A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Formação Técnica em Administração de Empresas Módulo: Gestão da Qualidade Profa. Maria do Carmo Calado FTAD.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Formação Técnica em Administração de Empresas Módulo: Gestão da Qualidade Profa. Maria do Carmo Calado FTAD."— Transcrição da apresentação:

1 Formação Técnica em Administração de Empresas Módulo: Gestão da Qualidade Profa. Maria do Carmo Calado FTAD

2 Aula 3 – O surgimento e a importância das Normas ISO Objetivos: Esclarecer como se deu o processo de normalização da série ISO 9000; Apresentar sua importância para as organizações, seu processo evolutivo, atualizações, padrões e aplicações baseadas na gestão da qualidade.

3 Surgimento da ISO A ISO nasceu da união de duas organizações: A ISA - A ISA - Federação Internacional das Associações Nacionais de Normatização, criada em O UNSCC ( O UNSCC (Comitê Coordenador de Normas das Nações Unidas), criado em 1944.

4 Surgimento da ISO A ISO - International Organization for Standardization, criada em 1947, é uma organização internacional, privada e sem fins lucrativos, da qual participam 162 países.

5 Surgimento da ISO A palavra ISO (International Organization for Standardization) é derivada do grego “isos” que significa igual e associa-se a padrão.

6 Surgimento das normas ISO Fevereiro/ A nova organização, ISO, oficialmente iniciou suas operações Fevereiro/ A nova organização, ISO, oficialmente iniciou suas operações Abril/ uma reunião em Paris produziu uma lista recomendando 67 comitês técnicos da ISO. Abril/ uma reunião em Paris produziu uma lista recomendando 67 comitês técnicos da ISO A primeira Assembleia Geral da ISO foi organizada em Paris A primeira Assembleia Geral da ISO foi organizada em Paris.

7 Importância das Normas ISO As normas internacionais desenvolvidas pela ISO são de alto valor para os países em desenvolvimento. Oferecem: soluções práticas para uma variedade de questões relacionadas ao comércio internacional soluções práticas para uma variedade de questões relacionadas ao comércio internacional e transferência de tecnologia. e transferência de tecnologia.

8 Importância das Normas ISO De 1950 a 1960, um número crescente de novos organismos membros da ISO vieram do mundo em desenvolvimento

9 Importância das Normas ISO A ISO é a maior organização do mundo em desenvolvimento de normas. A ISO é a maior organização do mundo em desenvolvimento de normas. De 1947 até hoje, a ISO publicou mais de Normas Internacionais. De 1947 até hoje, a ISO publicou mais de Normas Internacionais.

10 Importância das Normas ISO Com a globalização da economia, a partir de 1973, tornou-se imperativa a uniformização dos sistemas da qualidade adotados pelos diversos países. Com a globalização da economia, a partir de 1973, tornou-se imperativa a uniformização dos sistemas da qualidade adotados pelos diversos países.

11 Importância das Normas ISO A ISO elabora normas internacionais sobre produtos e serviços. É Dividida em 210 Comitês Técnicos (TC’s) que cuidam da normalização específica de cada setor da economia. É Dividida em 210 Comitês Técnicos (TC’s) que cuidam da normalização específica de cada setor da economia.

12 Evolução da série ISO 9000 Metade do século XX -Norma militar Q9858 – exigência aos fornecedores; Em 1979, a Inglaterra publicou uma norma internacional, a BS 5750 (BS = British Standard = Norma Britânica; Em 1987, a ISO, com base na BS 5750, publicou a série de normas internacionais ISO 9000.

13 Evolução da série ISO 9000 EM 1979, formou-se o Technical Committee (TC) 176 para tratar da Gestão e Garantia da Qualidade - utilizando-se como referência a norma britânica BS-5750 e a norma canadense Z-299 EM 1979, formou-se o Technical Committee (TC) 176 para tratar da Gestão e Garantia da Qualidade - utilizando-se como referência a norma britânica BS-5750 e a norma canadense Z-299

14 Evolução da série ISO 9000 Em 1987, como resultado dos trabalhos daquele comitê técnico, foram aprovadas as cinco normas ISO Em 1987, como resultado dos trabalhos daquele comitê técnico, foram aprovadas as cinco normas ISO 9000.

