paravertebrais; 3. Simetria da musculatura da cintura escapular e musculatura glútea; 4. Alinhamento da crista ilíaca; 5. Ausência de edema poplíteo; e 6. Ausência de edema e deformidade do calcanhar. COLUNA VERTEBRAL Diretrizes em Ortopedia DIRSAT/INSS

7 Observe de lado: 1. Lordose cervical e lombar normais; 2. Cifose torácica normal; e 3. Flexão normal de coluna lombar e quadril (solicitar para tocar os pés com as mãos). Observe pela frente: 1. Flexão lateral cervical normal: solicite a inclinação da cabeça sobre o ombro para ambos os lados. Diretrizes em Ortopedia DIRSAT/INSS COLUNA VERTEBRAL

8 C. Braços: Observe pela frente: 1. Solicite para colocar as mãos atrás da cabeça com os braços abertos: observe movimento normal das articulações glenohumeral, esternoclavicular e acromioclavicular; 2. Solicite colocar os braços alinhados com o corpo, cotovelos fletidos a 90º e mãos viradas para o chão. A seguir, pedir para abaixá-los ao longo do corpo: observar extensão completa dos cotovelos; 3. Ausência de edema ou deformidade em punhos e dedos; MEMBROS SUPERIORES Diretrizes em Ortopedia DIRSAT/INSS

9 4. Extensão completa dos dedos; 5. Solicite para virar região palmar para cima: observar prono/supinação do antebraço; 6. Ausência de edema, atrofia ou eritema em região palmar; 7. Solicite fechar as mãos com toda a força. Observe a força do punho; e 8. Solicite colocar a ponta do polegar em cada dedo da mão: avaliação da pinça e destreza dos dedos. MEMBROS SUPERIORES Diretrizes em Ortopedia DIRSAT/INSS

10 D. Pernas: Observe pela frente: 1. Volume e simetria de quadríceps; 2. Ausência de edema ou deformidade em joelhos (varus/valgo); 3. Ausência de deformidade nos pés; e 4. Arco plantar: normal? Calosidades? MEMBROS INFERIORES Diretrizes em Ortopedia DIRSAT/INSS

11 E. Manobras adicionais: 1. Pressione no meio do músculo supraespinhoso: resposta hiperálgica sugere fibromialgia; 2. Aperte o dorso da mão comprimindo entre a 2ª e 5ª metacarpofalangeanas: avaliação de sinovite de metacarpofalangeanas. Repetir manobra na avaliação de metatarsofalangeanas; Diretrizes em Ortopedia DIRSAT/INSS

12 3. Com o segurado/requerente em decúbito dorsal flexione o joelho e o quadril, e com a mão sobre o joelho avalie a presença de crepitação no joelho. Com o joelho e quadril flexionados, realize a rotação interna e externa da articulação coxofemoral; 4. Com o segurado/requerente em decúbito dorsal e pernas esticadas,comprima a patela para pesquisa de dor ou derrame no joelho; e 5. Uma vez detectada alteração no Teste GALS, deverá ser feito um exame segmentar mais detalhado. Diretrizes em Ortopedia DIRSAT/INSS

13 INSPEÇÃO ESTÁTICA E DINÂMICA PALPAÇÃO AMPLITUDE DE MOVIMENTO MANOBRAS ESPECÍFICAS EXAME FÍSIC0

14 INSPEÇÃO ESTÁTICA E DINÂMICA Sempre comparativa Sempre comparativa EXAME FÍSICO

15 Simetria Simetria Articulações acometidas Articulações acometidas

16 Presença de sinais inflamatórios – edema, vermelhidão Presença de sinais inflamatórios – edema, vermelhidão Presença de deformidades Presença de deformidades Presença de atrofias Presença de atrofias Presença de manchas Presença de manchas

17 PALPAÇÃO Calor Calor Edema, derrame articular Edema, derrame articular Presença de crepitação Presença de crepitação Presença de nódulos Presença de nódulos

18 PALPAÇÃO Dor a digito pressão Dor a digito pressão

19 AMPLITUDE DE MOVIMENTO Passiva e ativa Passiva e ativa Flexão-Extensão Flexão-Extensão Abdução-adução Abdução-adução Rotação externa e interna Rotação externa e interna Pronação –Supinação Pronação –Supinação

20 Sociedade Brasileira de Ortopedia

21 MANOBRAS ESPECIAIS Manobra de Phallen

22 Manobra de Patrick- Fabere

23 Os dados científicos ressaltam o velho aforismo de que a clínica é soberana, portanto, a propedêutica (conhecimento do diagnóstico diferencial da dor, anamnese cuidadosa e exame físico detalhado) é decisiva. Os dados científicos ressaltam o velho aforismo de que a clínica é soberana, portanto, a propedêutica (conhecimento do diagnóstico diferencial da dor, anamnese cuidadosa e exame físico detalhado) é decisiva.

24 NOTA DO EDITOR: Abaixo, você lê na íntegra, a norma que os peritos devem seguir para avaliar a incapacidade do segurado. Informação é tudo, sabendo o que eles devem observar, você poderá rebater as anamneses mal feitas e as falsas altas. NOTA DO EDITOR: Abaixo, você lê na íntegra, a norma que os peritos devem seguir para avaliar a incapacidade do segurado. Informação é tudo, sabendo o que eles devem observar, você poderá rebater as anamneses mal feitas e as falsas altas.


Carregar ppt "SEMIOLOGIA BÁSICA EM REUMATOLOGIA Kathia Oliveira INSS/GEXFOR2011."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google