A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

INFOERA 2001A As Profundas Transformações Decorrentes da Rápida Evolução Cientifica-Tecnológica.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "INFOERA 2001A As Profundas Transformações Decorrentes da Rápida Evolução Cientifica-Tecnológica."— Transcrição da apresentação:

1 INFOERA 2001A As Profundas Transformações Decorrentes da Rápida Evolução Cientifica-Tecnológica

2 A INFOERA O IMENSO DESAFIO DO FUTURO Prof. Dr. João Antonio Zuffo Maio/98

3 Eras sucessivas correlacionadas com a velocidade tecnológica Pré- história Caça-Captura0,4 - 0,8Humano- Agro-Pastoril4 - 8Humano/Cavalos4-8 anos Histórico PERÍODOERA RAZÃO DE INTERAÇÃO KM/H TIPO CIRCULAÇÃO EM TORNO DA TERRA DURAÇÃO EM ANOS 20K – 40K* 2K – 4K* Pós-Industrial Aviões0,04 - 0,08 mês Pré-Infoera Malha e Redes 0, ,008 h2 - 4 Industrial Cavalos trens/carros 0,4 0,8 meses

4 CARACTERÍSTICAS DAS ERAS I Era Tema Caça/Captu ra Agrária Pastoril IndustrialPós-IndustrialInfoera Poder Nacional e Soberânia Rixas diretas entre grupos e tribos Guerras entre cidades e grandes conquistadores Guerra por mercados e posse de colônias Guerra fria, de natureza econômica, Disputas de mercado, Disputas ideológicas Abertura de mercados, Globalização, Disputas econômicas, Grandes corporações internacionais Símbolo do Poder Dentro da Estrutura Social Agilidade, Força física, Agressivida de Heriditariedade, Propriedades de terra, Força física, Esperteza Possessão de bens materiais e meios. Direitos de explo-ração de recursos naturais, Base tecnológica, Poder político/econômi co Experiência organizacional Dinheiro, Popularidade, Modas, Controle das comunicações, Acervo de conhecimentos

5 CARACTERÍSTICAS DAS ERAS II Era Tema Caça/Captu ra Agrária Pastoril IndustrialPós-IndustrialInfoera FIGURA 2A Estrutura e Valores Sociais Clã, Força física e Esperteza, Pequenos Grupos Tribais Clã e Família estendida, Tribos e Cidades Pequenas, Nobreza e Plebeus, Regime Feudal, Primeiro s Centros Urbanos Urbana, Família Nuclear Patriarcal, Costumes rígidos, Burguesia dominante, Crescente Urbanização Família não nuclear desintegrada, Autoridade Familiar difusa, Velocidade de Urbanização decrescente Famílias transitórias, Comunidade virtual, Grupos de interesse especial em nível mundial, Desurbanizacão Forma de Governo Chefe de clã escolhido pela força ou habilidade nas lutas Chefia local tendente a ditatorial, Autoritarismo, Sociedade Patriarcal, Sistema Feudal Centralizado, Representativ o, República industrial tendente a socialismo Descentralizado, Representativo, Tendente a liberalismo econômico e redução do Estado Democracia direta tendente a anarquia, Internacionaliz ação de decisões economico- financeiras e de mercado

6 CARACTERÍSTICAS DAS ERAS III Era Tema Caça/Captu ra Agrária Pastoril IndustrialPós-IndustrialInfoera Valores Sociais Básicos Habilidade Física/Insti nto Terra, Trabalho Braçal, Criações, Plantações, Nobreza e Heritariedade Porte, Peso, Energia, Mercados, Poder Financeiro Eficiência, Velocidade, Conhecimentos Tecnológicos, e Gerenciais Informações, Pesquisa tecnológica- científica, Novos conhecimentos Sistema Legal Força Individual, Agressivida de, Algumas Tradições, Supertições Poder e Direitos Hereditários, Tradições. Início do Direito Greco- Romano. Direito guiado por supertições Contratos de trabalho Patentes e Direitos Autorais, Direito Greco- Romano dominante Litígios permanentes, Segredos industriais, Acervo tecnológico. Direito Greco-Romano, Direitos alternativos Direitos Autorais, Informações sigilosas, Controle das informações, Obsolescência controlada pela empresa proprietária. Religião Predomi mante Misticismo, Pagés, Tribais, Supertições Xamã, Espiritualismo, Politeismo, Monoteismo Monoteísmo, Religiões de massa Monoteísmo, Religiões descen-tralizadas de âmbito planetário Crenças Individuais

7 CARACTERÍSTICAS DAS ERAS IV Era Tema Caça/Captur a Agrária PastorilIndustrialPós-IndustrialInfoera FIGURA 2B Razão de Ativação e Motivação Econômica Sobrevivênci a, Alimentação, Procriação e Perpetuação da Espécie Dinheiro baseado em Metais Preciosos, Linhas de Descendência Familiar, Atividades Agrícolas e Pastoris. Pequeno Comércio Dinheiro impresso pelo governo/metais preciosos. Busca de Formação de Capital, Balanceamento fornecimento e demanda. Acesso a Fontes de Matéria Prima Dinheiro impresso pelo governo, Estabilidade Monetária, Sobrevivência e Competitividade em nível mundial, Busca do equilíbrio ecológico. Cartões de Crédito, Moeda Eletrônica. Acesso Econômico a Fontes de Matéria Prima. Moeda eletrônica, Controle internacional. Trabalho Altamente Educado, Busca de Novidades, Maior Informação, Posse de acervo Tecnológico Crescente Importância dos Assuntos Ecológicos. Tecnologia Básica Caça Direta, Instinto, Agilidade Tradição Ritual, Herança Familiar Costumes e Conhecimentos Tribais, Artesões e Alquimistas. Descobertas, Método Científico, Tradição Artesanal, Operário Especilizado. Engenharia Reversa  rápido e melhor = menor custo, Alto investimento em tecnologia de ponta, Velocidade e Eficiência Busca Computadorizada, Interferência, Criatividade, Acervo Tecnológico, Acesso a Bancos de Dados Clones Pessoais e Sistemas Pessoais de Apoio

