A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

AGENDA 21 EMPRESARIAL POLÍTICAS DE RSA E AS. “A era da procrastinação, das meias-medidas, dos expedientes que acalmam e confundem, a era dos adiamentos.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "AGENDA 21 EMPRESARIAL POLÍTICAS DE RSA E AS. “A era da procrastinação, das meias-medidas, dos expedientes que acalmam e confundem, a era dos adiamentos."— Transcrição da apresentação:

1 AGENDA 21 EMPRESARIAL POLÍTICAS DE RSA E AS

2 “A era da procrastinação, das meias-medidas, dos expedientes que acalmam e confundem, a era dos adiamentos está chegando ao fim. Estamos chegando à era das conseqüências”. Winston Churchill, 1936.

3 Capítulo 30: Fortalecimento do Papel do Comércio e da Indústria Comércio e da Indústria. Capítulo 30: Fortalecimento do Papel do Comércio e da Indústria Comércio e da Indústria. “(...) O comércio e a indústria, inclusive as empresas transnacionais e suas organizações representativas, devem participar plenamente da implementação e avaliação das atividades relacionadas com a Agenda 21”. Agenda 21 Global

4 Objetivo 02: Ecoeficiência e Responsabilidade Social das Empresas. “(...) A ecoeficiência nas empresas tem como principal ponto de referência as multinacionais, as estatais ou ex- estatais, cujo tamanho e importância justificam a adoção de práticas exemplares que divulgam e dão prestígio nacional e internacional”. Agenda 21 Brasileira

5 É um processo... “Até bem pouco tempo atrás, os ambientalistas apenas cobravam políticas ambientais dos economistas. Hoje, os ambientalistas tem propostas econômicas para o meio ambiente”. Marina Silva.

6 Conceituando... É um instrumento de planejamento – democrático e participativo -, que incorpora nos seus negócios e atividades elementos da sustentabilidade, privilegiando as questões sociais e ambientais na elaboração das políticas de ação interna e externa da empresa. Agenda 21 Empresarial

7 Agenda 21 Brasileira Objetivo 02 a. Adoção dos princípios da ecoeficiência e da RSA, incorporando valores éticos e culturais no processo de decisão. b. Promover parcerias que impliquem em cooperação tecnológica para a produção mais limpa. c. A empresa deve ser um agente de controle ambiental: incentivar a ecoeficiência com mecanismos de certificação. d. Adotar procedimentos para minimizar efeitos nas áreas de saúde e meio ambiente. Ações e Recomendações

8 Agenda 21 Brasileira Ações e Recomendações Objetivo 02 e. Recuperar passivos por meio de Termo de Ajuste de Conduta. f. Funcionários e dirigentes: capacitação, conscientização e educação – agentes promotores da ecoeficiência na empresa. g. Promover parcerias: universidades, institutos de pesquisas, governo, sociedade e empresas. h. Integrar as empresas brasileiras à ação internacional pelo desenvolvimento sustentável.

9 Agenda 21 Empresarial 1. Qualificar e induzir a implementação das políticas de RSA. 2. Subsidiar os tomadores de decisões. 3. Fortalecer as bases da economia no rumo da sustentabilidade. 4. Disseminar as políticas de ecoeficiência junto às demais empresas. 5. Influenciar nos indicadores de desenvolvimento sustentável. 6. Estimular a criatividade e criar as bases para as inovações tecnológicas. Serve para...

10 Agenda 21 Empresarial 7. Papel pró-ativo no processo de transição de modelos de desenvolvimento. 8. Em relação a concorrência: qualificar e suas práticas negociais e suas atividades Facilitar a participação da empresa nos processos de desenvolvimento sustentável nas áreas de entorno, interesse e atuação da empresa. Serve para...

11 Consenso Internacional: a.Financiadores de Programas, Projetos e Ações: mais exigentes. b.ONGs e Movimentos Sociais: atuação qualificada e em rede. c.Consumidores: apreendendo instrumentos legais. d.Documentos Internacionais: pactos, acordos, cartas. e.Política socioambiental: um elemento de disputa. f.Governos: cobrança da sociedade. A pressão aumenta!

