A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

2010 Ano Internacional da Biodiversidade. O que é a Biodiversidade? “A Biodiversidade é o maior tesouro que possuímos, e é necessário protegê-la a todo.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "2010 Ano Internacional da Biodiversidade. O que é a Biodiversidade? “A Biodiversidade é o maior tesouro que possuímos, e é necessário protegê-la a todo."— Transcrição da apresentação:

1 2010 Ano Internacional da Biodiversidade

2 O que é a Biodiversidade? “A Biodiversidade é o maior tesouro que possuímos, e é necessário protegê-la a todo custo” Todos os seres vivos que existem no nosso planeta - vida animal, desde microrganismos a mamíferos - vida vegetal, desde fetos a plantas com flor - habitats como um simples jardim até às grandes florestas tropicais - variações genéticas entre espécies

3 Biodiversidade nos Açores Os Açores são um arquipélago constituído por nove ilhas oceânicas isoladas, onde os organismos terrestres chegaram através do vento, do mar, e também com a ajuda humana. Ambiente terrestre Está entre as regiões mais ricas em fungos, plantas e animais da Europa.

4 Nos Açores existem cerca de 6164 espécies (6112) e subespécies terrestres e cerca de 1883 espécies e subespécies marinhas.

5 Endemismos Açorianos Espécies endémicas são espécies cuja distribuição geográfica se limita a uma determinada zona do globo São conhecidas para os Açores um total de cerca de 452 espécies (411) e subespécies endémicas terrestres. Os animais compreendem o maior número de espécies endémicas (insectos, aracnídeos, lesmas, caracóis, etc.) O número total de espécies e subespécies endémicas marinhas é de cerca de 39, a maior parte moluscos (lapas, búzios, etc.)

6 Diversidade de habitats presentes nos Açores Montes submarinos Floresta Nativa Poças de maré Nascentes hidrotermais Águas interiores

7 Plantas dos Açores Existem actualmente no arquipélago dos Açores, 947 espécies de plantas vasculares, das quais 68 endémicas, muitas das quais estão ameaçadas. AzevinhoBracel da rochaFolhadoFuralha Patalugo-menorSanguinhoUva da serraVidália

8 Floresta Laurissilva Floresta subtropical húmida (floresta nativa) Compreende parte dos endemismos do arquipélago (habitat de várias espécies endémicas). Há 20 milhões de anos existia em toda a bacia do Mediterrâneo, Sul da Europa Norte de África, hoje em dia sobrevive somente na Macaronésia Azevinho - Ilex azorica Sanguinho – Frangula azorica Loureiro – Laurus azorica

9 Total de 332 aves Existem nos Açores cerca de 33 espécies que fazem os seus ninhos no arquipélago, sendo destas, 2 espécies endémicas, o Priôlo e o Painho-das-tempestades -de- Monteiro e 11 subespécies endémicas. O milhafre é a única ave de rapina presente no arquipélago. Aves

10 Subespécies endémicas dos Açores Alvéola cinzenta Motacilla cinerea patriciae Pombo torcaz dos açores Columba palumbus azorica Pombo da rocha Columba livia atlantis Touto Sylvia atricapilla gularis Estorninho Sturnus vulgaris granti Melro negro Turdus merula Azorensis Tentilhão Fringilla coelebs moreletti Estrelinha Regulus regulus azoricus

11 Morcego dos Açores ( Nyctalus azoreum ) único mamífero endémico do arquipélago é a única espécie de morcego que caça de dia ameaçado por perda de habitat Mamíferos Todas as espécies existentes foram introduzidas, excepto o morcego dos Açores Ratazana (Rattus norvegicus) Furão (Mustela furo) Ouriço cacheiro (Erinaceus europaeus) Coelho (Oryctolagus cunniculus)

12 Borboletas 149 espécies nos Açores (39 endémicas) Facilmente encontradas em espaços verdes Importantes agentes polinizadores Durante o seu ciclo de vida sofrem metamorfose Borboleta amarela Colias croceus Borboleta branca/borboleta da couve Pieris brassicae azorensis Borboleta da sorte/Feiticeira Vanessa atalanta Borboleta castanha Hipparchia azorina azorina Borboleta castanha Hipparchia azorina occidentalis Borboleta castanha Hipparchia miguelensis miguelensis Borboleta castanha Hipparchia miguelensis borgesi Borboleta Monarca Danaus plexippus Borboleta azul Lampides boeticus Insectos

13 Aranhas Não são insectos, mas sim aracnídeos Assim como os insectos pertencem ao grupo (Artrópodes) com maior número de endemismos do arquipélago (266). Aranha creche dos Açores Pisaura acoreensis Aranha lobo dos Açores Pardosa acoreensis Savigniorrhipis acoreensis Sancus acoreensis

14 Ambiente marinho Grande variedade de espécies, quer de algas, corais de profundidade, invertebrados, peixes, mamíferos e aves. Montes submarinos destacam -se pela sua riqueza em biodiversidade, porém são pobres em quantidade, daí serem muito frágeis Reduzida plataforma continental

15 Peixes Peixes ósseos Grupo mais vasto e diversificado Cerca de 420 espécies nos Açores Mero (Epinephelus marginatus) Abrótea (Phycis phycis) Atum rabilo (Thunnus thynnus thynnus) Bicuda (Sphyraena viridensis) Peixe cão (Bodianus scrofa) Espadarte (Xiphias gladius) Tamboril (Lophius Piscatorius)

