A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

RECURSOS HÍDRICOS: MANEJO E ESTADO ATUAL. Brasil: maior potencial hidráulico do mundo Cerca de 13% da água doce do mundo, sendo que parte desta é encontrada.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "RECURSOS HÍDRICOS: MANEJO E ESTADO ATUAL. Brasil: maior potencial hidráulico do mundo Cerca de 13% da água doce do mundo, sendo que parte desta é encontrada."— Transcrição da apresentação:

1 RECURSOS HÍDRICOS: MANEJO E ESTADO ATUAL

2 Brasil: maior potencial hidráulico do mundo Cerca de 13% da água doce do mundo, sendo que parte desta é encontrada na forma de rios e lagos; Duas maiores Bacias Hidrográficas do mundo: Amazônica e Prata; Elevado potencial hidrelétrico (relevo planáltico), de navegação, irrigação agrícola, pesca e turismo; Condições climáticas favoráveis à hidrografia – regimes fluviais complexo, tropical austral, subtropical.

3 Componentes e elementos hidrográficos Bacia Hidrográfica: unidade territorial delimitada por divisores de água, que drenam um rio principal através de suas encostas (vertentes); Dividem-se em ordens ou classes: Primária, secundária, terciária... Unidade ideal para elaboração de estudos e pesquisas de planejamento urbano, rural, ambiental, etc.

4 Perfis de um rio Elementos do Rio Foz – estuário, delta e mista;

5 Tipos de Drenagem: Endorreica e exorreica; Tipos de cursos: Retilíneo e meandrante; Partes de um curso: Montante e Jusante; Relevos: planáltico e de planície; Regimes: Tropical (austral ou setentrional), Complexo, Subtropical (austral ou setentrional), nival, lacustre;

6 Principais impactos ambientais hidrográficos Ausência de tratamento de esgoto doméstico; Lançamento de dejetos industriais; Poluição (falta de consciência/educação) urbana; Contaminação sub-superficial (agrotóxicos/chorume); Depósito de resíduos sólidos (lixo); Retificação/ aterramento; Pesca predatória; Ausência de vegetação ciliar (APP) às margens e na área da nascente.

7

8 BACIAS HIDROGRÁFICAS BRASILEIRAS

9 Bacia do São Francisco Nascente: Serra da Canastra (MG); Foz: limites dos estados de SE e AL; Possui dois regimes pluviais: tropical austral e semi árido; Foz em estuário; Rio de Planalto; Drenagem exorreica; Aproveitamento: navegação, irrigação agrícola (CODEVASF), pesca e hidreletricidade (3 Marias, Paulo Afonso, Sobradinho e Xingó); Passa por polêmico processo de transposição, no qual se discute as alterações socioambientais que ocorrerão;

10

11 Bacia do Tocantins Araguaia Nascente do Tocantins: Centro Norte de GO; Nascente do Araguaia: Limite dos estados de GO e MT; Foz do Tocantins: Golfão Amazônico; Foz do Araguaia: rio Tocantins (região do bico do papagaio); Regime pluvial tropical austral; Rio de planalto; Drenagem exorreica; Foz em estuário; Aproveitamento: navegação, pesca e hidreletricidade (Tucuruí).

12

13 Bacia do Paraguai Nascente: Centro do MT; Foz: Confluência com o rio Paraná (Paraguai- Argentina); Regime pluvial tropical austral; Rio de Planície; Drenagem endorreica; Foz em estuário; Aproveitamento: navegação e pesca; Possibilidade de instalação de uma hidrovia na região pode comprometer o ecossistema pantaneiro.

14

15 Bacia do Uruguai Nascente: serra Gaúcha/Catarinense; Foz: estuário do Prata(entre Argentina e Uruguai); Regime pluvial subtropical; Drenagem exorreica; Foz em estuário; Aproveitamento: hidreletricidade e navegação;

16 Bacia Amazônica Maior bacia hidrográfica do mundo; Corresponde a 46% do território brasileiro; Dispersa em 9 países da América do Sul; Base econômica para grande parte da população da Região Norte (ribeirinhos e indígenas); Nascente: Andes peruanos; Foz: Golfão Amazônico; Regime pluvial Complexo; Rio de planície; Foz mista; Ideal para a navegação; Projetos de abertura de hidrelétricas, podem comprometer a estrutura do curso do rio Amazônas, além de comprometer a biodiversidade e a estrutura das populações que dependem dos rios represados.

17

18 Bacia do Paraná Nascente: confluência dos rios Paraná e Paranaíba (limite entre SP, MG e MS); Foz: confluência com o Rio Paraguai; Regime pluvial tropical austral; Drenagem endorreica; Foz em estuário; Rio de planalto; Aproveitamento: hidreletricidade e navegação; Atravessa a região com maior desenvolvimento agropecuário do Brasil; Maior potencial hidrelétrico instalado do Brasil (saturação – mais de 60%); Presença da maior hidrelétrica do Brasil: Itaipu

19

20 Outras Bacias (agrupadas ou secundárias) Norte ou Amapá: principais rios – Oiapoque e Araguari; rios de planície, regime complexo; Nordeste Ocidental: principais rios: Pindaré e Mearim; rios de planalto, regime tropical austral; Bacias Costeiras do Nordeste Oriental: rios de planalto; principais rios: Jaguaribe e Jequitinhonha; regime tropical austral; Bacias do Sudeste: principais rios: Doce e Paraíba do Sul; rios de planalto; regime tropical austral; Bacias do Sul: principais rios: Itajaí e Jacuí; rios de planalto; regime subtropical.

21


Carregar ppt "RECURSOS HÍDRICOS: MANEJO E ESTADO ATUAL. Brasil: maior potencial hidráulico do mundo Cerca de 13% da água doce do mundo, sendo que parte desta é encontrada."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google