A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Jornadas de Junho de 2013 Vem para a rua vem!!!. O que foram?  Estopim: reajuste das passagens do transporte público em grandes capitais, como Porto.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Jornadas de Junho de 2013 Vem para a rua vem!!!. O que foram?  Estopim: reajuste das passagens do transporte público em grandes capitais, como Porto."— Transcrição da apresentação:

1 Jornadas de Junho de 2013 Vem para a rua vem!!!

2 O que foram?  Estopim: reajuste das passagens do transporte público em grandes capitais, como Porto Alegre, Rio de Janeiro, Goiânia, São Paulo, dentre outras.  As manifestações tiveram início em abril de 2013, mas o movimento ganha força em junho. Movimento Passe Livre é o grande articulador das manifestações.

3 Movimento Passe Livre É um movimento social brasileiro, apartidário, que defende a adoção da tarifa zero para transporte coletivo. Foi fundado em uma plenária do Forum Social Mundial de 2005, em Porto Alegre. Pode- se dizer que as raízes do Movimento Passe Livre estão na Revolta do Buzú, ocorrida em 2003, em Salvador, contra o aumento da passagem dos ônibus. O movimento durou 3 semanas, mas não teve êxito. Contudo, inspirou movimento semelhante em Florianópolis, em 2004.

4 Mas e os Black Blocs, o que são?  Agrupamento de pessoas com tática voltada para a ação direta, de viés anarquista (ausência de qualquer hierarquia ou autoridade).  Sugiu na década de 1980, na Alemanha.  São contrários ao establishment, anticapitalistas. Realizam ataques diretos à propriedade privada

5 Trajetória das jornadas em junho em SP  06 e 07 de junho – manifestações em São Paulo, lideradas pelo MPL, reúnem 5 mil e 2 mil pessoas respectivamente.  No dia 07, o governador Geraldo Alckmin defendeu uma ação mais enérgica da polícia e, no dia 11 de junho, chama os manifestantes de baderneiros.

6 Manifestações de SP na mídia  “Contra tarifa, manifestantes vandalizam centro e paulista.” FOLHA, 12 de junho de 2013).  “Governo de São Paulo diz que será mais duro contra vandalismo.” (FOLHA, 13 de junho de 2013).  “Realmente, esses revoltosos de classe média não valem nem 0,20 centavos.” (Arnaldo Jabor, em 13 de junho de 2013, no Jornal da Globo).

7 Agressão a jornalistas: mídia muda de lado  Na noite de 13 de junho, durante manifestação em São Paulo, a jornalista da Folha de SP Giuliana Vallone foi atingida no olho por uma bala de borracha disparada por um policial. “Eles já tinham mirado em mim outras vezes. Jamais achei que ele fosse atirar.” (Giuliana Vallone).  Além de Giuliana, outros 14 jornalistas foram atingidos por policiais durante as manifestações (6 deles, da Folha de SP).

8 Mudança de posição da mídia

9 Mobilização artística contra a violência

10 Mudança de posição da mídia

11 Novos rumos: para além dos R$0,20  Governos de capitais como Rio de Janeiro e São Paulo revogam o reajuste das tarifas do transporte público. Mas as manifestações não cessam.  Nova pauta: educação, saúde, transporte público, contra a corrupção, contra a “cura gay”, contra os gastos com a Copa do Mundo de 2014 e as Olimpíadas de 2016, contra a PEC 37 (apuração de infrações caberia às polícias federal e civil, e não mais ao Ministério Público).

12 O gigante adormecido acordou Mas e as manifestações que sempre sacodem as grandes cidades, como as de professores, sem- teto, etc.?

13 O poder das mídias sociais Com as novas tecnologias, os encontros marcados pela internet atingem muitas pessoas. Além disso, fotos e vídeos de abusos de poder têm um alcance cada vez maior.

14 Manifestações pelo mundo

15 Algumas conquistas das jornadas de junho de 2013  Governos de diversas capitais, como RJ e SP, revogam o aumento da tarifa.  Câmara arquiva a PEC 37.  Deputados aprovam 75% dos royalties do petróleo e do gás natural para a educação, e 25% para a saúde.  Senado aprova crime hediondo para corrupção.  RS anuncia passe livre estudantil.  Senado aprova projeto para expropriar terras onde há trabalho escravo.

16 Manifestações no Brasil não são novidade Diretas já – Os cara-pintada, no empeachment de Fernando Collor

17 Manifestações democráticas?  Todas as manifestações são legítimas e garantidas pela Constituição.  Mas manifestantes com bandeiras de partidos políticos ou de movimentos sociais, como o MST, são rechaçados.  Bandeiras são queimadas.

18 Manifestação democrática?

19

20 Por que partidos políticos são essenciais numa democracia?


Carregar ppt "Jornadas de Junho de 2013 Vem para a rua vem!!!. O que foram?  Estopim: reajuste das passagens do transporte público em grandes capitais, como Porto."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google