A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Material elaborado para utilização exclusiva nos cursos do IBGC. 11 Palestrante : Paulo Conte Vasconcellos Fone: (11) 5181-6845

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Material elaborado para utilização exclusiva nos cursos do IBGC. 11 Palestrante : Paulo Conte Vasconcellos Fone: (11) 5181-6845"— Transcrição da apresentação:

1 Material elaborado para utilização exclusiva nos cursos do IBGC. 11 Palestrante : Paulo Conte Vasconcellos Fone: (11) Avaliação e Remuneração dos Executivos

2 Material elaborado para utilização exclusiva nos cursos do IBGC. 22 Este Módulo Contém: Avaliação de desempenho dos executivos Política de remuneração Remuneração dos executivos Melhores práticas da comissão de remunerações

3 Material elaborado para utilização exclusiva nos cursos do IBGC. 33 Pg Este Módulo contém2 Objetivos do módulo5 Gestão6 1.1 – Os princípios da OCDE Atribuições Indicação dos Administradores Avaliação do Administrador Delegado e da Comissão Executiva – Brainstorm: avaliação do Administrador Delegado – Critérios de Avaliação do Administrador Delegado – Questões sobre avaliação do Administrador Delegado – Modelo de avaliação de desempenho do Adm. Delegado – Modelo de avaliação – Estratégia Modelo de avaliação – Execução16 Melhores Práticas Para o Conselho de Administração

4 Material elaborado para utilização exclusiva nos cursos do IBGC. 4 Melhores Práticas Para o Conselho de Administração Pg Modelo de avaliação – Liderança Remuneração dos executivos – Políticas de remuneração: Princípios da NACD – Fatores de remuneração – Remuneração executiva: estrutura – Melhores práticas da Comissão de Remuneração – Sinais de Alerta para os conselheiros – Idéias e Iniciativas24 2- Bibliografia25

5 Material elaborado para utilização exclusiva nos cursos do IBGC. 55 Objetivos do Módulo Ao final deste módulo, os participantes serão capazes de: Identificar e implementar ações apropriadas baseadas na avaliação do desempenho Usar indicadores de performance para avaliar e remunerar Administradores Delegados e executivos

6 Material elaborado para utilização exclusiva nos cursos do IBGC Gestão

7 Material elaborado para utilização exclusiva nos cursos do IBGC Os Princípios da OCDE O Conselho deve cumprir determinadas funções, incluindo: “Seleção, remuneração, monitoramento e, quando necessário, substituição dos executivos; e supervisão do planejamento de sucessão... “Alinhamento da remuneração dos executivos e do conselho com os interesses de longo prazo da empresa e de seus acionistas”.

8 Material elaborado para utilização exclusiva nos cursos do IBGC. 88 O Administrador Delegado é responsável pela gestão da organização e coordenação da Comissão Executiva; Ele atua como elo entre a Comissão Executiva e o Conselho de Administração; É o responsável ainda pela execução das diretrizes fixadas pelo Conselho de Administração e deve prestar contas a este órgão; O Administrador Delegado, em conjunto com os outros administradores e demais áreas da companhia, é responsável pela elaboração e implementação de todos os processos operacionais e financeiros, após aprovação do Conselho de Administração Atribuições

9 Material elaborado para utilização exclusiva nos cursos do IBGC. 99 Cabe ao Administrador Delegado a indicação dos administradores internos e a proposição de suas respectivas remunerações para aprovação do Conselho de Administração. 1.3 – Indicação dos Administradores

10 Material elaborado para utilização exclusiva nos cursos do IBGC. 10 O Administrador Delegado deve ser, anualmente, avaliado pelo Conselho de Administração. Ele é responsável pelo processo de avaliação da Comissão Executiva, que deve ser compartilhado com o Conselho de Administração — neste caso, por meio da Comissão de Remunerações ou de Recursos Humanos, se houver. 1.4 – Avaliação do Administrador Delegado e da Comissão Executiva

11 Material elaborado para utilização exclusiva nos cursos do IBGC Brainstorm: Avaliação do Administrador Delegado Que questionamentos os conselheiros devem fazer para avaliar o desempenho do Administrador Delegado?

12 Material elaborado para utilização exclusiva nos cursos do IBGC Critérios de Avaliação do Administrador Delegado Desempenho de acordo com os objetivos estabelecidos Progresso em direção aos objetivos estratégicos Condução dos negócios, valores e integridade Combinação entre as competências do Administrador Delegado e as necessidades atuais e futuras da empresa Habilidades de liderança - como a equipa executiva responde ao Administrador Delegado como seu líder Aptidão física e psicológica Qualidade de relacionamento com os outros membros do conselho

13 Material elaborado para utilização exclusiva nos cursos do IBGC. 13 O Administrador Delegado: Tem sido responsável pelo consistente cumprimento das metas e objetivos da empresa? Tem sido responsável pela consistente cultura interna e políticas da empresa? Desenvolveu, motivou e reteve uma equipa executiva forte? Assegurou que os recursos de capital da empresa sejam suficientes e alocados corretamente? Forneceu uma liderança interna e externa positiva para funcionários, clientes, acionistas e fornecedores? Assegurou a implementação pela empresa de uma estratégia de longo prazo que maximize oportunidades e considere riscos? Quais são os principais desafios futuros do Administrador Delegado? Quais as oportunidades de melhorias por parte do Administrador Delegado? Questões sobre Avaliação do Administrador Delegado

