A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Mangualde, 17 de Outubro 2007 Desenvolver ambientes colaborativos de aprendizagem COOPERAÇÃO e APRENDIZAGEM.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Mangualde, 17 de Outubro 2007 Desenvolver ambientes colaborativos de aprendizagem COOPERAÇÃO e APRENDIZAGEM."— Transcrição da apresentação:

1 Mangualde, 17 de Outubro 2007 Desenvolver ambientes colaborativos de aprendizagem COOPERAÇÃO e APRENDIZAGEM

2 MAS AFINAL O QUE É COLABORAR? É MESMO IMPORTANTE PARA A APRENDIZAGEM ?

3 Colaborar NÃO é: sinónimo de trabalho de grupo ausência de competição ausência de conflito ausência de momentos de trabalho individual, ou de aulas expositivas sinónimo de técnicas que se podem aplicar de vez em quando sinónimo de ajudar o mais fraco/o que sabe menos

4 Colaborar implica igualdade e diferença. Só pode haver colaboração quando pessoas curiosas, confiantes, informadas e motivadas, capazes de ouvir, participar e reflectir, com diferentes pontos de vista, diferentes experiências e vivências são reconhecidas como competentes...

5 CONTEXTO INTERCULTURALIDADE HETEROGENEIDADE - Mas que sentido têm estas duas palavras que de tão usadas.....

6 6 Uma aproximação ao conceito de cultura... – VISÃO EM ICEBERG A nível da consciência: O que é visível Alta cultura/cultura visível arte literatura poesia música clássica jogos história gastronomia dança popular maneiras de vestir A nível do inconsciente : noções de modéstia definições de cor da pele concepção de beleza regras de transmissão de bens ideais de educação das crianças regras de contacto visual padrão de relações subordinado/superior Cultura profunda/ Não visível práticas de cortejar concepções de justiça incentivos ao trabalho padrões de conversação/contexto social noções de liderança tempos/ritmos de trabalho ligação com os animais padrões de tomada de decisão concepção de limpeza atitudes em relação aos dependentes atitude perante a doença e a morte métodos resolução de problemas linguagem gestual formas de interacção social natureza da amizade concepção de mobilidade social papéis consoante a idade, sexo, classe, ocupação, família... concepção do self definição de insanidade ordenação do tempo contacto visual organização do espaço noções de adolescência padrões de lidar com as emoções noções de lógica e validade e muito, muito mais.... Fonte: p.14 AFS Orientation Handbook Vol. 4, New York : AFS Intercultural Programs Inc., 1984 religião língua consciência de passado e futuro

7 EDUCAÇÃO INTERCULTURAL (OUELLET, 1991) Toda a formação sistemática que visa desenvolver, quer nos grupos maioritários, quer nos minoritários: - melhor compreensão das culturas nas sociedades modernas; - maior capacidade de comunicar entre pessoas de culturas diferentes; - atitudes mais adaptadas ao contexto da diversidade cultural, através da compreensão dos mecanismos psico-sociais e dos factores socio- políticos capazes de produzir racismo; - maior capacidade de participar na interacção social, criadora de identidades e de sentido de pertença comum à humanidade.

8 COMPETÊNCIAS INTERCULTURAIS capacidade de adaptação respeito pelos modos de fazer – procurar, conhecer, relacionar-se... conhecer diferentes estilos de comunicação – códigos ligados à linguagem verbal e não-verbal ouvir, compreender, verificar, indagar, negociar, aceitar riscos – em vez de julgar consciência cultural

9 COMPETÊNCIAS DE COLABORAÇÃO ? VER MÓDULO DE FORMAÇÃO – páginas 36 e 87

10 ESTATUTO GRUPOS PAPÉIS TRATAMENTO de estatuto COMUNICAÇÃO DELEGAÇÃO AVALIAÇÃO ACTIVIDADES

11 ACTIVIDADES COOPERATIVAS É possível fazer esta actividade sozinho/a? É mais rápido trabalhar sozinho/a para os mesmos resultados? Os objectivos do trabalho são claros para mim e para o grupo? As instruções são claras e deixam espaço para decisão? ?

12 PLANEAMENTO

13 SESSÃO 1 – 28 OUTUBRO Perante as leituras, depois de reflectir sobre o que hoje aqui se disse e discutiu, que QUESTÕES QUERO COLOCAR? FOCO: interculturalidade e o que é COLABORAR

14 SESSÃO 2 – 11 NOVEMBRO Apresentação de um pré-projecto de PEQUENA PRÁTICA O que entendemos por pequena prática?

15 SESSÕES 3 E 4 18 E 25 NOVEMBRO Descrição de actividades (pequenas práticas) realizadas O que correu bem? Surgiram dificuldades? Reflexão sobre o funcionamento do próprio grupo

16 SESSÃO 5 – 9 DEZEMBRO Que instrumentos/indicadores estamos a usar para monitorizar o nosso trabalho e o dos alunos? Os resultados são os que pretendemos?

17 SESSÃO 6 – 9 JANEIRO AVALIAÇÃO da oficina – O que vamos fazer a seguir?

18 PORTFOLIO Diário de aprendizagem - incidentes críticos - pequenas histórias -reflexão sobre participação (plataforma) Pequena prática (trabalho prático) - Breve contextualização (rationale) - Plano inicial / adaptações - Materiais produzidos incluindo.. -Monitorização/avaliação Relatório final


Carregar ppt "Mangualde, 17 de Outubro 2007 Desenvolver ambientes colaborativos de aprendizagem COOPERAÇÃO e APRENDIZAGEM."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google