A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Genética e Nutrição Transgênicos. O que são AGM Alimentos geneticamente modificados Envolve a inserção de DNA de um organismo em outro, modificando o.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Genética e Nutrição Transgênicos. O que são AGM Alimentos geneticamente modificados Envolve a inserção de DNA de um organismo em outro, modificando o."— Transcrição da apresentação:

1 Genética e Nutrição Transgênicos

2 O que são AGM Alimentos geneticamente modificados Envolve a inserção de DNA de um organismo em outro, modificando o mesmo para uma finalidade específica + Um morango resistente ao frio = Peixe do ártico Morango

3 Transgênicos – O que são e como podem ser obtidos ? DNA/RNA DNA Qualquer organismo em que se tenha introduzido uma ou mais seqüências de DNA/RNA (genes), provenientes de uma outra espécie ou uma seqüência modificada de DNA da mesma espécie. Organismos que têm seus genomas normais adicionados de um ou mais genes.

4 Gene de interesse econômico localizado e isolado, clonado e seqüenciado Genes marcadores/seleção: resistência a antibióticos e a herbicidas Técnica de regeneração de uma nova planta a partir da célula e/ou tecido transformado Transgênicos – Como podem ser obtidos?

5 Melhoramento Tradicional Melhoramento por Transgenia

6 Como as plantas são modificadas Um revolver de partículas injeta partes de metal ligadas a genes de interesse Um revolver de partículas injeta partes de metal ligadas a genes de interesse Agrobactérias que normalmente infectam plantas com doenças são usadas para infectar plantas com genes de interesse 7

7 Como animais são modificados Um método de micro-injeção usa uma agulha para introduzir o DNA no embrião. Um método de micro-injeção usa uma agulha para introduzir o DNA no embrião. 6

8  Cultivar de Soja Roundup Ready Cultivares de frutos com amadurecimento retardado. Ex: Tomate e Melão longa-vida Fabricação de plantas inseticidas Embrapa: em teste feijão transgênico resistente ao vírus do mosaico dourado e mamão transgênico resistente ao vírus da mancha anelar Produtos Transgênicos

9

10

11 Uso de Transgênicos 2003 Brasil Soja – 72% são transgênicas Brasil Milho – 21,1% Brasil Algodão – 11,5% EUA – milho e soja 72% da produção são de cultivares transgênicas Argentina – 100% da soja é transgênica China – 100% do algodão é transgênico

12 Possíveis Impactos no Meio Ambiente Poluição genética ou contaminação gênica de espécies silvestres  Fluxo gênico: transgene à população silvestre  Cultivos próximos de parentes silvestres à Cevada, alface, arroz, aveia, batata, sorgo e trigo

13 Possíveis Riscos à Saúde Humana e Animal Genes de resistência a antibióticos Genes de resistência a antibióticos Transferência horizontal entre bactérias - possibilidade de disseminação de genes de resistência a antibióticos (Probabilidade praticamente nula)

14 Sobrevivência do DNA Barreira transferência de DNA: sensibilidade para a inativação e degradação Análises do genoma humano: não existe nenhuma evidência de transferência de DNA de qualquer bactéria ou planta para humanos.

15 Possíveis Riscos à Saúde Humana e Animal Potencial alergênico Feijão transgênico com gene da castanha-do-pará ao ser testado nos EUA causou reações alérgicas em algumas pessoas.

16 Possíveis Riscos à Saúde Humana e Animal  Alimentos que contêm proteínas alergênicas: soja (16), amendoim, amêndoas, leite, ovos, mariscos, peixe e trigo, dentre outros  Cerca de 2 ou 3% das pessoas (7%, no caso de crianças): alérgicas a algum tipo de alimento

17 Segurança: Transgênicos x tradicionais Método tradicional: envolve a transferência de centenas de genes e potencialmente novas proteínas para criar um produto. Alimentos geneticamente modificados: permite a transferência de um único gene em um hospedeiro. Existe informação precisa sobre a proteína transferida, sua sequência e a capacidade para testar a alergenicidade do novo produto.