8 CARACTERÍSTICAS DAS ERAS V Era Tema Caça/Captur a Agrária PastorilIndustrialPós-IndustrialInfoera Estrutura Educacional Aprendizage m Direta pela Experiência, Necessidade de Sobrevivênc ia Física Aprendiz Individual baseado na autoridade, Aprendizagem Doméstica Just in time, Sábios e Discípulos Linha de Montagem Industrial, Baseado em Autoridade Institucionali- zada: Produção em Série, Universidades Linha de Montagem Industrial, Baseada em Grupos Especialistas, Eficientes e Institucionalizado, Evento durante toda a vida, Produção Modular, Universidades Tecnológicas Aprendiz/Individu alizada, Baseada em Especialista, em qualquer Tempo em qualquer Lugar, Automatizada Just in time, Ensino em Escolas e Universidades Virtuais Meios de Divulgaçã o e Propagand a Contato Direto entre Pessoas, Interdepen- dência, Aprisionam ento de Rivais Comunicação em Âmbito Familiar, Proclamações, Boatos Diretos, Mensageiros Imprensa Politicamente Dependente, Telegrado, Tele-fone, Rádio difusão, Livros e Impressão de modo geral TV, Rádio, Jornais Eletrônicos, Tendência de opiniões dirigidas e dependentes de linhas de pensa- mentos externas, Teleconferências. Imprensa, TV, Rádio Difusão com alguma independência política porém forte dependência econômica, Telefônia Celular.

9 CARACTERÍSTICAS DAS ERAS VI Era Tema Caça/Captur a Agrária PastorilIndustrialPós-IndustrialInfoera 2C Relações Trabalhist a e Meios de Produção As Próprias Mãos e Armas Manuais Artesões Individuais, Cultivo Braçal da Terra, Pastoreiro, Escravatura Hierarquia, Produção Maciça, Grupos Treinados, Linha de Produção Rápidas Malhas, Produção Flexível, Adaptabilidade de Grupos Especialistas, TQM, Qualidade Total em Gerência, Rápido e Barato Produção sob demanda, Trabalho Doméstico, Artesões Individuais, Linhas de Montagens Flexíveis, e Melhores Formação de Nações e Consolida ção do Estado Nacional Tribos com Afinidade Racial.Orga nização Familiar Ptariarcal Naçoes com Afinidade Racial e Territorial.Cida des Artesanais.Com ercio e Burgos.Império s e Grandes Conquistadores Consolidação dos Grandes Estados Modernos. Atividades Industriais e Consolidação do Mercado Nacional Fortemente,Inte rligado.Imperial ismo Internacionalização dos Négocios.Mundo Bipolarizado.Descol onização.Nacionalis mo das Grandes Potencias e Internacionalização de Mercado das Nações Menos Preparadas. Enfraquecimento dos Estados Nacionais das Nações Menos Preparadas.Global ização como Nova Forma de Colonialismo.Tran snacionais e Internacionalizaçã o de Decisões Econômicas.

10 CARACTERÍSTICAS DAS ERAS VII Era Tema Caça/Captur a Agrária PastorilIndustrialPós-IndustrialInfoera Fontes de energia Muscular Humana Combustível de origem vegetal Muscular Humana,Tração animal, Combustível de origem vegetal, Uso de carvão vegetal Tração animal, Combustível de origem vegetal, Carvão vegetal, Carvão mineral, Petroleo, Energia Elétrica de natureza hidroelétrica ou de natureza por queima de combustível. Combustível de origem vegetal. Carvão vegetal. Carvão mineral. Petróleo. Energia elétrica de natureza hidroelétrica, térmica. Centrais atômicas. Energia eólica. Conversão direta de energia solar. Carvão mineral. Petroleo. Energia elétrica de natureza hidroelétrica, térmica. Centrais atômicas. Energia eólica. Conversão direta energia solar. Generalização do uso de energia de origem foto- voltaica. Tipo de trabalho e relações de emprego Individual e autônomo Servidão e e escravatura. Operários empregados no local de trabalho. Escravatura. Condições de trabalhohinuma nas. Trabalho robótico e repetitivo. Operários empregados no local de trabalho. Trabalho cada vez mais especializado. Tendência de redução das horas trabalhadas. Aumento de produtividade. Terceirização. Trabalho autônomo. Trabalho voltado tarefas. Emprego do tipo Jobless. Tele trabalhos. Escritórios virtuais. Equipes distribuídas por todo o planeta. Terceirização remota.

11 CARACTERÍSTICAS DAS ERAS VIII Era Tema Caça/Captur a Agrária PastorilIndustrialPós-IndustrialInfoera FGURA 2D Meios de Distribuição e Permuta de Valores Escambo, Contactos Individuais Diretos Escambo, Moeda Primitiva/Ouro, Distribuição precária em caracter local, Contactos Individuais Diretos Canais de distribuição em larga escala em nível nacional, Exportação Ocasional, Colonias Malhas de Distribuição, Estoque Just in time, Correio Especializado, Operação em Nível Internacional Contacto Individual Direto Utilização de Redes, Armazena- mento de Dados, Lojas Virtuais, Escritórios Virtuais em Nível Mundial Meios de comunicação pessoal. Contato direto e que as pessoas. Gestos, figuras. Grunidos e início da fala. Sons agradáveis. Artes. Fala. Música. Desenvolvimento s matemáticos. Filosofias. Expressões artísticas de forma geral. Correios. Propagação de sons. Propagação de raios de luz. Fala. Música e artes de forma geral. Correios. Telégrafo. Rádio e comunicações sem fio. Telefones. Televisão. Fala. Música e artes de forma geral. Correios. Telégrafo e Telê tipo. Comunicações sem fio. Telefones. Início da Internet. Televisão em rede mundial. Fala. Música Arte de forma geral. Fax Módens. Telefones. Comunicações sem fio.Celulares 3G Internet e teia de âmbito mundial Teleconferência. Capacidade de comunicação individual em nível de áudio e vídeo ilimitada.

