A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

SISTEMA DIGESTÓRIO Professora Rosana Moraes. O sistema digestório é um sistema de nutrição. Os sistemas de nutrição são responsáveis por manter nosso.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "SISTEMA DIGESTÓRIO Professora Rosana Moraes. O sistema digestório é um sistema de nutrição. Os sistemas de nutrição são responsáveis por manter nosso."— Transcrição da apresentação:

1 SISTEMA DIGESTÓRIO Professora Rosana Moraes

2 O sistema digestório é um sistema de nutrição. Os sistemas de nutrição são responsáveis por manter nosso corpo vivo de fato. Eles recebem as substâncias úteis, distribuem as mesmas e lançam fora as substâncias inúteis. Nutrição é o conjunto de processos que ocorrem no organismo, desde a obtenção do alimento até a eliminação dos resíduos.

3 A função do sistema digestório é a nutrição que consiste em: ALIMENTAÇÃO (INGESTÃO) DIGESTÃO (QUEBRA) ASSIMILAÇÃO (ABSORÇÃO) EGESTÃO OU DEFECAÇÃO (ELIMINAÇÃO) Temos o tubo digestório completo. Nossa digestão é exclusivamente extracelular. Durante a digestão ocorrem processos mecânicos e químicos.

4 Processos mecânicos da digestão – não modificação química das partículas alimentares e sim apenas redução do tamanho e movimentação ao longo do tubo. Mastigação Deglutição Movimentos peristálticos Processos químicos da digestão – envolve mudanças química das moléculas alimentares devido a ação das enzimas hidrolíticas especificas produzidas em diversas partes do sistema digestório. Insalivação Quimificação Quilificação

5 A transformação do bolo alimentar em quimo é denominada quimificação. A transformação do quimo em quilo no intestino delgado é a quilificação. Movimentos peristálticos são movimentos involuntários realizados pelos músculos lisos de alguns órgãos do sistema digestório. Esses movimentos são importantes para o deslocamento do alimento ao longo do tubo digestório.

6

7 Características e estruturas do sistema digestório Órgãos do sistema digestório: boca faringe esôfago Estômago intestino delgado intestino grosso Reto ânus. Glândulas anexas : Glândulas salivares Fígado pâncreas

8 A boca Nós somos heterotróficos por ingestão. Na primeira infância nossos lábios são estruturas importantes, pois realizam a sucção do leite. Outras estruturas importantes são a língua e os dentes. Nós somos difiodontes e heterodontes.

9 Parte exterior do dente: Coroa (parte externa á gengiva, a parte que conseguimos ver), Raiz (parte interna á gengiva) e o colo (a linha que separa a coroa da raiz).A raiz encontra-se no alvéolo dentário( "buraco" onde se encontra o dente) presa pelo cimento. A parte interna do dente: Constituída pelo esmalte( protege a coroa),a dentina que por dentro tem a polpa dentária onde se situam os nervos e os vasos sanguíneos.

10 Língua e glândulas salivares A língua é um órgão muscular importante para a insalivação, mastigação, deglutição, paladar e fonação. As glândulas salivares lançam na boca suas secreções que iniciam a digestão química, pois na saliva tem a enzima amilase salivar (ptialina) que age sobre o amido e sobre o glicogênio quebrando-os em maltose e dextrinas, di e oligossacarídeos de glicose, respectivamente.

11 Faringe A faringe é um curto tubo muscular dividido em três porções: nasal, oral e laringea. A faringe participa da deglutição empurrando bolo alimentar mastigado e insalivado.

12 Esôfago é um longo tubo (aproximadamente 25 cm) que começa na região cervical, atravessa a região torácica e termina na região abdominal desembocando no estômago. Tem musculatura lisa responsável pelo peristaltismo nessa região.

13

14 Estômago Glândulas mucosas Glândulas G Glândulas parietais Glândulas principais ou zimogênicas Produzem muco que protege o estômago da ação corrosiva do HCl. Produzem o hormônio gastrina. Produz ácido clorídrico, e fator intrínseco gástrico. Produz pepsinogênio forma inativa da pepsina. Produzem também renina e lipase gástrica.

15 Estômago Glândulas G A gastrina produzida pelas glândulas G age sobre o próprio estômago induzindo-o a produzir o suco gástrico e aumentando a motilidade gástrica. Glândulas parietais O HCl (ácido clorídrico) cria um pH em torno de 2,0 ideal para a ação da principal enzima do estômago e além disso inicia a ativação do pepsinogênio, transformando-o em pepsina (enzima ativa). Essas glândulas também produzem fator intrínseco gástrico, uma glicoproteína necessária para a absorção de vitamina B12.

16 Glândulas principais ou zimogênicas Produzem pepsinogênio que é convertido em pepsina, enzima que atua sobre as proteínas presentes no bolo alimentar, transformando-as em peptídeos menores, a digestão desses peptídeos é concluída no intestino delgado. Produzem também renina (coagula a caseína do leite) e lipase gástrica


Carregar ppt "SISTEMA DIGESTÓRIO Professora Rosana Moraes. O sistema digestório é um sistema de nutrição. Os sistemas de nutrição são responsáveis por manter nosso."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google