18 Naturais são Naturais… (não) Seguros… (não) Modificáveis (sim)

19 Aprovação pelo FDA: Fonte do gene Uso específico Toxicidade* Perfil Nutricional Composição química Potencial alergênico* Resistência a antibióticos – –* usualmente testes “ in vivo”

20 “ Nenhum produto alimentar, seja produzido com técnicas de DNA recombinante ou com métodos mais tradicionais, é totalmente sem risco. Os riscos apresentados por alimentos são uma função das características biológicas do alimentos e dos genes que foram utilizados, e não do processo empregado para o seu desenvolvimento. Nosso objetivo como cientistas é assegurar que qualquer novo alimento produzido com a utilização de DNA recombinante seja tão ou mais seguro que aqueles que já vêm sendo consumidos.” – Dr. C. S. Prakash da Tuskegee University, e assinado por mais de cientistas de todo o mundo. “ Nenhum produto alimentar, seja produzido com técnicas de DNA recombinante ou com métodos mais tradicionais, é totalmente sem risco. Os riscos apresentados por alimentos são uma função das características biológicas do alimentos e dos genes que foram utilizados, e não do processo empregado para o seu desenvolvimento. Nosso objetivo como cientistas é assegurar que qualquer novo alimento produzido com a utilização de DNA recombinante seja tão ou mais seguro que aqueles que já vêm sendo consumidos.” – Dr. C. S. Prakash da Tuskegee University, e assinado por mais de cientistas de todo o mundo.

21  Produtor – aumento da produtividade  Consumidor – aperfeiçoamento nutricional dos alimentos  Meio ambiente – redução do uso de agrotóxicos e da necessidade de se devastar novas áreas de matas nativas para o cultivo. Benefícios dos Transgênicos

22 Benefícios a saúde: Vacinas Proteção contra doenças usando um alimento comum Problemas com vacinas injetáveis em países em desenvolvimento   Estocagem, preço, treinamento médico, uso de seringas e agulhas (lixo especial)

23 O preparo de uma planta-vacina segue alguns passos comuns. O primeiro deles, consite na exposição das células da planta às bactéricas causadoras da doença. Esta bactéria contém um gene que a torna imune a ação do antibiótico. Após um certo tempo de cultura, um forte antibiótico é adicionado ao meio - todas as células da planta que não tiverem sofrido transferência genética irão morrer. É uma forma de separar o "joio do trigo". A próxima etapa consiste na brotação, é só plantar e gerar uma muda. Pronto: a vacina está na horta!

24 Produtos com Transgênicos

25 MOLHOS E CONDIMENTOS SAZON (TODOS OS TIPOS) AJI NO SHOYU (SAKURA) HELLMAN´S: MAIONESE, MOSTARDA E MOLHO PARA SALADA PARMALAT: MOLHOS DE TOMATE (TODOS OS TIPOS) ENLATADOS PEIXE: MILHO VERDE E ERVILHA EM CONSERVA COQUEIRO: ATUM E SARDINHA SOPAS E PRATOS PRONTOS LÁMEN: MACARRÃO INSTANTÂNEO MAGGI (NESTLÉ): SOPÃO, CANJÃO, SOPAS NISSIN:NISSIN ESPAGUETE, NISSIN LAMEN, NISSIN TALHARIM SOBREMESAS KIBON: SORVETES (TODOS OS TIPOS) MOCOCA: DOCE DE LEITE NESTLÉ: CHANDELLE, FLAN, MISTURA PARA PUDIM BALAS E CHOCOLATES FERRERO: CHOCOLATES, M&M:CHOCOLATES LACTA:CHOCOLATES (TODOS OS TIPOS) MILKA: CHOCOLATES (TODOS OS TIPOS NESTLÉ: BOMBONS, CHOCOLATES, TOFFES

26 Os AGM são comuns??? 48 alimentos aprovados para o uso pela Canadian Food Inspection Agency. Milho Canola Batatas Tomates Soja Algodão Tofu Enlatados Molhos soja Batatas Fritas Animal recebe AGM bba/nfi-ani/e_novel_foods_and_ingredient.html

27 Transgênicos 250 milhões de pessoas consomem diariamente a pelo menos 5 anos 250 milhões de pessoas consomem diariamente a pelo menos 5 anos Nenhum efeito reportado Nenhum efeito reportado

28 Exemplos de GMO’s Golden rice – Arroz que contém beta-caroteno, sendo a principal fonte de alimento para mais de 2 bilhões de pessoas e não contém naturalmente beta-caroteno no endosperma das sementes, um precursor da vitamina A

29 No estudo, embriões de arroz imaturos foram infectados por A. tumefaciens com DNA geneticamente modificado, contendo os genes da via biossintética de produção de beta- caroteno. A coloração indicou a síntese de carotenóides.