15 Origem das Normas ISO no Brasil No Brasil a normalização tem inicio em 1940 com a criação da ABNT - Associação Brasileiras de Normas Técnicas.

16 Origem das Normas ISO no Brasil Na ABNT: o comitê técnico equivalente ao TC-176 é o Comitê Brasileiro da Qualidade (CB-25), responsável pela elaboração das Normas NBR ISO 9000, similares às Normas ISO 9000 o comitê técnico equivalente ao TC-176 é o Comitê Brasileiro da Qualidade (CB-25), responsável pela elaboração das Normas NBR ISO 9000, similares às Normas ISO 9000

17 Origem das Normas ISO no Brasil A Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT): fórum nacional de normalização voluntária; fórum nacional de normalização voluntária; é membro fundador da ISO; é membro fundador da ISO; e representa o Brasil naquela ISO e representa o Brasil naquela ISO

18 Objetivos das Normas ISO 1- Atingir e manter a qualidade dos produtos ou serviços; 2- Prover confiança à administração das organizações; 3- Prover confiança a clientes de que a qualidade pretendida está sendo atingida nos produtos e serviços.

19 Normas da série 9000 Primeira versão em 1947: Norma ISO 9000: esclarece diferenças e inter-relações entre os principais conceitos da qualidade; Norma ISO 9001: garantia da qualidade em projetos/desenvolvimento, produção, instalação e assistência técnica;

20 Normas da série ISO 9000 Norma ISO 9002: garantia da qualidade na produção, instalação e assistência técnica; Norma ISO 9003: garantia da qualidade na inspeção e ensaio final; Norma ISO 9004: fornece diretrizes para implantar e implementar o sistema da qualidade.

21 Normas da série ISO 9000 A revisão das normas é feita a cada 5 anos, sendo a primeira realizada em 1994.; Unificação das normas certificadores em uma, a ISO 9001:2000. O objetivo da norma deixa de ser o simples atendimento de requisitos especificados para a satisfação do cliente.

22 Normas da série ISO 9000 Em dezembro de 2008 foi publicada a terceira revisão da norma trazendo uma abordagem da melhoria contínua. A ISO 9001 é, seguramente uma das normas mais conhecidas no mundo.

23 Normas da série ISO 9000 A formação do Mercado Comum Europeu foi decisiva no processo de difusão das Normas ISO A formação do Mercado Comum Europeu foi decisiva no processo de difusão das Normas ISO facilitar o livre comércio e reduzir os custos de transação implícitos nas trocas comerciais, nas quais estivessem presentes atributos de qualidade facilitar o livre comércio e reduzir os custos de transação implícitos nas trocas comerciais, nas quais estivessem presentes atributos de qualidade

24 Normas da série ISO 9000 A criação das Normas ISO 9000 possibilitou também a certificação uniforme de sistemas da qualidade das empresas por organismos de certificação independentes.

25 O que é Certificação? É o reconhecimento por uma entidade acreditadora da conformidade do sistema da qualidade de uma organização com o referencial normativo que adotar para essa certificação, que em muitos casos, é a norma ISO É o reconhecimento por uma entidade acreditadora da conformidade do sistema da qualidade de uma organização com o referencial normativo que adotar para essa certificação, que em muitos casos, é a norma ISO 9001.

26 Importância da Certificação Garantir ao cliente que a empresa se encontra devidamente organizada e é capaz de produzir um bem ou serviço que esteja de acordo com os requisitos do cliente e normativos aplicáveis. Garantir ao cliente que a empresa se encontra devidamente organizada e é capaz de produzir um bem ou serviço que esteja de acordo com os requisitos do cliente e normativos aplicáveis.

27 Normas da série ISO 9000 A certificação de sistemas da qualidade difere da certificação de produtos. Certificação de sistemas é o resultado da verificação da conformidade aos requisitos e procedimentos de gestão das normas. Certificação de sistemas é o resultado da verificação da conformidade aos requisitos e procedimentos de gestão das normas.

28 Normas da série ISO 9000 Certificação de produtos atesta o atendimento das características específicas de um produto; atesta o atendimento das características específicas de um produto; é necessária a realização de testes e ensaios nos produtos, o que exige laboratórios capacitados. é necessária a realização de testes e ensaios nos produtos, o que exige laboratórios capacitados.