12 CARACTERÍSTICAS DAS ERAS IX Era Tema Caça/Captur a Agrária PastorilIndustrialPós-IndustrialInfoera Ócio e lazer Caçadas. Pescarias. Devaneios e sonhos. Arte primitivas. O Caçadas. Pescarias. Pastoreio. Expressões artísticas. Pinturas e esculturas. Teatro grego. e filósofos. Astronomia e astrologia. Filosofia ciências e mística. Torneios, lutas e o nascimento dos primeiros esportes Caçadas,pescarias e pastoreio. E o Renascimento das artes e das humanidades. Literatura,pintura e escultura. Música clássica e popular. Desenvolviment o dos esportes modernos.Fotografia e cinema. Rádio e TV. Início do turismo. Modernismo e arte noveau Caçadas, pescarias e pastoreio. Arte clássica e moderna. Literatura, pintura, escultura. Música clássica e popular. Peças de teatro. De cinema e TV. Fotografias.Grande desenvolvimento de turismo. Nova das linhas artísticas. Início do uso de computadores nas artes. Esportes em âmbito mundial. Primeiros jogos eletrônicos. Televisão mundial. Caçadas, pescarias e pastoreio. Arte clássica\ moderna. Literatura,pintura e escultura auxiliadas por computador.Geração de atores virtuais eavatares.Cinema digital. TV digital. TV interativa e tri- Dimensional. Realidade virtual. Jogos eletrônicos. Uso da teia de âmbito mundial para jogos interativos e entretenimento. Desenvolvimento do turismo real e do turismo virtual.Salas de conversa virtuais ( Chats ).

13 CARACTERÍSTICAS DAS ERAS X Era Tema Caça/Captur a Agrária PastorilIndustrialPós-IndustrialInfoera Crime e Punição Desobediênc ia,Surra, Morte, Banimento, Base Individual Roubo, Assassinato, Desobediência, Prisão, Violência Física, Morte, Banimento, Base Individual Roubos, Mortes, Ilegalidades, Prisão, Pena de Morte, Violência Física, Pirataria e Primeiras Quadrilhas Roubo, Tráfico de Drogas, Mortes, Ilegalidades, Prisão, Pena de Morte, Crime Organizado em Nível Nacional Roubo, Morte, Tráfico de Drogas e Informações, Prisão, Penalidades Alternativas, Crime Organizado Internacionalment e..ONGs do terorismo internacional.Terro rismo por motivações religiosas,politicas,e mesmo por motivos esotéricos,visando efeitos de propaganda,psicol ógicos e econômicos

14 CARACTERÍSTICAS DAS ERAS XI Era Tema Caça/Captur a Agrária PastorilIndustrialPós-IndustrialInfoera Formas de Expressão Artística Desenho em paredes de cavernas, Ruídos Agradáveis Desenho em paredes, Esculturas, Altos Relevos, Cânticos, Música de Cordas, Tambores e Instrumentos de Sopro, Poemas/Roman ces, Jograis Pinturas, Esculturas Alto Relevo, Escolas Musicais, Instrumentos Musicais Sofisticados, Poemas e Romances, Cinema Pinturas, Esculturas Alto Relevo, Música Clássica e Eletrônica, Cinema e Televisão Pinturas, Esculturas, Imagens Sintetizadas por Computador, Música Sintetizada por Computador, Poemas e Esculturas Eletrônicas. Poupança e Capitaliza ção Provisões em Nível Tribal Provisões em nível familiar e governamental Bancos Sistema de Poupança Monetária, Ações Nível Nacional Bancos, Ações Sistemas de Poupança, bancos Internacionais Sistema Financeiro e capital extremamente Globalizado

15 Período Evento Vantagens e Conseqüências Comunicação por gestosAlerta para perigo naquele momento Comunicação por sons Alerta para perigo e aviso de alimentos momentâneos Desenhos em cavernas Mensagens precárias para gerações seguintes Pré-História Articulação de palavras Informação detalhada de perigos e fontes de alimentação Períodos Comunicativos Interativos da Humanidade

16 Escrita por ideogramasPreservação de costumes e tradição histórica. Mensagens atemporais Invenção do alfabetoAcesso facilitado a informações e a experiências anteriores Invenção da ImprensaAmpliação do Universo de leituras e propagação da cultura-renascimento Comunicação a longa distância: telegrafo, rádio, Divulgação rápida de informações consolidação de comunidades Retenção de Imagens fotografia, Cinema e TV Memória histórica e experiências retidas com maior precisão TV e Telefonia de âmbito planetário Propagação de informações instantâneas. Cidadão do mundo Período Histórico Internet e Teia de Âmbito Mundial Comunidades virtuais e Era da Informação. Interoperabilidade Período Evento Vantagens e Conseqüências

17 MICROELETRÔNICA COMPUTAÇÃO E TELECOMUNICAÇÕES

18 MSI – 100K Hz clock 1Kbit 1 sr calculator, 1 st  Proc. 16K RAM  Proc. – 1MHz clock 64K RAM 1M RAM 64M RAM 16M RAM 1G RAM 4G RAM 16G RAM 64G RAM 1 Terabit RAM  Proc. 32 bits – 10MHz 50 MHz clock 2000 MHz clock  Proc. with 25M comp. 400 MHZ clock  P 500MHz 50M.  P 625MHz 100M com Número de Componentes Ano 1E+0 0 1E+02 1E+01 1E+03 1E+05 1E+04 1E+06 1E+08 1E+07 1E+09 1E+11 1E+10 1E+12 1E+13 Capacidade de Integração em Microeletrônica e Relógios

19 Largura Mínima na Produção Industrial  m ,5 0,4 0,3 0,2 0, Ano Previsto em 1977 Evolução real Fonte Sem. Int. Janeiro 95 Resolução/Microns Fontes Originais: IBM Corporation 1977, Eletronics April 1980, Atualização Sem. Int. Janeiro 95

20 Ano 2000 •Microprocessador : –Relógio: 200 M a 400 MHz –Componentes na pastilha: 25 a 50 milhões –Largura do duto: 128 bits –Cache interno: 512 Kbytes –ROM interno: 1 M byte •Microprocessador : –Relógio: 200 M a 400 MHz –Componentes na pastilha: 25 a 50 milhões –Largura do duto: 128 bits –Cache interno: 512 Kbytes –ROM interno: 1 M byte •Microcomputador: –Densidade: 1 Gigabyte –Tempo de acesso: 50 ns –Capacidade de processamento: 1 Gigaflop •Microcomputador: –Densidade: 1 Gigabyte –Tempo de acesso: 50 ns –Capacidade de processamento: 1 Gigaflop •Comunicação Inter Pastilhas: –Ainda através de sinais elétricos de alta frequência •Comunicação Inter Pastilhas: –Ainda através de sinais elétricos de alta frequência

