A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

+IGUALDADE: Novas Práticas de Cidadania Organizacional no Desenvolvimento Local Workshop Deão, Viana do Castelo, 9 e 10 de Dezembro 2011 Entidade Beneficiária/Promotora.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "+IGUALDADE: Novas Práticas de Cidadania Organizacional no Desenvolvimento Local Workshop Deão, Viana do Castelo, 9 e 10 de Dezembro 2011 Entidade Beneficiária/Promotora."— Transcrição da apresentação:

1 +IGUALDADE: Novas Práticas de Cidadania Organizacional no Desenvolvimento Local Workshop Deão, Viana do Castelo, 9 e 10 de Dezembro 2011 Entidade Beneficiária/Promotora Financiado por:

2 Page 2 Contextualização Ref. Candidatura Projecto Região Norte /2011/72 Ref. Candidatura Projecto Região Centro: /2011/72 Ref. Candidatura Projecto Região Alentejo: /2011/72 Entidade Gestora: POPH / Comissão para a Cidadania e Igualdade de Género Data de início | fim do projeto (Março Março 2013) – 24 meses Nota: A região de Lisboa não foi aprovada EIXO 7 POPH PLANOS PARA A IGUALDADE Fonte Financiamento:

3 Page 3 Contextualização Desenvolver um Plano para a Igualdade na organização no sentido de dar continuidade ao compromisso político assumido pela direção no seu programa eleitoral, e no seguimento de um Plano de Melhoria no domínio da Igualdade realizado pela organização em 2010 Incentivar Planos para a Igualdade na Rede Animar, promovendo momentos de partilha e reflexão conjunta com as cerca de 80 entidades da Rede que serão envolvidas indiretamente no projeto. Porque candidatamos estes projetos?

4 Page 4 Contextualização Trata-se de um compromisso da organização relativamente a 3 objetivos centrais: Promover a Cidadania ao serviço da mudança estrutural no contexto social do género; Promover a participação equilibrada de mulheres e homens no processo de decisão, promovendo a democracia paritária; Promover uma intervenção ativa de diversos atores para a concretização de uma igualdade de género na gestão das organizações; O que representam estes projetos para a Animar?

5 O Projeto OBJETIVOS GERAIS ÁREAS DOS OBJETIVOS ESPECÍFICOS FINALIDADE Promoção da Cidadania ao serviço da mudança estrutural, no contexto social do género Promoção da participação equilibrada de M e H no processo de decisão, promovendo a democracia paritária Promoção de uma intervenção ativa de diversos actores para a concretização da IG na gestão das organizações Promoção da IG no mercado de trabalho, na conciliação e na tomada de decisão ao nível interno, da Rede Animar e suas parceiras locais Reforço do papel da sociedade civil organizada (Rede) como agente para a mudança estrutural de incorporação da IG na missão, valores e gestão da organização Difusão de valores relativos à IG através de um processo de (in)formação e educação ao nível interno e em interacção com as organiz. da rede Missão, Valores da Organizaçã o e relação de âmbito nacional com a Rede Animar Recrutamento e Selecção de Pessoal Aprendizagem ao Longo da Vida Remunerações e Gestão de Carreira Diálogo Social e Participação de Trabalhadores e Trabalhadoras e/ou suas organizações representativas Dever e respeito pela igualdade de mulheres e homens no local de trabalho Informação, comunicação e imagem Conciliação da Vida Profissional, Familiar e Pessoal Desenvolver um Plano para a Igualdade na Animar ao nível da sua estrutura central participado pela Rede, fomentado troca de experiências sobre esta matéria e o surgimento de novos Planos para a Igualdade nas organizações locais, incorporando na cultura organizacional o princípio da Igualdade de Género de forma coerente, sistematizada e formalizada.

