A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

CATECUMENATO Pe. Leomar Brustolin Catedral de Caxias do Sul-RS.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "CATECUMENATO Pe. Leomar Brustolin Catedral de Caxias do Sul-RS."— Transcrição da apresentação:

1 CATECUMENATO Pe. Leomar Brustolin Catedral de Caxias do Sul-RS

2 Os diretórios Diretório geral para Catequese 1997 Diretório geral para Catequese 1997 Diretório Nacional para Catequese 2006 Diretório Nacional para Catequese 2006 Catequese Renovada 1986 Catequese Renovada 1986 Concílio Vaticano II: Ritual de Iniciação Cristã de Adultos 1972 (RICA) Concílio Vaticano II: Ritual de Iniciação Cristã de Adultos 1972 (RICA) ESTILO CATECUMENAL: Processo e Interação do Anúncio e da Celebração do Mistério da Fé para a conversão de vida. ESTILO CATECUMENAL: Processo e Interação do Anúncio e da Celebração do Mistério da Fé para a conversão de vida.

3 A Palavra Catecumenato Estado de Catecúmeno Estado de Catecúmeno Tempo de iniciação Tempo de iniciação Catecúmeno = aquele que se prepara para receber o Batismo Catecúmeno = aquele que se prepara para receber o Batismo Catequese: fazer ecoar aos ouvidos Catequese: fazer ecoar aos ouvidos Catecumenato é uma iniciação à fé cristã para ressoar a mensagem de Cristo na pessoa. Catecumenato é uma iniciação à fé cristã para ressoar a mensagem de Cristo na pessoa.

4 A iniciação Cristã No início da Igreja,quem abraçava a fé devia percorrer um caminho em preparação à vida cristã. No início da Igreja,quem abraçava a fé devia percorrer um caminho em preparação à vida cristã. Era um processo progressivo que unia Catequese (instrução), Liturgia (Celebração) e Conversão (vivência da fé). Era um processo progressivo que unia Catequese (instrução), Liturgia (Celebração) e Conversão (vivência da fé). Após um tempo de cerca de três anos a pessoa recebia na Vigília Pascal o Batismo, a Crisma e a Eucaristia. Após um tempo de cerca de três anos a pessoa recebia na Vigília Pascal o Batismo, a Crisma e a Eucaristia.

5 O processo o Estilo Catecumental 1. Anúncio alegre e dinâmico das realidades principais de nossa fé: querigma (primeiro anúncio sobre Jesus Cristo, capaz de transformar a vida de quem acolhe a mensagem).Introdutores = padrinhos; acompanhamento personalizado.

6 QUERIGMA: Deus nos ama, mas nosso pecado nos impede de acolher este amor, por isso ele enviou seu Filho Jesus Cristo que morreu na cruz e ressuscitou e assim nos salvou.Jesus Cristo é a nossa vida, nossa alegria: Ele é tudo para nós. Finalidade: Despertar a fé em Jesus Cristo.

7 2. RITO DE ENTRADA NA CATEQUESE 3. CATECUMENATO: Processo de conhecer mais a fé. Conhecer para amar.Aprofundar o Creio a partir da Bíblia. Aprofundar a fé Celebrações da Palavra Entrega do Creio Entrega do Pai-Nosso Exorcismos (são renúncias e bênçãos) Conversão 4. ELEIÇÃO: Inscrição do nome

8 5. PURIFICAÇÃO: Quaresma, revisão de vida e escrutínios. 6. CELEBRAÇÃO DOS SACRAMENTOS: Vigília Pascal. 7. MISTAGOGIA: Tempo Pascal até Pentecostes: viver a Páscoa.

9 Conceitos CONVERSÃO: atitude permanente de quem se dispõe a seguir Cristo; mudança na visão da vida e do mundo e por isso mudança de hábitos. CONVERSÃO: atitude permanente de quem se dispõe a seguir Cristo; mudança na visão da vida e do mundo e por isso mudança de hábitos. ELEIÇÃO: eleito é quem está inscrito na Catequese para receber o Batismo e foi aceito pela comunidade.Isto ocorre na inscrição do nome. Recorda a eleição que Deus fez com o povo de Israel. ELEIÇÃO: eleito é quem está inscrito na Catequese para receber o Batismo e foi aceito pela comunidade.Isto ocorre na inscrição do nome. Recorda a eleição que Deus fez com o povo de Israel.

10 ESCRUTÍNIO (perscrutar, perceber o sentido mais profundo) nos domingos da quaresma. São feitas orações pelos eleitos e um exorcismo: prepara o eleito para receber os sacramentos, afasta-o das ciladas do inimigo e corrige o que nele há de impuro. ESCRUTÍNIO (perscrutar, perceber o sentido mais profundo) nos domingos da quaresma. São feitas orações pelos eleitos e um exorcismo: prepara o eleito para receber os sacramentos, afasta-o das ciladas do inimigo e corrige o que nele há de impuro. EXORCISMO: o ser humano sozinho não se livra da força do mal, por isso roga-se para que Deus dê forças para o crescimento da fé, da conversão e da fidelidade ao segmento de Jesus. EXORCISMO: o ser humano sozinho não se livra da força do mal, por isso roga-se para que Deus dê forças para o crescimento da fé, da conversão e da fidelidade ao segmento de Jesus.

