A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

De MARC-GILBERT SAUVAJON. Há algum tempo eu vinha procurando um texto que, ao mesmo tempo, fosse divertido, com boa dramaturgia, atraente para atores.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "De MARC-GILBERT SAUVAJON. Há algum tempo eu vinha procurando um texto que, ao mesmo tempo, fosse divertido, com boa dramaturgia, atraente para atores."— Transcrição da apresentação:

1 de MARC-GILBERT SAUVAJON

2 Há algum tempo eu vinha procurando um texto que, ao mesmo tempo, fosse divertido, com boa dramaturgia, atraente para atores e público. “Adorável Julia”, saída do romance “Theatre” de William Somerset Maugham para o teatro pelas mãos do autor francês Marc-Gilbert Sauvajon, se encaixa perfeitamente nestes quesitos: é um texto inglês, com ótima carpintaria e um interessante jogo teatral – é teatro dentro do teatro. As personagens são muito bem estruturadas e foi um grande sucesso nos palcos europeus, transformando-se em filme há poucos anos. A história se passa na primeira metade do século XX o que já é garantia de belos figurinos e uma deliciosa trilha musical. Julia Lambert é uma personagem perfeita para minha idade e meu momento profissional, mas como uma orquestra não funciona sem um maestro tão importante quanto o texto é a direção, que vai dar vida e personalidade a este espetáculo. Antes mesmo de escolher “Adorável Julia” eu já queria muito levar para o teatro uma feliz parceria de três trabalhos consecutivos em TV com Wolf Maia. Ele é, indiscutivelmente, um dos melhores diretores de teatro e TV, gosta de atores e os dirige com extrema competência, generosidade e sua criatividade é um dos pontos altos em todos os seus trabalhos. É este o nosso maestro! A adaptação ficou por conta de Miguel Paiva, autor de vários livros, peças teatrais e personagens de sucesso reconhecido. Além de parceiros na vida já realizamos alguns trabalhos juntos num encontro profissional muito feliz. Queria também trabalhar com o ator Herson Capri, perfeito para o papel de Michel Lambert. Além de ótimo ator com trabalhos importantes em teatro, cinema e TV é mais uma parceria que pretendo levar para o teatro. Pronto! É com esta turma à frente do projeto que nasce a montagem de “Adorável Julia”. Espero que o prazer que teremos em cena chegue ainda maior ao público que – com certeza – vai se divertir com a alegria, elegância e qualidade deste texto. Boa sorte para todos nós!

3 TEXTO ORIGINAL DE MARC-GILBERT SAUVAJON Baseado no romance “Theater” de Somerset Maugham Tradução & Adaptação ~ Miguel Paiva com Angela Vieira Herson Capri & seis atores Direção ~ Wolf Maia Cenários e Figurinos ~ Fabio Namatame Iluminação ~ Paulo César Medeiros Produção ~ Axion Produtores Associados

4 Júlia Lambert é uma diva do teatro francês nos anos 20 do século passado. Casada com Michel Lambert, grande diretor e produtor teatral, procura a todo custo se manter bela e jovial apesar da idade que a coloca no patamar das grandes estrelas maduras. Julia acaba se envolvendo com o jovem Jean Paul, admirador e fã além de amigo de seu filho Roger, que usa todo o seu poder de sedução para envolver Julia e no fundo conseguir um lugar na companhia para sua namorada, a inconseqüente Cris. Julia e Michel estão em fase de montagem de um novo espetáculo. Julia, com toda a sua esperteza e sabedoria percebe o jogo de Jean Paul e finge aceitar a jovem Cris como pretendente ao papel. Cris é aceita e Julia se comporta como se dela fosse a participação mais engraçada e envolvente do espetáculo. Cris não percebe e acaba sendo vítima de uma deliciosa vingança armada por Júlia que acaba atingindo todos, Jean Paul, a pobre Cris e até mesmo seu marido Michel que também acaba se envolvendo pela bela Cris.

5 Atriz e bailarina, Angela Vieira iniciou sua carreira na televisão participando do inesquec í vel Planeta dos Homens. A partir de então, têm atuado nas mais importantes produ ç ões nacionais do teatro, cinema e televisão. Recentemente participou dos filmes Zuzu Angel, de Sergio Rezende e Gatão de Meia Idade de Antonio Carlos Fontoura; na TV est á no ar em Cobras e Lagartos e em 2005 teve premiada atua ç ão (Super Cap de Ouro) em Senhora do Destino, ambas com dire ç ão de Wolf Maia. Presen ç a constante nos projetos especiais da Rede Globo, Angela atuou em Sai de Baixo, Brava Gente, Os Normais e Carga Pesada, entre outros.

