A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

REFERENCIAL PARA ESTRUTURAÇÃO E GESTÃO DAS ESCOLAS DE EDUCAÇÃO POR PRINCÍPIOS 1.DIMENSÃO IDENTIDADE & ESTRATÉGIA 2.ORGANIZAÇÃO & GESTÃO DE PESSOAS ADRIANA.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "REFERENCIAL PARA ESTRUTURAÇÃO E GESTÃO DAS ESCOLAS DE EDUCAÇÃO POR PRINCÍPIOS 1.DIMENSÃO IDENTIDADE & ESTRATÉGIA 2.ORGANIZAÇÃO & GESTÃO DE PESSOAS ADRIANA."— Transcrição da apresentação:

1 REFERENCIAL PARA ESTRUTURAÇÃO E GESTÃO DAS ESCOLAS DE EDUCAÇÃO POR PRINCÍPIOS 1.DIMENSÃO IDENTIDADE & ESTRATÉGIA 2.ORGANIZAÇÃO & GESTÃO DE PESSOAS ADRIANA LAURENTINO MOREIRA

2 Referência Bíblica “Não havendo visão, o povo se corrompe...” Pv Padrão A escola tem um posicionamento claro e diferenciado quanto à sua identidade, e uma visão de longo prazo para as suas expectativas, alicerçados numa cosmovisão cristã. Descrição A escola estabelece e comunica consistentemente sua filosofia educacional e sua perspectiva estratégica numa cosmovisão cristã, expressando seu propósito, direção, princípios, sua expectativa de resultados e compromisso no desenvolvimento do aluno. Esta é a base para a tomada de decisão institucional e operacional, e para o planejamento de longo alcance. Fonte: Aecep - Referencial

3 Cenário: A Comunidade/ Cidade considera a Escola de EP apenas mais uma entre as particulares; A escola é conhecida como uma Escola Evangélica; Os funcionários não estão certos de que seu trabalho é realmente relevante; Tratamento impessoal demais entre os funcionários/pais ou formal demais - sem sal; Busca por público alvo nas Igrejas; Muitas solicitações de Bolsas de Estudos; Falta de unidade entre a Equipe; Como vai a satisfação dos seus clientes? O que as pessoas falam da sua escola? O que as famílias da sua cidade estão buscando? Seus alunos sentem-se amados? Eles gostam de ir à escola?

4 Como colocar as orientações do Referencial em prática? – Gestão Eficiente Reflita: Qual é a dinâmica do seu trabalho? Você consegue ser produtivo ou está semana após semana apagando incêndio? A primeira coisa a ser feita é avaliar a sua realidade.

5 Orientações Fundamentais: A Escola deve ser conduzida com base na Verdade, transparência e sinceridade - O maior é o menor. Remova todas as legalidades que possam existir em sua escola; Não admita nenhuma injustiça- remuneração adequada, funções e atividades bem estabelecidas. Seja firme com amor- Seja sábio, primeiro ouça as pessoas, depois emita seu parecer. Corrija deslizes da sua equipe: ressaltando suas qualidades, reconhecendo seu potencial, apontando suas falhas, orientando de que forma podem mudar/melhorar. Pague todas as contas corretamente- entenda que os funcionários não estão lhe fazendo um favor, eles são dignos do seu salário. Desenvolva uma boa relação com os fornecedores, pais, alunos e comunidade do entorno.

6 Orientações práticas - Identidade e Estratégia: Definir quem a escola é: Declaração de Fé - Missão - Visão - Valores - Alinhado com EP e funciona como base para o trabalho. Chame homens e mulheres capacitados e dispostos para confeccionar este material. Onde usar? No folder, na agenda, em murais da escola, no site, nas redes sociais. Transmite seriedade- respeito, organização.

