A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Previdência do Ente Previdência Complementar Regime do Servidor Público Regime dos Militares Previdência Privada Fechada Previdência Básica (RPPS) REPARTIÇÃOCAPITALIZAÇÃO.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Previdência do Ente Previdência Complementar Regime do Servidor Público Regime dos Militares Previdência Privada Fechada Previdência Básica (RPPS) REPARTIÇÃOCAPITALIZAÇÃO."— Transcrição da apresentação:

1 Previdência do Ente Previdência Complementar Regime do Servidor Público Regime dos Militares Previdência Privada Fechada Previdência Básica (RPPS) REPARTIÇÃOCAPITALIZAÇÃO

2 PARTICIPANTES E PATROCINADOR PLANO DE BENEFÍCIOS SEGURIDADE INVESTIMENTO SUPORTE ADMINISTRATIVO RETORNO DOS INVESTIMENTOS E CUSTEIO ADMINISTRATIVO CUSTEIO ADMINISTRATIVO Dinâmica Simplificada dos Fundos de Pensão Fonte: Revista ABRAPP – nº 269 – set/out 2001 – pag. 44

3 Total 362 Estatísticas dos Fundos de Pensão Sistema tem 25 anos

4 EFPC - Estatísticas dos Investimentos (R$) Fonte: Site ABRAPP - EFPC por População Total - Entidades em Funcionamento - junho de % 63% PÚBLICO PRIVADO

5 EFPC – População Amparada Fonte: Site ABRAPP - EFPC por População Total - Entidades em Funcionamento - junho de 2003 A B A B C C 60% 40% PÚBLICO PRIVADO

6 Previdência Complementar (Entidade Fechada) Plano Contribuição Definida - CD Plano de Benefício Definido - BD Imprevisíveis Ex: Invalidez; Reclusão; Pensão por Morte. Pensão por Morte. (benefícios de risco) (benefícios de risco)Previsíveis Ex: por Tempo de Contribuição; e Especial; (benefícios programáveis) EFPC - Plano de Benefícios CD contribuição BD pagtºdo benefício PLANO MISTO

7 Previdência Complementar Para Servidores Públicos (PEC 67) Para os novos servidores Para os atuais servidores ?? É possível a migração dos atuais servidores, desde que autorizado pelo servidor, devendo, contudo, ser muito bem avaliado o custo da transição. Adesão é compulsória, conforme previsto na proposta da reforma da previdência.

8 EFPC Para os Atuais Servidores Públicos No momento da criação da EFPC pode ser calculado um benefício proporcional para o atual servidor que está no Plano da Previdência Básica. O valor poderá corresponder a um percentual do benefício integral, conforme a idade e o tempo faltante para a aposentadoria ou em relação ao tempo trabalhado. De qualquer maneira, o custo desse benefício deverá ser assumido pelo Patrocinador (integralmente ou financiado). Existe possibilidade técnica, devendo ser bem avaliado o aspecto do custo e do financiamento.

9 *BEN RPC= valor do benefícios que o servidor pretende atingir, pois trata-se de CD. À média foi atribuído o valor da remuneração do servidor. **SC= Salário-de-Contribuição Situação Atual do Servidor Condições para Aposentadoria por Tempo de Contribuição Idade 42 anos Idade 60 anos Salário R$ 5.000, ,00 Tempo de Contribuição: 21 anos 35 anos Previdência Básica BEN RPPS = 2.400,00 => Previdência Básica BEN RPC* = 2.600,00 (Média SC** – Prev. Básica) EFPC Para os Atuais Servidores Públicos Exemplo

10 Previdência Complementar Para os Atuais Servidores Públicos O convencimento da nova modalidade de previdência para os atuais servidores é um desafio para os administradores

11 Até 2.400,00 Acima de 2.400,01 Atuais Servidores Públicos – Potencial ERJ 87% 13% 59% 41% Os dados consideram o Executivo, o Tribunal de Justiça e o Ministério Público – base jun03 - prévia.

12 Nesse contexto, quais os objetivos da Previdência Complementar? Como será regulamentada? O que ela pode representar para o Ente e para o servidor público? Como constituí-la? Quanto custa criar um Fundo de Pensão? Quais as alternativas? Perguntas

13 Porque Instituir um Regime de Previdência Complementar para os Servidores Públicos ? Para o PATROCINADOR, permite o melhor planejamento do seu custo previdenciário, além de ser uma ferramenta de RH. Pergunta ao Ente:

14 Porque Aderir ao Regime de Previdência Complementar para os Servidores P ú blicos ? Pergunta ao Servidor: Para o PARTICIPANTE, a forma de complemento da previdência básica; manutenção do benefício em níveis equivalentes à sua remuneração; flexibilidade e opções de investimento, com melhores taxas de retorno e menor custo da taxa de administração; serviços adicionais oferecidos pela Entidade.

15 A situação atual no regime próprio ainda requer mudanças profundas e urgentes. Mudanças de ordem conceitual e estrutural. A Gestão de uma entidade de previdência precisa de autonomia, dinâmica e capacitação técnica especializada. Num difícil momento financeiro, como retomar a questão, buscando a reestruturação do regime? Quais as alternativas? Não se afiguraria uma tendência para que o RPPS (entendido como regime básico), operasse num regime de repartição (mantidos obviamente os aspectos técnicos de solvência do sistema)? Desta forma, admitindo-se o RPPS básico em repartição, seria natural que a EFPC, como regime complementar, utilizasse o modelo de capitalização, conforme proposta da reforma.

16 Poderia ser uma alternativa razoável, a migração dos atuais servidores para a capitalização na EFPC? (Desafios: Além da busca de uma solução jurídica para a questão, poderá ser para o Patrocinador o equilíbrio de suas contas e para a EFPC a razão e o convencimento do servidor). Consideramos a experiência de 25 anos do Sistema de Previdência Complementar (privado) ou propomos a criação de um outro modelo (capitalizado público) cujo histórico recente, em parte, não se mostrou ainda eficaz?


Carregar ppt "Previdência do Ente Previdência Complementar Regime do Servidor Público Regime dos Militares Previdência Privada Fechada Previdência Básica (RPPS) REPARTIÇÃOCAPITALIZAÇÃO."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google