A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Avaliação Mediadora: uma prática em construção Caminhos para pensar o ato avaliativo Jussara Hoffmann.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Avaliação Mediadora: uma prática em construção Caminhos para pensar o ato avaliativo Jussara Hoffmann."— Transcrição da apresentação:

1 Avaliação Mediadora: uma prática em construção Caminhos para pensar o ato avaliativo Jussara Hoffmann

2 Promover... - Hoffmann Para a autora o caminho posto para o processo de avaliação passa por um novo olhar; olhar que perceba o indivíduo, o singular; Avaliação não pode ser confundida com os instrumentos avaliativos; avaliação deve ser mediadora.... Tal caminho deve ensejar uma nova relação com o saber;promover aprendizagem.

3 Avaliação mediadora implica deixar de ver o coletivo para focar o individual Tempo de admiração do aluno; Tempo de reflexão sobre aprendizagem; Tempo de reconstrução e de invenções e de novas estratégias – situações de aprendizagens.

4 Tempo de Admiração Compreender o aluno é projetar o futuro; as possibilidades cognitivas, buscar as potencialidades dos educandos; Criar alternativas para compartilhar informações sobre os alunos (tempos e espaços diferentes de um Conselho de Classe); Os livros partem de uma posição que defende a avaliação atrelada a aprendizagem. O que avaliação para nós? A avaliação mediadora é pautada na multidimensionalidade do olhar. Interrogar-se para favorecer as aprendizagens; No âmbito da escola a idéia central que deve motivar a prática educativa é a busca por compreender (avaliar) para agir.

5 O OLHAR INVESTIGATIVO É ELEMENTO DA AVALIAÇÃO MEDIADORA Este caminho exige reflexão sobre as práticas docentes institucionalizadas Conhecer para promover oportunidades Observação em ação análise ( aluno e contexto; cenário educativo, currículo e as aprendizagens) Busca de um novo olhar!

6 Tempo de reflexão Corrigir tarefas ou interpretar situações de aprendizagens? Avaliação Mediadora “Interpreta-se” Instrumentos Mediação – Conceito fundamentado em Vigotsky Concepção Construtivista Compreender para ajudar Postura investigativa Diálogo Respon- sabilidade A A. M. requer: observar, refletir e favorecer oportunidades = complexa e cíclica ?

7 Em Avaliação Mediadora: O tempo da reflexão, não é olhar para trás, explicando o que o aluno não fez, não alcançou ou não sabe, mas de projetar o futuro, tempo de prospecção. A reflexão é a referência para os próximos passos!

8 Tempo de Reconstrução Avaliar para aprovar ou reprovar ou formar para a vida? Tempo de reconstrução Ética e Inclusão Respeito e compromisso com a formação X Competição Seleção Escolha?

9 A autora defende que é a postura mediadora do professor que faz a diferença em avaliação formativa. Explicar as concepções de aprendizagens: Memorística, Significativa e ZDP Princípios: diálogico/interpretativo; reflexão e reflexão na ação. ? A. F. A. M.

10 Dinâmica da Avaliação Mediadora Mediar a mobilização Mediar a experiência educativa Mediar a expressão do conhecimento = Relação com o Saber

11 Concluindo: O sentido da A. M. reside na intenção do educador (quais concepções? que olhares?) estar serviço das aprendizagens (I/C) Portanto, é uma escolha!

12 Avaliação para promover... Promover o quê?____________ Nossa escolha passa pela construção de caminhos. Superar as formas classificatórias é um passo importante. A autora vai propor uma caminho: A. M. – pag 18

13 Para onde Vamos? i Avaliação Classificatória = Seleção; Atitude de cumprimento de normas; Intenção Prognóstica e apresentação de resultados; Visão Unilateral – Professor; Homogeneização, competição. Avaliação a serviço da A = Formação; Mobilização; Mediadora, interventora de uma nova ação; Visão dialógica, de negociação P-A; Considera a individualidade, cooperação no processo de desenvolvimento


Carregar ppt "Avaliação Mediadora: uma prática em construção Caminhos para pensar o ato avaliativo Jussara Hoffmann."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google