12 Consenso Internacional: A pressão aumenta! g. g.WBCSD: 1995 – melhorando a rentabilidade com responsabilidade social (energia e poluentes). h. h.Pnuma: políticas cada vez mais abrangentes. i. i.Pacto Global: promoção de valores humanos, laborais e ambientais. j. j.Princípios do Equador: políticas e diretrizes orientadoras de investimentos.

13 Consenso Internacional: A pressão aumenta! k. k.Empresas: mecanismo de desenvolvimento limpo, ecoeficência, rsa. l. l.Legislação: um apelo ambiental de proteção. m. m.Contabilidade empresarial: rever conceitos de ativo e passivo. n. n.Refugiados ambientais: uma utopia possível.

14 Compromisso Nacional Agenda 21: Construção da sustentabilidade. Política socioambiental: uma transversalidade necessária. CEBDS: desenvolvimento sustentável no meio empresarial: ecoeficiência. Aqui também tem pressão!

15 Compromisso Nacional Instituto Ethos: gerir negócios de forma sustentável. Indicadores Ethos: mede o grau de efetivação das políticas de RSA. Órgãos ambientais: uma preocupação de gestores e empresários Aqui também tem pressão!

16 Atitude ! A sobrevivência das organizações públicas ou privadas está assentada na capacidade de atualizar o modelo de gestão, incorporando as diretrizes e os pressupostos da sustentabilidade em todas as fases de suas atividades. Mexa-se! Comece agora, comece por você!

17 “Para nós, o verde da ecologia traz o verde do dinheiro. Estamos em um período em que a melhora ambiental levará à lucratividade”. “Para nós, o verde da ecologia traz o verde do dinheiro. Estamos em um período em que a melhora ambiental levará à lucratividade”. Jeffrey R. Immelt, presidente da GE. A VISÃO DO CAPITAL

18 Agenda 21 Empresarial - Mais lucratividade - Mais qualidade de vida - Melhor relação com clientes - Melhor relação com fornecedores - Fortalecimento da cidadania empresarial - Desenvolvimento de mecanismos de produção limpa - Condições e facilidades para a tomada de recursos. - Construção de uma melhor imagem institucional na sociedade. - Participação ativa no processo de desenvolvimento sustentável local. AGENDAAGENDA 21 21AGENDAAGENDA AGENDAAGENDA 21 21AGENDAAGENDA Reduzindo a pressão.

19 Construindo a Agenda 21 Empresarial a. Conhecer a Agenda 21. b. Decisão política. c. Definir o setor de articulação do processo. d. Parcerias, democracia e participação de todos. a. Conhecer a Agenda 21. b. Decisão política. c. Definir o setor de articulação do processo. d. Parcerias, democracia e participação de todos. Elementos Imprescindíveis: na teoria e na prática. Mãos à Obra!

20 Construindo a Agenda 21 Empresarial e. Leitura correta do papel da empresa. f. Análise das possibilidades e das dificuldades. g. Visão inercial e visão de futuro. h. Sensibilização, mobilização, comunicação. Sempre! e. Leitura correta do papel da empresa. f. Análise das possibilidades e das dificuldades. g. Visão inercial e visão de futuro. h. Sensibilização, mobilização, comunicação. Sempre! Mãos à Obra! Elementos Imprescindíveis: na teoria e na prática.

21 Mãos à Obra! “A compreensão e a importância desse processo terá tempos diferentes para pessoas e para setores”. Construindo a Agenda 21 Empresarial Resultados de curto prazo = combust í vel limpo para o sucesso.

22 Mãos à Obra!  Internalização de conceitos.  Políticas transversais.  Levantamento das práticas corporativas de rsa.  Diálogo com a sociedade.  Funcionário = construtor de um projeto sustentável.  Agente de um mundo novo.  Empresa e comunidade: apenas caminhos coletivos. Construindo a Agenda 21 Empresarial

23 Uma Mentira Conveniente “O homem nasceu para dominar a natureza” “O homem nasceu para dominar a natureza”

24 Ary da Silva Martini Consultor Socioambiental Agenda 21 Empresarial Fones: (61) Celular: (61)


Carregar ppt "AGENDA 21 EMPRESARIAL POLÍTICAS DE RSA E AS. “A era da procrastinação, das meias-medidas, dos expedientes que acalmam e confundem, a era dos adiamentos."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google