A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Aluno (a): Ana Paula Krolow Bonetz Curso: Auxiliar em Saúde Bucal – ASB Disciplina: Informática Aplicada I – Atividade 2 Orientador: Nilzo Machado.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Aluno (a): Ana Paula Krolow Bonetz Curso: Auxiliar em Saúde Bucal – ASB Disciplina: Informática Aplicada I – Atividade 2 Orientador: Nilzo Machado."— Transcrição da apresentação:

1 Aluno (a): Ana Paula Krolow Bonetz Curso: Auxiliar em Saúde Bucal – ASB Disciplina: Informática Aplicada I – Atividade 2 Orientador: Nilzo Machado

2

3 Uma boa higiene bucal é a melhor forma de prevenir :  Caries  Gengivite  Mau hálito e outros problemas na boca.

4 O que é uma boa higiene bucal? Hálito puro e sorriso saudável são resultados de uma boa higiene bucal. Isso significa que com uma boa higiene bucal adequada:  Seus dentes ficam limpos e livres de resíduos alimentares.  A gengiva não sangra nem dói durante a escovação e o uso do fio dental.  O mau hálito deixa de ser um problema permanente.

5 Uma boa escovação deve durar, no mínimo 2 minutos, a maioria das pessoas não chega nem perto desse tempo. Para você ter ideia de quanto tempo você está escovando os dentes, use um relógio da próxima vez que for escovar seus dentes. Escove seus dentes com movimentos suaves e curtos, nunca se esqueça da margem gengival, os dentes posteriores, que são os mais difíceis de alcançar e para as áreas situadas ao redor de restaurações e coroas. Concentre-se na limpeza de cada setor da boca, da seguinte maneira:  Escove as superfícies voltadas para a bochecha dos dentes superiores e, depois, dos inferiores.  Escove as superfícies internas dos dentes superiores e, depois, dos inferiores.  Em seguida, escove as superfícies de mastigação.  Para ter hálito puro, escove também a língua, local onde muitas bactérias ficam alojadas. Qual a maneira certa de escovar seus dentes?

6 Quando você o usa corretamente, o fio dental remove a placa bacteriana e os resíduos de alimentos das áreas onde a escova dental não alcança facilmente, como, por exemplo, a linha da gengiva e as áreas entre os dentes. É altamente recomendável o uso diário do fio dental, uma vez que a placa bacteriana pode levar ao aparecimento de cáries e doenças gengivais. Para usar o fio dental de maneira correta faça o seguinte:  Enrole aproximadamente 40 centímetros do fio ao redor de cada dedo médio, deixando uns dez centímetros entre os dedos.  Segurando o fio dental entre o polegar e indicador das duas mãos, deslize-o levemente para cima e para baixo entre os dentes.  Passe cuidadosamente o fio ao redor da base de cada dente, ultrapassando a linha de junção do dente com a gengiva. Nunca force o fio contra a gengiva, pois ele pode cortar ou machucar o frágil tecido gengival.  Utilize uma parte nova do pedaço de fio dental para cada dente a ser limpo.  Para remover o fio, use movimentos de trás para frente, retirando-o do meio dos dentes. Qual a maneira correta de usar o fio dental?

7 Placa bacteriana é uma película pegajosa e incolor, formada por açúcares e bactérias, que se forma sobre os dentes. Por termos bactérias presentes a todo instante na nossa boca, é impossível após uma refeição e sem a devida limpeza não sentir uma camada sobre os dentes. As bactérias aproveitam os restos de alimentos, que permanecem sobre os dentes e saliva, e retiram deles os nutrientes que precisam para se desenvolver. A placa, por sua vez, libera um ácido que ataca o dente deixando-o sem proteção e de fácil acesso à carie. Para evitar a placa bacteriana é necessário usar fio-dental, para remover a sujeira que a escova não alcança, e sempre escovar os dentes após uma refeição. Se a placa não for retirada, ela irrita a gengiva, causa inflamação, inchaço, sangramento e até gengivite. O que é placa bacteriana?

8 Gengivite - uma inflamação da gengiva - é o estágio inicial da doença da gengiva e a mais fácil de ser tratada. A causa direta da doença é a placa - uma película, grudento e sem cor de bactérias que se forma, de maneira constante, nos dentes e na gengiva. Se a placa não for removida pela escovação e uso de fio dental diários, ela produz toxinas (venenos) que irritam a mucosa da gengiva causando a gengivite. Neste estágio inicial da doença da gengiva, os danos podem ser revertidos, uma vez que o osso e o tecido conjuntivo que segura os dentes no lugar ainda não foram atingidos. Entretanto, se a gengivite não for tratada, ela pode evoluir para uma periodontite e causar danos permanentes aos dentes e mandíbula/maxilar O que é gengivite?

9 É o deslocamento da gengiva, provocando a exposição da raiz do dente. Isso pode ocorrer em um só dente ou em vários. A causa não é fácil de determinar. Existem várias hipóteses: traumatismo por escovação (fricção exagerada com escova de cerdas duras); inflamação da gengiva pela presença da placa bacteriana; trauma oclusal (forças excessivas sobre o dente causadas por má posição dentária ou por restaurações "altas"); restaurações desadaptadas na região gengival; posição alta dos freios labiais e lingual; movimentos ortodônticos realizados de maneira incorreta; dentes apinhados (encavalados); pouca espessura do osso que recobre a raiz. O que é retração gengival?

10 Por que nessa situação os dentes ficam mais sensíveis? Devido à exposição da raiz, a camada que a reveste (cemento) desaparece, expondo a dentina, que é sensível. Bochechos com soluções fluoretadas podem amenizar o problema.

11 Visitam o dentista de 6 em 6 meses: 60,6% Receberam orientações sobre cuidados bucais: 51,5% Nunca visitaram um dentista: 16,7% 60,6% 51,5% 16,7% Esta pesquisa foi realizada na cidade de Três Passos/RS, e estas informações foram cedidas pela secretaria da saúde. Pesquisa realizada, para saber se as pessoas estão visitando seu dentista periodicamente.


Carregar ppt "Aluno (a): Ana Paula Krolow Bonetz Curso: Auxiliar em Saúde Bucal – ASB Disciplina: Informática Aplicada I – Atividade 2 Orientador: Nilzo Machado."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google