A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Como Portugal foi navegar pelo tenebroso mar-Oceano.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Como Portugal foi navegar pelo tenebroso mar-Oceano."— Transcrição da apresentação:

1 Como Portugal foi navegar pelo tenebroso mar-Oceano

2 Durante o período medieval os europeus evitavam de todas as formas entrar no oceano. Eles acreditavam em muitos perigos: * Monstros Marinhos; * Que a Terra era plana e se seguissem em linha reta... Cairiam no mar; * E que abaixo da linha do Equador, a água ferveria e as embarcações serviriam de panela a lhes assar o corpo... Alguns eram puramente imaginários

3 ...outros, nem tanto Lula GiganteBaleia Polvo

4 Alicerçados em tradições clássicas, árabes e celtas, entre as sereias de tradição latina e as fadas aquáticas de tradição celta, os mitos medievais continuaram a povoar todos os mares de monstros e fizeram crer que a Terra terminava em intermináveis cascatas, águas borbulhantes e terras abrasadoras. Das iluminuras medievais, desenhadas à margem do texto manuscrito, as bestas ganham maior valor iconográfico nos livros impressos, que passam a estar cheios de aterradores animais marinhos Bispo do marSereias

5 Mas... Apesar de todos os medos, por que os europeus, portugueses e espanhóis, se arriscaram a navegar pelo temível “mar tenebroso”? Arriscando encontrar monstros, morrer de calor, cair no espaço! Serpente do mar Monstros marinhos

6 Com o fim da Idade Média, cresceu muito o interesse nos produtos asiáticos, como: pimenta Seda Noz moscada Canela Gengibre Porcelana

7 Nenhum desses produtos são essenciais para a sobrevivência. São supérfluos, necessários apenas para as pessoas que tinham mais dinheiro do que necessitavam e podiam dar-se ao luxo de gastar com outras coisas além do necessário para viverem. Essas pessoas, formavam a Burguesia, classe social que disputava com a Nobreza a influência sobre os rumos das nações

8 A rota que esses produtos seguiam eram basicamente terrestre, até o litoral asíático e depois, pelo mediterrâneo até as cidades de Gênova e Veneza e de lá vendidas para a Europa

9 Como as rotas terrestres eram muito caras e dominadas pelos turcos, os portugueses e espanhóis buscaram um novo caminho para encontrar o caminho para a Ásia e seus produtos. A saída foi navegar pelo mar-Oceano. Costeando a África, até chegar às Índias. O problema, é que os mapas, eram pouco confiáveis, pois, naquela época, eram feitos usando apenas os relatos dos viajantes e também as informações contidas na Bíblia... Mapa de Ptolomeu

10 Mapa de Hereford [1290] Mapa de Ebstorf [1234]

11 Esses mapas tinham uma relação direta com a crença da Terra plana

12 Algumas invenções ajudaram os navegadores a criar coragem para navegar Astrolábio Bússola Sextante

13 Assim, os portugueses, com a necessidade de encontrar um outro caminho para as Índias, foram, aos poucos, avançando no litoral africano e conquistando algumas cidades. A primeira foi Ceuta, em 1415 Ceuta fica quase na divisa do Oceano com o Mediterrâneo Também conqusitaram a Ilha da Madeira e os Açores

14 E, aos poucos os portugueses foram descendo pelo litoral da África e fazendo muitas descobertas, como a de que a água não fervia abaixo da linha do Equador

15 Com essas viagens, essas conquistas, feitas aos poucos, o mundo foi ficando aos poucos menor e menos assustador. Mas, ainda existiriam algumas lendas sobre os povos que viviam além das fronteiras da Europa. O mundo ainda era um lugar maravilhoso, povoado por criaturas estranhas e exóticas.


Carregar ppt "Como Portugal foi navegar pelo tenebroso mar-Oceano."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google