7 Perfil dos Alunos: Como você acredita que seus alunos trarão impacto a sociedade depois de saírem de sua escola? Você já tentou saber o que aconteceu com os ex-alunos após saírem da escola? Você não saberá se o trabalho deu certo se não verifica continuamente o resultado dos ex- alunos. Como fazer? Visite as escolas de segundo grau, faça contato através da base de dados, ligue, mande s, convide-os a darem depoimentos na página de Rede Social da escola. O Ensino da sua escola é “forte ou fraco”? Como acontece a escolha do material didático? Você faz avaliações? Já fez o Inade? Prova Brasil? Busque indicadores. Pais: Os pais respeitam a política de funcionamento da escola? Existe uma explicação clara do Regimento Interno? A escola tem o hábito de chamar os pais? A escola é capaz de orientá-los de forma que entendam a sua responsabilidade diante de Deus ? Sugestão: Toda escola precisa de um conciliador com habilidade nos relacionamentos.

8 Como você organiza o período de Matrículas? Sugestão: Entrevista em local reservado - Ter um material para entregar com missão, visão, proposta educacional, breve explicação do que é a EP - diferenciais da escola. Apresentar o espaço físico - PREPARE SUA ESCOLA E AS PESSOAS QUE RECEBERÃO SEUS VISITANTES. Se necessário em época de matrículas contrate alguém só para atender os visitantes. Planeje as rematrículas - Envie com antecedência a carta com as orientações - os valores a serem praticados, os prazos para o público interno. Crie política para concessão de bolsas de estudos.

9 Planejamento Estratégico – Sempre com os diretores, coordenadores, mantenedora, pastor, etc. AMEAÇASOPORTUNIDADES Abertura de novas instituições privadas com preço reduzido. Está no mercado há 18 anos. Plano econômicoNegociação de pagamentos Comunicação ativa na concorrência Planejamento e reavaliação de mídia

10 Pontos Fortes e Pontos Fracos PONTOS FORTESPONTOS FRACOS Pioneiro na implantação do Projeto de Educação Tecnológica *LEGO-Robótica. Referências de localização geográfica ruim - “A Rua Araranguá é considerada insegura”. Após rigorosa auditoria recebeu da FAEMA o Certificado de Qualidade Ambiental Categoria Ouro sendo a única escola do Município a conquistar esta certificação. A estrutura física do ambiente da Educação Infantil é limitada em comparação com a concorrência direta. Ensino baseado em princípios e valores para Formação de Liderança com Educação Especial de Inclusão. Baixo investimento em comunicação Preço de mensalidade inferior aos concorrentes. Estrutura de estacionamento limitada.

11 PROBLEMA DA EMPRESA O número decrescente de matrículas na Educação Infantil. MERCADO – ALVO Público Interno – Professores e funcionários Público especialista: Professores, FAEMA, etc... Público intermediário: não existe Público consumidor: Os pais e a criança.

12 Qual é o diferencial da sua escola? O que ela faz que tenha um valor verdadeiro, que nenhuma outra tem? O que tem de especial ? Identifique o que tem de melhor e divulgue. Identifique o que tem de ruim, reconheça e mude, transforme.

13 Descritores 1.A escola tem uma declaração de fé estabelecendo as crenças fundamentais em relação a Deus, a vida e a autoridade das Escrituras, como referência essencial para a construção de sua identidade e filosofia educacional. 2.A escola tem definida formalmente através dos documentos oficiais da instituição os seus fundamentos institucionais (pelo menos Missão, Visão, Valores), alinhados com uma cosmovisão cristã de educação, que guiam as ações institucionais e o planejamento de longo prazo. 3.Os fundamentos institucionais: missão, visão e valores são comunicados pela liderança da escola de várias formas e em diversas ocasiões, sendo conhecidos e apoiados pela equipe, alunos e famílias envolvidas. 4.A escola tem declarada formalmente a sua filosofia educacional, abordando os seguintes componentes: base de autoridade, natureza dos alunos, propósitos e alvos da educação, organização estrutural, implantação e avaliação - alinhados com uma cosmovisão cristã de educação. 5.A escola define o perfil esperado para os alunos nela formados, traduzido em objetivos gerais e específicos de excelência acadêmica e caráter cristão. Fonte: Aecep - Referencial