6 Page 6 Alguns objetivos traçados (exemplos) Promover a participação equilibrada de mulheres e homens no processo de decisão, promovendo a democracia paritária; Recrutamento e Selecção de Pessoal Contribuir para uma análise estatística por género nas organizações da Economia Social e Solidária; Aprendizagem ao Longo da Vida Sensibilizar os/as colaboradores/as para a temática da Cidadania e Igualdade de Género, fazendo com que se repercutam na aprendizagem para os seus contextos profissionais e pessoais; Remunerações e Gestão de Carreira Evidenciar de forma clara e objectiva uma política de remunerações e gestão de carreira assente em princípios de não discriminação entre mulheres e homens, eliminando todo o tipo de obstáculos em função do sexo; Diálogo Social e Participação de Trabalhadores e Trabalhadoras e/ou suas organizações representativas Criar mecanismos operacionais que garantam a participação transparente de trabalhadores e trabalhadoras na organização; Dever e respeito pela igualdade de mulheres e homens no local de trabalho Criar mecanismos operacionais que garantam o dever e respeito pela dignidade de mulheres e homens na organização; Informação, comunicação e imagem Vincular o princípio da Igualdade de Género no Plano de Comunicação da organização; Conciliação da Vida Profissional, Familiar e Pessoal Criar novas formas de organização do trabalho, promotoras do princípio da conciliação da vida profissional, familiar e pessoal; Missão, Valores da Organização e relação de âmbito nacional com a Rede Animar

7 Page 7 O Projeto RESULTADOS ATIVIDADES | AÇÕES 1. Processo de consultoria para aprofundamento do auto-diagnóstico de necessidades interno e da rede 1.1. Operacionalizar 50H de consultoria/região para colaboradores/as e dirigentes da Animar para aprofundamento do auto-diagnóstico de necessidades 1.2. Desenvolver 2 workshops de 1,5 dias/região para 20 entidades no sentido de dinamizar o aprofundamento do diagn óstico de necessidades destas organizações e partilhar os resultados relativos ao aprofundamento do diagnóstico, fomentando novos Planos para a Igualdade e trocando experiências com as organizações da rede 1.3. Realizar 1 acção de divulgação dos resultados do auto-diagnóstico, em articulação com as organizações da Rede, garantindo o envolvimento não apenas das organizações da Economia Social e Solidária, mas outros parceiros como empresas, autarquias e órgãos de comunicação social regionais 1.4. Realizar um produto em formato de brochura ilustrada com os resultados do diagnóstico (em formato papel e digital) 2. Acções de Formação e sensibilização 3. Plano para a Igualdade 4. Avaliação Impacte Projeto 1.5. Dar visibilidade ao diagnóstico nos meios de comunicação da Animar: página, portal, info-animar, facebook, etc Contratar equipa/empresa formadora Ação 2.2. Realizar uma acção de sensibilização de 12H para dirigentes e colaboradores/as directos da Animar 2.6. Dar visibilidade à acção de formação e às acções de sensibilização (18H e 2 visitas) nos meios de comunicação da Animar: página, portal, info-animar, facebook, etc Incentivar e dinamizar o processo de selecção de formandos/as ; 2.4. Realizar uma acção de formação/região em Cidadania e IG para técnicos/as e dirigentes da Animar e da rede, optimizando entre sessões presenciais de 18H os conteúdos de e- learning realizados do Portal 3Sector 4.1. Avaliar as acções desenvolvidas no quadro de projeto 4.2. Realizar um relatório on-going de avaliação 4.3.Realizar um relatório final 3.1. Desenvolver o Plano interno, recorrendo a um processo de consultoria externo após as actividades de diagnóstico e formação, definindo finalidades, estratégias, objectivos e acções Discutir de forma alargada o Plano com os/as colaboradores/as internos e dirigentes em 2 momentos distintos, sendo o último de validação final do conteúdo 3.3. Discutir de forma alargada o Plano com as organizações da rede, numa lógica de um workshop por região para validação final do conteúdo 3.4. Elaborar e disseminar a versão final do Plano para ser implementado 3.5. Reforçar o Centro de Documentação da Animar com publicações no âmbito da Cidadania e Igualdade de Género 2.5. Realizar 2 visitas de estudo a organizações que tenham já implementado o seu Plano para a Igualdade. Estas visitas serão também participadas por membros da rede envolvidos no processo de validação do Plano da Animar. R1.1. Auto-Diagnóstico de necessidades da Animar e da sua Rede (em formato brochura ilustrada com narrativa do processo, dos resultados e com testemunhos da participação das entidades da Rede – papel e digital) editado R Workshops, envolvendo 120 pessoas para aprofundamento do diagóstico realizados R ações de divulgação dos resultados de autodiagnóstico implementadas R1.4. Processo publicitado nos meios de comunicação da Animar R2.1. Ação de sensibilização de 12H para dirigentes e colaboradores/as internos realizada R Ações de formação para a rede de 18H otimizando também os conteúdos de formação a distância do Portal 3Setor realizadas R visitas de estudo a organizações com Plano para a Igualdade operacionalizadas R2.4. Processo publicitado nos meios de comunicação da Animar R3.3. Plano para a Igualdade (em formato de brochura com suporte digital) editado R momentos de discussão e validação do plano ao nível interno realizados R workshops de validação do plano com a rede realizados R3.4. Plano para a Igualdade e vídeo institucional promotor disseminado em seminário final R3.5. Centro de Documentação reforçado R4.1. Relatórios de avaliação das ações realizados R4.2. Relatório de avaliação on-going realizado R1.5. Materiais promocionais elaborados R4.3. Relatório final de avaliação realizado e divulgado R2.5. Rede de 45 conselheiros/as reforçada