29 Normas da série ISO 9000 O objetivo principal das normas de sistema da qualidade é disciplinar os sistemas organizacionais e gerenciais, a partir dos quais produtos e serviços são concebidos, projetados, fabricados e comercializados. O objetivo principal das normas de sistema da qualidade é disciplinar os sistemas organizacionais e gerenciais, a partir dos quais produtos e serviços são concebidos, projetados, fabricados e comercializados.

30 Os 20 Elementos da série ISO responsabilidade da administração. 2-sistema da qualidade. 3-análise crítica de contratos. 4-controle de projeto. 5-controle de documentos. 6-aquisição.

31 Os 20 Elementos da série ISO produtos fornecidos pelo cliente. 8-identificação e rastreabilidade do produto. 9-controle de processos. 10-inspeção e ensaios 11-equipamentos de inspeção, medição e ensaios

32 Os 20 Elementos da série ISO situação da inspeção e ensaios. 13-controle de produto não conforme. 14-ação corretiva. 15-manuseio, armazenamento, embalagem e expedição.

33 Os 20 Elementos da série ISO registros da qualidade. 17- auditorias internas da qualidade. 18- treinamento. 19- assistência técnica técnicas estatísticas.

34 Princípios da Gestão da Qualidade Normas ISO 9000 crença ou regra fundamental Um princípio de gestão da qualidade é uma crença ou regra fundamental e abrangente para conduzir e operar uma organização.(Segundo a ISO 9001:2008)

35 Princípios da Gestão da Qualidade Normas ISO Foco no cliente: atender as necessidades atuais e futuras dos clientes. 2-Liderança: influenciar pessoas para atingir objetivos organizacionais 3-Envolvimento de pessoas: multifuncionalidades das pessoas

36 Princípios da Gestão da Qualidade Normas ISO Abordagem de processo: atividades e recursos gerenciados como um processo. 5-Abordagem sistêmica: gerenciar os processos inter-relacionados. 6-Melhoria contínua: objetivo permanente.

37 Princípios da Gestão da Qualidade Normas ISO Abordagem fatual para a tomada de decisão: análise de dados e informações. 8-Benefícios mútuos nas relações com fornecedores

38 Implantação das Normas ISO 9000 Requer um trabalho muito intenso. Requer um trabalho muito intenso. A alta administração deve ter consciência das dificuldades e vantagens e acreditar nos benefícios da série ISO A alta administração deve ter consciência das dificuldades e vantagens e acreditar nos benefícios da série ISO O custo desta implantação pode estar concentrado no nível de organização da empresa e para essa avaliação é necessário conhecê-la. O custo desta implantação pode estar concentrado no nível de organização da empresa e para essa avaliação é necessário conhecê-la.

39 Auditorias 1-Autorizadas pela administração superior. 2-Avaliações de práticas reais, evidentes, comparadas com requisitos estabelecidos. 3-São programadas com antecedência. 4-São realizadas com prévio conhecimento e na presença das pessoas cujo trabalho será auditado.

40 Auditorias 5-Realizadas por pessoal experiente, treinado e independente da área auditada. 6-Resultados e recomendações são examinados e, em seguida, acompanhados para verificar o cumprimento das ações corretivas

41 Auditorias A empresa certificada é periodicamente avaliada por auditorias de acompanhamento (realizadas de 6 meses a 1 ano). A empresa certificada é periodicamente avaliada por auditorias de acompanhamento (realizadas de 6 meses a 1 ano).

42 Auditorias No caso de a empresa não atender a estes requisitos: 1- É determinado um prazo para uma nova auditoria ou mesmo um prazo para que a empresa crie e pratique um plano de ação para sanar estas não conformidades. 2- Se forem encontradas não conformidades graves, a empresa pode perder o certificado ou mesmo não revalidá-lo.

43 Para obter as Certificações ISO 9000 As organizações devem seguir os critérios: 1-Comprometimento da Direção. 2-Seleção e designação formal de um coordenador. 3-Formação do Comitê Coordenador. 4-Treinamento. 5-Elaboração e divulgação da política da qualidade.

44 Para obter as Certificações ISO Palestra sobre qualidade para todos os funcionários. 7-Divulgação constante do assunto qualidade. 8-Estudo de cada um dos requisitos das normas.