21 Ano 2010 •Microprocessador: –Componentes na pastilha: 500 milhões a 1 bilhão –Relógio: 800 MHz a 1,2 Gigahertz –Largura do duto interno: 248 bits –Cache interno: superior a 1 Mbytes –ROM interno: 10 M byte •Microprocessador: –Componentes na pastilha: 500 milhões a 1 bilhão –Relógio: 800 MHz a 1,2 Gigahertz –Largura do duto interno: 248 bits –Cache interno: superior a 1 Mbytes –ROM interno: 10 M byte •Microcomputador Memória: –Densidade: 64 Gigabyte –Tempo de acesso: 20 ns –Capacidade de processamento: 10 Gigaflop •Microcomputador Memória: –Densidade: 64 Gigabyte –Tempo de acesso: 20 ns –Capacidade de processamento: 10 Gigaflop •Comunicação Inter Pastilhas: –Possivelmente óptica •Comunicação Inter Pastilhas: –Possivelmente óptica

22 Características incorporadas aos microcomputadores

23

24

25 Capacidade de pico de processamento ÓPTICA VETORIAL FLOPS ANO PARALELA Peta FLOPS Tera FLOPS Giga FLOPS Mega FLOPS

26 Complexidade de Computação em Aplicações Científicas e Tecnológicas Uma estação de Trabalho de 10 MFLOPS gasta 3 anos para Complexidade Um supercomputador de 10 GFLOPS gasta 3 anos para Complexidade Um Supercomputador de 1 TERAFLOP gasta 3 anos para Complexidade

27 Linha Evolutiva Capacidade Elevada de Processamento + Aumento da Capacidade de Armazenamento Melhores Interfaces Homem/Máquina  Reconhecimento e Síntese de Voz  Inteligência Artificial  Processamento de Imagens  Computação Gráfica  Reconhecimento de Padrões  Multimídia  Realidade Virtual  Eventual Comando Direto pelo Cérebro

28 Base Mundial de Computadores

29 •Década de 90 –Processamento de Sinais: •Sinais de Voz •Sinais de Imagens •Multimídia –Comunicação de dados ópticas –Inteligência Artificial –Computação Artificial/Visual –Processamento rápido de sinais –Redes de comunicação de dados de âmbito mundial em voz e vídeo –Sistemas Interativos de Realidade de Virtual •Década de 90 –Processamento de Sinais: •Sinais de Voz •Sinais de Imagens •Multimídia –Comunicação de dados ópticas –Inteligência Artificial –Computação Artificial/Visual –Processamento rápido de sinais –Redes de comunicação de dados de âmbito mundial em voz e vídeo –Sistemas Interativos de Realidade de Virtual •Década de 80 –Computação/Processamento de dados fora da linha –Controles/Controle de Processos –Instrumentação –Telemática: •Telecomunicações analógicas •Telefonia analógica •Comunicação de dados •Controles a distância •Tele e Radiofusão •Década de 80 –Computação/Processamento de dados fora da linha –Controles/Controle de Processos –Instrumentação –Telemática: •Telecomunicações analógicas •Telefonia analógica •Comunicação de dados •Controles a distância •Tele e Radiofusão Os Caminhos da Informática

30 Microeletrônica além do Silício •Arseneto de Gálio (GaAs) •Fosfeto de Índio (InP) •Diamante •Carbeto de Silício (SiC) •Nitreto de Alumínio •Nitreto de Índio •Nitreto de Gálio (GaN) •Arseneto de Gálio (GaAs) •Fosfeto de Índio (InP) •Diamante •Carbeto de Silício (SiC) •Nitreto de Alumínio •Nitreto de Índio •Nitreto de Gálio (GaN) •Integração em nível de lâmina •Circuitos micro óptico- eletrônicos

31 Até onde vamos? 100 G bits/s/ canais de HDTV 10 G bits/s/ canais/multiplex - amplificadores óptico 5 G bits/s/ canais/amplificadores ópticos =1.5 m TAT - R/TCP - 5/S  560 Mbits/s/ canais/SL 580/F.0 =1.5 m TAT-9/TPC-4/TAT 10/11  Mbits/s/8.000 canais/SL 280 TAT-8/HAW-4/TPC-3 fibra óptica (digital) =1.3 m  30 MHz/4. TAT-6/7 transistores 200 canais/SG de Si 6 MHz/840 canais/SF TAT-5 HAW-3 H-6-0 transistores de Ge 1,1 MHz/140 canais/SD HAW-2 H-6-J TAT 3 / 4 Tec. Cabo coaxial válvulas 0,2 Mhz TAT 1 / 2 HAW-1 SB/48 canais Freqüência Hz ou bits/s

32 Crescimento em nível mundial da rede Internet Milhões LogarítmicaLinear

33 Comunicação Óptica Computadores Automóveis TV a cabo Fibras em enlaces 9 Dimensão de mercado Fonte Orig OIDA U$ 10 Fonte: IEEE Potential October/November 94

34 Mercado de equipamentos opto eletrônicos Fonte: IEEE Potential October/November 94 Opto cópias Outros Armazenamento Óptico Mostradores Comunicações opto eletrônica Fonte Orig OIDA U$ 10 9

35 Evolução cronológica das tecnologias de armazenamento óptico previstas até o ano 2000 Sony e Phylips criam CD audio1980 CD Player - Sony introduz por US$ Sony e Phylips lançam CD ROM/650MB1985 CD ROM Drive custo US$ 1000, CD ROM Drive 4x 600 kps US$ CD ROM Drive 6x 900 kps US$ CD ROM Drive 8x 1200 kps US$ CD ROM Drive 10x e 12x 1800 kps US$