6 Nascido em Curitiba, Herson Capri come ç ou atuando no teatro amador. Herson tem quase 40 anos de carreira art í stica atuando no cinema, televisão e no teatro cuja importância o ator procura real ç ar. Ricardo III de Shakespeare com dire ç ão Antunes Filho foi um de seus primeiros trabalhos profissionais. No teatro foi dirigido por Moacir G ó es (Abelardo e Heloisa), Jos é Possi (Gilda um projeto de vida), Gianni Rato (Ladrão que rouba ladrão), Gianfrancesco Guarnieri e Flavio Rangel entre outros. Desde os anos 80 é contratado pela TV Globo onde fez in ú -meras novelas e mini series de sucesso. Atualmente est á em cartaz em São Paulo com o espet á culo O Marido Ideal, dirigido por Victor Garcia Peralta, contracenando com Edwin Luisi e Jacqueline Laurence.

7 Cartunista, escritor, roteirista de cinema e TV, ilustrador, diretor e comentarista de TV, Miguel Paiva é um escritor que lida essencialmente com o comportamento, as rela ç ões afetivas e amorosas e os modismos da sociedade, sempre com humor. Seus personagens principais, a Radical Chic e o Gatão de Meia-Idade viraram í cones e por causa disso são usados freq ü entemente em campanhas de sa ú de, cidadania e outras similares. Ambos são protagonistas de uma Cartilha do Minist é rio da Sa ú de sobre preven ç ão à Aids que j á teve editados e distribu í dos mais de 600 mil exemplares. No teatro escreveu Band-Age (com Z é Rodrix), A Presen ç a de Guedes, Lavanderia Brasil – em cartaz, entre outras. Na televisão é autor e roteirista de Malha ç ão, Radical Chic e Esta ç ão Globo – 40 anos de Rock.

8 Renomado diretor de televisão, teatro e musicais, Wolf Maia, participa h á mais de 20 anos do cen á rio art í stico brasileiro. Na televisão recentemente dirigiu Cobras & Lagartos, Senhora do Destino e Kubanacan. No teatro seus ú ltimos trabalhos foram: O Musical dos Musicais, Curta Com é dia e Eu Te Amo, Você é Perfeita, Agora Muda. O Diretor Wolf Maya consagrou-se como o maior diretor de musicais do Brasil e abriu em 2001 uma Escola Profissionalizante para atores de teatro e televisão em São Paulo.

9 UMA COTA DE R$ ,00 (Quatrocentos mil reais) Cota de convites durante a temporada; Pr é -estr é ia para convidados do Patrocinador Master; Possibilidade de distribui ç ão de produtos; Possibilidade de coloca ç ão de merchandising na entrada do Teatro; P á gina PB no programa do espet á culo com tiragem de exemplares; Logomarca do patrocinador como “ Apresenta ” no banner do espet á culo exposto na fachada do Teatro; Banner do patrocinador no saguão do Teatro; Logomarca do patrocinador como “ Apresenta ” em todo material impresso: programas, convites formato postal e filipetas. Logomarca do patrocinador como “ Apresenta ” nos seguintes an ú ncios do jornal O Globo: 1 an ú ncio lan ç amento: Segundo Caderno – Cor – 80 cm 2 an ú ncios lan ç amento: Segundo Caderno – 45 cm 8 an ú ncios manuten ç ão: Rio Show – 30 cm

10 COTAS DE R$ ,00 (Duzentos mil reais) Cota de convites durante a temporada; Possibilidade de distribui ç ão de produtos; Possibilidade de coloca ç ão de merchandising na entrada do Teatro; P á gina PB no programa do espet á culo com tiragem de exemplares; Logomarca do patrocinador como “ Patroc í nio ” no banner do espet á culo exposto na fachada do Teatro; Banner do patrocinador no saguão do Teatro; Logomarca do patrocinador como “ Patroc í nio ” em todo material impresso: programas, convites formato postal e filipetas. Logomarca do patrocinador como “ Patroc í nio ” nos seguintes an ú ncios do jornal O Globo: 1 an ú ncio lan ç amento: Segundo Caderno – Cor – 80 cm 2 an ú ncios lan ç amento: Segundo Caderno – 45 cm 8 an ú ncios manuten ç ão: Rio Show – 30 cm

11 COTAS DE R$ ,00 (Cinquenta mil reais) Cota de convites durante a temporada; Possibilidade de distribui ç ão de produtos; Possibilidade de coloca ç ão de merchandising na entrada do Teatro; Logomarca do patrocinador como “ Apoio ” no programa do espet á culo – exemplares; Logomarca do patrocinador como “ Apoio ” no banner do espet á culo exposto na fachada do Teatro; Logomarca do patrocinador como “ Apoio ” em todo material impresso: programas, convites no formato postal e filipetas. Logomarca do patrocinador como “ Apoio ” nos seguintes an ú ncios do jornal O Globo: 1 an ú ncio lan ç amento: Segundo Caderno – Cor – 80 cm 2 an ú ncios lan ç amento: Segundo Caderno – 45 cm 8 an ú ncios manuten ç ão: Rio Show – 30 cm

12 R$ ,00 (Investimento para temporada de 4 meses) Este projeto foi aprovado no MINC - PRONAC nº no valor de R$ ,20 e está tramitando na Secretaria Estadual de Cultura do Rio de Janeiro com vistas a receber incentivos fiscais através da Lei do ICMS.

