A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

RIO SÃO FRANCISCO O rio da integridade nacional. O Rio São Francisco é popularmente conhecido por “Velho Chico” Nasce na Serra da Canastra (Minas Gerais).

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "RIO SÃO FRANCISCO O rio da integridade nacional. O Rio São Francisco é popularmente conhecido por “Velho Chico” Nasce na Serra da Canastra (Minas Gerais)."— Transcrição da apresentação:

1 RIO SÃO FRANCISCO O rio da integridade nacional

2 O Rio São Francisco é popularmente conhecido por “Velho Chico” Nasce na Serra da Canastra (Minas Gerais). - Possui uma extensão de 2800 km - Atravessa os estados de Minas Gerais, Bahia, Pernambuco, Sergipe e Alagoas. - Desemboca no Oceano Atlântico e possui vários rios afluentes em sua bacia hidrográfica: Minas GeraisBahiaPernambucoSergipeAlagoas

3 QUAIS SÃO OS AFLUENTES R. Abaeté, R. das Velhas, R.Paraopeba, R. Jequitaí, R.Paracatu, R. Verde Grande, R. Urucuia, R. Carinhanha, R. Corrente R. Grande.

4 IMPORTÂNCIA DO RIO O São Francisco possui uma grande importância econômica na região por onde passa, pois, é usado: - para navegação (em alguns trechos), - para irrigação de plantações, - para a pesca. Em função desta importância, existe um projeto do governo federal que pretende fazer a Transposição do rio. Para que a transposição? -Para que as águas possam atingir regiões que sofrem com a seca nordestina. águasseca

5 MAIS IMPORTÂNCIA O Rio São Francisco também é: - uma importante via de transporte de mercadorias na região. - Os principais produtos transportados, em embarcações especiais, são: sal, arroz, soja, açúcar, cimento, areia, manufaturados, madeira e alguns minérios. - Há também o transporte de turistas, pois o passeio pelo rio é muito procurado.

6 UM POUCO DE HISTÓRIA Velho Chico: suas doces e mansas águas há milênios lambem a terra seca do sertão. Nos primórdios de nossa história seu curso serviu de roteiro para os desbravadores que plantaram no interior do Brasil a civilização sertaneja.

7 PASSADO E PRESENTE Foi esse caudal inesgotável que tornou possível o florescimento da economia e da cultura peculiar do grande vale. Mas...Os tempos mudaram. Hoje, passado e presente ali coexistem dramaticamente. De um lado, o atraso secular, resultado de decênios de isolamentos e abandono, acumulando toda sorte de carências que precisam ser urgentemente atendidas. De outro lado, as transformações trazidas pelo progresso criando novas demandas sobre os recursos naturais. Cidades, fábricas, usinas e uma agricultura moderna brotaram ao longo de suas margens.

8 PROGRESSO E DEGRADAÇÃO Esse desenvolvimento, é inevitável e necessário para resgatar a população ribeirinha do atraso e da pobreza a que estiveram por tanto tempo relegadas. Mas ele terá que trazer consigo o compromisso de que o progresso material não signifique a degradação das fontes naturais de vida. Principalmente usinas, esgotos orgânicos e industriais, etc.

9 QUADRO ATUAL Em vista do quadro atual é preciso alertar a população brasileira e mundial sobre o que está acontecendo com o rio São Francisco: - Impactos Ambientais Os estragos causados pelo desmatamento A poluição por esgotos industriais A ocupação humana desordenada A poluição por esgotos domésticos Represamento das águas para montar usinas hidrelétricas As derrubadas e queimadas Mesmo assim, as belezas apesar de toda destruição ainda conseguem sobreviver ao longo de todo o seu curso.

10 VÍTIMA DA AÇÃO HUMANA É navegável por cerca de km, desde Pirapora, em Minas Gerais, até a cachoeira de Paulo Afonso, em função da construção de hidrelétricas com grandes lagos e eclusas, como é o caso de Sobradinho e Itaparica. Vítima da falta de preservação,o Velho Chico, como é chamado carinhosamente pela população ribeirinha, está morrendo lentamente. As derrubadas e queimadas freqüentes na região deixam o terreno desprotegido da erosão facilitando o arrastamento de terras pelas enxurradas ao leito do rio, tornando-o cada vez mais raso, largo e barrento. A diminuição dos peixes e as águas barrentas e sem vida torna-se inevitável se este processo permanecer.

11 PASSADO DE GLÓRIAS No Século XIX, as margens do rio São Francisco eram cobertas por densas florestas, suas águas cristalinas corriam sobre um leito de pedras, com condições de navegabilidade. Este quadro foi sendo alterado. O rio passou a minguar da noite para o dia. Atualmente, o rio na maior parte do ano quase vazio, transborda na época das chuvas e inunda várias cidades ribeirinhas, desabrigando milhares de pessoas da região.

12 QUE CALAMIDADE Não bastasse o assoreamento, o rio São Francisco, único genuinamente brasileiro, tornou-se um grande canal de escoamento de destruição e morte. Detritos orgânicos e químicos, agrotóxicos são lançados no rio destruindo a única fonte de água de mais de 1500 Km na semi-árida região nordestino.

13 ALGO TEM QUE SER FEITO Importante ressaltar que se não houver providências para o problema do declínio das águas, em pouco tempo as águas do rio poderão se esgotar, deixando várias cidades completamente sem água no ano O tempo para salvar o rio, torna-se tão escasso quanto as suas águas. Já não há mais tempo para simples movimentos ecológicos. Torna-se imprescindível um trabalho de recuperação urgente.

14 Medidas de Preservação - Proteger e replantar as matas ciliares -Utilizar técnicas adequadas de manejo e conservação do solo -Utilizar métodos de irrigação que evitem o desperdício -Tratar corretamente o lixo e o esgoto -Evitar a contaminação por esgotos ou produtos lançados no ambiente


Carregar ppt "RIO SÃO FRANCISCO O rio da integridade nacional. O Rio São Francisco é popularmente conhecido por “Velho Chico” Nasce na Serra da Canastra (Minas Gerais)."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google