8 Page 8 Alguns resultados alcançados 2009/2010

9 Page 9 Região Norte Mapa de Envolvimento dos Associados Resultados: Atingido: 14 entidades + 1 entidade que fechou portas Esperado: 15 entidades

10 Page 10 Região Centro Mapa de Envolvimento dos Associados Resultados: Atingido: 14 entidades Esperado: 15 entidades

11 Page 11 Região Alentejo Mapa de Envolvimento dos Associados Resultados: Atingido: 17 entidades Esperado: 15 entidades

12 Page 12 Resultados Participaram 29 entidades (12 na Região Norte e 13 na Região Centro e Alentejo) Nos 4 workshops/região participaram 45 entidades (14 na Região Norte e Centro e 17 na Região Alentejo); Campanha Foi passado o spot áudio em 17 rádios locais O spot vídeo foi realizado para poder ser disponibilizado na página das entidades Foram articulados artigos para 10 jornais locais, para além dos meios de comunicação das entidades Realizaram-se 3 Almoços com Jornalistas para sensibilização para estas matérias Foi operacionalizado o Ciclo de Cinema por 17 entidades em 34 sessões por todo o país Foi criado um espaço na plataforma moodle da Animar dedicado a informação relativa à temática da Igualdade de Oportunidades (Centro Documentação Virtual) Foi registada a marca Igualdade é Desenvolvimento que se encontra a ser potenciada pela Rede Animar e é a imagem que tem suportado as comemorações do Dia Municipal para a Igualdade Rede de Conselheiros/as para a Igualdade nomeada por 45 organizações Ação de divulgação no Congresso do Associativismo e da Democracia Participativa Foram desenvolvidas no Norte 33 ações/1932 pessoas de forma direta; no Centro 38 ações/1585 pessoas; no Alentejo 47 ações/2820 pessoas Fora da rede na organização direta de ações participaram mais de uma centena de organizações que trabalharam em parceria Dia Municipal para a Igualdade Foi institucionalizada a comemoração neste dia como medida do PNI – Plano Nacional para a Igualdade lançado em 2010 Em 2010 e 2011 foi comemorado o dia 24 de Outubro em articulação com a Rede Animar. Participaram no primeiro ao 27 Câmaras No global das ações foram envolvidos entre técnicos/as e dirigentes 338 pessoas Diagnóstico