36 Evolução cronológica das tecnologias de armazenamento óptico previstas até o ano 2000 CD Recordable US$ CD RW Reescrevível1997 DVD 4,76 GB1997 DVD dupla face 8,5 GB1997 DVD dupla face 9,4 GB1997 DVD dupla face dupla camada 17GB1998 DVD RAM 2,6 GB1998 DVD violeta 50GB2000

37 CICLO VIRTUOSO DE QUEDA DE CUSTOS NA INFOERA Maior Competição Internacional Evolução Tecnológica Rápida Maior Queda de Custos Maior Ampliação de Mercado Maiores Investimentos e Concorrentes no mercado

38 Expansão Anual das Diferentes Áreas da Informática •A taxa de expansão das diferentes áreas da informática tem sido alucinante -Microeletrônica: 45% de aumento no número de dispositivos numa pastilha -Telecomunicações: 78% na expansão da capacidade de faixa passante -Processadores: 100% na expansão da capacidade de processamento -Internet: 250% de expansão no número de usuários -Logicionaria: 4% de expansão no aumento da produtividade •O grande gargalo na maior expansão das tecnologias de informática tem sido a logicionaria. Daí a maior concentração de recursos humanos e esforços de desenvolvimento. Nessas condições, a área de logicionaria será possivelmente a grande absorvedora humanas em alta tecnologia. Porém a generalização das pastilhas inseridas tornará desenvolvimento de logicionaria inseparável do desenvolvimento de circuitaria.

39 COMPORTAMENTO EXPONENCIAL CARACTERISTICO DE FENOMENOS DIFUSÓRIOS UNIDIMENSIONAIS V I Lei de crescimento exponencial Ponto de disparo Valor Significativo

40 Evolução da “Inteligência” inserida Ano Computadores Centrais Sistemas de Compu- tação Pessoal e estações de trabalho Sistemas e pastilhas inseridos

41 K 4K 64K 250K 1M 4M 16M 64M 256M 1G 64G Custo/Mbit tempo Violenta queda de custos dos setores de alta tecnologia de informática

42 OBJETOS INTELIGENTES I •Objetos inteligentes são objetos de qualquer natureza que contém sofisticadas pastilhas de circuito integrado •Características: -Adaptam-se a condições ambientes e reagem de acordo com as circunstâncias -Podem ser conectados diretamente à rede mundial •Tendências: -A enorme queda de custos das pastilhas de Silício possibilitará seu uso em qualquer dispositivo ou objeto -A violenta expansão das telecomunicações possibilitará a conexão de todas as pastilhas à Teia de Âmbito Mundial -O número de pastilhas utilizadas em objetos informatizados é de 10 a 100 vezes superior ao mundo de computadores pessoais

43 OBJETOS INTELIGENTES II •Usos convencionais: –Micros, TVs, Eletrodomésticos e equipamentos de modo geral •Usos não convencionais –Clones eletrônicos –Implantação em animais –Implantação em pacientes –Difusão por todos ambientes sentindo e atuando sobre as condições de vivência –Implantação em seres humanos visando efeitos artísticos especiais •A parafernália eletrônica atingirá tal ordem de magnitude que modificará profundamente nossos hábitos.

44 A MOEDA ELETRÔNICA E O DINHEIRO VIRTUAL

45 Cartões Inteligentes I •Em nível mundial o uso de cartões inteligentes está se generalizando •Futuro próximo ou já em uso -Pagamento do uso de diferentes facilidades -Retirada de recursos em papel moeda -Pagamento automático de pequenas despesas -Uso direto em telefones públicos e pagamento automático de combustíveis -Pagamento direto de meios de transporte individuais -Informações gerais sobre seu possuidor -Reservas internacionais em hotéis -Emissão eletrônica de bilhetes para viagens aéreas

46 CARTÕES INTELIGENTES II •Segunda etapa -Uso em máquinas automáticas de vendas -Uso automático na aquisição de peças de vestiário -Pagamento automático de contas -Transferência automática de recursos através de telefone ou Internet -Uso generalizado de telebanking •Terceira etapa -Realização de telerreservas de forma generalizada -Débito de pagamento de cinemas, teatro e espetáculos públicos -Uso de bilhetes eletrônicos -Uso generalizado na realização de Negócios Eletrônicos •Em muitos países emergentes inclusive o Brasil o uso de cartões inteligentes está sendo normalizado e seu uso em maior escala é só questão de tempo.

47 Moeda Eletrônica •A Moeda Eletrônica no futuro poderá estar baseada em cartões inteligentes contendo pastilhas complexas capazes de enorme capacidade de processamento, de armazenamento de informações e de comunicação com o meio externo. •Os cartões inteligentes –Poderão adquirir qualquer forma, desde anéis e colares até relógios –Poderão identificar seus donos –Poderão pagar qualquer tipo de despesas. Poderão receber pacotes de valores monetários eletrônicos –Poderão transferir pacotes de valores monetários eletrônicos e ser utilizados como moeda corrente. –Poderão ser invalidados remotamente em caso de roubo ou extravio –Poderão computar e capitalizar recursos provenientes de poupança –Poderão realizar investimentos remotamente em qualquer parte do planeta –Poderão conter poupanças locais e em função disso tornar indisponíveis determinados recursos neles existentes –Poderão aconselhar conversacionalmente seu possuidor em relação às melhores aplicações do mercado financeiro •Com a utilização crescente dos cartões de crédito atuais e com a generalização do uso de Smart Cards torna-se óbvia a tendência para uma moeda totalmente eletrônica.

48 Dinheiro Virtual •Com o gigantesco crescimento da teia de comunicações mundial em breve será possível a existência de um dinheiro totalmente virtual identificando-se seu possuidor através de parâmetros biométricos •Características -De qualquer parte o possuidor uma vez identificado por reconhecimento de íris, DNA, ou outro processo biométrico poderá realizar e ordenar operações financeiras -O dinheiro virtual dispensará cartões, anéis ou qualquer outro dispositivo bastando a identificação biométrica do possuidor. -Por simples comando de voz o possuidor poderá realizar desde pequenos pagamentos até volumosas aplicações. -A simples presença do possuidor descontará automaticamente meios de entradas, passagens e despesas correntes. -Poderão também ser feitas transferências pessoas a pessoas com limites de quantias previamente especificadas. -Poderão ser automaticamente detectadas situações de perigo através das medidas biométricas. •O dinheiro virtual completo não apresenta maiores dificuldades tecnológicas do que a moeda eletrônica dependendo sua implantação apenas da capacidade de comunicação.