16 Peixes Peixes cartilagíneos Tubarões, raias e quimeras Cerca de 40 espécies Tintureira ou Tubarão azul (Prionace glauca) Ratão (Dasyatis pastinaca) Raia (Raja clavata) Tubarão martelo (Sphyrna zygaena) Quimera (Chimaera monstrosa) Rinquim/ Tubarão-anequim (Isurus oxyrinchus) Manta (Manta birostris)

17 Muito frequentes principalmente nos meses de Verão Répteis marinhos Tartaruga-boba Caretta caretta Tartaruga verde Chelonia mydas Tartaruga de couro Dermochelys coriacea fonte: Pelagia noctiluca Aurelia aurita Existem 3 espécies de répteis marinhos nos Açores Alforrecas ou Águas-vivas Caravela portuguesa Physalia physalis fonte:

18 Não são peixes, apesar das semelhanças Existem dois grandes grupos de cetáceos: Misticetos (sem dentes - alimentam-se de plâncton) e Odontocetos (com dentes - alimentam-se de peixes e lulas) Respiram através de um orifício na cabeça, o espiráculo. Os golfinhos pertencem ao grupo dos Odontocetos, assim como o cachalote e a orca O maior animal do planeta pertence ao grupo dos Misticetos – Baleia Azul Mamíferos marinhos - Cetáceos Alimentação Respiração

19 Local privilegiado para a observação destes animais O mar dos Açores acolhe aproximadamente um terço das 81 espécies de cetáceos que existem no mundo Mamíferos marinhos – Cetáceos dos Açores Misticetos Baleia Azul Balaenoptera musculus Baleia de Bossas Megaptera novaeangliae Baleia Sardinheira Balaenoptera borealis

20 Mamíferos marinhos – Cetáceos dos Açores Odontocetos Cachalote Physeter macrocephalus Orca Orcinus orca Golfinho Comum Delphinus delphis Roaz Tursiops truncatus

21 Aves marinhas Garajau comum Sterna hirundo Garajau rosado Sterna dougallii Frulho Puffinus assimilis baroli Alma-negra Bulweria bulwerii Gaivota Larus cachinnans Atlantis Cagarro Calonectris diomedea borealis Estapagado Puffinus puffinus Angelito Oceanodroma castro Painho-das-tempestades Oceanodroma monteiroi

22 Moluscos Marinhos Possuem um corpo mole. Fazem parte deste grupo os búzios, lapas, amêijoas e polvos. Maior número de endemismos marinhos do arquipélago (29 espécies). Lula gigante (Architeuthis spp.) Nudibrânquio (Hypselodoris tricolor) Amêijoa (Venus casina) Búzio (Calliostoma zizyphinum) Polvo (Octopus vulgaris)

23 Protecção da Biodiversidade Principais factores que ameaçam a biodiversidade : poluição uso abusivo de recursos naturais expansão industrial e urbana destruição de habitat introdução de espécies infestantes

24 O que fazer? Torna-se necessário reflectir sobre o contributo individual para a preservação da natureza consciencializar as pessoas para a responsabilidade na preservação da natureza criar acções, que deixem um exemplo para as gerações futuras criação de zonas protegidas, importantes para a prosperidade do mundo natural

25 Áreas protegidas Crescente preocupação face à preservação da biodiversidade conduziu à necessidade de protecção e preservação da natureza Classificação das áreas protegidas Parque nacional Parque natural Reserva natural Paisagem protegida Monumento natural

26 Parque nacional Área com vários ecossistemas inalterados ou com pouca intervenção humana. Evidências naturais características da região com valor ecológico, científico e educacional. Parque Nacional da Peneda Gerês

27 Parque natural Área com interesse nacional que possui paisagens naturais e humanizadas Exemplo de integração pacífica da população humana na natureza Parque natural de ilha de São Miguel Furnas Ribeira do Caldeirão Lagoa do Fogo

28 Reserva natural Área destinada à protecção de habitats importantes, pela riqueza em fauna e flora Ilhéu de Vila Franca do Campo Lagoa do Fogo Áreas protegidas da ilha de Santa Maria

29 Paisagem protegida Área com paisagens naturais, semi-naturais e humanizadas, que interagem em harmonia Interesse regional ou local Sete Cidades Áreas protegidas da ilha de São Miguel

30 Monumento natural Formação geológica natural, com importância científica, cultural e ecológica Caldeira Velha Ponta da Ferraria Algar do carvão

31 Curiosidades sobre animais  A rã mais pequena do mundo cabe num simples dedal Sabias que?  A tromba de um elefante tem cerca de 4000 músculos  As baratas são os insectos mais antigos do planeta, habitam a terra há mais de 300 milhões de anos  Uma libélula pode atingir uma velocidade de 80km/h  A maior aranha do planeta pode chegar a medir 28 cm com as patas abertas  Um golfinho consegue entender cerca de 50 palavras humanas  Apesar de tão comprido, o pescoço de uma girafa só tem 7 ossos  Alguma espécies de borboletas chegam a voar mais de 3500 km, para fugirem das condições climatéricas no Inverno  São precisas 1000 abelhas a trabalhar durante toda a vida para fabricar meio kg de mel  Um grilo pode saltar uma altura de até 500 vezes o seu tamanho


Carregar ppt "2010 Ano Internacional da Biodiversidade. O que é a Biodiversidade? “A Biodiversidade é o maior tesouro que possuímos, e é necessário protegê-la a todo."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google