A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Sistema Sensorial. O paladar é o sentido que nos permite sentir os sabores. PALADAR.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Sistema Sensorial. O paladar é o sentido que nos permite sentir os sabores. PALADAR."— Transcrição da apresentação:

1 Sistema Sensorial

2

3 O paladar é o sentido que nos permite sentir os sabores. PALADAR

4 Na língua e no palato mole Papilas caliciformes: V Papilas fungiformes: distribuídas por toda língua

5

6 Olfato

7

8

9

10 AUDIÇÃO A orelha, órgão responsável pela audição, está dividido em três partes: orelha externa, orelha média e orelha interna.

11 PARTES DA ORELHA

12 A ORELHA EXTERNA é formado pela orelha ou pavilhão auditivo e pelo canal auditivo externo. Toda a orelha (exceto o lobo) é constituída por tecido cartilaginoso recoberto por pele.

13

14 A ORELHA MÉDIA O orelha média é uma pequena cavidade situada no osso temporal, atrás do tímpano (caixa timpânica). Dentro dela estão três ossículos articulados entre si, cujos nomes descrevem sua forma: martelo, bigorna e estribo.

15 Ouvido externo Ouvido médio Ouvido interno 1.Onda sonora; 2.Membrana timpânica; 3.Cóclea; 4.Nervo vestibulo-coclear. Canais Semicirculares = Equilíbrio

16 A orelha média comunica-se também com a faringe, através de uma canal denominado tuba auditiva. Esse canal permite que o ar penetre no ouvido médio. Dessa forma, de um lado e de outro do tímpano, a pressão do ar atmosférico é igual Quando essas pressões ficam diferentes, não ouvimos bem, até que o equilíbrio seja restabelecido.

17 A ORELHA INTERNA A orelha interna é formado por escavações no osso temporal, revestidas por uma membrana e preenchidas por um líquido. É constituído pelo vestíbulo, pelos canais semicirculares e pela cóclea. No interior do vestíbulo existem células nervosas relacionadas com o nervo auditivo. A cóclea é uma estrutura em espiral. Dentro dela estão as principais terminações nervosas da audição. Os canais semicirculares, três tubos em forma de semicírculo, não tem função auditiva, mas são importantes na manutenção do equilíbrio do corpo.

18 O MECANISMO DA AUDIÇÃO As ondas sonoras que se propagam no ar são recebidas pela orelha. Daí passam para o ar que preenche o canal auditivo externo, até encontrar o tímpano, que entra em vibração. Essa vibração é transmitida aos ossículos e ao ar que existe na orelha média. Atinge, então, as membranas da janela oval e da redonda. Dessa forma, o movimento vibratório propaga-se pelo líquido do ouvido interno. As vibrações, captadas pelas terminações das células nervosas da cóclea, são transformadas em impulsos até o cérebro, que os transforma em sensações sonoras.

19 Os movimentos da cabeça fazem com que o líquido (endolinfa) no interior do ouvido se agite e estimule as células nervosas dos canais semicirculares. Ao receber esse impulsos nervosos, o cérebro identifica a posição de nosso corpo no espaço. Então, envia ordens para que os músculos ajam, mantendo o corpo em equilíbrio. O cerebelo, órgão que controla os movimentos musculares, também participa dessa ação. Além da audição, a orelha interna também participa do controle do equilíbrio do corpo.

20

21 Audição e Equilíbrio Freqüentemente, a pressão no ouvido médio pode ser igualada e o desconforto aliviado pela respiração com a boca aberta, pelo ato de mascar um chiclete ou pela deglutição.

22 VISÃO

23 Nossos olhos são quase esféricos e estão alojados nas cavidades orbitais da face. As paredes do globo ocular são constituídas por três membranas: esclerótica, coróide e retina. cavidades orbitais

24 GLOBO OCULAR Cada olho é constituído por 3 túnicas (camadas): Externa: Protetora. São a córnea e a esclera. Média: Vascular. Compreende a íris, a coróide e o corpo ciliar. Interna: Nervosa. É a retina.

25

26 ESCLERA É a parte branca e opaca da camada externa do olho. É conhecida popularmente como "branco do olho". A esclera tem função protetora e ajuda a manter a forma do olho. CONJUNTIVA é uma camada muito fina, transparente e com muitos vasos, que recobre a esclera na parte anterior do olho e a parte interna das pálpebras.

27 CÓRNEA É a parte transparente do olho, é como se fosse um "vidro de relógio". A córnea é a superfície de maior poder de refração do olho, visando formar a imagem nítida na retina e protege a parte anterior do globo ocular.

28

29 ÍRIS É a parte colorida do olho, fica atrás da córnea (é vista porque a córnea é transparente). A íris possui em seu centro um orifício chamado pupila.