49 Negócios Eletrônicos •Em dez anos –Um adulto consumirá 30 Gbytes de informações por dia –As Telecomunicações em termos de capacidade expandir-se-ão acima de de vezes em âmbito mundial –Aumento da capacidade dos microcomputadores de 1000 vezes –Crescimento da capacidade das memórias de 100 a 1000 vezes –Crescimento do número de transações via Teia de Âmbito Mundial (W.W.W), vezes –Crescimento de nós da Internet de 100 vezes –Os nós da Internet passarão de 60 milhões no início de 1998 para 6 bilhões no ano 2008 –Existirá virtualmente um nó Internet para cada habitante da terra –Teia de Âmbito Mundial suportada por Infraestrutura que comporta taxas de Transmissão na faixa de Gigabits/s –A faixa mínima de comunicações em um lar típico deverá ultrapassar 30mbits/s. –Sistemas Inteligentes de apoio ao usuário •Em pouco tempo os Negócios Eletrônicos tornar-se-ão o principal meio de realização de transações entre pessoas jurídicas. No varejo em 2003 seu faturamento ultrapassará o faturamento do comércio convencional

50 Principais Tendências da Teia de Abrangência Mundial (WWW) I  O espectro de clientes crescerá explosivamente  A medida que se amplia a densificação da rede, os equipamentos e os dispositivos tornar-se-ão clientes espertos (Smart)  Estações de trabalho  Redes Neurais de Aplicação Específica  Computadores pessoais (PC)  Computadores pessoais em rede (NET-PCs)  Computadores de redes (NCs)  Computadores portáteis sem fio, Lap-Top Sistemas Digitais de Apoio Pessoal (Personal Digital Assistance - PDAs) Computadores de mão (Palm Top)  Cartões Inteligentes  Telefone Celulares  Sistemas de Comunicação Pessoal (PCS)  TVs interativa em rede

51 Principais Tendências da Teia de Abrangência Mundial (WWW) II  A distinção entre rede interna e externa será erodida e a transparência no ponto de vista do cliente externo deverá ser completa  Crescerão as pressões externas para acesso às redes privadas  Comércio eletrônico extra-rede  Transações comerciais com clientes afins  Trabalho no lar e empregados temporários  Trabalho dos funcionários móveis  Trabalho distribuído por redes cooperativas  Produtos personalizados e clientes participativos  Os Negócios Eletrônicos ampliar-se-ão atingindo abrangência planetária. •À medida que os sistemas de comunicação interativa tornem-se mais robustos e mais econômicos atrairão uma avalanche de novos participantes para os Negócios Eletrônicos

52 Principais Tendências da Teia de Abrangência Mundial (WWW) III  Aumento de pressões internas para maior controle da rede  Deve-se proteger as informações e não restringir o acesso à rede  Bases de desenvolvimento  Pesquisas de desenvolvimento  Administração e finanças  Planos de negócios  Gerência de conhecimento  Uma rica variedade de serviços será disponibilizada na rede  As organizações virtuais serão caracterizadas pelos serviços que oferecerem  Representações de clientes com lógica específica  Reaplicação da presença da Teia (Web) incluindo transações  Teleconferências e interatividade de mensagens  Diretórios, Pesquisas, Localização de informação (Data mining)  Alocação de serviços e serviços especialistas  Acesso a processamento de alto desempenho  Extra rede completa  Apresentações 3D e Realidade Virtual •A Teia de Abrangência Mundial será a infraestrutra sobre a qual desenvolver-se-ão miríades de relacionamentos eletrônicos, desde os clientes participativos até os negócios eletrônicos sofisticados.

53 Principais Tendências da Teia de Abrangência Mundial (WWW) IV  Crescimento das disparidades entre faixas passantes  O papel das faixas passantes comutadas ampliar-se-á  Rede Locais (Local Area Network, LAN) e Rede de Ampla Área (Wide Area Network, WAN) operando em gigabit/s  Redes Sistêmicas (System Area Network, SAN) operando com Hiper faixa passante (terabits/s)  Generalização de redes baseadas em fibras ópticas  Capacidade de transmissão de voz e de vídeo interativos  Visualização 3D em tempo real  Crescimento da importância dos dispositivos com faixa passante estreita  O repertório e a disponibilidade de dispositivos expandir-se enormemente  Comunicação sem fio entre 9600b/s e 28,8Kb/s  Teletrabalho (Smal, Office e Home Office, SOHO) entre 28,8 e 128 Kbit/s  Pastilhas inteligentes monitorando seres vivos e coisas inanimadas operando entre 100 a 9600bit/s  Controle de processos de modo geral •A expansão da capacidade de comunicações tanto individual como organizacional sobretudo empresarial alterará profundamente todos os parâmetros que norteiam as atividades humanas.

54 A Emergente Infoeconomia  Condições de ativação  Mobilização para rápida educação e mobilização de recursos humanos para participação na nova economia  Suporte legal de incentivos e pano de fundo previsível para desenvolvimento de negócios  Apoio as pequenas e micro empresas e apoio ao trabalho autônomo  Formação maciça de trabalhadores e estudantes com experiência e base educacional suficientes para atuarem na nova economia digital.  Criar condições para o exercício do teletrabalho  Legislar sobre a Internet tornando-a um ambiente propício para as operações sensíveis e sigilosas.  Incentivar a criação de organizações virtuais de pequeno porte  Desenvolver Educação Virtual para Milhões •Consolidar a base de recursos humanos nacional e criar condições para o desenvolvimento de um robusto ambiente cultural Científico–Tecnológico Virtual. Os bens intangíveis serão o esteio da nova economia

55 Fatores Chaves do Comércio Eletrônico  Ponto de vista da organização  Redução da equipe e de funcionários necessários para a manipulação de pedidos.  Processamento mais rápido e eficiente dos pedidos.  Controle mais eficiente dos fluxos de entrada e saída de mercadorias  Redução superior a 50% no tempo de ciclo do processamento de pedidos  Redução significativa de área e custo da manutenção de lojas, vitrines, shows rooms e catálogos.  Redução de 10 a 15% no custo de localização e fornecimento de itens.  Redução de estoques por transferência direta de pedidos aos fornecedores. Operações “Bem na Hora” (Just in Time)  Redução do capital de giro face à redução de estoques  Diminuição da probabilidade de manutenção de estoque de produtos invendáveis  Acesso rápido a uma pleiâde de fornecedores  Agregação de valor ao produto comercializado •É necessário reconhecer que o Comércio Eletrônico representa um caminho irreversível de automação do setor de serviços, gerando nessa área de atividade intenso desemprego tecnológico.