14 6.A escola considera para avaliação, o desenvolvimento integral do aluno nos aspectos cognitivos, sociais, espirituais e físicos. 7.Os valores da escola são consistentemente éticos, baseados em princípios bíblicos, e demonstram respeito por pessoas de todas as raças, crenças e culturas. 8.A escola entende os pais como principais educadores, e o seu papel como instituição que trabalha em aliança com eles, pelo desenvolvimento da próxima geração. 9.Durante o processo de apresentação da escola aos potenciais interessados e principalmente na entrevista para admissão, são apresentados os seus principais diferenciais, citando pelo menos sua linha filosófica educacional que considera a aliança com os pais/responsáveis, a metodologia EP, os termos do Manual de Funcionamento, e a concordância com eles é formalizada no ato da matrícula. 10.A escola realiza um Planejamento Estratégico com a participação da Mantenedora, da Direção e de outros elementos chaves, para assegurar a cada ano o alinhamento de longo prazo e a convergência adequada dos esforços para concretizar a sua visão. Fonte: Aecep - Referencial

15 11.O processo de planejamento estratégico contempla análise dos desafios e oportunidades do contexto, vantagens e deficiências da instituição, e produz objetivos estratégicos relevantes que orientam as decisões organizacionais e a priorização dos investimentos. 12.A escola avalia o alinhamento de sua atuação com a filosofia educacional cristã e com os seus fundamentos institucionais, realizando ações para convergência e melhoria na sua aplicação, com a participação necessária da comunidade escolar. 13.O material promocional da escola está coerente com a sua identidade institucional e com a sua estratégia, refletindo uma proposição de valor clara e coerente. 14.A escola entende o seu público-alvo e utiliza os seus diferenciais para promover intencionalmente a sua proposição de valor de forma eticamente competitiva, fazendo as adequações necessárias em sua estratégia para assegurar atratividade e relevância como negócio sustentável.

16 Documentos Declaração de Fé Projeto Político Pedagógico, com a descrição da filosofia educacional da escola da missão, visão, princípios e valores Contrato de Prestação de Serviços de Educação Escolar Termo de Compromisso dos Pais ou Responsáveis (opcional, se contemplado no Contrato de Serviço Escolar) Regimento Escolar Manual da Equipe Plano Estratégico (com objetivos estratégicos definidos) Boletim do Aluno Critérios e Relatórios de Avaliação do Aluno Material promocional ou folder da escola Site da escola

17 ORGANIZAÇÃO & GESTÃO DE PESSOAS Referência Bíblica “...representa o povo perante Deus, leva as suas causas a Deus;...ensina-lhes os estatutos e as leis e faze-lhes saber o caminho em que devem andar e a obra que devem fazer.... procure homens competentes, tementes a Deus, amantes da verdade, inimigos da avareza” Êx. 18: Padrão “As pessoas representam o valor maior da instituição, atuando de forma compromissada e unida para a consecução ordenada dos objetivos da escola”. Descrição A organização da escola é definida e conhecida, com normas e atribuições estabelecidas para promover um ambiente de aprendizagem ordenado, seguro, colaborativo e propício ao desenvolvimento das pessoas; emprega profissionais qualificados para realizar o projeto pedagógico e administrar o empreendimento, em alinhamento com a sua identidade. Fonte: Aecep - Referencial

18 Toda a sua equipe é Cristã? Para os que responderam sim - Desenvolva um relacionamento pessoal com cada um deles. Transmita segurança e confiança nesta relação. Ore por sua equipe e ministre a palavra. Separe no calendário escolar reuniões de edificação. Para os que responderam não - Invista naqueles que são de forma que o procedimento de vocês alcance aqueles que não são. Seja paciente, sensível e incentive sua equipe a buscar a direção de Deus em tudo o que fizerem na escola. Ore todas as manhãs e tardes antes do início das aulas com a equipe na sala dos professores.

19 Cuidado com acúmulo de funções Oriente os funcionários, alunos e comunidade escolar a quem devem recorrer para solucionar dúvidas e problemas. Deixe claro o procedimento. Capacite toda a sua equipe em EP. Desde a portaria, serviços gerais até o mantenedor. Esclareça na contratação a dinâmica de trabalho da escola, o que não é aceitável. Faça pesquisa de satisfação com pais, alunos. Aprenda a treinar e a compartilhar a sua autoridade com os funcionários. Aos poucos, seja capaz de definir políticas e práticas tão claras e fáceis de serem vividas, ao ponto de ninguém consultar você sobre o que deve ser feito. Cuide dos funcionários – Ofereça sempre que puder algo especial. Surpreenda! Eles saberão o valor que tem para a escola. Ame-os.

