A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

1.A Revelação de Deus (8 slides) 2.Unicidade e Transcendência (9 slides) 3.Deus Vivo (11 slides) 4.A Santíssima Trindade no NT (12 slides) 5.Formulação.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "1.A Revelação de Deus (8 slides) 2.Unicidade e Transcendência (9 slides) 3.Deus Vivo (11 slides) 4.A Santíssima Trindade no NT (12 slides) 5.Formulação."— Transcrição da apresentação:

1 1.A Revelação de Deus (8 slides) 2.Unicidade e Transcendência (9 slides) 3.Deus Vivo (11 slides) 4.A Santíssima Trindade no NT (12 slides) 5.Formulação Dogmática (13 slides) 6.As Processões Divinas (7 slides) 7.As Relações Divinas (8 slides) 8.As Pessoas Divinas ( 10 slides) 9.As Missões Divinas (8 slides) 10.A Economia Divina (14 slides) Aulas previstas: Deus Uno e Trino Aula 10 A Economia Divina

2 2/92 Economia divina - Trindade Imanente  Economia divina = obra comum das três Pessoas divinas que se nos revelaram e comunicaram na vinda do Pai e nas missões do Filho e do Espírito Santo.  Trindade imanente = o mistério da vida íntima das três Pessoas divinas consideradas em si mesmas.  CCE 236  CCE 236 : “As obras de Deus revelam quem Ele é em Si mesmo; e, inversamente, o mistério do seu Ser íntimo ilumina o entendimento de todas suas obras. Analogicamente, é o que se passa com as pessoas humanas. A pessoa revela-se no que faz e, quanto mais conhece-mos uma pessoa, tanto melhor compreendemos o seu agir”.

3 3/92  CCE 237  CCE 237 : “A Trindade é um mistério de fé em sentido estrito, um dos «mistérios ocul- tos em Deus, que não podem ser conheci- Dei dos se não forem revelados lá do alto» ( Dei Filius, 4 Filius, 4 ). (...) A intimidade do seu Ser como Trindade Santíssima constitui um mistério inacessível à razão sozinha e, mesmo, à fé de Israel antes da Encarnação do Filho de Deus e da missão do Espírito Santo”.  Embora a economia divina e a Trindade imanente se distingam, não podem separar-se entre elas: as missões divinas manifestam no tempo as processões eternas, porque a revelação da Trindade aos homens manifesta o ser íntimo de Deus. Economia divina - Trindade Imanente

4 4/92 CCE 237 CCE 237 : Deus revelou-se para nos comunicar a vida feliz das Pessoas da Trindade e oferecer-nos a salvação..  A comunicação da vida divina tem o seu começo na recepção do baptismo : perdoa-nos o pecado origi- nal e os pecados pessoais cometidos, e infunde-nos a graça santificante e as virtudes teologais. Faz-nos filhos de Deus.  Nesta acção divina recebemos “o tesouro incalculável da inabitação da Trindade Santíssima na alma” ( São Cristo que passa, 78 Josemaria, Cristo que passa, 78 ). Economia divina - Trindade Imanente

5 5/92  É a existência real e substancial das Pessoas divinas na alma. Inclui a missão do Filho e do Espírito Santo, e a doação que faz o Pai de si mesmo.  Presença transformadora pela qual o homem, libertado do pecado, é convertido em filho de Deus, capaz de participar na intimidade da vida divina. Atribui-se ao Espírito Santo (acção santificadora). Economia divina - Trindade Imanente A inabitação do Espírito Santo, ou da Santíssima Trindade, na alma do justo é a presença sobrenatural de Deus no homem, pela qual este é transforma- do interiormente, deificado, endeusado ou divinizado, conforme expressam os Padres da Igreja.

6 6/92 Jo 14, 23  Exemplo nos Evangelhos: Jo 14, 23 : “Se alguém me ama, guardará a minha palavra, e meu Pai o amará, e viremos a ele e nele faremos morada ”. 1 Cor 6, 19  Exemplo em São Paulo: 1 Cor 6, 19 : “Porventura não sabeis que o vosso corpo é templo do Espírito Santo, que habita em vós, que vos foi dado por Deus, e que não vos pertenceis a vós mesmos?”. Inabitação : facto testemunhado com frequência no NT Economia divina - Trindade Imanente

7 7/92  São Basílio, na obra “O Espírito Santo”: são numerosas as passagens nas quais diz que o Baptismo deifica pela acção do Espírito Santo. De Trinitate, 15, 18, 32  Santo Agostinho, De Trinitate, 15, 18, 32 : pelo Espírito Santo “se difunde nos nossos corações a caridade de Deus, pela qual vem inabitar em nós toda a Trindade”. Inabitação : ensino dos Padres (exemplos): Economia divina - Trindade Imanente Catequese, 22, 3  São Cirilo de Jerusalém, Catequese, 22, 3 : “Quando participamos da Eucaristia, experimentamos a espiritualização deificante do Espírito Santo, que não só nos configura com Cristo, como sucede no Baptismo, mas também nos cristifica com- pletamente, associando-nos à plenitude de Cristo Jesus”.

