A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Evolução. Aristóteles sugeriu a existência de um processo evolutivo. A partir da Idade Média, o pensamento religioso - fixismo. fósseis - transformismo.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Evolução. Aristóteles sugeriu a existência de um processo evolutivo. A partir da Idade Média, o pensamento religioso - fixismo. fósseis - transformismo."— Transcrição da apresentação:

1 Evolução

2 Aristóteles sugeriu a existência de um processo evolutivo. A partir da Idade Média, o pensamento religioso - fixismo. fósseis - transformismo. Para combater o transformismo, o francês Cuvier explicou o catastrofismo.

3 Lamarck 1809, o francês Lamarck apresentou uma teoria os seres vivos têm de se adaptar ao meio ambiente, o que provocaria mudanças adaptativas = evolução. lei do uso e desuso lei da herança das características adquiridas. A teoria está incorreta = porque a lei da herança das características adquiridas é falsa, sendo negada pela Genética.

4 Darwin Em 1831, embarcou no navio Beagle, para uma viagem de estudos de cinco anos ao redor do mundo. realizou observações que mostraram que as espécies não eram fixas nem imutáveis. a escala mais importante foi nas ilhas Galápagos (Oceano Pacífico) observação de tentilhões = variabilidade permitiram o desenvolvimento de uma teoria evolutiva.

5 Importante foi a leitura do trabalho de Malthus, que afirmava que a população cresce em progressão geométrica, e a produção de alimentos, em progressão aritmética = luta pela vida, com a sobrevivência do mais forte. 1859, publica sua teoria no livro A origem das espécies por meio da seleção natural. afirma que, na Natureza, existe uma luta pela vida, com a sobrevivência do mais apto. Os dois pontos básicos da teoria darwinista são: a existência de variações e a do mecanismo da seleção natural. o meio seleciona variações casuais, visando à adaptação, o que leva à evolução. Um exemplo é o fenômeno do melanismo industrial.

6 Melanismo industrial

7

8 Neodarwinismo A associação dos conceitos darwinistas às explicações genéticas originou o neodarwinismo, ou teoria sintética da evolução Variações = mutações e à recombinação genética ação do processo evolutivo = fenômeno da resistência dos insetos contra o DDT e das bactérias contra os antibióticos

9

10 Provas da evolução Os fósseis: prova documental da evolução e, pela sua datação, permitem estabelecer as linhas principais do processo evolutivo

11 Provas da evolução Órgãos homólogos têm a mesma origem embrionária, podendo ou não desempenhar a mesma função

12 Provas de evolução Órgãos análogos desempenham a mesma função, mas têm origem embrionária diferente

13 Provas de evolução convergência adaptativa: espécies de diferentes origens, sujeitas às mesmas pressões seletivas, desenvolvem órgãos análogos para a adaptação ao mesmo ambiente.

14 Provas de evolução irradiação adaptativa: espécies de mesma origem, sujeitas a diferentes pressões seletivas, tornam-se progressivamente diferentes.

15 Provas de evolução comparação entre os processos fisiológicos e os bioquímicos dos seres vivos: A comparação da estrutura das proteínas permite estabelecer as relações evolutivas entre as espécies estudo do DNA (Biologia Molecular) mostra o código genético universal e permite estabelecer os graus de parentesco entre diferentes espécies e o momento da sua diversificação no processo evolutivo.

16 Provas de evolução Embriologia comparada: exame dos embriões de espécies do mesmo grupo mostra semelhanças nas fases iniciais do desenvolvimento = origem comum

17 Provas de evolução Órgãos vestigiais mostram uma função perdida no processo evolutivo

18 Especiação Espécie é um conjunto de seres vivos semelhantes que apresentam um conjunto fechado de genes próprios Populações da mesma espécie que apresentam diferenças de genes formam as raças Quando o fluxo gênico entre duas raças é bloqueado, pode ocorrer uma diferenciação formando duas espécies diferentes – especiação

19

20 Registro geológico Estabelece a idade das rochas e dos fósseis encontrados no seu interior

21 Evolução humana A separação entre os grandes macacos antropoides (gorila, chimpanzé) e os grupos dos hominídeos (primatas bípedes): entre 4 e 6 milhões de anos atrás. Da separação até hoje, existiram várias espécies de hominídeos; algumas se extinguiram sem originar novas espécies, outras se diversificaram, até chegarem à espécie humana atual

22 Evolução humana Os primeiros hominídeos mais abundantes foram os Australopithecus, que originaram várias espécies na África e existiram de 4,2 milhões até 1,4 milhão de anos atrás

23 Evolução humana O Homo habilis, que existiu de 1,9 milhão a 1,4 milhão de anos atrás, foi uma das primeiras espécies do gênero Homo e, também, uma das primeiras a construir instrumentos de pedra

24 Evolução humana Existindo de 1,7 milhão até 250 mil anos atrás, o Homo erectus foi provavelmente o primeiro a utilizar o fogo e a sair da África para outros continentes

25 Evolução humana O Homo neanderthalensis era semelhante ao homem atual – com cérebro grande, face larga e crânio baixo e largo – ocupou a Europa e parte da Ásia de 200 mil até 30 mil anos atrás

26 Evolução humana O homem atual, Homo sapiens, surgiu há 200 mil anos e tornou-se a espécie dominante há 40 mil anos.

27 Evolução humana

28 A evolução do homem moderno foi tecnológica e cultural, permitindo ir das cavernas para o espaço em pouco mais de 5 mil anos. As principais vantagens evolutivas do homem são: cérebro desenvolvido, com grande inteligência; habilidade manual; linguagem; e capacidade de povoar diferentes ambientes

29


Carregar ppt "Evolução. Aristóteles sugeriu a existência de um processo evolutivo. A partir da Idade Média, o pensamento religioso - fixismo. fósseis - transformismo."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google