A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Histórico Primeiro Vestibular: final de 2000 Início da Primeira Turma: 2001/1 Portaria de reconhecimento: Portaria SESU Nº 403 de 25/07/2006 Turno do Curso:

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Histórico Primeiro Vestibular: final de 2000 Início da Primeira Turma: 2001/1 Portaria de reconhecimento: Portaria SESU Nº 403 de 25/07/2006 Turno do Curso:"— Transcrição da apresentação:

1 Histórico Primeiro Vestibular: final de 2000 Início da Primeira Turma: 2001/1 Portaria de reconhecimento: Portaria SESU Nº 403 de 25/07/2006 Turno do Curso: Integral (até 2006/2) e Matutino (a partir de 2007) Filosofia do Curso A filosofia do curso é estabelecer o equilíbrio entre os aspectos formativo e integrativo e entre as ciências naturais, biológicas e da saúde, pois se trata de um curso interdisciplinar. O currículo propicia experiências que possibilitam a compreensão das mudanças sociais e dos problemas delas decorrentes e, ainda, propiciam experiências que habilitem o indivíduo a participar dessas mudanças. Assim, o físico médico é intelectualmente capacitado para selecionar e decidir qual é a habilidade mais pertinente e relevante para cada situação. Perfil do Profissional Formação básica e atualizada em Física Clássica e Moderna, incluindo aspectos humanísticos, sociais, éticos e ambientais; Capacidade de resolver problemas específicos, modelando situações reais e promovendo abstrações e adequando- se a novas situações; Capacidade de análise de problemas e síntese de soluções, integrando conhecimentos multidisciplinares; Capacidade de elaboração de projetos e proposição de soluções técnica e econômica; Capacidade de absorver novas metodologias e tecnologias e de visualizar, com criatividade, novas aplicações para a Física; Capacidade de comunicação e liderança para trabalho em equipes multidisciplinares; Condições para realizar o trabalho de natureza científica em uma das áreas de concentração da Física estabelecidas no currículo do curso. BACHARELADO EM FÍSICA MÉDICA Departamento de Física Universidade Federal de Sergipe Sites relacionados: Ingressos e Egressos por ano Grade curricular dos cursos de física - UFS Convênios para Estágios Curriculares e Extra-Curriculares Hospitais: Hospital Universitário (RD), Hospital de Urgência de Sergipe (RD e RT), Hospital Cirurgia (RT), Hospital da Policia Militar. Fiscalização: Vigilância Municipal de Aracaju. Universidades: Instituto de Eletrotécnica e Energia/USP-SP (RD), Instituto de Física/USP-SC (Lasers), HCFMRP-USP. Clínicas e Empresas: Instituto de Física Médica (RD), Cemise (RD), Renascença Imagem (RD), Climedi (MN) e Dancosi (MN). Comentários: Embora o curso tenha 4 anos de duração, observa-se pelos anos de 2004 a 2006 que boa parte dos alunos demora mais do que 8 semestres para concluir o curso; Portanto, embora 2009 tenha completado 4 anos da entrada maior de alunos (50), ainda não é possível avaliar o efeito deste maior ingresso no número de formandos; Observa-se pelos anos de 2006 a 2008, todos referentes a um ingresso de 20 alunos, que o curso apresentava uma taxa de evasão de 25%, o que é muito baixo se comparado com os cursos tradicionais de bacharelado em física. Inserção dos Egressos no Mercado de Trabalho (2004 a 2007) Dados Estatísticos do Vestibular Comentários: Avaliar a inserção no mercado de trabalho é uma tarefa muito complicada, principalmente porque é normal o recém-formado demorar alguns anos para conseguir um posto; Por isso, o estudo limitou-se aos anos de 2004 a 2007; Percebe-se nítida tendência de busca por maior qualificação por meio de cursos de Pós-Graduação, como ocorre em áreas afins à Física Médica; Este comportamento é esperado e tem crescido em todas as áreas do conhecimento; Por isso, observa-se um número relativamente baixo de profissionais formados já atuando no mercado de trabalho (24%); Outro fator que contribui para baixa inserção dos formados no mercado de trabalho é a falta de empresas atuando no setor no estado e na região Nordeste; Este panorama, entretanto, está em constante evolução e já observa-se nítida influência da criação do curso nas atividades e no número de profissionais atuantes em física médica no estado, durante os últimos dez anos; O percentual de formados que procuraram atividades fora da área (33%) não é diferente do cenário de outros cursos, principalmente porque várias atividades demandam formação generalista e atraem profissionais graduados em diversas áreas. Comentários: Nos últimos anos, observa-se que a concorrência no vestibular tem obedecido a um ciclo: quando há baixa concorrência em um determinado ano, a procura no ano seguinte cresce bastante, e vice-versa; Por isso, em 2009 houve o maior número de inscritos (229) e em 2010, o menor (64). Elenco de Disciplinas Optativas: Instrumentação para o Ensino de Física I, II, III e IV; Estrutura e Funcionamento do Ensino; Didática; Didática e Metodologia do Ensino de Física I e II; Introdução à Psicologia da Aprendizagem;Introdução à Psicologia do Desenvolvimento; Inglês Instrumental I; Efeitos Biológicos da Radiação; Eletrodinâmica Clássica I e II; Mecânica Clássica I e II; Mecânica Quântica I e II; Mecânica Estatística I e II; Física Nuclear; Física Atômica e Molecular; Física do Estado Sólido; Física de Partículas Elementares; Relatividade Geral; Eletrotécnica Geral; Tópicos Especiais de Física em Diversas Áreas; Métodos de Física Computacional; Métodos de Física Experimental; Evolução das Idéias da Física; Fundamentos da Engenharia Biomédica; Introdução à Informática Médica; Metodologia e Aplicação de Radioisótopos; Eletrônica I; Laboratório de Eletrônica I; Equações Diferenciais II; Álgebra Linear I e II; Variáveis Complexas; Química Inorgânica


Carregar ppt "Histórico Primeiro Vestibular: final de 2000 Início da Primeira Turma: 2001/1 Portaria de reconhecimento: Portaria SESU Nº 403 de 25/07/2006 Turno do Curso:"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google