30 A síntese de carotenóides foi induzida com sucesso em endosperma de arroz modificado geneticamente. O objetivo de 2 microgramas de provitamina A/grama arroz foi alcançado. É necessário 8 kg de arroz cozido/dia !!!!

31 Arroz Transgênico x Ferro Arroz transgênico para produção de ferro tem o mesmo desempenho que a suplementação com sulfato ferroso. O arroz deve ter maior quantidade de ferro na forma de ferritina para ser biodisponível Outro trabalho introduziu tb uma fitase, enzima que quebra os fitatos....

32 Exemplos de GMO’s Bt Milho – Milho que contém um composto químico presente numa bacteria (Bacillus thuringiensis) que é tóxico para os insetos mas sem efeitos em humanos. Plantas resistentes. Produção até 70% maior.

33 Milho BT   Não causa alergia   Não é antibiotico resistente   Não ataca outros insetos (abelhas, besouros)   Cães, porcos, peixes... alimentados com este milho não tiveram nenhum problema

34 Milho BT Plantações de Milho BT Morte de borboletas tipo Monarca Borboletas preferem milho “natural” ??

35

36 MILHO Nós estimamos que, se uma pessoa comer de 100 a 200 gramas de milho por dia, terá a dose recomendada completa de quatro vitaminas carotenogênicas - betacaroteno, licopeno, zeaxantina e luteína, níveis adequados de folato e cerca de 20% da vitamina C", disse à Folha o líder da pesquisa, Paul Christou, da Universidade de Lleida e do Instituto Catalão de Pesquisa e Estudos Avançados, de Barcelona, Espanha. Nós estimamos que, se uma pessoa comer de 100 a 200 gramas de milho por dia, terá a dose recomendada completa de quatro vitaminas carotenogênicas - betacaroteno, licopeno, zeaxantina e luteína, níveis adequados de folato e cerca de 20% da vitamina C", disse à Folha o líder da pesquisa, Paul Christou, da Universidade de Lleida e do Instituto Catalão de Pesquisa e Estudos Avançados, de Barcelona, Espanha.

37

38 Sugar Beet = Beterraba Na Beterraba Transgênica 90% da sacarose foi convertida em frutooligossacarídeos Pesquisas indicam que frutanas dietéticas como a inulina e o FOS são alimentos com propriedades funcionais

39 Concentração de Lisina em batatas normais e transgênicas

40 Tomate Tomates geneticamente modificados tem mais flavonóides (70 vezes mais)

41 Batata com astaxantina Morris WL, Engineering ketocarotenoid biosynthesis in potato tubers. Metab Eng May;8(3):

42 Mandioca sem cianogênico

43 Lactoferrina Humana em vacas

44 CLA em óleo vegetal - Canola

45 CLA em arroz

46

47 Folato Folato Vitamina C Vitamina C Vitamina E Vitamina E Carotenóides Carotenóides Ferro mais biodisponível Ferro mais biodisponível

48

49

50

51

52 Mosquito Transgênico incapaz de transmitir a dengue!

53

54 Alimentos GM, potencial Aumento de vitaminas minerais em alimentos Diminuição de toxinas por infecções (fungos) Redução substâncias carcinogênicas Aumento de antioxidantes Maior produção, combate a fome

55 “Eu acredito que estamos entrando numa nova era onde ciência “lixo” influencia as políticas públicas. Alimentos GM é um bom exemplo onde a política é influenciada por argumentos sem base lógica ou factual” Patrick Moore, fundador Greenpeace New Scientist, December 1999

56 “Biotecnologia responsável não é nosso inimigo, a desnutrição sim. Sem o suprimento adequado de alimentos nunca poderemos esperar a boa saúde mundial, ou mesmo a paz” Jimmy Carter February 1999

57 Alimentos, assim como as pessoas...devem ser julgados pelos seus méritos … e não pela sua Origem Genética !

58 Conselho de Informações sobre Biotecnologia


Carregar ppt "Genética e Nutrição Transgênicos. O que são AGM Alimentos geneticamente modificados Envolve a inserção de DNA de um organismo em outro, modificando o."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google