A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

FUNDAMENTOS E OBJETIVOS DO ENSINO EDUCAÇÃO – através dela é possível e necessário, que HOMEM, se transforma, a partir do desenvolvimento interior, individual.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "FUNDAMENTOS E OBJETIVOS DO ENSINO EDUCAÇÃO – através dela é possível e necessário, que HOMEM, se transforma, a partir do desenvolvimento interior, individual."— Transcrição da apresentação:

1 FUNDAMENTOS E OBJETIVOS DO ENSINO EDUCAÇÃO – através dela é possível e necessário, que HOMEM, se transforma, a partir do desenvolvimento interior, individual ou coletivo. HOMEM – a partir da EDUCAÇÃO, se modifica, se desenvolve, na sua essência, na busca incessante da liberdade de escolha. LIBERDADE - princípio prático ou teórico da formação humana. A FORMAÇÃO ACADÊMICA – tem por finalidade formar indivíduos conscientes de sua função na sociedade, através de ideais e valores éticos, morais e etc.

2 FUNDAMENTOS DA EDUCAÇÃO: Liberdade, Modificabilidade, Desenvolvimento, Valores, Finalidades e Temporalidade. FINS DA EDUCAÇÃO: 1º - Crença da identidade da natureza humana – o homem não tem natureza, tem história! (Ortega). 2º- Identidade entre o bem, o belo e o verdadeiro - teoria platônica das idéias

3 EVOLUÇÃO DA INSTITUIÇÃO ESCOLAR 1. Escola Primária 2. Escola Média 3. Escola Popular 4. Escola Pública ESCOLA PRIMÁRIA Educação Familiar - pais (1º educadores) e os sacerdotes, guerreiros e professores; Escola - instituição social e agência de educação; Educação - desenvolvimento e crescimento pessoal; (consciência, aptidões, metas desejáveis e ideal de vida) e dura a vida toda.

4 Grécia Clássica - surgi os profissionais pedagógicos, que tinham como objetivo de ensino a formação física, intelectual e moral do cidadão. Grécia Antiga – surgi as primeiras escolar particular; os professores primários (escravos libertos); o ensino médio e superior (teatro) e ginásio público (ed. Física e Literária) e a Educação Primária - gramatista (leitura, escrita, canto e música). Período Helenístico - ensino das Artes Liberais, com o objetivo de difundir a cultura grega aos povos conquistados; ESCOLA PRIMÁRIA

5 Império Romano: *Período Republicano – os pais 1º educadores ensinavam as letras e o direito das leis; * professores primário - (escrita e cálculos); * Período Imperial – o ensino particular e público (Estado); * Cristianismo – a educação dos povos (ler, cantas os salmos, escrever). Idade Média * ensino nos mosteiros (ler, escrever, contar e cantar os salmos); * Instituição Elementar (escolas paroquiais, popular ou primária da Europa), as sete Artes Liberais e a Sagrada Escritura Sec. XII: * Educação para os nobres, e filhos de comerciantes, o ensino era ministrado nos mosteiros, onde se aprendia a ler, escrever e fazer operações matemáticas).

6 * surgi na Idade Média; * público alvo – os adolescentes. Ensino – voltado para: * Escola Elementar - ensino das primeiras letras; * Ensino Superior - ensino a cultura e a especialização profissional. Brasil * 1º grau – escola elementar (5ª a 8ª série) * 2º grau – científico (1º a 3º ano). Cultura ocidental: os grego * desenvolvimento das potencialidades físicas e espirituais; * trabalho manual (escravos); * educação jovens para a formação do cidadão e para a política. ESCOLA MÉDIA

7 FILOSOFIA / ESCOLA E ACADEMIA PLATÃO (SÉC. XV) * surgi os professores; * disciplinas científicas (Aritmética, Geometria, Astronomia e Música); * Ginástica, Gramática e a Retórica (técnica ou arte, de convencer o interlocutor através da oratória, ou outrosoratória meios de comunicação); * Sistema de ensino – valorização da capacidade individual e aptidão intelectual; * FILOSOFIA: mais alta forma do saber humano – processo de educação termina quando o homem chega aos 50 anos.

