A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

TEORIA DA CONTABILIDADE •Evolução histórica •Objetivos da Contabilidade •Usos da informação contábil e campo de atuação da contabilidade; •Características.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "TEORIA DA CONTABILIDADE •Evolução histórica •Objetivos da Contabilidade •Usos da informação contábil e campo de atuação da contabilidade; •Características."— Transcrição da apresentação:

1 TEORIA DA CONTABILIDADE •Evolução histórica •Objetivos da Contabilidade •Usos da informação contábil e campo de atuação da contabilidade; •Características qualitativas da informação contábil: compreensibilidade, relevância, confiabilidade, comparabilidade, tempestividade, relação custo/benefício; •Os princípios Fundamentais da Contabilidade: introdução, postulados, princípios e convenções; •As restrições ou convenções contábeis: da objetividade, de materialidade, do conservadorismo e consistência; •Os Princípios Fundamentais de Contabilidade e as Demonstrações Contábeis.

2 A origem da Contabilidade está ligada às primeiras manifestações humanas da necessidade social de “proteção” à posse. A Contabilidade empírica, praticada pelo homem primitivo, já tinha como objeto, o Patrimônio, representado pelos rebanhos e outros bens nos seus aspectos quantitativos. Ao morrer, o legado deixado por uma pessoa não era dissolvido, mas passado como herança aos filhos ou parentes. A herança recebida dos pais (pater, patris), denominou-se patrimônio. O termo passou a ser utilizado para quaisquer valores, mesmo que estes não tivessem sido herdados. ORIGENS DA CONTABILIDADE

3 A origem da Contabilidade ( no sentido de registrar uma transação)está ligada a necessidade de registros do comércio. Há indícios de que as primeiras cidades comerciais eram dos fenícios. A prática do comércio não era exclusiva destes, sendo exercida nas principais cidades da Antiguidade. A atividade de troca e venda dos comerciantes semíticos requeria o acompanhamento das variações de seus bens quando cada transação era efetuada. As trocas de bens e serviços eram seguidas de simples registros ou relatórios sobre o fato. Mas as cobranças de impostos, na Babilônia já se faziam com escritas, embora rudimentares. Um escriba egípcio contabilizou os negócios efetuados pelo governo de seu país no ano 2000 a.C. ORIGENS DA CONTABILIDADE

4 A contabilidade tenta colocar ordem em um “sistema caótico” HOMEM PRODUTOR X HOMEM CONTADOR ProduçãoInformações Análise Aprimorar: •Quantidade •Qualidade

5 Obviamente a contabilidade teve uma evolução relativamente lenta até o aparecimento da moeda. Parte do que a contabilidade é pode ser aferida pelo que a contabilidade realiza dentro da atividade econômica de uma sociedade, ou seja, pode-se verificar que um sistema simples de registro contábil não falta – nem mesmo nas mais rudimentares organizações. ORIGENS DA CONTABILIDADE

6 Desenvolvimento econômico Desenvolvimento social Desenvolvimento institucional Teorias Contábeis O desenvolvimento de sistemas contábeis foi atrelado:

7 ORIGENS DA CONTABILIDADE Contabilidade como disciplina Por isso é fácil de compreender que a Contabilidade teve seu florescer como “disciplina adulta e completa” nas cidades italianas de Gênova, Florença, Pisa, entre outras. Caracteristicas: Grande atividade mercantil, econômica, e cultural. Incia-se a Escola Italiana da Contabilidade

8 A origem da Contabilidade com clara separação da Matemática: •Produto do renascimento italiano •Muitos acreditam que sem o método das partidas dobradas não haveria (até então) uma base para a criação do capitalismo privado •Primeiros “registros” encontrados remontam 600 anos •Não há um “inventor” da contabilidade •Primeiro registro de um sistema completo de escrituração contábil por partidas dobradas é encontrado nos arquivos municipais da cidade de Gênova, Itália ORIGENS DA CONTABILIDADE

