A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

A Mídia Exterior na visão do Anunciante 2 DE SETEMBRO ABA – ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE ANUNCIANTES.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "A Mídia Exterior na visão do Anunciante 2 DE SETEMBRO ABA – ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE ANUNCIANTES."— Transcrição da apresentação:

1 A Mídia Exterior na visão do Anunciante 2 DE SETEMBRO ABA – ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE ANUNCIANTES

2 O PAPEL DA MÍDIA EXTERIOR Atualmente chamada de OOH (Out Of Home), esta mídia:  Cumpre papel estratégico na construção de marcas.  Aumenta o recall das campanhas publicitárias.  Amplia frequência e gera visibilidade.  Exerce influência sobre os consumidores, moldando conceitos, culturas, comportamentos, hábitos e tendências devido ao seu grande impacto.

3 BENEFÍCIOS PARA O ANUNCIANTE A mídia exterior tem vários benefícios que podem ser potencializados /explorados, de acordo com o conhecimento que o veículo oferece a respeito das campanhas:  Demarcação de território  Visibilidade  Linguagem de massa  Segmentação de zonas  Possibilidade de selecionar grandes fluxos  Cobertura > continuidade, estímulo visual > aumento de consumo  Exposição integral; amplitude de alcance

4 CONSIDERAÇÕES DO PLANEJAMENTO A decisão pela utilização desta mídia é baseada em:  Adequação à proposta criativa da campanha, análise de oportunidades e pontos de contato com o consumidor, priorização de mercados, budget da campanha.  Dados de Cobertura (freqüência, impacto, engagement/ envolvimento, proximidade no momento da compra, interatividade,  Tempo de Exposição (peça que se vê parado em um farol ou em trânsito), ângulo de visão, Clutter (poluição visual no local, quantidade de peças publicitárias e distrações)  Análise do Target (fluxo, qualificação, segmentação, penetração e afinidade)  Análise de custo de produção x custo de veiculação x período de atuação (muitas vezes a produção inviabiliza a mídia).

5 CONSIDERAÇÕES DO PLANEJAMENTO  Possibilidade de trocas de materiais. Conhecimento dos períodos de trocas e eventuais custos adicionais.  Tipo de modalidade comercial: venda por mês (Metrô) / quinzena (outdoor) / semana (mobiliário urbano) / dia (projeto especial)  Checking comprobatório de instalação, período de veiculação, manutenção e qualidade da peça.  Trabalhar somente com empresas “sindicalizadas’ à SEPEX – Sindicato dos Empresas de Publicidade Exterior, Central de Outdoor e ABOH

6 RECOMENDAÇÕES DE MELHORIAS PARA OS VEÍCULOS Utilizar as novas tecnologias para:  Aferição da audiência (audiência estimada, pois atualmente só temos total de pessoas impactadas).  Localização e distribuição geográfica – sinalização em mapas.  CPM da peça toda e por metro quadrado, que possibilita considerar análise comparativa de rentabilidade.  Perfil da audiência – público-alvo que circula nos locais recomendados.  Confirmação da entrega (checking).  Gerar um banco de dados único que pudesse demonstrar o potencial de todos os canais (opções) de Mídia Exterior de cada mercado (com o maior número de informações possível).

7 RECOMENDAÇÕES DE MELHORIAS PARA OS VEÍCULOS  As empresas devem unir-se para municiar os clientes com pesquisas proprietárias ou ad hoc (pesquisa de audiência de cada canal em sua área, como metrô, rodoviária etc..)  Aproximarem-se dos clientes com a finalidade de obter conhecimento a respeito da estratégia das campanhas > criar propostas inovadoras, buscando o engagement /proximidade/ interatividade com o consumidor.  Venda é diferente de entrega. A entrega está relacionada com o comprometimento de resultados.

8 RECOMENDAÇÕES DE MELHORIAS PARA OS VEÍCULOS  Fornecer inputs aos clientes sobre os hábitos culturais dos mercados (festas/eventos relevantes) pois, eles atraem maior público.  É necessária a maior profissionalização do mercado.  No aspecto legal, fazer com que a auto-regulamentação seja mais ativa, em defesa do meio.

9 FERRAMENTAS DE PESQUISA : Atualmente são utilizadas :  Marplan e TGI: dados de penetração do meio e hábitos atitudinais.  Brasil em Foco: dados demográficos, potencial de consumo etc.

10 POSIÇÃO DA ABA SOBRE OS FUNDAMENTOS DO MEIO :  Rarefação  Adequação  Diversidade  Colaboração  Legalidade e Tributação  Profissionalização  Networks (circuitos), inclusive Multiformatos

11 Trabalho realizado pelo Comitê de Gestão de Mídia e Marketing Digital da ABA Grupo de Trabalho: Maria Luiza Lopez (Diretora de Mídia da Unilever e Presidente do Comitê); Ricardo Monteiro (Diretor de Comunicação da Reckitt & Benkiser) e Celia Uribe (Gerente de Mídia do Bradesco). Coordenação: Rafael Sampaio (Vice-Presidente Executivo da ABA) aba.com.br – fone:


Carregar ppt "A Mídia Exterior na visão do Anunciante 2 DE SETEMBRO ABA – ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE ANUNCIANTES."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google