A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

1 U.D.5O conteúdo da catequese O conteúdo catequético A mensagem cristã A fonte da catequese A organização e a estrutura do conteúdo catequético A linguagem.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "1 U.D.5O conteúdo da catequese O conteúdo catequético A mensagem cristã A fonte da catequese A organização e a estrutura do conteúdo catequético A linguagem."— Transcrição da apresentação:

1 1 U.D.5O conteúdo da catequese O conteúdo catequético A mensagem cristã A fonte da catequese A organização e a estrutura do conteúdo catequético A linguagem e os materiais catequéticos U.D.6O acto catequético O que constitui o acto catequético A pedagogia do acto catequético A metodologia do acto catequético U.D.7O/A catequista O ministério catequético A identidade do catequista Os lugares de catequização U.D.1A catequese na Igreja A catequese, acção da Igreja O lugar da catequese dentro da vida da Igreja U.D.2A identidade da catequese O carácter próprio da catequese U.D.3As tarefas da catequese A confissão da fé adulta A fé adulta U.D.4O processo catequético O processo permanente de catequese As principais etapas do processo catequético A gradualidade do processo catequético

2 2 A CATEQUESE NA IGREJA A catequese é uma das etapas do processo de evangelização da Igreja. A sua função é conduzir até ao estado adulto na fé todos aqueles que optaram pelo Evangelho ou que estão deficientemente iniciados na vida cristã. A catequese é uma tarefa necessária e primordial dentro da missão evangelizadora da Igreja. Sem ela a actividade pastoral da comunidade cristã não teria raízes e seria superficial e confusa. O movimento catequético actual e os documentos eclesiais mais recentes sobre catequese coincidem em indicar a comunidade cristã como origem, lugar, agente responsável e meta da catequese: * origem: na catequese, como serviço pastoral da Palavra, a Igreja se vai manifestando como realidade sacramental de salvação. * lugar: a catequese inicia e aprofunda a experiência de fé cristã, que não é uma realidade individual, mas sim, comunitária. * agente responsável: toda a comunidade tem a responsabilidade de ajudar a quem procura conhecer o Senhor, ocupando-se do recrutamento, formação e apoio dos catequistas. * meta: a catequese constrói e renova a comunidade através da integração e desenvolvimento da fé dos/as catequizandos/as. U.D. 1 A CATEQUESE NA IGREJA

3 3 A CATEQUESE É: “A etapa (período intensivo) do processo evangelizador na qual se formam, basicamente, os cristãos:  para entender, celebrar e viver o Evangelho do Reino ao qual aderiram;  para participar activamente na construção da comunidade eclesial;  e no anúncio e difusão do Evangelho. Em sentido amplo ou pleno, a catequese “é a educação da fé das crianças, dos jovens e dos adultos, que compreende especialmente um ensino da doutrina cristã, dado em geral de maneira orgânica e sistemática, com o fim de iniciar na plenitude da vida cristã” (CT 18). Segundo esta descrição, a catequese abrange os seguintes elementos: ·uma acção educativa da fé, ·dirigida às crianças, jovens e adultos, ·que abrange o ensino da Mensagem Revelada, ·apresentada em forma orgânica e sistemática, ·para uma iniciação na plenitude da vida cristã. U.D. 2 IDENTIDADE DA CATEQUESE

4 4 A catequese não é unicamente uma instrução doutrinal, mas pelo contrário, uma acção educativa da fé. A forma particular de educação na fé realizada com a catequese, garante “uma iniciação cristã integral, aberta a todas as outras componentes da vida cristã” (CT 21). Esta iniciação integral abrange três componentes básicos: Cognitivo: Aquisição dos conhecimentos básicos sobre a fé. Afectivo: Desenvolvimento de atitudes e convicções fundamentais da fé. Comportamental: Aquisição de formas de comportamento e de acção que caracterizam o estilo de vida dos cristãos. A catequese educa “o ser humano todo (CT 20), de modo a que seja impregnado pela Palavra de Deus até “atingir o que há de mais profundo do ser humano” (CT 52); e educa em todas as dimensões da fé conversão a Deus, conhecimento da mensagem moral evangélica, vida comunitária e acção apostólica: “a catequese ilumina e robustece a fé, anima a vida com o espírito de Cristo, conduz a uma participação consciente e activa do mistério litúrgico e alenta uma acção apostólica” (GE 4; ver CC 132). A catequese se dirige, também, a todos os cristãos (ver CT 35-45): “ninguém na Igreja de Jesus Cristo deveria sentir-se dispensado de receber catequese (...), que é não só a grande catequista mas também a grande catequizada ” (CT 45). Esta formação cristã – total e fundamental – tem como objectivo a confissão de fé” (CC 34). U.D. 2 IDENTIDADE DA CATEQUESE

5 5 A catequese tem como finalidade a confissão da fé. Isto significa que, através dela se realiza:  a vinculação fundamental do ser humano a Deus por Jesus Cristo,  na comunhão eclesial,  para o serviço do mundo. As três dimensões (teológica, eclesial e diaconal) integram a finalidade da catequese, relacionando-se umas com as outras. A catequese permite que o cristão se encontre com Deus, numa Igreja que é enviada ao mundo para anunciar a salvação, mediante palavras e obras. A confissão adulta da fé vincula a Cristo e por Ele, ao Deus Trindade, à Igreja e ao mundo (ver CA ). As tarefas específicas da catequese para conseguir a sua finalidade geral são:  iniciação orgânica no conhecimento do mistério da salvação centrado em Cristo;  preparação para a vida de oração e para a celebração da fé na liturgia;  aquisição de atitudes e comportamentos evangélicos;  iniciação no compromisso missionário e apostólico. U.D. 3 AS TAREFAS DA CATEQUESE