9 •O primeiro decodificador da contabilidade foi um frei franciscano, Luca Pacioli (há alguma especulação de que Luca era muito amigo do Papa Leão X e de Leonardo da Vinci) •O livro escrito por Pacioli, Summa de Arithmetica, geometrica, proportini et proportionalitá era principalmente um tratado de matemática, mas incluía uma seção sobre o sistema de escrituração por partidas dobradas, e apresentava o raciocínio em que se baseavam os lançamentos contábeis. ORIGENS DA CONTABILIDADE

10 Trecho do livro de Luca Pacioli: “ Para que tudo fique mais claro no encerramento mencionado, é necessário que se faça esta outra comparação, a saber, somar em uma folha de papel todos os débitos do razão e colocá-los no lado esquerdo, e somar todos os créditos e colocá-los no lado direito[...] e se as duas somas forem iguais, sua conclusão é que seu razão terá sido bem mantido” Extremamente atual...mas não significa que a contabilidade não mudou em muitos aspectos. ORIGENS DA CONTABILIDADE

11 Características da contabilidade antiga: • Durante o período que se estende até o século XVI, o principal objetivo da contabilidade era produzir informação para o proprietário – e geralmente um proprietário único. • Não era feita distinção clara entre o patrimônio do “negócio” e o patrimônio pessoal • Os conceitos de exercício contábil em funcionamento inexistiam • Não havia uma unidade monetária estável ORIGENS DA CONTABILIDADE

12 Origens de alguns termos contábeis: •Débito, dívida, devedores = resultam da palavra debere, ou dever •Créditos, credores = resultam da palavra credo, ou seja, algo em que se acredita (como no credo dos apóstolos) Por que débito e crédito? ( o conceito do “T”) •Já havia o conceito de moeda, capital próprio e despesas, mas não de números negativos •Em 1544, matemáticos como o alemão Michael Stiefel considerava números negativos como “absurdos”. ORIGENS DA CONTABILIDADE

13 Contabilidade do Mundo AntigoDesde os primórdios da civilização até 1202 da era Cristã, com Liber Abaci da autoria de Leonardo Pizano – um compêndio sobre cálculo comercial Contabilidade do Mundo MedievalDe 1202 até a publicação do trabalho de Luca Pacioli em 1494 Contabilidade do Mundo ModernoDe 1494 até a publicação de Contabilità Applicatta alle Ammistrazioni Private e Publiche de Francesco Villa em 1840 Contabilidade do Mundo CientíficoDe 1840 até os nossos dias EVOLUÇÃO DA CONTABILIDADE

14 O Período Moderno da Contabilidade (três eventos muito importantes) •Em 1493 os turcos tomam Constantinopla, forçando a emigração dos grandes sábios bizantinos principalmente para a Itália •Em 1492 a descoberta da América •Em 1517 a reforma religiosa com Lutero – os protestantes, muitos deles perseguidos na Europa, emigraram para a América Obra fundamental: EVOLUÇÃO DA CONTABILIDADE

15 O Período Científico da Contabilidade •Para Francisco Villa, a Contabilidade implicava em conhecer a natureza, os detalhes, as normas, as leis e as práticas que regiam as matérias administradas, ou seja o patrimônio. Pensamento Patrimonialista •Para Fábio Besta, em 1923, a contabilidade não era apenas um instrumento de registro e controle do patrimônio, mas um instrumento de “gestão”. •A partir de 1920 incia-se a fase da predominância norte- americana, favorecida pela estrutura econômica e pela pesquisa e formação da AAPA (American Association of Publics Accountants) EVOLUÇÃO DA CONTABILIDADE

16 Ascensão da Escola Européia •A teoria contábil avança com relação às necessidades e complexidades das sociedades •A escola italiana começa a decair devido à um “culto da personalidade” •Ascenção de contabilistas alemães e ingleses (estes últimos principalmente em auditorias) •Excessivo ênfase na teoria das contas, tornando a contabilidade extremamente inflexível, que é necessária, principalmente, na Contabilidade Gerencial EVOLUÇÃO DA CONTABILIDADE

