A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Capítulo 12 - Como os indígenas reagiram a ocupação do Brasil? Avaliação Bimestral: 18 /09 - 7º AB 20/09 - 7º C Conteúdos: Capítulo 12 Capítulo 13 Capítulo.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Capítulo 12 - Como os indígenas reagiram a ocupação do Brasil? Avaliação Bimestral: 18 /09 - 7º AB 20/09 - 7º C Conteúdos: Capítulo 12 Capítulo 13 Capítulo."— Transcrição da apresentação:

1 Capítulo 12 - Como os indígenas reagiram a ocupação do Brasil? Avaliação Bimestral: 18 /09 - 7º AB 20/09 - 7º C Conteúdos: Capítulo 12 Capítulo 13 Capítulo 14

2 Como os indígenas reagiram a ocupação do Brasil? Por que Portugal decidiu ocupar o Brasil? Como foi a luta pelo domínio do território? O que significa : Indígenas entre a cruz e a espada?

3 Por que Portugal decidiu ocupar o Brasil? ↘ M otivos: A corte portuguesa gastava mais do que arrecadava com impostos. Os piratas davam grande prejuízo para Corte. Excesso de especiarias na Europa. As viagens para o Oriente passaram a ficar caras (segurança) e com baixo valor lucrativo. Somado a isso, o interesse pelo território brasileiro começou a trazer franceses e holandeses para o país. Sendo assim, a Coroa decidiu por colonizar o Brasil e sacramentar a posse da terra. Até 1530 era mais lucrativo o comércio feito com a Índia e a África. Lei da Oferta e Procura.

4 Núcleos de povoamento Fundação de São Vicente: 1532 Obra de Benedito Calixto, "Fundação de São Vicente", mostra a visão do artista sobre a chegada dos portugueses no litoral paulista 1º expedição: Martin Afonso, fundou a 1º vila: São Vicente – SP – 1532, a vila passou a ser um centro permanente e era administrada por homens-bons ( $ homens de posses, proprietários de terra e escravos). Martin Afonso dividiu o lote em sesmarias, em troca os que recebiam a terra tinham que defendê-la e explorar.

5 O que os portugueses rapidamente construíram em São Vicente? Cadeia Igreja Sede administrativa (Câmara Municipal) Praça Central Pelourinho

6 Quem foi o 1º administrador de São Vicente? “Parece que é necessário, antes de passar mais adiante, declarar cuja é a capitania de S. Vicente, e quem foi o povoador dela, da qual fez El-Rei D. João III de Portugal mercê a Martim Afonso de Souza, cuja fidalguia e esforço é tão notório a todos, que é escusado bulir neste lugar nisso, e os que dele não sabem muito vejam os livros da Índia, e verão os feitos maravilhosos que nela acabou, sendo capitão-mor do mar e depois governador.” Depoimento do colono Gabriel Soares de Sousa, em 1587.

7 Como ele administrou o território? Através das SESMARIAS Durou até Objetivos: defender e explorar as terras. Produzir nas terras e pagar impostos. Que isso te lembra? Duas expedições foram para o interior do país com o objetivo de encontrar ouro, porém foram fracassadas. Câmara Municipal As Câmaras era formadas por vereadores. Eles representavam o poder local. Os vereadores era os homens bons. Assunto sobre: impostos, mão de obra indígena, administrativos.

8 A luta pelo domínio do território. Essa 1º expedição não foi suficiente para proteger o Brasil da invasão estrangeira, sendo assim o Brasil foi dividido em capitanias hereditárias. 15 faixas de terras entregues a Capitães – donatários. As posses das capitanias eram hereditárias porém as terras continuavam sendo dos reis.