56 Fatores Chaves do Comércio Eletrônico  Ponto de Vista do Usuário  Acesso direto à loja virtual a partir do lar com visão tridimensional dos produtos e preços.  Aquisição simples de produtos conhecidos e de conveniência como livros, flores, carros, computadores, vinhos, peças de vestuário etc.  Atendimento rápido, entregas rápidas a domicílio.  Evita cansativas visitas a lojas lotadas, mau atendimento, dificultosa localização de produtos.  Permite a seleção dos menores preços e dos melhores fornecedores  Atendimento personalizado  Evita transito congestionado e viagens perdidas em busca de produtos esgotados  Permite uma visão mais detalhada e uma análise mais profunda do produto a ser adquirido  Permite uma simulação virtual do uso  Produtos personalizados •A Infoera criará um consumidor exigente e isolacionista que certamente preferirá navegar na Teia de âmbito Mundial na aquisição de itens e produtos.

57 Fatores Chaves do Comércio Eletrônico  Ponto de Vista Social  Reduz drasticamente o número de postos de trabalho em organizações de médio e grande porte.  Barateia a instalação e organização de serviços virtuais tornando seu custo acessível a grande número de novos participantes.  É ideal para a criação e instalação de micros e pequenos empreendimentos.  Exige conhecimentos mínimos de informática.  Permite o trabalho autônomo e de familiares de forma eficiente.  Possibilidade de organização do trabalho autônomo e de pequenas e micro empresas em redes cooperativas virtuais para melhor atendimento de clientes.  Através das microempresas e do trabalho autônomo pode ser um eficiente absorvedor de mão de obra.  As cadeias comerciais e produtivas de natureza unidimensional com a generalização dos negócios eletrônicos transformar-se-ão em Teias Multidimensionais destruindo a intermediação convencional •Uma legislação eficiente estimulando o teletrabalho autônomo e as micro e pequenas empresas pode em parte compensar o imenso desemprego tecnológico provocado pela automação do setor de serviços

58 NÚMERO DE ANOS PARA ATINGIR 50 MILHÕES DE USUÁRIOS NOS EUA Rádio TV PC Internet Tecnologia Anos

59 PERSPECTIVAS:A COMUNIDADE VIRTUAL

60 Utensílios Domésticos Conectados em Rede I •Num horizonte de dez anos teremos todos utensílios domésticos, sistemas de segurança e monitoramento conectados em rede. Estes dispositivos e utensílios serão de uso extremamente amigável ao ser humano. •Exemplos típicos –Dispositivos de supervisão todos utensílios e dispositivos domésticos para verificação operacional e manutenção. Para este fim, executarão as seguintes funções: –Buscar menor custo –Estabelecer cronogramas de pagamento e execução dos serviços –Automaticamente escolher e solicitar o serviço –Estabelecer programas de manutenção preventiva –Quando o usuário pedir socorro ou emergência, ou quando apertar um botão, ou ainda quando um microssensor implantado em você detectar um problema cardíaco, ou de alta pressão, o dispositivo supervisor aciona automaticamente a emergência hospitalar.

61 Utensílios Domésticos Conectados em Rede –O sistema de mapeamento de seus carros diz a você onde está e pergunta onde você quer ir. -O sistema de alarme do lar detecta emergências, as qualifica e chama automaticamente bombeiros ou a polícia. -Suas utilidades domésticas automaticamente são controladas pela voz, sintonizam-se automaticamente com a chegada do carro. Tais sistemas vão desde fechaduras de portas e armários até sistemas de RV tridimensionais. -São programadas por você diariamente ou na ausência de ordens assumem automaticamente funções tendo em conta seus gostos e sua presença. -O despertador matinal informa automaticamente sobre o tempo e melhores roteiros para o trabalho -O sistema de posicionamento global indica a posição de seus filhos e alerta para regiões perigosas •O automóvel e o lar do futuro tornar-se-ão extremamente amigáveis ao seu proprietário, operando de forma a garantir-lhe o máximo conforto.

62 Era Agropecuária Era Industrial Era Pós- Industrial Infoera Tempo Percentual da população Ex-urbia e pequenas cidades Crescimen to das cidades Crescimento dos subúrbios Urbanização/Desurbanização Mundial

63 BRASIL

64 •Falta de decidida vontade nacional de conhecer e dominar tecnologias de ponta sobretudo as de informática •O país não é socialmente competitivo •Investimento em educação insuficiente e aplicado de forma ineficiente •Nível médio de instrução do brasileiro é muito baixo •Desinformatização quase completa do ensino em todos os níveis •Falta de decidida vontade nacional de conhecer e dominar tecnologias de ponta sobretudo as de informática •O país não é socialmente competitivo •Investimento em educação insuficiente e aplicado de forma ineficiente •Nível médio de instrução do brasileiro é muito baixo •Desinformatização quase completa do ensino em todos os níveis

65 BRASIL •Baixa qualidade média de ensino em todos os níveis e professores mal formados •Falta de tradição em pesquisa científica e sobretudo em pesquisas tecnológicas •Falta de sensibilidade de tecnocratas e políticos para a importância da pesquisa tecnológica científica •Pós-Graduação tecnológica voltada apenas para produção e valores acadêmicos •Baixa qualidade média de ensino em todos os níveis e professores mal formados •Falta de tradição em pesquisa científica e sobretudo em pesquisas tecnológicas •Falta de sensibilidade de tecnocratas e políticos para a importância da pesquisa tecnológica científica •Pós-Graduação tecnológica voltada apenas para produção e valores acadêmicos