11 MISTAGOGIA: conduzir ao Mistério. É o tempo pascal que aprofunda a fé no Mistério Pascal: Paixão, Morte e Ressurreição de Cristo.Tempo de engajar na comunidade dos fiéis aqueles que receberam os sacramentos. MISTAGOGIA: conduzir ao Mistério. É o tempo pascal que aprofunda a fé no Mistério Pascal: Paixão, Morte e Ressurreição de Cristo.Tempo de engajar na comunidade dos fiéis aqueles que receberam os sacramentos. RENÚNCIA: renegar o pecado, o demônio, suas obras e seduções. Está colocada antes do ato batismal. RENÚNCIA: renegar o pecado, o demônio, suas obras e seduções. Está colocada antes do ato batismal.

12 A prática 1. QUERIGMA – encantar-se pela fé (período curto, atendimento personalizado) 2. CATEQUESE – aprofundar a fé (período longo, feito em grupos e na comunidade) 3. BÊNÇÃOS E RENÚNCIAS – participação constante nas celebrações da comunidade.Os catecúmenos retiravam-se após as preces. 4. ELEIÇÃO – antes da Quaresma. Inscrição do nome. 5. PURIFICAÇÃO – cinco domingos da Quaresma 6. INICIAÇÃO – Vigília Pascal: batismo na piscina, veste branca, Crisma e Eucaristia. 7. MISTAGOGIA – participação plena na Eucaristia e aprofundamento da experiência do Mistério Pascal.

13 Implicações CENTRO DA CATEQUESE: é o MISTÉRIO PASCAL: paixão, Morte e Ressurreição de Cristo. CENTRO DA CATEQUESE: é o MISTÉRIO PASCAL: paixão, Morte e Ressurreição de Cristo. A CATEQUESE NÃO DEVE SEPARAR-SE DA LITURGIA, POIS É INICIAÇÃO NO MISTÉRIO E NÃO MERA INSTRUÇÃO SOBRE O MISTÉRIO. A CATEQUESE NÃO DEVE SEPARAR-SE DA LITURGIA, POIS É INICIAÇÃO NO MISTÉRIO E NÃO MERA INSTRUÇÃO SOBRE O MISTÉRIO. SEM MUDANÇA DE VIDA NÃO HÁ CONVERSÃO: CATEQUESE DEVE FORMAR DISCÍPULOS. SEM MUDANÇA DE VIDA NÃO HÁ CONVERSÃO: CATEQUESE DEVE FORMAR DISCÍPULOS.

14 Adaptações AS CRIANÇAS JÁ ESTÃO BATIZADAS. AS CRIANÇAS JÁ ESTÃO BATIZADAS. CRIAR CELEBRAÇÕES PARA VINCULAR A CATEQUESE À LITURGIA: NÃO DEVOCIONAIS. CRIAR CELEBRAÇÕES PARA VINCULAR A CATEQUESE À LITURGIA: NÃO DEVOCIONAIS. CENTRALIDADE NA BÍBLIA. CENTRALIDADE NA BÍBLIA. NÃO CONCLUIR A CATEQUESE NO DIA DO SACRAMENTO: FAZER A MISTAGOGIA. NÃO CONCLUIR A CATEQUESE NO DIA DO SACRAMENTO: FAZER A MISTAGOGIA. CATEQUISTA DEVE DAR. ACOMPANHAMENTO PERSONALIZADO: PASTOREAR. CATEQUISTA DEVE DAR. ACOMPANHAMENTO PERSONALIZADO: PASTOREAR. USAR SÍMBOLOS LIGADOS À BÍBLIA E AOS SACRAMENTOS, E EXPLICÁ-LOS NA LUZ DO MISTÉRIO PASCAL. USAR SÍMBOLOS LIGADOS À BÍBLIA E AOS SACRAMENTOS, E EXPLICÁ-LOS NA LUZ DO MISTÉRIO PASCAL.

15 Desafios NOSSA MENTALIDADE PRECISA MUDAR. NOSSA MENTALIDADE PRECISA MUDAR. NOSSA PRÁTICA DEVE SER TOTALMENTE NOVA. NOSSA PRÁTICA DEVE SER TOTALMENTE NOVA. ESTUDAR MAIS, APROFUNDAR O NOVO MÉTODO. ESTUDAR MAIS, APROFUNDAR O NOVO MÉTODO. INTEGRAR CATEQUESE E LITURGIA (DIALOGAR COM AS EQUIPES DE LITURGIA DAS COMUNIDADES). INTEGRAR CATEQUESE E LITURGIA (DIALOGAR COM AS EQUIPES DE LITURGIA DAS COMUNIDADES). RENOVAR TODA A EXPERIÊNCIA CRISTÃ DA COMUNIDADE A PARTIR DA INICIAÇÃO CRISTÃ. RENOVAR TODA A EXPERIÊNCIA CRISTÃ DA COMUNIDADE A PARTIR DA INICIAÇÃO CRISTÃ.

16 Conhecer a Jesus é o melhor presente que qualquer pessoa pode receber; tê-lo encontrado foi o melhor que ocorreu em nossas vidas,e fazê-lo conhecido com nossa palavra e obras é nossa alegria Conhecer a Jesus é o melhor presente que qualquer pessoa pode receber; tê-lo encontrado foi o melhor que ocorreu em nossas vidas,e fazê-lo conhecido com nossa palavra e obras é nossa alegria (Doc. Aparecida, 29) (Doc. Aparecida, 29)


Carregar ppt "CATECUMENATO Pe. Leomar Brustolin Catedral de Caxias do Sul-RS."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google