13 Page 13 Vamos lançar a discussão.... Precisamos da Rede Animar para avançar Conhecimentos sobre a temática da Igualdade de Género e Conciliação da Vida Profissional e Familiar Alguns resultados do Diagnóstico de Necessidades da Rede realizado em 2011 (versão preliminar) Justificação + - Frequências de ações formação/sensibilização -Participação/desenvolvimento de projectos na área - - Desatualização pela rápida evolução (legislação, políticas,…) da área -Falta de aprofundamento teórico - Temática muito vasta e especializada

14 Page 14 Vamos lançar a discussão.... Precisamos da Rede Animar para avançar Práticas internas da organização sobre a temática da Igualdade de Género e Conciliação da Vida Profissional e Familiar Alguns resultados do Diagnóstico de Necessidades da Rede realizado em 2011 (versão preliminar) Justificação + - Existência de medidas promotoras da igualdade e conciliação (ex. banco de horas,…) - Existência de práticas mas de forma informal – ex. flexibilidade horários - Existência de Plano de melhoria (3 entidades) - Conselheira para a Igualdade (1 entidade) - Uso de linguagem inclusiva (2 entidades) - Cumprimento da legislação, mas nenhuma política específica em IG - Práticas bem definidas e sistematizadas por ter maioria de mulheres; fator mulheres na direção como potenciar de práticas de igualdade - - Existência de práticas mas de forma informal – ex. flexibilidade horários - Insuficiência de práticas - Necessidade de consciencialização interna para esta necessidade

15 Page 15 Vamos lançar a discussão.... Precisamos da Rede Animar para avançar Sensibilidade da Organização para a Promoção da Igualdade de Género Alguns resultados do Diagnóstico de Necessidades da Rede realizado em 2011 (versão preliminar) Justificação + - Projeto a decorrer sobre a matéria - Envolvimento e empenhamento da Direção -Importância da problemática tendo em conta o tipo de ação, a população e o meio envolvente da associação - Experiência de trabalho nesta área - - Prevalência de outras preocupações; hierarquização de prioridades - Estádio inicial do trabalho com a temática e da compreensão da sua importância - Falta de reflexão sobre problemática da IG

16 Page 16 Vamos lançar a discussão.... Precisamos da Rede Animar para avançar Existência de Plano no MunicípioOrganizações congéneres com intervenção em IG Alguns resultados do Diagnóstico de Necessidades da Rede realizado em 2011 (versão preliminar)

17 Page 17 Vamos lançar a discussão.... Precisamos da Rede Animar para avançar Nível/eis que as organizações trabalham/trabalharam estes domínios Alguns resultados do Diagnóstico de Necessidades da Rede realizado em 2011 (versão preliminar)

18 Page 18 Vamos lançar a discussão.... Precisamos da Rede Animar para avançar Nível/eis que as organizações trabalham/trabalharam estes domínios Alguns resultados do Diagnóstico de Necessidades da Rede realizado em 2011 (versão preliminar)

19 Page 19 Vamos lançar a discussão.... Precisamos da Rede Animar para avançar Existência de mecanismos de avaliação relativamente à participação de homens e mulheres Alguns resultados do Diagnóstico de Necessidades da Rede realizado em 2011 (versão preliminar) -Registo da informação desagregada por sexo, para fins estatísticos, dos/as participantes nos projectos da associação e que acedem aos serviços do Gabinete de Apoio a Vítimas de Violência Doméstica -Nível de participação dos homens e das mulheres na organização -Utilização de alguns instrumentos para recolha de dados, para posterior avaliação -Dados relativamente ao Centro Novas Oportunidades - Participação das mulheres aquando do apoio à concepção e gestão de experiências de orçamento participativo

20 Page 20 O mais importante começará agora!


Carregar ppt "+IGUALDADE: Novas Práticas de Cidadania Organizacional no Desenvolvimento Local Workshop Deão, Viana do Castelo, 9 e 10 de Dezembro 2011 Entidade Beneficiária/Promotora."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google