A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Aula - 46 2-Não todas as cidades do mundo atual sofrem os mesmos problemas descritos, pois são gerados pelos mesmos motivos. 3- Porque a cidade é o espaço.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Aula - 46 2-Não todas as cidades do mundo atual sofrem os mesmos problemas descritos, pois são gerados pelos mesmos motivos. 3- Porque a cidade é o espaço."— Transcrição da apresentação:

1 Aula Não todas as cidades do mundo atual sofrem os mesmos problemas descritos, pois são gerados pelos mesmos motivos. 3- Porque a cidade é o espaço privilegiado das principais atividades econômicas do capitalismo atual: a indústria e os serviços. 4- Viver na cidade, desemprego, violência, miséria, etc. 5- Marginalidade e saída para outros lugares – migração. 1- Semelhanças: desemprego, violência, marginalidade. Diferenças: Nova Iorque oferece mais assistência social.

2 Aula 47 Os desenvolvidos. Os desenvolvidos. Os subdesenvolvidos – a maior parte deles vende matérias- primas vegetais ou minerais. Os subdesenvolvidos – a maior parte deles vende matérias- primas vegetais ou minerais. Os desenvolvidos. Os desenvolvidos. Os subdesenvolvidos. Os subdesenvolvidos.

3 Aula 48/49 - comentários As grandes cidades dos países desenvolvidos, conseguiram, após um bom planejamento a organização do seu espaço urbano. No entanto, a questão do desemprego, passou a ser a mais complicada. Pois a oferta de emprego no setor terciário tem sido menor que a demanda, gerando uma situação que favorece o aparecimento de moradores de rua e o aumento da violência. Se por um lado o crescimento da urbanização traz a idéia de desenvolvimento, pois a maioria das pessoas, passam a viver nas cidades, o crescimento desordenado, traz problemas como o surgimento de doenças, favelas, visto que a maioria das pessoas são provenientes de áreas rurais e não possuem a qualificação exigida pelas empresas para contratarem alguém e, assim, essas pessoas são obrigadas a viver em condições precárias. Página 14 # poluição, moradia, saneamento, lixo, etc.

4 Aula 51 P Subdesenvolvidos e em transição. 2- Falta de investimentos produtivos. 3- desenvolvidos. 4- tecnologia. 5- Crises internas de adaptação ao mercado.

5 – aula 46/47 - comentários – aula 46/47 - comentários As cidades possuem uma importância fundamental nos dias atuais pelo simples fato de ser o local onde se desenvolvem as atividades econômicas. O problema da desigualdade social começou a ser mais evidente a partir da Revolução industrial, pois nem todas as pessoas têm os meios de produção. No mundo globalizado isso se reflete da seguinte forma: cidades desiguais, pois umas são ricas, outras pobres; as pessoas migram em busca de melhores condições. Por ex: Cidades de pequeno e médio porte, têm os mesmos problemas que as cidades maiores e mais ricas, porém, por possuírem mais capital as grandes cidades, principalmente, a dos países desenvolvidos podem solucionar ou amenizar mais facilmente alguns problemas sociais como a miséria, a violência, o desemprego e podem oferecer uma assistência social melhor, como acontece no exemplo dado entre Nova Iorque e São Paulo. O processo de urbanização ou transferência da população do campo para as cidades, iniciou com a Revolução Industrial nos países desenvolvidos. Hoje esse fluxo é maior nos países subdesenvolvidos pois estes começaram a se modernizar apenas na metade do séc XX.

6 Aula 48/49 - comentários O espaço urbano é ocupado de formas diferentes nos países desenvolvidos e nos subdesenvolvidos. No primeiro grupo de países é o espaço que comanda a produção, com sedes de multinacionais, bancos, setor de serviços, vias de circulação, etc. No segundo grupo é espaço que reflete as diferenças: de um lado, os equipamentos modernos; de outro, as favelas. É importante lembrar-mos que a questão das desigualdades existem nos dois grupos de países, claro que por motivos diferentes: Países ricos: o processo de automação da produção e o redução na oferta de emprego no setor de serviços têm contribuído para o aumento dos problemas sociais. Países pobres: concentração de renda, analfabetismo, poucos investimentos na área social, excesso de mão-de-obra, principalmente, a não qualificada.

7 Aula 51/52 – comentários. Devido aos processo de globalização, mesmo nos países desenvolvidos o desemprego passou a ser um problema real, pois o processo de automação da produção (estrutura) eliminou postos de trabalho que não foram gerados de maneira satisfatória nos demais setores da economia, principalmente o terciário. Devido aos processo de globalização, mesmo nos países desenvolvidos o desemprego passou a ser um problema real, pois o processo de automação da produção (estrutura) eliminou postos de trabalho que não foram gerados de maneira satisfatória nos demais setores da economia, principalmente o terciário. Visando combater de maneira mais eficaz esse tipo de problema, alguns países adotaram certas medidas, como a redução da jornada de trabalho e até mesmo a redução de dias trabalhados na semana. Visando combater de maneira mais eficaz esse tipo de problema, alguns países adotaram certas medidas, como a redução da jornada de trabalho e até mesmo a redução de dias trabalhados na semana.

8 Exercícios Quais são os grandes problemas das cidades nos dias atuais? A globalização contribuiu de que maneira para o aumento do desemprego e por conseqüência das desigualdades sociais?

9 Exercícios O que é hipertrofia e/ou inchaço do terciário? Como os países subdesenvolvidos podem amenizar a questão do desemprego?

10 Correção P. 48 a)Processo de transferência da população para as cidades (área urbana). b)Sim, no final das década de 1980/90, o crescimento populacional foi intenso, acompanhado de um médio crescimento econômico e de obras de infra- estrutura. c)Cidade de porte médio, com influencia nas cidades do interior do estado de MS e das cidades dos estados de MT e Goiás. P Desencadeado pela modernização tecnocientífica do setor produtivo. 2.Maior uso de tecnologia, eliminando postos de trabalho. O desenvolvimento econômico não acompanha o crescimento da população. 3. Acontece nos países pobres – a maior parte da população ativa trabalha nos serviços, com grandes contingentes na economia informal. 5. Porque pode provocar a redução do consumo e, conseqüentemente, do lucro.

11 Correção P não, ali a preocupação maior é a sobrevivência. 7. Jornadas menores – terceirização. 8. Porque os salários refletem a quantidade e qualidade da mão-de-obra. Metrópole: cidade que em influência nas demais cidades da sua região ou mesmo de um país. Ex: de metrópoles nacionais: São Paulo e Rio de Janeiro. Megalópole: é a integração de várias metrópoles. Por ex; a região de Tókio/Osaka no Japão e Washington/Boston nos EUA. Hipertrofia e/ou inchaço do terciário: acumulo de pessoas no setor do comércio e prestação de serviços, principalmente nos países subdesenvolvidos, devido a falta de postos de trabalho e da qualificação profissional. OBS: não esqueça de ler o seu caderno. Boa sorte....


Carregar ppt "Aula - 46 2-Não todas as cidades do mundo atual sofrem os mesmos problemas descritos, pois são gerados pelos mesmos motivos. 3- Porque a cidade é o espaço."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google