A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Centro Catequético D. Gabriel Deus fez o homem realizável e não, realizado; se não quisesse, então, a sua perfeita realização, seria o mesmo que fazer.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Centro Catequético D. Gabriel Deus fez o homem realizável e não, realizado; se não quisesse, então, a sua perfeita realização, seria o mesmo que fazer."— Transcrição da apresentação:

1

2 Centro Catequético D. Gabriel Deus fez o homem realizável e não, realizado; se não quisesse, então, a sua perfeita realização, seria o mesmo que fazer e desfazer a sua obra, deixar a sua obras inacabada. É contra a sabedoria e onipotência divina imaginar que Deus faça o homem com capacidade de crescer, de se desenvolver, de atingir a sua plena maturidade, e impeça ao mesmo tempo que ponha em ação suas potencialidades, mirando a própria realização O que é Catequese? Como ela deve formar o homem na fé? O que é Fé?

3 Introdução ao Curso de Catequética (1ºAula) INTRODUÇÃO GERAL Este curso de catequética fundamental tem como objetivo aprofundar, esclarecer, compreender o que vem a ser catequese na atual vida da Igreja. Entretanto, é necessário, como ponto de partida, ao menos uma descrição prévia do que seja catequese. Os documentos da Igreja Universal e das Igrejas Particulares podem ajudar-nos nesta compreensão. Em nenhum deles existe uma definição clara e exaustiva da catequese. Como a evangelização também a catequese é uma realidade rica e complexa que não cabe dentro dos limites de uma definição.

4 Vamos aos documentos? 1) Concilio Vaticano II(!962) 2)Evangelii Nuntiandi (1975) 3)Medelim (1968) 4) Sínodo sobre Catequese (1977) 5) Puebla (1979) 6) A Catechesi Tradendae (1979) 7) Catequese Renovada (1983) 8) Diretorio Geral para Catequese (1997) 9) Catequese com Adultos (199?)

5 1. O Concilio Vaticano II O Concilio Vaticano II ( ) não tratou especificamente da catequese, mas sabemos que ele está na base de toda a renovação catequética através da profunda valorização e novo conceito de PALAVRA DE DEUS: ela é constituída não somente de palavras, mas também de acontecimentos. Assim, a Palavra de Deus não se situa só no plano intelectual (conceito, idéias), mas principalmente no plano existencial (fatos, gestos): ela tem um caráter histórico, pois é revelada bem por dentro da experiência histórico do homem (cf. DV 2, 7-8, 24; Ag 3,13,16,24; LG 8; PO 22; CD 12). A proclamação da Palavra de Deus se realiza dentro da tradição apostólica, com a guia do magistério em todos os graus de ministério da Palavra (PO 4, DV 24, AG 39).

6 O Vaticano II aponta três formas de proclamação da Palavra de Deus: a)Evangelização: é o primeiro anúncio da Boa nova de Jesus Cristo a quem o ignora, levando a pessoa à conversão, ao Evangelho (SC 9; LG 17, AG 13). b) Catequese: está em função de um aprofundamento da mensagem cristã; é uma instrução, um segundo momento que supõe o primeiro: A instrução catequética tem por fim tornar viva, explicita, e operosa a fé, ilustrada pela doutrina; seja ministrada às crianças, adolescentes, jovens e mesmo adultos... Baseia-se na Bíblia, Tradição, Liturgia e vida da Igreja(CD 14; cf. GE 4). c) Homilia: é um reiterado anúncio que sempre atualiza a palavra de Deus proclamada e celebrada na liturgia (SC 24, 33, 52, 35, 9, 10, 6).

7 2. O Pós – Concilio Em 1970 o episcopado italiano publicava o documento de base: a renovação da catequese; descreve-se a catequese como: explicação sempre mais sistemática da primeira evangelização... é uma ação eclesial que visa levar à maturidade da fé através da apresentação sempre mais completa daquilo que Cristo proclamou, fez e ordenou fazer, segundo a capacidade de cada um; a catequese desenvolve um papel de iluminação da existência humana e de interpretação dos fatos e dos valores humanos e de libertação daquilo que é contra a dignidade da pessoa humana.

8 Características da catequese, conforme este documento: Aprofundamento da mensagem cristã, Aprofundamento da mensagem cristã, Estudo sistemático e orgânico,Estudo sistemático e orgânico, Dimensão sócio-política da fé,Dimensão sócio-política da fé, Interpretação da existência, dimensão pessoal e/ou comunitária,Interpretação da existência, dimensão pessoal e/ou comunitária, Atividade eclesial,Atividade eclesial, Integração dos vários elementos,Integração dos vários elementos, Linguagem, cristocentrica,Linguagem, cristocentrica, Fidelidade a Deus,Fidelidade a Deus, Igreja e Homem,Igreja e Homem, Integração fé-vida,Integração fé-vida, Levar à maturidade da fé.Levar à maturidade da fé.

9 O DCG (Diretório Catequético Geral) publicado na Páscoa de 1971 pela Sagrada Congregação do Clero, fala da catequese como: Ação eclesial que leva as comunidades ou os fiéis individualmente considerados à maturidade da fé. Mediante a catequese as comunidades cristãs alcançam um conhecimento mais vivo e profundo de Deus e de seu plano salvífico, que tem o centro do Verbo de Deus encarnado (nº 21); constitui um meio particularmente apto para compreender na própria vida o plano divino e a penetrar o supremo significado da existência e da História (nº 21)

10 A catequese deve cuidar de despertar a atenção dos homens para suas experiências mais importantes, tanto pessoais, como sociais. Da mesma forma compete-lhe, sob a luz do Evangelho, colocar as questões daí surgidas, de forma que nos próprios homens se desperte o reto desejo de transformar a própria maneira de viver... A experiência humana deve ser iluminada pela revelação. A catequese tem de ajudar os homens a penetrarem, interpretarem e julgarem suas experiências, e também a atribuírem um sentido cristão à própria existência, evocando a ação de Deus que opera a nossa salvação (nº 74).

11 Seremos sempre responsáveis pelos nossos atos – nunca se esqueça

12 Catecismo da Igreja Católica A fé é a resposta do homem a Deus que se revela e a ele se doa, trazendo ao mesmo tempo luz superabundante ao homem em busca do sentido último de sua vida CIC 26 O desejo de Deus está inscrito no coração do homem, já que o homem criado por Deus e para Deus; e Deus não cessa de atrair o homem a si, e somente em Deus o homem há de encontrar a verdade e a felicidade que não cessa de procurar CIC 27 A fé é primeiramente uma adesão pessoal do homem a Deus CIC 150


Carregar ppt "Centro Catequético D. Gabriel Deus fez o homem realizável e não, realizado; se não quisesse, então, a sua perfeita realização, seria o mesmo que fazer."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google