A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

L ESÕES MUSCULOESQUELÉTICA MEMBROS SUPERIORES. OMBROS: lesões agudas ocorrem de forma repentina (futebol, lutas) enquanto que lesões crônicas são as que.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "L ESÕES MUSCULOESQUELÉTICA MEMBROS SUPERIORES. OMBROS: lesões agudas ocorrem de forma repentina (futebol, lutas) enquanto que lesões crônicas são as que."— Transcrição da apresentação:

1 L ESÕES MUSCULOESQUELÉTICA MEMBROS SUPERIORES

2 OMBROS: lesões agudas ocorrem de forma repentina (futebol, lutas) enquanto que lesões crônicas são as que desenvolvem de forma gradual (voleibol, natação, etc.).

3 Fratura da Clavícula: Causa: golpe direto na parte frontal ou lateral do ombro Sintomas: dor na parte frontal do ombro ao longo da clavicula; dor ao levantar o braço, sensação desagradável. Sinais: deformidade, inchaço, sensibilidade na região.

4 Primeiros Socorros: Imobilize o braço com uma tala e estabilize junto ao corpo com uma bandagem elastica Aplique gelo e o encaminhe ao médico

5 ENTORSE DA ARTICULAÇÃO (AC) (SEPARAÇÃO DO OMBRO) Estiramento ou ruptura dos ligamentos que conectam a clavícula à escápula – articulação acromioclavicular; devido a golpe direto ou queda com braço estendido.

6 Sintomas: Grau I:dor leve ao longo da borda externa da clavicula,ao levantar o braço acima da cabeça, ao estender o braço ao longo do corpo. Grau II e III: dor moderada a intensa ao levantar o braço e ao estender ao longo do corpo. Sinais: Pequena a moderada elevação da extremidade da clavícula, sensibilidade moderada a intensa na região sobre a borda externa da clavícula.

7 PRIMEIROS SOCORROS: Descanse o atleta de atividades que causam dor, aplique gelo, imobilize o braço com uma tala e estabilize junto ao corpo, monitore em caso de choque, encaminhe a assistencia médica.

8 ENTORSE ESTERNOCLAVICULAR (EC) (SEPARAÇÃO DO OMBRO) Estiramento ou ruptura dos ligamentos que conectam a clavícula ao esterno (osso do peito), causado por golpe direto que projeta a clavícula para frente ou para tras, ou queda sobre a mão estendida.

9 LUXAÇÃO OU SUBLUXAÇÃO DO OMBRO Em uma luxação, o úmero é deslocado da cavidade articular (AC); Em uma subluxação, o úmero é deslocado da (AC) mas retorna espontaneamente a posição funcional.

10 DISTENSÃO DO MÚSCULO PEITORAL Estiramento ou ruptura dos músculos utilizados para aduzir os braços ao longo do tórax. Causado por um arremesso de lado, por giro com uma raquete ou arremesso usando apenas o braço, músculos do ombro e do tórax fracos e inflexíveis, levantamento excessivos de pesos ou uso da tecnica incorreta,como abaixar os cotovelos demasiadamente no supino reto.

11 DISTENSÃO DO DELTÓIDE: estiramento ou ruptura dos músculos ao redor da parte posterior, anterior e lateral do ombro; causado por arremesso de lado ou musculatura enfraquecida.

12 DISTENSÃO DO MÚSCULO TRAPÉZIO SUPERIOR: Estiramento ou ruptura do músculo trapézio. Esse músculo se estende da base do crânio às extremidades externas do ombro e logo acima da região lombar.

13 DISTE3NSÃO DO MÚSCULO ROMBÓIDE: Estiramento ou ruptura do músculo entre a escápula e a coluna. Esses músculos tracionam as escápulas em direção à coluna.

14 FRATURA OU CONTUSÃO NA COSTELA Quebra ou hematoma da costela, causado por golpe direto sobre a caixa torácica.

15 P ARTE SUPERIOR DO BRAÇO : LESÕES AGUDAS Fratura do úmero; Distenção do músculo do Biceps Distenção do músculo do Tríceps

16 L ESÕES CRÔNICAS NA PARTE SUPERIOR DO BRAÇO : Tendinite do biceps (inflamação no tendão); Tendinite no tríceps (inflamação no tendão).

17 C OTOVELOS : LESÕES AGUDAS Fratura do cotovelo Luxação ou subluxação do cotovelo Contusão do nervo ulnar Entorse do cotovelo

18 C OTOVELOS : L ESÕES C RÔNICAS Cotovelo do tenista Cotovelo do golfista Fratura por estresse da epífise (placa de crescimento) Bursite do cotovelo

19 A NTEBRAÇO, PUNHO E MÃO Fratura do antebraço Fratura do punho Entorse do punho Fratura da mão Luxação do dedo Entorse do dedo Fratura de polegar ou de outro dedo da mão.

20 A BDOME E COSTAS Distensão abdominal Pontada no flanco Distensão da região lombar da coluna

21 Q UADRIL E COXA Luxação e subluxação do quadril Contusão do quadril (contusão da crista ilíaca) Distensão do flexor do quadril Distensão do adutor da coxa Fratura da coxa Contusão da coxa Distensão do quadríceps Distensão dos músculos isquitibiais

22 JOELHO

23 L ESÕES AGUDAS DO JOELHO Entorse do joelho Luxação ou subluxação da patela Ruptura da cartilagem

24 L ESÕES CRÔNICAS DO JOELHO Tendinite da patela Dor na articulação patelofemoral Distensão do trato iliotibial

25 T ORNOZELO E PARTE INFERIOR DA PERNA LESÕES AGUDAS Distensão da panturrilha Fratura da parte inferior da perna Entorse do tornozelo Contusão do calcanhar Metatarsalgia

26 T ORNOZELO, PÉ E PARTE INFERIOR DA PERNA LESÕES CRÔNICAS Canelite Fratura por estresse da Tíbia Síndrome compartimental por esforço Tendinite no tendão do calcâneo Fasciite plantar.


Carregar ppt "L ESÕES MUSCULOESQUELÉTICA MEMBROS SUPERIORES. OMBROS: lesões agudas ocorrem de forma repentina (futebol, lutas) enquanto que lesões crônicas são as que."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google