9

10 Direitos e deveres Capitães - Donatários: nobres empobrecidos Doar sesmarias. Fundar povoações. Administravam e faziam justiça. Não pagavam impostos e recebiam parte do imposto pago pelos colonos. Despesas e o risco da colonização. Organizar a exploração e vendê-la com exclusividade para Metrópole. Rei: Ficavam com os impostos e fiscalizavam a exploração. A Coroa portuguesa não tinha recursos financeiros para explorar o extenso território brasileiro.

11 Revolta indígena Muitos indígenas foram utilizados como mão-de-obra escrava, porém algumas tribos se revoltaram, como foi o caso dos Potiguara e Itamaracá de Pernambuco. Foram exterminados po 7 mil homens e os sobreviventes expulsos da região. Somente as capitanias de São Vicente e Pernambuco conseguiram resistir aos ataques indígenas e a falta de recursos financeiros dos capitães Potiguaras vivem hoje na Paraíba

12 Como o Rei de Portugal resolveu o problema do fracasso das capitanias? Nomeou um Governador Geral Objetivos: Segurança da Colônia, Catequização indígena, aumentar a produção da cana- de-açúcar, cobrar impostos, procurar metais, impedir contrabando, exercer a justiça. 1º Governador-Geral foi Tomé de Sousa, fundou Salvador. 1º cidade 1º capital: casa do governador, igreja, pecuária, sede de bispos, engenhos de cana-de-açúcar, relação amistosa com os indígenas.

13 Indígenas entre a cruz e a espada. A Cruz representa a Catequização dos nativos. A Espada representa o extermínio da população.

14 A escravidão negra intensificou-se a partir de 1580 – relatos do padre Cardim, relatos documentados contam que em 1580 dos 6 mil escravos que viviam na Bahia 4 mil eram africanos. São Vicente foi um dos centros urbanos onde a escravidão indígena persistiu por mais tempo.

15 A catequização indígena Os jesuítas, eram membros da ordem católica Companhia de Jesus, fundada em 1534, dedicada à educação das crianças e à conversão dos povos não cristãos. Aprendiam a língua dos nativos e os convertiam ( aprendiam a língua, o cristianismo, ler, escrever em português.) Os nativos eram levados para as missões, que tinha o papel de aculturar. Abandono da nudez, da poligamia, da pintura corporal e da vida nômade.

16 Nas Missões era garantido... Trabalhar mediante remuneração. Bom tratamento. Tempo de trabalho determinado – 6 meses. Na prática, havia quem desrespeitasse essas leis. Por fim, as missões tornaram o nativo mais pacifico, garantindo mão de obra trabalhadora. Os indígenas que não se adequavam as novas normas eram escravizados justamente, como dizia Mem de Sá, 3º governador geral, era a guerra justa. Em 1562 a guerra foi contra a tribo Caeté, dos 50 mil nativos que existiam, 10 mil foram escravizados, o restante exterminados.

17 Reação indígena Os indígenas que não se adequavam as novas normas eram escravizados justamente, como dizia Mem de Sá, 3º governador geral, era a guerra justa. Em 1562 a guerra foi contra a tribo Caeté, dos 50 mil nativos que existiam, 10 mil foram escravizados, o restante exterminados.

18 Confederação dos Tamoios – (dos mais velhos ) Os Tupinambás reuniram várias tribos na região de Cabo Frio a São Vicente contra os portugueses. Aliados: franceses Intervenção dos jesuítas Manuel da Nóbrega e José de Anchieta. As doenças trazidas por portugueses e africanos ajudaram a exterminar os nativos.

19 Tarefa : Página 173 – Atividade 1 e 2 Página 175 – Documento 2 e Atividade 1 e 2 Página 177 – Documento 1 e Atividade 1 Leitura, somente leitura, dos documentos do ESTUDO DE DOCUMENTOS HISTÓRICOS


Carregar ppt "Capítulo 12 - Como os indígenas reagiram a ocupação do Brasil? Avaliação Bimestral: 18 /09 - 7º AB 20/09 - 7º C Conteúdos: Capítulo 12 Capítulo 13 Capítulo."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google