A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Comunicação Corporativa e o Mercado Globalizado. Montadora chinesa no Brasil desde 2009 Quadro de Funcionários: 4.000 (Fábrica) / 2.000 (Escritório e.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Comunicação Corporativa e o Mercado Globalizado. Montadora chinesa no Brasil desde 2009 Quadro de Funcionários: 4.000 (Fábrica) / 2.000 (Escritório e."— Transcrição da apresentação:

1 Comunicação Corporativa e o Mercado Globalizado

2 Montadora chinesa no Brasil desde 2009 Quadro de Funcionários: (Fábrica) / (Escritório e Vendas) 1 fábrica em Resende/RJ Escritórios: RJ, SP e BH 7 concessionárias espalhadas pelo país nas cidades: Rio de Janeiro/RJ, São Paulo/SP, Belo Horizonte/MG, Vitória/ES, Porto Alegre/RS, Brasília/DF, Salvador/BA e Recife/PE A matriz é no Rio de Janeiro

3 Missão: democratizar o acesso (preço) a carros de qualidade. Objetivos: conquistar market share e visibilidade; consolidar a marca no mercado automobilístico; diminuir o preconceito contra produtos chineses.

4 Mercado em ascensão devido, em grande parte, à queda na taxa de juros e à facilitação do crédito, o que faz com que o número de consumidores seja expandido. A expansão do crédito no país aumentou a quantidade de potenciais compradores de automóveis em mais de 50%. Segundo uma reportagem da agência de notícias Bloomberg, publicada em 2010, o Brasil poderá em breve se tornar o quarto maior mercado de veículos do mundo.

5 Com um forte potencial de crescimento, o Brasil se tornou central na estratégia de expansão e de internacionalização das montadoras chinesas. "O Brasil é a prioridade, é onde as vendas podem crescer de maneira vertiginosa", afirmou Luis Curi (CEO da montadora chinesa Chery no Brasil). Sua previsão é que o mercado brasileiro chegue a algo entre 4,5 e 5 milhões de unidades vendidas em No ano passado, foram 3,2 milhões.

6 Ideia quase que generalizada de que produtos chineses não têm qualidade. Como é um mercado em ascensão, existe uma concorrência acirrada, inclusive, com outras montadores chinesas já mais consolidadas no mercado brasileiro. (Ex: JAC Motors e Chery do Brasil) Ter uma boa rede de distribuição é caro e demanda tempo. Frete e imposto de importação de 35% dificultam a entrada de veículos chineses no nosso mercado.

7 Jovem adulto (20 a 35 anos). Classes B e C. Ambos os sexos.

8 Foco no produto (visão objetiva): elaboração de um plano de comunicação que exponha as características dos carros, evidenciando a qualidade e preço acessível. Foco no cliente (visão subjetiva): Garantia de bem-estar, comodidade, satisfação, status, funcionalidade, conforto, segurança e qualidade de vida. Mensagem com linguagem clara e objetiva, garantindo entendimento e aproximação do público. Buscar um diferencial (Ex.: Aumento dos prazos de pagamento e de garantia). Conquistar um bom posicionamento na mente do consumidor. Criação de um slogan de impacto: A qualidade que você pode confiar

9 1) Pesquisas de público (quantitativas e qualitativas) 2) Intensificação em publicidade: Mídia offline: Anúncios em revistas/jornais (seção de automóveis - Ex: Carro etc. - O GLOBO) Mídia online: Banners em sites de conteúdo geral (notícias e entretenimento) e de conteúdo segmentado (automotivos) Atuação nas redes sociais (Twitter, Facebook e Orkut): tirar dúvidas de consumidores, divulgar promoções, gerar proximidade, interação - ferramentas eficientes e sem custo Aposta em manifestações positivas da mídia, através de apresentações sobre as propostas de mercado da empresa aos formadores de opinião (inclusive blogueiros). Objetivo: gerar empatia / good will

10 3) Buscar parcerias (co-branding): marca de produtos automotivos (combustíveis, lubrificantes) para divulgação e aumento de vendas. Parcerias corporativas com troca de serviços. Economia criativa: Fortalecimento na divulgação (ganho) e na troca de facilidade exclusiva de acesso ao produto (oferta). 4) Eventos em shoppings, feiras de automóveis, eventos esportivos, envolvendo a marca em ambientes favoráveis, onde o público é compatível.

11 Criar um Manual de Gestão de Crise, em que haja os procedimentos e as estratégias que serão tomadas em caso de necessidade. Formação de um Comitê de Crise para que o seja discutido o problema à exaustão e se encontre a melhor maneira de se contorná-lo. Implementação desse Manual. Procurar conter de forma rápida o problema na mídia. Para isso, é necessário convocar o mais rápido possível uma coletiva de imprensa para que a empresa possa se manifestar e colocar de forma clara e transparente o seu posicionamento para o mercado. Conter os danos que porventura surgirem em relação à imagem da marca.

12 Criar alguma percepção positiva. Comunicar de forma transparente, consistente e coerente o problema. Isso faz com que a empresa ganhe credibilidade no mercado Criar ações para conter a crise na mídia tradicional, na mídia eletrônica e na mídia social. A alta direção deverá estar envolvida em todo o processo de contenção de crise e deve implementar e absorver as recomendações que forem criadas para resolver o problema. Definir uma política de porta-voz (quem fala, o que fala e com quem fala).

13 Faculdades Integradas Hélio Alonso Comunicação Corporativa e o Mercado Globalizado Professor Marcelo Bernstein Integrantes: Bruno Arraes Clara Matos Gabriel Matos Patrícia Motta Abril / 2011


Carregar ppt "Comunicação Corporativa e o Mercado Globalizado. Montadora chinesa no Brasil desde 2009 Quadro de Funcionários: 4.000 (Fábrica) / 2.000 (Escritório e."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google