A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Agência Nacional de Vigilância Sanitária www.anvisa.gov.br Módulo 5: Estratégias ao Atendimento Farmacêutico e Fluxo de Informações.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Agência Nacional de Vigilância Sanitária www.anvisa.gov.br Módulo 5: Estratégias ao Atendimento Farmacêutico e Fluxo de Informações."— Transcrição da apresentação:

1 Agência Nacional de Vigilância Sanitária Módulo 5: Estratégias ao Atendimento Farmacêutico e Fluxo de Informações

2 Agência Nacional de Vigilância Sanitária 1) Qual a relação entre você e o dono da farmácia ? 2) Qual a relação entre você e o gerente da farmácia ? 3) Qual a relação entre você e o balconista da farmácia ? 4) Quais os fatores que podem dificultar este processo ? 5) Quais os fatores que podem facilitar este processo ? 6) Que ações devem ser feitas por você para iniciar este processo ? Desenvolvimento de atividades de monitoração na farmácia

3 Agência Nacional de Vigilância Sanitária Atendimento Farmacêutico - Escuta ativa - Identificação das necessidades - Análise da situação - Tomada de decisões - Definição de condutas - Documentação e avaliação

4 Agência Nacional de Vigilância Sanitária Dispensação - Aconselhamento farmacêutico baseado na prescrição médica - Detecções de situações de risco

5 Agência Nacional de Vigilância Sanitária Orientação Farmacêutica - Aconselhamento farmacêutico baseado no produto - Prevenção do risco

6 Agência Nacional de Vigilância Sanitária ATENÇÃO FARMACÊUTICA INTERFACE ENTRE ATENÇÃO FARMACÊUTICA E FARMACOVIGILÂNCIA FARMACOVIGILÂNCIA EDUCAÇÃO ORIENTAÇÃO DISPENSAÇÃO ATENDIMENTO SEGUIMENTO INTERVENÇÃO RETRO-ALIMENTAÇÃO PARA A PRÁTICA FARMACÊUTICA IDENTIFICAÇÃO DE PRM NOTIFICAÇÃO COMUNICAÇÃO APLICAÇÃO DA CAUSALIDADE “CASO-A-CASO” ANÁLISE DE SINAIS E PROCESSAMENTO DA GESTÃO DO RISCO REGULAÇÃO DO MERCADO FARMACÊUTICO E DISSEMINAÇÃO DE NOVA INFORMAÇÃO

7 Agência Nacional de Vigilância Sanitária Quando promover Busca Ativa em nível local ? Publicação de alertas pela GFARM/ANVISA Solicitação de informações restritas para fortalecimento de sinal Publicação de artigos científicos que relatam casos específicos de RAM Informação indireta do usuário que lhe cause uma suspeita

8 Agência Nacional de Vigilância Sanitária Substituições de medicamentos prescritos anteriormente Não adesão ao tratamento, percebido no atendimento Falta ao trabalho ou escola Uso de medicamentos paliativos em conjunto com outros medicamentos (anti-histamínicos, antiácidos, analgésicos etc.) Quando promover Busca Ativa em nível local ?

9 Agência Nacional de Vigilância Sanitária Fluxo de Informações – Reação Adversa como queixa do paciente Atendimento médico Prescrição médica Visita à Farmácia Aquisição do medicamento Suspeita de RAM pelo paciente Atendimento farmacêutico – Triagem Recebimento, processamento e transmissão da notificação da RAM VISA

10 Agência Nacional de Vigilância Sanitária Fluxo de Informações : Reação Adversa como suspeita pelo Farmacêutico Automedicação (Paciente já em uso de outros medicamentos) Visita à Farmácia Suspeita de RAM pelo farmacêutico Atendimento farmacêutico – Triagem Recebimento, processamento e transmissão da notificação de RAM VISA

11 Agência Nacional de Vigilância Sanitária Fluxo de Informações – Desvio da qualidade de medicamentos como queixa do paciente Suspeita de Desvio da qualidade pelo paciente Visita à Farmácia com o medicamento Atendimento farmacêutico – Triagem Recebimento, processamento e transmissão da notificação do DQ VISA

12 Agência Nacional de Vigilância Sanitária Fluxo de Informações – D: Desvio da qualidade de medicamentos percebida pelo farmacêutico Suspeita de Desvio da qualidade – Avaliação Técnica Recebimento, processamento e transmissão da notificação de DQ Recebimento de mercadoria VISA

13 Agência Nacional de Vigilância Sanitária Fluxo de Informações – E: Outros problemas relacionados com medicamentos detectado pelo farmacêutico Visita à Farmácia Atendimento farmacêutico – Triagem (Detecção de padrão de repetição) Recebimento, processamento e transmissão do relato dos casos por tipo de PRM Erro de prescrição 1 Interação clinicamente significante Uso incorreto Abuso/dependência VISA

14 Agência Nacional de Vigilância Sanitária Fluxo de Informações: Alertas e Informes oficiais Atendimento farmacêutico (Incorporação da nova informação na prática profissional) 2 3 Divulgação de Alertas, Informes Técnicos e Medidas Sanitárias 1 VISA Farmácias Notificadoras (recebimento e avaliação da nova informação)

15 Agência Nacional de Vigilância Sanitária Exercício Considerando os fluxos apresentados, responda às seguintes perguntas: 1- O que faria o farmacêutico suspeitar que um paciente está apresentando RAM? 2- Como deveria ser feita a abordagem ao paciente? 3- Quais informações devem ser levantadas durante o atendimento farmacêutico devido à suspeita de RAM? 4- De que forma o farmacêutico pode ser proativo no monitoramento de RAM nos pacientes que chegam à sua farmácia?


Carregar ppt "Agência Nacional de Vigilância Sanitária www.anvisa.gov.br Módulo 5: Estratégias ao Atendimento Farmacêutico e Fluxo de Informações."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google