A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Aneurisma gigante de artéria esplênica Abdo Farret Neto Guilherme Tarso de Andrade Alves Eduardo Dantas Baptista de Faria Serviço de Cirurgia Vascular.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Aneurisma gigante de artéria esplênica Abdo Farret Neto Guilherme Tarso de Andrade Alves Eduardo Dantas Baptista de Faria Serviço de Cirurgia Vascular."— Transcrição da apresentação:

1 Aneurisma gigante de artéria esplênica Abdo Farret Neto Guilherme Tarso de Andrade Alves Eduardo Dantas Baptista de Faria Serviço de Cirurgia Vascular Hospital Universitário Onofre Lopes - UFRN

2 Aneurisma gigante de artéria esplênica Objetivo O Apresentar o caso de uma paciente de 76 anos, multípara e hipertensa com um grande aneurisma sacular de artéria esplênica medindo 09 cm no seu maior diâmetro.

3 Material O Diagnostico inicial por USG (dor abdominal difusa) O Angio-TC O Submetida à embolização da artéria esplênica justa origem do aneurisma com molas Nester® de 8 mm de diâmetro. Aneurisma gigante de artéria esplênica

4 Metodologia O A embolização da artéria esplênica foi escolhida devido a mesma não demonstrar fluxo distal à angiografia, O Baixo risco de enfarte esplênico ou pancreático, O Baixo risco de enchimento retrógrado do aneurisma, fato este comprovado no controle angiográfico. Aneurisma gigante de artéria esplênica

5 Resultado A paciente evolui sem intercorrências, com melhora gradual da sintomatologia, estando assintomática no momento. Aneurisma gigante de artéria esplênica

6 Conclusão O Chamamos atenção para esta patologia de achado ocasional em procedimentos diagnósticos, ou no transoperatório. O Patologia que acomete preferencialmente multíparas e grávidas. O Quando de sua ruptura em gestante, leva a alarmantes índices de mortalidade de 70-75% para a mãe e seu feto. O Portanto, deve detectada e tratada antes da ocorrência destas graves complicações. Aneurisma gigante de artéria esplênica

7 1. Farret AN. Aneurismas Viscerais. In Farret AN, editor. Angiologia para Clínicos. Rio de Janeiro: Rubio; p Lowry SM, O'Dea TP, Gallager DI. Splenic artery aneurysm rupture: the seventh instance of maternal and fetal survival. Obstet Gynecol. 1986: p Caillouette JC, Merchant EB. Ruptured splenic artery aneurysm in pregnancy. Twelfth reported case with maternal and fetal survival. Am J Obstet Gynecol. 1993: p Bibliografia Aneurisma gigante de artéria esplênica


Carregar ppt "Aneurisma gigante de artéria esplênica Abdo Farret Neto Guilherme Tarso de Andrade Alves Eduardo Dantas Baptista de Faria Serviço de Cirurgia Vascular."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google