66 BRASIL •A informatização média da sociedade é ainda baixa, porém é condição “sine qua non” para a qualidade e para a competitividade •Entretanto causará grandes traumas sociais e desemprego •Falta de parâmetros internos para a medida da qualidade das pesquisas científica tecnológicas aqui desenvolvidas •Desatualização completa do profissional típico •A informatização média da sociedade é ainda baixa, porém é condição “sine qua non” para a qualidade e para a competitividade •Entretanto causará grandes traumas sociais e desemprego •Falta de parâmetros internos para a medida da qualidade das pesquisas científica tecnológicas aqui desenvolvidas •Desatualização completa do profissional típico

67 Área de Consumo •Automóveis “Inteligentes” A eletrônica embarcada ultrapassará os US$ 1.000,00 no automóvel do ano 2000 atingindo cerca de US$ 3.000,00 no ano –Sistema integrado de controle: ignição, freios, suspensão, portas e janelas. –Sistemas de direção e suspensões automáticas –Sistemas de mapeamento e localização via satélites –Sistemas de comunicação pela voz e inteligência artificial –Sistemas de reconhecimento de imagens –Sistemas de Transportes Inteligentes (ITS) •Automóveis “Inteligentes” A eletrônica embarcada ultrapassará os US$ 1.000,00 no automóvel do ano 2000 atingindo cerca de US$ 3.000,00 no ano –Sistema integrado de controle: ignição, freios, suspensão, portas e janelas. –Sistemas de direção e suspensões automáticas –Sistemas de mapeamento e localização via satélites –Sistemas de comunicação pela voz e inteligência artificial –Sistemas de reconhecimento de imagens –Sistemas de Transportes Inteligentes (ITS)

68 Área de Consumo •Eletrodomésticos “Inteligentes” conectados em rede •Sistemas de Multimídia: TV de Alta definição •Sistemas de TV interativa e 3D incorporando Realidade Virtual •Robôs domésticos •Sistemas de supervisão e de entretenimentos domésticos integrados •Eletrodomésticos “Inteligentes” conectados em rede •Sistemas de Multimídia: TV de Alta definição •Sistemas de TV interativa e 3D incorporando Realidade Virtual •Robôs domésticos •Sistemas de supervisão e de entretenimentos domésticos integrados

69 Área de Consumo •Sistemas de supervisão de equipamentos e aparelhos domésticos controlados remotamente •Acesso a rêdes de comunicação de dados com som e vídeos cursos virtuais e bibliotecas virtuais •Serviços virtuais em geral •Sistemas de supervisão de equipamentos e aparelhos domésticos controlados remotamente •Acesso a rêdes de comunicação de dados com som e vídeos cursos virtuais e bibliotecas virtuais •Serviços virtuais em geral

70 INFOERA - Área Empresarial •Necessidade contínua de inovações •Custo de bens, produtos e serviços repetitivos tendendo a zero •Dificuldade de transmissão de mensagens ao consumidor final •O teletrabalho e o trabalho autônomo •Necessidade contínua de inovações •Custo de bens, produtos e serviços repetitivos tendendo a zero •Dificuldade de transmissão de mensagens ao consumidor final •O teletrabalho e o trabalho autônomo

71 INFOERA - Área Industrial •Na próxima década a área industrial será progressivamente automatizada em nível mundial. •Haverá mudança de conceitos de produção e o aparecimento do atendimento personalizado ao cliente. •Conceitos de linha de produção flexível e planejamento deverão generalizar-se. •Na próxima década a área industrial será progressivamente automatizada em nível mundial. •Haverá mudança de conceitos de produção e o aparecimento do atendimento personalizado ao cliente. •Conceitos de linha de produção flexível e planejamento deverão generalizar-se.

72 INFOERA - Área Industrial •No Brasil, a automação industrial ocorrerá com grande defasagem em relação ao exterior. •Aumento considerável o investimento necessário para a geração de empregos per capita •Desemprego em nível mundial será crônico e muito mais acentuado em países sub- desenvolvidos. •No Brasil, a automação industrial ocorrerá com grande defasagem em relação ao exterior. •Aumento considerável o investimento necessário para a geração de empregos per capita •Desemprego em nível mundial será crônico e muito mais acentuado em países sub- desenvolvidos.

73 INFOERA - Área Social •O desemprego será crônico e crescente •Seríssimo problema de aculturação •Necessidade de reeducação e recolocação de enormes contigentes de recursos humanos •Necessidade de desenvolvimento muito rápido de cursos virtuais calcados na tradição e valores brasileiros. •O desemprego será crônico e crescente •Seríssimo problema de aculturação •Necessidade de reeducação e recolocação de enormes contigentes de recursos humanos •Necessidade de desenvolvimento muito rápido de cursos virtuais calcados na tradição e valores brasileiros.

74 INFOERA - Providências •Ressucitar e implantar as idéias do Estado de Bem Estar •Investir em educação em todos os níveis •Investir em Infra-estrutura e obras públicas para absorção de mão de obra. •Financiar e facilitar a implementação de micros e médias empresas sobretudo em alta tecnologia •Ressucitar e implantar as idéias do Estado de Bem Estar •Investir em educação em todos os níveis •Investir em Infra-estrutura e obras públicas para absorção de mão de obra. •Financiar e facilitar a implementação de micros e médias empresas sobretudo em alta tecnologia

75 INFOERA - Providências •Reforma agrária intensa e com suporte sistêmico para a fixação efetiva do homem no campo •Investir em sistemas gerais de comunicação interativa que cubram todo território nacional •Incentivar a informatização da sociedade e o uso de computadores domésticos

76 JOÂO ANTONIO ZUFFO Laboratório de Sistemas Integráveis Escola Politécnica Universidade de São Paulo Av. Luciano Gualberto Trav. 3 N 158 São Paulo SP Brasil CEP Fone Fax A INFOERA:O IMENSO DESAFIO DO FUTURO


Carregar ppt "INFOERA 2001A As Profundas Transformações Decorrentes da Rápida Evolução Cientifica-Tecnológica."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google