17 A “invasão” Norte Americana (Escola Anglo-Saxã) •O surgimento de grandes corporações aliado ao extraordinário ritmo de desenvolvimento dos E.U.A constituiu campo fértil para avanço das teorias e prática contábeis. •Herdaram da Inglaterra excelente tradição no campo da auditoria, criando sólidas raízes. EVOLUÇÃO DA CONTABILIDADE

18 Evolução da contabilidade nos E.U.A apóia-se em: •Grande avanço e refinamento das instituições econômicas e sociais •O investidor médio americano é uma pessoa que gosta de estar informado – cultura de aplicação em bolsa – e pressão para que os demonstrativos contábeis sejam evidenciadores de tendências •O governo, as universidades e associações de contadores empregam grandes quantias para pesquisas •Criação do Financial Accounting Standard Board (FASB) EVOLUÇÃO DA CONTABILIDADE

19 Características da Escola Americana: •Grande preocupação com o usuário da informação contábil •A contabilidade é sempre utilizada e apresentada como algo muito útil para a tomada de decisões •Pouca consideração para o tratamento do problema inflacionário EVOLUÇÃO DA CONTABILIDADE

20 Um capítulo à parte: a crise de 1929 • O final da primeira grande guerra em 1919 liberou uma demanda reprimida de bens e consumo, instalações industriais e equipamentos que alimentou uma explosão de investimentos • Produção de automóveis: de em 1913 para em 1929 • Taxa oficial de desemprego: 3,3% • Quadruplicação dos valores negociados na Bolsa de NY entre 1922 a 1929 EVOLUÇÃO DA CONTABILIDADE

21 Um capítulo à parte: a crise de 1929 • Num curto espaço de dois meses, a expansão terminou e iniciou-se a Grande Depressão. • Perca de 15 bilhões de doláres pelos investidores • Investimento privado caiu 90% • Produção econômica diminuiu 56% • Mais de nove mil bancos quebraram neste período. EVOLUÇÃO DA CONTABILIDADE

22 Causas da crise de 1929: • Até hoje as causas e efeitos permanecem em discussão. • Vários professores indicaram que a concentração de riqueza na mão de poucas pessoas gerou a crise • Atribuíram tal concentração de poder, pelo menos em parte, à falta de uniformidade das práticas contábeis: • “Enquanto os padrões de contabilidade não forem mais rígidos, os diretores das empresas e seus contadores serão capazes de, dentro de certos limites, apresentarem os resultados que quiserem” EVOLUÇÃO DA CONTABILIDADE

23 Depois da crise: • Criticas principalmente nas contabilizações de depreciações e consolidações, em que praticamente inexistiam regras • As empresas se recusavam a informar os métodos que estavam empregando • Recusavam também divulgar valores de receitas, com receio de ajudar os concorrentes • Pressão enorme para o fornecimento e compreensão das demonstrações contábeis aos acionistas • Finalizando...obrigatoriedade dos pareceres de auditoria. EVOLUÇÃO DA CONTABILIDADE

24 A respeito de “fraudes” • 81% das empresas brasileiras já foram vítimas de algum tipo de fraude • Canadá : 57% • Argentina: 42% • Nos E.U.A as fraudes causam prejuízos anuais de U$ 400 bilhões, ou seja, 6% da receita das empresas EVOLUÇÃO DA CONTABILIDADE Fonte: Revista Exame 15/11/00

25 A Filosofia da Contabilidade: EVOLUÇÃO DA CONTABILIDADE A contabilidade já foi ligada a aspectos diversos de observação, e seu objeto muitas vezes foi ligado à estruturas formais, vínculos jurídicos, formas de controle, estados, aspectos econômicos,contudo, uma abordagem existia em todas estas concepções: o estudo do patrimônio.

26 A Filosofia da Contabilidade: EVOLUÇÃO DA CONTABILIDADE Fenômeno patrimonial seria tudo aquilo que acontece na riqueza, ou seja, tudo aquilo que vai gerar, movimento com velocidade especifica e transformação. Ou seja, as compras de mercadorias, as vendas de mercadorias, os recebimentos e pagamentos, os custos e receitas, o lucro, os fundos de reintegração, as defesas contra os riscos, o potencial de capitalização e produção, o nível de endividamento e giros, etc, todas estas ocorrências são fenômenos patrimoniais, que merecem indagações, por serem eles os verdadeiros objetos de estudos da filosofia contábil.