13 Seis sessões do espet á culo Ador á vel J ú lia serão apresentadas gratuitamente para alunos do segundo grau da rede p ú blica de ensino quando aplicaremos as a ç ões previstas no Projeto Escola no Teatro. Este projeto tem como referência e orienta ç ão te ó rica os Parâmetros Curriculares Nacionais. A aprecia ç ão cr í tica é condi ç ão necess á ria à constitui ç ão social e cultural dos jovens e ao desenvolvimento pleno da arte. Assim, um projeto educativo voltado sobretudo para a freq ü ência de escolas a espet á culos teatrais justifica-se pela forma ç ão de um p ú blico cr í tico, al é m de cidadãos criativos e participantes na constru ç ão de sua sociedade. Somente a freq ü ência aos eventos art í sticos não assegura ao estudante a oportunidade de elaborar criticamente aquilo que ele viu ou presenciou é necess á rio oferecer um atendimento diferenciado. Este projeto foi elaborado por uma equipe de arte-educadores onde a ç ões e materiais serão produzidos de maneira a potencializar o valor educativo e formativo da aprecia ç ão do espet á culo, contribuir para seu desdobramento na escola, acompanhando o resultado que a ida ao teatro produz na comunidade escolar.

14 PÚBLICO ALVO Alunos e professores da rede de ensino do Rio de Janeiro, em especial da pública e do Ensino Fundamental e Médio. OBJETIVOS Possibilitar o acesso de estudantes das escolas do Rio de Janeiro a espetáculos de porte e qualidade, promover a formação de platéias e ampliar as pers-pectivas culturais e artísticas dos alunos, incentivando neles a formação de uma mentalidade crítica e ética, fundamental ao exercício da cidadania; Criar um espaço de relação entre instituições educacionais e espaços culturais além de valorizar a criatividade dos estudantes e professores. METODOLOGIA As ações abaixo serão implementadas para realizar a aproximação com as escolas: Agendamento prévio das escolas; Encontros com professores antes do espetáculo e remessa de material aprofundando as informações sobre o espetáculo, com sugestões e textos que subsidiem uma boa preparação dos alunos para que a apresentação possa ser aproveitada ao máximo pelos estudantes e professores; Confecção e distribuição de um Programa especialmente elaborado para esse público contendo informações, curiosidades e atividades lúdicas sobre o espetáculo.

15 Iniciou suas atividades em Dedicando-se prioritariamente à elabora ç ão e realiza ç ão de projetos na á rea de espet á culos art í sticos e do pensamento contemporâneo. No âmbito da dan ç a, assinou diversas produ ç ões, incluindo espet á culos dirigidos e coreografados por M á rcia Hayd é e, Natalia Makarova, Enrique Martinez e Dalal Achcar. Em parceria com a Dell ’ Arte, produziu a turnê do Tokyo Ballet pelo Brasil e ao Teatro Colon, de Buenos Aires. De 1999 a 2002, participou da produ ç ão de espet á culos de bal é da programa ç ão oficial do Theatro Municipal do Rio de Janeiro. Em parceria com O Globo e a Dell ’ Arte, na s é rie O Globo em Movimento (2000 e 2001), trouxe companhias como o Ballet de Hamburgo, Compagnie Montalvo-Hervieu, B é jart Ballet Lausane, Kirov Ballet. Na á rea l í rica, a Axion produziu as ó peras Candide, em 2000, e La sonnambula, em 2001, integrantes da programa ç ão oficial do TMRJ. Foi respons á vel pela coordena ç ão geral e produ ç ão do V e VI Festivais Amazonas de Ó pera onde assinou a produ ç ão de Manon, La boh è me, A flauta m á gica, A ó pera dos 3 vint é ns, Cavalleria rusticana, Die Walk ü re, Zap – O resumo da ó pera, Don Giovanni, a in é dita Condor, de Carlos Gomes e Magdalena. Iniciada no ano de 2002, a parceria com a dupla Charles M ö eller e Claudio Botelho leva a Axion a ingressar no mundo dos musicais. Os espet á culos Suburbano cora ç ão, de Naum Alves de Souza e Chico Buarque; Tudo é jazz!, de Kander & Ebb; Cristal Bacharach, com m ú sicas de Burt Bacharach; Lupic í nio e outros amores, Lado a lado com Sondheim (2005 CCBB Rio e 2006 CCBB Bras í lia) de Stephen Sondheim tra ç am a trajet ó ria dos ú ltimos anos. O grande marco desta parceria se deu com a montagem da Ó pera do malandro, de Chico Buarque, fenômeno do teatro musical carioca, no Rio de Janeiro, São Paulo e Portugal em 2003/2004/2005/2006. Em 2006 a Axion e Moeller & Botelho lan ç am Ó pera do malandro em Concerto apresentada no Teatro Leblon e com a CIE Brasil Sweet Charity de Bob Fosse com Claudia Raia e grande elenco.

16 AXION PRODUTORES ASSOCIADOS Tel: (21) e Fax: (21)


Carregar ppt "De MARC-GILBERT SAUVAJON. Há algum tempo eu vinha procurando um texto que, ao mesmo tempo, fosse divertido, com boa dramaturgia, atraente para atores."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google