14 Material elaborado para utilização exclusiva nos cursos do IBGC – Modelo de Avaliação de Desempenho do Administrador Delegado Estratégia Execução Liderança

15 Material elaborado para utilização exclusiva nos cursos do IBGC – Modelo de Avaliação - Estratégia

16 Material elaborado para utilização exclusiva nos cursos do IBGC – Modelo de Avaliação - Execução

17 Material elaborado para utilização exclusiva nos cursos do IBGC – Modelo de Avaliação - Liderança

18 Material elaborado para utilização exclusiva nos cursos do IBGC. 18 A remuneração total da Comissão Executiva deve estar vinculada a resultados; As organizações devem ter um procedimento formal e transparente de aprovação de suas políticas de remuneração e benefícios aos executivos; As metas e as premissas de eventual remuneração variável devem ser mensuráveis e passíveis de serem auditadas. 1.4 – Remuneração dos Executivos

19 Material elaborado para utilização exclusiva nos cursos do IBGC. 19 Determinada pelo conselho e divulgada aos acionistas Alinhada aos interesses de longo prazo dos acionistas Usada para motivar o comportamento dos executivos Adequada ao tempo e esforço que o executivo dedica Abordada em uma base ampla e não como um leque de partes separadas Políticas de Remuneração: Princípios da NACD

20 Material elaborado para utilização exclusiva nos cursos do IBGC Fatores de Remuneração Performance financeira da empresa Realização de objetivos estratégicos e metas operacionais Escopo das responsabilidades do executivo Habilidades pessoais, outras características do executivo Níveis de remuneração na empresa e na indústria

21 Material elaborado para utilização exclusiva nos cursos do IBGC Remuneração Executiva: Estrutura Remuneração garantida pela qualidade do trabalho Salário Base Salário Base Salário Base Salário Base Benefícios + Benefícios da empresa + Bônus em dinheiro de 50 – 150% Bônus Desempenho a longo prazo Desempenho a curto prazo Incentivos a longo prazo + Remuneração em dinheiro Bônus de equidade??? Opções; shares com restrições Medida segura; previdência privada; pagamento por serviços; seguro de vida; benefícios especiais

22 Material elaborado para utilização exclusiva nos cursos do IBGC Melhores Práticas da Comissão de Remuneração As melhores práticas sugerem: A comissão de remunerações é compreendida por uma maioria de administradores independentes Os consultores externos e independentes de firmas de remuneração executiva devem sempre que possível serem contractados para fornecer recomendações A comissão de remunerações define um pacote de baseado em uma compreensão profunda da estratégia e das metas da empresa; o pacote alinha os incentivos para os executivos com os interesses dos acionistas A comissão de remunerações realiza testes e recomenda um plano de remuneração executiva ao conselho para discussão e aprovação final

23 Material elaborado para utilização exclusiva nos cursos do IBGC Sinais de Alerta Para os Conselheiros Os membros da comissão de remunerações são independentes? Os membros da comissão de remunerações têm experiências diferentes? A comissão de remunerações retêm um consultor? A comissão de remunerações usa outras fontes além de confiar em pesquisas? A remuneração dos executivos está relacionada à performance? Os pacotes de remuneração são testados?

24 Material elaborado para utilização exclusiva nos cursos do IBGC Idéias e Iniciativas Eu pretendo tomar as seguintes decisões quando retornar à minha organização: Os obstáculos que podem impedir que eu execute essas idéias são: As ações para contornar os problemas que antecipo são:

25 Material elaborado para utilização exclusiva nos cursos do IBGC. 25 BATTS, Warren L. and STOBAUGH, Robert B; The role of the board in corporate strategy – Report of the NACD Blue Ribbon Commission, National Association of Corporate Directors (NACD), COLLINS Jim, tradução Maurette Brandt, Good to Great – Empresas feitas para vencer, 12ª ed., São Paulo, Ed. Campus, COLLINS Jim. How the might fall and why some companies never give in, New York, Harpers Collins Publihers, GILSON, Stuart C.. Creating value through corporate restructuring, Boston, Ed. Wiley, Bibliografia

26 Material elaborado para utilização exclusiva nos cursos do IBGC. 26 KAPLAN, Robert S.; NORTON, David P., Mapas estratégicos. 11ª ed., Rio de Janeiro, Ed. Campus, MONTGOMERY, Cynthia A.; PORTER, Michael E., tradução de Bazan Tecnologia e Linguística. Estratégia: a busca da vantagem competitiva. 18ª reimpressão, Rio de Janeiro, Ed. Campus, PORTER, Michael E., tradução Afonso Celso da Cunha Serra. Competição – edição revista e ampliada, Rio de Janeiro, Ed. Campus, PORTER, Michael E., Vantagem Competitiva, 23ª ed., Rio de Janeiro, Ed. Campus, PRAHALAD, C. K.; HAMEL, Gary, tradução de Outras Palavras. Competindo pelo futuro. 27ª reimpressão, Rio de Janeiro, Ed. Campus, Bibliografia


Carregar ppt "Material elaborado para utilização exclusiva nos cursos do IBGC. 11 Palestrante : Paulo Conte Vasconcellos Fone: (11) 5181-6845"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google