20 Descritores 1.Todos da equipe técnica e pedagógica professam e dão testemunho da fé cristã, o que é endossado pelo líder responsável da igreja que frequentam, e manifestam acordo com a Declaração de Fé adotada pela a escola. 2.A escola conta com profissionais em quantidade suficiente para atender as necessidades de seu programa educacional e de serviços administrativos, compatível com seu orçamento. 3.A escola tem um organograma definido e atualizado, permitindo que cada funcionário ou colaborador contratado conheça a sua posição e função na organização, a quem se reporta, quem são os seus colegas diretos e como estão estruturadas os outros departamentos. 4.A escola tem uma descrição das atribuições de cada função do organograma, com o perfil e conhecimentos básicos requeridos, responsabilidade e posição hierárquica. 5.Os professores da escola são habilitados formalmente para o curso ou disciplina em que atuam, e pelo menos 2/3 deles tem formação nos Cursos de Capacitação da AECEP: Conceitos, Fundamentos e Práticas da Educação por Princípios e Ferramentas Pedagógicas da Educação por Princípios. Fonte: Aecep - Referencial

21 6.A equipe técnica-administrativa da escola, compreendendo diretor, coordenador e administrador, é devidamente habilitada para a função, sendo que pelo menos o diretor pedagógico tem formação no Curso de Desenvolvimento de Currículos da AECEP. 7.A escola tem políticas e procedimentos definidos e implantados para contratação, treinamento, tratamento justo e remuneração do pessoal, que definem condições aceitáveis de trabalho compatíveis com a Convenção Coletiva de Trabalho das categorias disponíveis a todos os que integram o seu quadro. 8.A escola faz avaliação regular do desempenho da maior parte de sua equipe técnica-pedagógica, conduzida com o conhecimento do avaliado e considerando suas atribuições e procedimentos divulgados, e utiliza os resultados para o desenvolvimento pessoal e profissional. 9.A escola tem procedimentos definidos para utilizar recursos voluntários, estagiários e de terceiros, assegurando integração, responsabilidade e supervisão adequadas. Fonte: Aecep - Referencial

22 10.A escola tem regras de conduta definidas para toda equipe, baseadas em princípios cristãos e coerente com os valores da instituição, inclusive mencionando a forma como devem ser resolvidos eventuais conflitos pessoais. 11.A escola provê treinamento à equipe para proporcionar apoio adequado aos alunos com necessidades especiais, que sejam admitidos dentro de um programa de inclusão. 12.A escola provê instrução adequada à sua equipe sobre situações de emergência e de crise, para saberem lidar com acidentes, doenças e situação de perigo, e para prevenir contágios. 13.O ambiente de trabalho e o clima da escola são produtivos e favoráveis ao crescimento das pessoas, promovendo colaboração, expectativas elevadas de resultados e confiança no seu futuro na organização.

23 Documentos Regimento Escolar Projeto Político Pedagógico Organograma da Escola Descrição de cargos e funções Procedimento para avaliação do desempenho da equipe Programa de desenvolvimento e treinamento da equipe Manual da Equipe Escolar, ou Código de Conduta Contrato de Trabalho Voluntário (baseado na Lei do Voluntariado, nº 9.608, de 18/02/98) Contrato de estágio voluntário ou remunerado. Pesquisa de opinião da equipe e clima organizacional Fonte: Aecep - Referencial

24 Conselho final… Ame, ame muito ao Senhor e faça o Seu melhor. É Por Ele e Para Ele. Este é um trabalho para a eternidade. Confie os resultados a Ele. Deixe que Ele avalie o quanto está indo bem. Conserve o temor- Estude- Dependa. “Eu sou a videira, vós as varas; quem está em mim, e eu nele, esse dá muito fruto; porque sem mim nada podeis fazer.”( João 15:5)


Carregar ppt "REFERENCIAL PARA ESTRUTURAÇÃO E GESTÃO DAS ESCOLAS DE EDUCAÇÃO POR PRINCÍPIOS 1.DIMENSÃO IDENTIDADE & ESTRATÉGIA 2.ORGANIZAÇÃO & GESTÃO DE PESSOAS ADRIANA."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google