27 E a contabilidade no Brasil? • No início, fortemente influenciado pela escola italiana • Primeira escola especializada no ensino de contabilidade : Escola de Comércio Álvares Penteado, criada em 1902 • A partir de 1946, com a instalação do curso de Ciências Contábeis e Atuariais na USP é que se começou a verdadeira pesquisa no setor, envolvendo então muito da escola norte-americana. EVOLUÇÃO DA CONTABILIDADE

28 Orgãos de Classe no Brasil • SISTEMA CFC / CRC´s – Conselho Federal de Contabilidade / Conselhos Regionais de Contabilidade. •IBRACON – Instituto dos Auditores Independentes do Brasil. •SINDICATOS EVOLUÇÃO DA CONTABILIDADE

29 CFC – CONSELHO FEDERAL DE CONTABILIDADE •Elaboração, aprovação e alteração da Normas Brasileiras de Contabilidade e os Princípios que os fundamentam; •Fixar o valor das contribuições anuais devidos pelos profissionais e pelas organizações contábeis; •Instruir e disciplinar o Programa de Educação Continuada para manutenção de registro profissional, o chamado exame de competência; •Representar, com exclusividade, os contabilistas brasileiros nos órgãos internacionais e coordenar a representação nos eventos internacionais de contabilidade.

30 EVOLUÇÃO DA CONTABILIDADE CRC´s – CONSELHOS REGIONAIS DE CONTABILIDADE •Fiscalizar o exercício profissional na área de sua jurisdição; •Cobrar, arrecadar e executar as contribuições anuais, observando os valores fixados pelo CFC; •Expedir a cédula de identidade para os profissionais e alvará para as organizações contábeis; •Julgar as infrações e aplicar penalidades, funcionando como tribunal regional de ética;

31 EVOLUÇÃO DA CONTABILIDADE O Instituto dos Auditores Independentes do Brasil – IBRACON, é uma entidade que congrega profissionais de diferentes atividades, com interesse no estudo técnico da contabilidade, na edição de normas técnicas de contabilidade e auditoria e no aprimoramento da profissão no Brasil.

32 Características dos dados contábeis futuros(?) •Em lugar de razonetes, base de dados em que dados financeiros e monetários são apenas uma parte •Os administradores tem acesso à essa base de dados através de buscas e filtros •Softwares incluem menus em que se pode produzir o tipo de demonstração financeira que desejam EVOLUÇÃO DA CONTABILIDADE

33 Características dos dados contábeis futuros(?) •Já há alguns softwares que permitem escolher métodos contábeis ( de reconhecimento da receita, por exemplo) sendo capazes de oferecer uma variedade de método aos “stakeholders” para sua análise. •Gráficos dinâmicos permitem aos usuários acompanhar as variações de dados na tela •Em suma, aplicação de tecnologia EVOLUÇÃO DA CONTABILIDADE

34 Surgimento da profissão contábil: •Advento da revolução industrial •Primeiros registros na cidade de Edinburgo, no anuário da cidade, em 1773 •A partir de 1884, aprovado a Lei das Companhias na Inglaterra e Escócia (passou a exigir balanços) •Lei da Falência em 1862, exigiu o uso de contadores no processo •“Todo o trabalho de falência foi entregue a um conjunto de homens ignorantes chamados contadores...”- Juiz inglês Quain EVOLUÇÃO DA CONTABILIDADE

35 ÁREAS DE ATUAÇÃO Analista Financeiro Contador Geral Cargos Administrativos Auditor Interno Contador de Custo Contador Gerencial Na Empresa Planejador Tributário Atuário Planejamento Tributário Custo Auditoria ‘

36 ÁREAS DE ATUAÇÃO Empresário Contábil Independente (Autônomo) Investigador de Fraude Auditor Independente Perito Contábil Consultor Escritório de Contabilidade

37 ÁREAS DE ATUAÇÃO Professor No Ensino Pesquisador Escritor Conferencista Parecerista Parecer A contabilidade É uma ciência