8 PERÍODO HELENÍSTICO * currículo – ciclo regular; * alfabetização, disciplinas literárias e científicas; * escolas particulares; * mestres /professores – eram remunerados. ROMANOS * Educação – familiar e prática; * final da República – escolas de ensino retórico e formação nas ciências jurídicas e ledes políticas. FIM DO MUNDO ANTIGO * currículo elementar e médio; * Artes Liberais (gramática, Retórica, Didática, Aritmética, Geometria, Astronomia, Música, Arquitetura e Medicina); * Artes Liberais – Gregos e Romanos – filhos de homens livres/ formar cidadãos.

9 PERÍODO MEDIEVAL * Escola Secundária; * Durkheum: a escola não era apenas um lugar onde o mestre ensina, mas: um ser moral, um meio moral, impregnado de certas idéias, de certos sentimentos, um meio que envolve tanto o mestre quanto os alunos. EDUCAÇÃO: 1º Universidade de Bolonha (1158); 2º três tipos de escola: * paroquial – aspirantes a sacerdotes 9cantar, ler e calcular); * episcopal – Artes Liberais e Teologia; * monástica – mosteiros (formação literária e religiosa).

10 ITÁLIA * as escolas municipais: - reestruturação das cidades (surto econômico); - aumento populacional (novas cidades); - necessidades sociais (liberdade social); * Faculdade de Direito – estudo do Direito Romano; * Faculdades – escolas profissionais; * Faculdade de Artes (séc. XIII); - Artes Liberais (séc. XIII), caráter propedêutico. * Faculdade de Teologia.

11 FINAL DA IDADE MÉDIA * Surgi o Humanismo: - currículo clássico/ linguagem erudita / obras pagãs. * Surgi a Imprensa: - maior evolução cultural após a escrita / mais livros produzidos e vendidos / novos métodos pedagógicos para o estudo das línguas. * 1º Crise Educacional - escola escolástica x inovadores das letras; - defasagem de livros escolares x métodos didáticos (técnicas auditivas) 2º Deslocamento do eixo cultural: - Renascimento ITALIANO; - Norte até o Sul da Europa.

12 HERANÇA ESCOLAR DO HUMANISMO RENASCENTISTA * movimento de elite em que suas escolas serviram para formar nobres e ricos burgueses. * Idade Média; * Escola secundária; * novos métodos didáticos (sec. XVII); * novas ciências: - Astronomia Moderna - Física - Métodos experimentais para investigação cientifica.

13 1. Reforma Protestante - LUTERO E CALVINO - Educação Popular * LUTERO - organizou escolas secundárias; - escreveu manuais; - contribuiu para fundar a escola média. 2. Reforma Católica - estudo da Bíblia - Jesuítas (Humanismo Cristão) - ensino das Letras e Ciências Matemáticas EDUCAÇÃO POPULAR

14 Fundamentos da Educação Popular * Escola cristã (religiosa); * Santo Inácio de Loiola (fundou a CIA de Jesus); * nível médio e superior; * educação para crianças pobres e abandonadas (Itália/ Espanha / Germânia) * 1ª ordem religiosa feminina - (Itália); * séc. XVII as escolas técnicas e profissionais de Artes e Ofícios; * 1ª escola normal da Idade Moderna.

15 * mantida pelos cofres públicos e custeada pelo Estado Protestante (LUTERO). * ALEMANHA - surgi no séc. XVIII com os Reis da Prússia. * FRANÇA - ensino público oficial (NAPOLEAO BONAPARTE). * EUA (séc XIX) - educação pública e democrática. EDUCAÇÃO PÚBLICA

16 * MÉTODOS DE ENSINO - Ensino universal e democrático; - Ginásio latino (escola média para adolescentes); - Ensino Pansófico = ensino de tudo a todos; - cunho religioso e cristã. * ENRRIQUECIMENTO DO CURRÍCULO * PEDAGOGIA MODERNA - Didática - Metodologia PROGRAMAS E MÉTODOS

17 * REALISMO PEDAGÓGICO - o ensino das Ciências; - o ensino profissional; - o ensino da Língua Latina; - estudo da língua materna, idioma nacional; - ensino religioso. * REFORMA EDUCACIONAL - currículo cientifico; - novos métodos para o ensino de Letras e Ciências; - luta para a educação dos filhos dos trabalhadores; - pela extensão do ensino publico e democrático; - reconhecimento teórico e prático do direito de todos os homens à: educação/ bens culturais. ERA INDUSTRIAL