6 6 Características – qualidades – de uma fé adulta:  integrada;  fundamentada psicologicamente;  diferenciada;  aprofundada;  operatória;  aberta. Expressões básicas de uma fé adulta:  conversão pessoal e estrutural.  aquisição de conhecimentos e atitudes de fé.  Realização de formas de vida e de acção. U.D. 3 AS TAREFAS DA CATEQUESE

7 7 Actualmente, a catequese é considerada como um processo permanente de iniciação, aprofundamento e amadurecimento da fé de todos os membros da comunidade cristã. O processo catequético é um período intensivo de formação cristã integral, realizado em forma sistemática e organizada, ao longo de um tempo determinado, ou seja, marcado por um princípio e um fim). Este processo catequético é considerado permanente quando abrange todas as etapas da vida e não fica reduzido exclusivamente à infância. Este processo de catequese permanente exige que a sua acção catequética, em cada uma das etapas vitais, seja realizada, em forma progressiva e complementar, em cada uma das fases. No itinerário catequético há que ter em atenção as seguintes modalidades:  Catequese de adultos.  Catequese de adolescentes e jovens.  Catequese familiar.  Catequese da infância O processo catequético tem uma estrutura gradual conforme estas três etapas:  Pré-catequese  Catequese propriamente dita  Mistagogia O PROCESSO CATEQUÉTICO U.D. 4 O PROCESSO CATEQUÉTICO

8 8 O conteúdo catequético abrange o conjunto de verdades, valores, atitudes e pautas de conduta que integram a totalidade da mensagem cristã ao serviço da pessoa na sua totalidade: inteligência, afectividade e operatividade. O conteúdo catequético deve ser apresentado em forma: · íntegra· nuclear · significante · gradual· globalizada O núcleo fundamental da mensagem cristã encontra-se no Símbolo da fé que é “uma expressão privilegiada da herança viva, que os Pastores receberam o encargo de guardar” e nele “condensaram em afortunadas sínteses a fé da Igreja” (CT 28). As diferentes fontes ou mediações das que se serve a catequese para apresentar a mensagem cristã são: ·a Palavra de Deus; ·a comunidade eclesial: Liturgia, Santos Padres, Magistério. A linguagem catequética deve congregar todas as formas de linguagem da Bíblia e da Tradição e deve ser apresentado de forma significativa e acessível ao ser humano de hoje. U.D. 5 O CONTEÚDO DA CATEQUESE

9 9 O tema dos materiais catequéticos, que são os instrumentos imprescindíveis para que se possa realizar o acto catequético encontra-se em relação directa com a linguagem catequética. Tendo em conta a enorme variedade de materiais catequéticos existentes, vamos indicar alguns critérios a ter em conta para a sua escolha, revisão e utilização. Estes critérios são os seguintes: ·O princípio de fidelidade a Deus e à pessoa humana. ·A harmonia entre as dimensões antropológica, cristológica e eclesial da catequese. ·A integridade da mensagem cristã, tal como é confessada pela fé da Igreja. ·A adequação do conteúdo e da linguagem catequética às diferentes idades e contextos dos destinatários. ·A sua capacidade para facilitar uma iniciação ou reiniciação na fé e na comunidade. ·A sua adequação para uma catequese activa, grupal, indutiva, que responda a todas as dimensões da pessoa e esteja aberta às diversas linguagens. ·A sua adaptação às possibilidades reais dos catequistas das nossas comunidades. U.D. 5 O CONTEÚDO DA CATEQUESE

10 10 U.D. 6 O ACTO CATEQUÉTICO O acto catequético, pela sua própria natureza, tem que ser fiel a Deus e ao ser humano. Para que esta fidelidade se torne possível e real, o acto catequético deverá integrar três elementos (momentos), que interagem mutuamente:  a experiência humana, religiosa e cristã do catequizando.  a experiência de fé: a Palavra de Deus contida nas Sagradas Escrituras e na Tradição viva da Igreja.  a expressão da fé nas suas diversas formas: confissão da fé, celebração e compromisso. O acto de fé requer uma pedagogia inspirada na pedagogia divina:  pedagogia do Dom  pedagogia da Encarnação  pedagogia dos sinais. Os métodos mais utilizados são:  Bíblico  Eclesial Antropológico

11 11 U.D. 6 O ACTO CATEQUÉTICO

12 12 O ministério catequético é:  um dom do Espírito Santo  para a construção da comunidade  em ordem ao crescimento da fé dos seus membros  que exige de quem o realiza: - vocação; - permanência; - reconhecimento; - preparação. O/A catequista é:  uma pessoa crente  enviada pela comunidade  que está em processo de formação contínua  de modo a ser um animador e educador da fé dos seus irmãos e irmãs. Entre os âmbitos comunitários, especialmente aptos para a catequese, destacam-se: a paróquia; as comunidades eclesiais de base; a família; as associações, grupos e movimentos apostólicos. U.D. 7 O/A CATEQUISTA


Carregar ppt "1 U.D.5O conteúdo da catequese O conteúdo catequético A mensagem cristã A fonte da catequese A organização e a estrutura do conteúdo catequético A linguagem."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google