38 CONTABILIDADE Para que serve? Prover os usuários de diversos demonstrativos com informações que o ajudarão a tomar decisões O que é? ( inúmeras definições) A contabilidade é, em suma, um sistema de registro de informações de qualquer natureza Do latim “computare”; contar, computar

39 A IMPORTÂNCIA DA INFORMAÇÃO CONTÁBIL Para que serve? Sua finalidade é prover os usuários das demonstrações contábeis de informações que os ajudarão a tomar decisões (IUDÍCIBUS,2000). –Formulação de estratégias gerais e planos de longo prazo. –Decisões de alocação de recursos. –Planejamento e controle do custo das operações e atividades. –Mensuração de performance e avaliação de pessoas. –Adequação com regulamentação externa e as exigências legais de publicação dos demonstrativos.

40 GovernoLucro Tributável / Produtividade Média e Alta AdministraçãoRetorno sobre o Ativo, Retorno sobre o PL, Situação de Liquidez, endividamento e muitas outras informações Empregados em geralFluxo de caixa capaz de assegurar maiores remunerações e benefícios Fornecedores em geralSituação do fluxo de caixa e capacidade de pagamento Bancos (como financiadores de recursos)Situação do fluxo de caixa e capacidade de pagamento e cenários projetados Acionista MinoritárioFluxo regular de dividendos Acionista MajoritárioValor de mercado da ação, lucro por ação A IMPORTÂNCIA DA INFORMAÇÃO CONTÁBIL

41 •Dado e Informação –Segundo Bio (1985:29), “... pode-se entender dado como um elemento da informação (um conjunto de letras ou dígitos) que, tomado isoladamente, não transmite nenhum conhecimento, ou seja, não tem um significado intrínseco.” –Segundo Gil (1979:14), “dado é a matéria-prima que o sistema de informações vai trabalhar e informação é o produto final do sistema de informação e deve ser apresentada em forma e conteúdo adequados ao usuário” –Segundo Goldrat (1996:8), “informação é a resposta à pergunta formulada por alguém. É o resultado do processo de decisão... E que tem impacto sobre nossas ações.” –Em síntese, informação é o dado interpretado, apresentado de forma adequada, que é útil para facilitar a tomada de decisão de forma eficaz e eficiente e que induz a uma ação desejada •Qualidades da Informação Contábil –Características que a informação contábil deve possuir para ser útil no processo decisório

42 A IMPORTÂNCIA DA INFORMAÇÃO CONTÁBIL OBJETIVOS FUNÇÕES COMPONENTES 1. Suportar operações diárias da empresa 2. Suportar tomada de decisão para gestores internos 3. Fornecer informações para usuários externos 4. Cumprir normas legais cabíveis 1. Coletar dados (entrada) 2. Processar dados (processamento) 3. Fazer a gestão do banco de dados (coleta, atualização, extração) 4. Controlar dados (segurança, confiabilidade) 5. Produzir informação contábil (relatórios, análise, comunicação) 1. Pessoas 2. Sistema computacional (processador) 2. Banco de dados 3. Procedimentos 4. Equipamentos de entrada e saída 5. Recursos financeiros e outros recursos físicos

43 A IMPORTÂNCIA DA INFORMAÇÃO CONTÁBIL •O valor da informação é a diferença entre seus benefícios e custos •Benefícios: valor econômico incremental ao se tomar uma decisão com base na informação fornecida •Custos: atividades de coleta, cálculo, armazenamento, comunicação •Informação adicional deverá ser fornecida desde que o benefício marginal supere seu custo marginal

44 A IMPORTÂNCIA DA INFORMAÇÃO CONTÁBIL • Reconhecendo as dificuldades da análise custo vs. benefício, o FASB voltou a atenção para o objetivo central de fornecer informações úteis, analisando relevância e confiabilidade •Marion e Iudícibus (1997:64) afirmam que uma maneira de se determinar o benefício da informação contábil é analisar algumas características, tais como compreensibilidade, relevância, confiabilidade e comparabilidade •Assim, uma abordagem qualitativa na análise de custo poderá servir subsídios importantes para avaliar a necessidade ou não da informação adicional. Uma abordagem quantitativa irá requerer avaliação criteriosa para ser realizada, envolvendo aspectos como: –utilidade da informação –usuário –propósito da análise