18 A EDUCAÇÃO BÁSICA NO BRASIL * Educação Básica antes da República; * Educação Básica na Primeira República; * Educação Básica após EDUCAÇÃO BÁSICA ANTES DA REPÚBLICA * Ensino Público inicia com os Jesuítas (1549); - catequese, as escolas de 1ª letras e os colégios destinados a formação de sacerdotes, formação do clero e preparação para o ensino superior na Europa; * Decadência com a expulsão dos Jesuítas em 1759, pelo Marques de Pombal; * Reforma civis e políticos do Império Português; através das aulas régias de humanidade e ciências e 1ª letras, carência de mestres e recursos financeiros para manter este novo modelo de educação; * Em 1808 – a criação do Colégio Pedro II no RJ.

19 * Após a Independência (1822) – ensino voltado para o povo, com princípios liberais e democráticos; * Constituição (1823) – o Estado responsável pela oferta e manutenção da Educação Popular em todos os níveis e exigia da iniciativa privada a cooperação na educação; * As 1ª escolas normais – objetivo formar profissionais; * Carta Magna (1824) – garantia a criação de colégios e universidades e uma educação primária que atendesse a todos os cidadãos; * Em 1827 – criados os 1º cursos jurídicos (SP e Olinda) e através da Lei Geral de 15 de Outubro a criação de escolas elementares em todo o País; * Em 1832 – a criação da Faculdade de Medicina (RJ e BA); * Ato Adicional de 1834 – as províncias através das Assembléias Legislativas, criaram o diretor de legislar sobre a instrução pública e seus estabelecimentos, excluindo o ensino superior;

20 * Currículo diferentes para meninos e meninas; * 1854 – Regulamento da Educação Primária e Secundária; * Inspetoria Geral da Edu. Primária e Secundária – fiscalizar e orientar o ensino público e particular; * Ensino Primário – público, ensinava ed. Moral e Religiosa e etc. * Ensino Secundário – destinado apenas a pessoas que buscam o ensino superior, através dos exames parcelados – que permitiam ingressar na Universidade; * Ampliação do currículo: Ciências Físicas e Naturais, História e Geografia; A criação de cursos técnicos – pelo surto industrial e comercial.

21 EDUCAÇÃO BÁSICA NA PRIMEIRA REPÚBLICA * Primeira República - federação, ideais liberais de voto, Igreja X Estado, liberdade de crença e ensino; * Constituição 1891: - Equiparação escola Estadual X Particular; - Colégio Pedro II (único estabelecimento de ensino secundário; - Instrução primária e profissional; - Iniciativas do nível técnico; - Os Estados - manutenção do ensino Particular; - Ausência de uma política nacional de educação; - Criação de grupos escolares;

22 - Cursos complementares ao primário; - Elevação do nível e aumento dos anos de escolaridade; - Década de 20 buscou-se a natureza profissional; - O ensino secundário - mesmas características do Império; - Primeira República – Equiparação nos estabelecimentos oficiais; * Reforma Benjamin Constant (1890): - Exame dos Parcelados; - Ensino Industrial; - Ensino Agrícola; - Ensino Comercial; - Ensino dividido em modalidades; * Movimento de valorização do ensino nos anos 20; * Associação Brasileira de Educação (ABE) em 1924; * Manifesto da Educação Nova (1932).

23 EDUCAÇÃO BÁSICA APÓS 1930 * Revolução de 1930 – passagem da sociedade pré- capitalista, agrária e artesanal para uma sociedade urbano-industrial; * Processo de Industrialização; * Fim do sistema oligárquico e esvaziamento do regionalismo – êxodo rural e um crescimento urbano desordenado, devido o crescimento industrial na cidade e a falta de emprego no campo; * Nova política educacional – reforma do ensino secundário e técnico; * Constituição de 1934; - Traçar diretrizes para fixar o Plano Nacional de Educação e coordenar sua execução em todo o País, organizar e manter o plano de ensino supletivo.


Carregar ppt "FUNDAMENTOS E OBJETIVOS DO ENSINO EDUCAÇÃO – através dela é possível e necessário, que HOMEM, se transforma, a partir do desenvolvimento interior, individual."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google