45 Para obter as Certificações ISO Plano de trabalho para implantação de cada requisito. 10-Formação de grupos de trabalho. 11-Elaboração do manual da qualidade. 12-Formação dos auditores internos da qualidade. 13-Realização das auditorias internas

46 Para obter as Certificações ISO Implantação das ações corretivas para as não conformidades. 15-Seleção da entidade certificadora. 16-Realização da pré-auditoria. 17-Realização da auditoria de certificação.

47 No Brasil O Sistema Brasileiro de Certificações (SBC) foi instituído pelo CONMETRO - Conselho Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial. O INMETRO é o único organismo, no Brasil, de Acreditação, que credencia entidades à condução das atividades de certificação de conformidade, sendo o responsável pelo reconhecimento internacional do SBC.

48 Organismos Certificadores no Brasil BSI da Inglaterra com sede em SP BVQI da Inglaterra com sede em SP DNV da Noruega com sede em SP ABNT do Brasil com sede no RJ FCAV do Brasil com sede emSP

49 No Brasil Dados da ABNT CB-25 registravam, em maio de 2010: de unidades de negócios com sistemas da qualidade certificados conforme a NBR ISO 9001 (5.774 conforme NBR ISO 9001:2000 e conforme NBR ISO 9001:2008). de unidades de negócios com sistemas da qualidade certificados conforme a NBR ISO 9001 (5.774 conforme NBR ISO 9001:2000 e conforme NBR ISO 9001:2008).

50 Normas ISO Elaboradas pelo ABNT/CB-25 ABNT NBR ISO 9000:2005 Sistemas de gestão da qualidade − Fundamentos e vocabulário ABNT NBR ISO 9000:2005 Sistemas de gestão da qualidade − Fundamentos e vocabulário ABNT NBR ISO 9001:2008 Sistemas de gestão da qualidade – Requisitos ABNT NBR ISO 9001:2008 Sistemas de gestão da qualidade – Requisitos ABNT NBR ISO 9004:2000 Sistemas de gestão da qualidade − Diretrizes para melhorias de desempenho ABNT NBR ISO 9004:2000 Sistemas de gestão da qualidade − Diretrizes para melhorias de desempenho ABNT NBR ISO 10002:2005 Gestão da Qualidade − Satisfação de clientes − Diretrizes para o tratamento de reclamações nas organizações ABNT NBR ISO 10002:2005 Gestão da Qualidade − Satisfação de clientes − Diretrizes para o tratamento de reclamações nas organizações

51 Normas ISO - ABNT ABNT NBR ISO – Gestão Ambiental ABNT NBR ISO – Gestão Ambiental ABNT NBR Sistemas de gestão da qualidade - Diretrizes para aplicação da ABNT NBR ISO 9001:2000 nas organizações educacionais ABNT NBR Sistemas de gestão da qualidade - Diretrizes para aplicação da ABNT NBR ISO 9001:2000 nas organizações educacionais ABNT NBR ISO – Gestão da Responsabilidade Social ABNT NBR ISO – Gestão da Responsabilidade Social OHSAS – Gestão da Segurança e Saúde Ocupacional OHSAS – Gestão da Segurança e Saúde Ocupacional

52 Concluindo As normas ISO 9000 surgiram para criar uma linguagem comum no que diz respeito aos sistemas de gestão da qualidade. Abrangem todos os aspectos referentes à manutenção da própria norma, exigências dos clientes, do marketing, do mercado dentre outros.

53 Concluindo maximizar os benefícios Podem ajudar qualquer empresa a maximizar os benefícios reais originados dessas normas, obtendo: o sucesso através de uma melhora na satisfação dos seus clientes; a motivação dos colaboradores e a melhoria contínua.

54 Fontes de consulta MELLO, Carlos Henrique Pereira; SILVA, Carlos Eduardo Sanches da; TURIONNI, João Batista; SOUZA, Luiz Gonzaga Mariano de; ISO 9001:2008, Sistema de Gestão da Qualidade para Operações de Produção e Serviços. São Paulo: Ed. Atlas,


Carregar ppt "Formação Técnica em Administração de Empresas Módulo: Gestão da Qualidade Profa. Maria do Carmo Calado FTAD."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google