45 A IMPORTÂNCIA DA INFORMAÇÃO CONTÁBIL •Segundo FASB, os instrumentos de evidenciação têm o dever de contribuir para melhorar a compreensibilidade das informações contábeis, agregando esclarecimentos relevantes para facilitar as decisões dos usuários •Falhas de documentação e evidenciação decorrentes de problemas de linguagem inadequada por parte das demonstrações contábeis estão entre os fatores que podem explicar variações no grau de utilização das informações •Conhecimento do usuário •Em síntese – aspectos de entendimento e de abrangência (completeza)

46 A IMPORTÂNCIA DA INFORMAÇÃO CONTÁBIL IMPORTÂNCIA DA TOMADA DE DECISÃO A Contabilidade é o grande instrumento que auxilia a administração a tomar decisões. Na verdade ela coleta todos os dados econômicos, mensurando-os monetariamente, registrando-os e sumarizando-os em forma de relatórios ou de comunicados, que contribuem sobremaneira para a tomada de decisões. (Marion)

47 A IMPORTÂNCIA DA INFORMAÇÃO CONTÁBIL EMPRESA Investidores Fornecedores Bancos Governo SindicatosFuncionários Órgãos de Classe Concorrentes Outros Usuários da Informação Contábil (Stakeholders)

48 A IMPORTÂNCIA DA INFORMAÇÃO CONTÁBIL Tomada de decisão fora dos limites da empresa Investidores: é através dos relatórios contábeis que identifica a situação econômico- financeira da empresa. Fornecedores de bens e serviços: usam os relatórios para analisar a capacidade de pagamento da empresa compradora. Bancos: utilizam os relatórios para aprovar empréstimos, limite de crédito Etc. Governo: não só usa os relatórios com finalidade de arrecadação de impostos, como também para os dados estatístico, no sentido de melhor redimensionar a economia (IBGE). Sindicatos: utilizam os relatórios para determinar a produtividade do setor, fator preponderante para reajuste de salários. Outros interessados: funcionários (quer saber se a empresa tem condições de pagar seu salário ou não), órgãos de classe, pessoas e diversos institutos, como CVM (Comissão de Valores Mobiliários), CRC (Conselho Regional de Contabilidade), concorrentes etc.

49 A IMPORTÂNCIA DA INFORMAÇÃO CONTÁBIL     Administração Investidores Bancos Governo Outros interessados PROCESSO CONTÁBIL Coleta de dados Registro de dados Usuários (tomada de decisão) Relatórios

50 A IMPORTÂNCIA DA INFORMAÇÃO CONTÁBIL • Balanço Patrimonial (BP) • Demonstração de Resultado do Exercício (DRE) • Demonstração de Lucros ou Prejuízos Acumulados ou Demonstração das Mutações do Patrimônio Líquido (DMPL); Demonstração das Mutações do Patrimônio Líquido (DMPL); • Demonstrações de Origens e Aplicações de Recursos (Doar). Relatórios Obrigatórios para as Sociedades Anônimas ( Lei /12/76)

51 A IMPORTÂNCIA DA INFORMAÇÃO CONTÁBIL Relatórios Contábeis RelatóriosContábeisRelatóriosContábeis Obrigatórios Exigidos pela Lei das Sociedades por ações Obrigatórios Exigidos pela Lei das Sociedades por ações Não Obrigatórios Não exigidos por lei Não Obrigatórios Não exigidos por lei Sociedade Anônima Deverão se publicados publicados Sociedade Anônima Deverão se publicados publicados Ltdas. Não precisam ser publicados Ltdas. Não precisam ser publicados • Demonstração do Fluxo de Caixa (DFC) Orçamentos Orçamentos • Demonstração do Fluxo de Caixa (DFC) Orçamentos Orçamentos BPDREDLPAcDOARBPDREDLPAcDOAR BPDREDLPAcBPDREDLPAc

52 A IMPORTÂNCIA DA INFORMAÇÃO CONTÁBIL Notas explicativas e complementos às demonstrações: •Critérios de cálculos na obtenção de itens que afetam o lucro; •Obrigações de longo prazo, destacando os credores, taxa de juros, garantias à dívida etc.; •Composição do capital social por tipo de ações; •Ajustes de exercícios anteriores etc.