8 8/92 Enc. Divinum illud munus (1897)Enc.  Leão XIII, Enc. Divinum illud munus (1897) ; Pio XII, Enc. Mystici corporis (1943) Mystici corporis (1943). Enc. Dominum et vivificantem (1986), 58  João Paulo II, Enc. Dominum et vivificantem (1986), 58 : “Deus uno e trino abre-se ao homem, ao espírito humano. O sopro escondido do espírito divino faz que o espírito humano se abra, por sua vez, perante a abertura salvífica e santificante de Deus”. Inabitação : no Magistério : Economia divina - Trindade Imanente  Idem  Idem : “Pelo dom da graça, que provém do Espírito, o homem entra numa vida nova, é introduzido na realidade sobrenatural da própria vida divina e faz-se morada do Espírito Santo, templo vivo de Deus (...). O homem vive em Deus e de Deus ”.

9 9/92  Com a inabitação da Santíssima Trindade na alma, estamos no caminho que nos comduz à Trindade imanente.  O Filho, revelado na carne e na debilidade, conduz-nos ao Pai através da acção santifican- te do Espírito Santo. Economia divina - Trindade Imanente  Os meios mais significativos para chegar ao Pai são a oração e a santidade.  O Pai fez-nos “ filhos no Filho ”. Trata-se de uma divinização ou deifição que consiste em participar da natureza divina.

10 10/92  A vida de oração é um relacionamento amoroso e confiado com cada uma das Pessoas divinas. Amigos de Deus, 238  São Josemaria, Amigos de Deus, 238 : “A oração é o fundamento de todo o trabalho sobrenatural; com a oração somos omnipotentes e, se prescin- díssemos deste recurso, não conseguiríamos nada”. CCE 2565 CCE 2565 : “Na Nova Aliança, a oração é a relação viva dos filhos de Deus com o seu Pai infinitamente bom, com o seu Filho Jesus Cristo e com o Espírito Santo (...). Assim, a vida de oração é estar habitualmente na presença do Deus três vezes Santo, e em comunhão com Ele”. Economia divina - Trindade Imanente

11 11/92  Mensagem de São Josemaria : todo o cristão está chamado a santificar-se na vida corrente.  Lumen gentium 40  Lumen gentium 40 : “ todos os cristãos, de qualquer classe ou condição, estão chamados à plenitude da vida cristã e à perfeição do amor”.  CCE 2634  CCE 2634 : Jesus Cristo “é o único intercessor junto do Pai em favor de todos os homens, em particular dos pecadores”. Mt 5, 48 Para chegar ao Pai, santidade pessoal : “Sede perfeitos como o vosso Pai celestial é perfeito” ( Mt 5, 48 ). Economia divina - Trindade Imanente

12 12/92  Jesus Cristo está na Eucaristia : com o seu corpo, sangue, alma e divindade, como fruto do sacrifício eucarístico. A Missa é “ acção divina, trinitária, não humana. (...) Entende-se que a Missa seja o centro e a raiz da vida espiritual do cristão” Cristo que passa, ( São Josemaria, Cristo que passa, ). Dominus Iesus, 16  Jesus Cristo está na Igreja. Dominus Iesus, 16 (Cong. para a Doutrina da Fé, 2000): “constituiu a Igreja como mistério de salvação: Ele mesmo está na Igreja e a Igreja está n’Ele; por isso, a plenitude do mistério salvífico de Cristo pertence também à Igreja, inseparavelmente unida ao seu Senhor”. Economia divina - Trindade Imanente

13 13/92  O Espírito Santo, dador de vida, leva a comunicar aos outros a vida divina, para que sejam mais livres e felizes, para fazer da terra um espaço de comunhão fraterna, um céu. O apostolado consiste em ser testemunhas do Amor. Novo Millennio Ineunte, 38  João Paulo II, Novo Millennio Ineunte, 38 : “É certo que Deus nos pede uma real colaboração com a sua graça convidando-nos, por conseguinte, a investir, no serviço pela causa do Reino, todos os nossos recursos de inteligência e de acção; mas ai de nós se esquecemos que, ‘ sem Cristo, Jo 15, 5 nada podemos fazer’ (cfr. Jo 15, 5 )”. Economia divina - Trindade Imanente

14 14/92 Temas actuais do cristianismo, 58  São Josemaria, Temas actuais do cristianismo, 58 : “A chamada de Deus, o carácter baptismal e a graça, fazem que cada cristão possa e deva encarnar ple- enamente a fé. Cada cristão deve ser alter Christus, ipse Christus, presente entre os homens”. Amigos de Deus, 220  São Josemaria, Amigos de Deus, 220 : “O Céu é a meta da nossa senda terrena.Jesus Cristo precedeu-nos e ali, em companhia da Virgem e de S. José -a quem tanto venero-, dos Anjos e dos Santos, aguarda a nossa chegada”. Gozar da vida trinitária. Economia divina - Trindade Imanente

15 15/92 Ficha técnica  Bibliografia  Estes Guiões são baseados nos manuais da Biblioteca de Iniciación Teológica de Editorial Rialp (editados em português pela editora Diel)  Slides  Originais - D. Serge Nicoloff, disponíveis em (Guiones doctrinales actualizados)  Tradução para português europeu - disponível em inicteol.no.sapo.pt


Carregar ppt "1.A Revelação de Deus (8 slides) 2.Unicidade e Transcendência (9 slides) 3.Deus Vivo (11 slides) 4.A Santíssima Trindade no NT (12 slides) 5.Formulação."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google