53 A IMPORTÂNCIA DA INFORMAÇÃO CONTÁBIL Parecer de Auditoria Independente As empresas de capital aberto, instituições financeiras e alguns outros caso específicos estão obrigados a publicar a Demonstrações Financeiras com o parecer da Auditoria Externa. O auditor emite sua opinião informando se as Demonstrações Financeiras representam adequadamente a situação patrimonial e a posição financeira na data do exame. Informa se as Demonstrações Financeiras foram levantadas de acordo com os Princípios Fundamentais de Contabilidade e se há uniformidade em relação ao exercício anterior.

54 A IMPORTÂNCIA DA INFORMAÇÃO CONTÁBIL

55 Uma empresa sem boa contabilidade é como um barco à deriva ao sabor dos ventos. Sem a informação apropriada o risco AUMENTA.

56 A IMPORTÂNCIA DA INFORMAÇÃO CONTÁBIL O propósito central da contabilidade é tornar possível aos usuários alcançar um julgamento calculado do sucesso de uma empresa ou projeto. (CHAMBERS, 1966)

57 A IMPORTÂNCIA DA INFORMAÇÃO CONTÁBIL “....não existe outra medida de sucesso empresarial que tenha maior aceitação do que o crescimento em longo prazo (ou seja, crescimento nas vendas, crescimento na produção e crescimento nos lucros)” (THOMPSON e FORMBY 1998, p. 170).

58 A IMPORTÂNCIA DA INFORMAÇÃO CONTÁBIL

59 Existem, na realidade, várias contabilidades: •Contabilidade Gerencial – mensura e relata as informações que ajudam os gerentes a atingir as metas da organização •Contabilidade Financeira – se concentra nos demonstrativos dirigidos ao público externo que são guiados pelos princípios contábeis geralmente aceitos. •Contabilidade de Custos – mensura e relata as informações relacionadas ao consumo e a aquisição de recursos pela organização •Entre outras.... (Horngren, 2000)

60 A IMPORTÂNCIA DA INFORMAÇÃO CONTÁBIL Contabilidade Comercial Contabilidade Industrial Contabilidade Pública Contabilidade Bancária Contabilidade Hospitalar Contabilidade Agropecuária Contabilidade Securitária Etc... Ramos da atividade contábil:

61 O PAPEL DO CONTADOR NA ERA DA INFORMAÇÃO ECONOMIA  Desenvolvimento auto-sustentável  Alianças comerciais estratégicas MERCADO  Globalização dos mercados e das empresas  Competição mais acirrada e em escala global TECNOLOGIA  Rápido avanço da tecnologia de informação  Expansão da internet e dos meios de comunicação POLÍTICO e SOCIAL  Preocupação com Ética  Influência das organizações não governamentais

62 O PAPEL DO CONTADOR NA ERA DA INFORMAÇÃO •Adotem uma visão estratégica dos negócios •Ampliem habilidades em informação tecnológica e comunicação •Sempre dêem credibilidade aos demonstrativos financeiros Alguns trabalhos do Congresso Mundial de Contadores e estudos do IFAC (Internation Federation of Accountants) sugerem que os profissionais contábeis do futuro serão aqueles que, dentre outros pontos:  Desenvolvimento e harmonização de normas contábeis internacionais  Auditoria baseada em risco  Rapidez na disponibilidade das informações  Técnicas de medição e disclosure de novos instrumentos financeiros Expectativas da sociedade com relação ao profissional contábil:


Carregar ppt "TEORIA DA CONTABILIDADE •Evolução histórica •Objetivos da Contabilidade •Usos da informação contábil e campo de atuação da contabilidade; •Características."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google