30 PUPILA A pupila também é chamada popularmente de "menina do olho". Ela regula a entrada de luz no olho; contraindo-se em ambientes iluminados e aumentando (dilatando) no escuro

31 CORÓIDE É formada por vasos sangüíneos e responsável por parte da nutrição do olho, da retina.

32 CORPO CILIAR Forma o "humor aquoso", que preenche a parte anterior do olho. Possui o músculo ciliar, que sustenta o cristalino no lugar e altera a forma deste (acomodação).

33 CRISTALINO É uma lente transparente situada atrás da íris. Modifica sua forma para dar maior nitidez à visão (acomodação visual), - como se faz com um binóculo- permitindo a visão precisa de objetos próximos e distantes.

34 Com o passar dos anos, o cristalino perde sua elasticidade e a capacidade de mudar sua forma. Por isso, muitas pessoas a partir dos 40 ou 50 anos necessitam de óculos para perto, especialmente para leitura, com o objetivo de compensar esta perda visual chamada, tecnicamente, de presbiopia. A perda da transparência (opacificação) do cristalino, também freqüente em pessoas idosas, é chamada de catarata e freqüentemente leva à cegueira A catarata atinge também animais como o cão.

35 VÍTREO Também chamado humor vítreo. É uma substância gelatinosa que preenche toda a cavidade posterior do olho, atrás do cristalino. O vítreo mantém a forma do olho.

36 RETINA É a camada mais interna do olho. Formada por receptores especiais sensíveis a luz (cones e bastonetes). Estes transformam os estímulos luminosos em estímulos nervosos. Os estímulos são levados até o cérebro.

37 PONTO CEGO O ser humano tem um pequeno ponto cego no olho. Fica localizado no fundo da retina. Está situado ao lado da fóvea e é o ponto que liga a retina ao nervo óptico. Estranhamente é desprovido de visão.

38 MÁCULA É a região central da retina, responsável por visão de detalhes, como a leitura.

39 NERVO ÓPTICO Parte da retina e conduz o estímulo visual ao cérebro.

40 Prendem-se na esclera e fazem os movimentos dos olhos. São seis músculos em cada olho e trabalham em conjunto entre si. MÚSCULOS EXTRÍNSECOS

41 SOBRANCELHAS: impedem que o suor da testa entre nos olhos. PÁLPEBRAS: Servem para proteger os olhos, distribuir a lágrima e remover corpos estranhos nos olhos. CÍLIOS Protegem o olho de poeiras suspensas no ar.

42 Glândulas lacrimais: Produzem lágrimas continuamente; esse líquido, que é espalhado pelos movimentos das pálpebras, lava e lubrifica o olho; quando choramos, o excesso de líquido desce pelo canal lacrimal e é despejado nas fossas nasais, em direção ao exterior do nariz.

43

44 Visão LUZ

45

46 TATO Pele (ou cútis): órgão de revestimento externo do corpo o maior órgão do corpo humano e o mais pesado responsável pela proteção do organismo principal órgão da regulação do calor protege contra a desidratação funções nervosas, constituindo o sentido do tato metabólicas, como a produção da vitamina D. protege contra a radiação

47 Sensores Para obter as percepções táteis temos terminações nervosas e corpúsculos como receptores táteis.

48 Nas regiões da pele providas de pêlo terminações nervosas (captam as forças mecânicas aplicadas contra o pêlo) receptores de Ruffini (são receptores térmicos de calor).

49 Corpúsculos de Paccini: Captam especialmente estímulos vibráteis e táteis = pressão.

50 Corpúsculos de Meissner Estão nas saliências da pele sem pêlos (como nas partes mais altas das impressões digitais)percebem o tato leve.

51 Discos de Merkel: De sensibilidade tátil e de pressão. Os movimentos de pressão e tração sobre epiderme desencadeiam o estímulo.

52 Terminações nervosas livres: Sensíveis aos estímulos mecânicos, térmicos e especialmente aos dolorosos.

53 Bulbos terminais de Krause: Receptores térmicos de frio.Situam-se nas regiões limítrofes da pele com as membranas mucosas (por exemplo: ao redor dos lábios e dos genitais).

54

55 RESUMO RECEPTORES DE SUPERFÍCIESENSAÇÃO PERCEBIDA Receptores de Krause Frio Receptores de Ruffini Calor Discos de Merkel Tato e pressão Receptores de Vater-Pacini Pressão Receptores de Meissner Tato Terminações nervosas livres Principalmente dor

56 Ilusão de óptica Quantas faces você vê?

57 Onde está o final da coluna do meio? Ou será que ela não existe?

58 De onde surge a barra do meio?

59 É difícil de acreditar, mas os dois círculos vermelhos são do mesmo tamanho.

60 Não parece, mas o círculo desenhado no meio é um círculo perfeito.

61 É um túnel em espiral? Não, são círculos independentes.

62

63 Repare que a escada sempre desce e nunca sobe e vice-versa.

64 Olhe no ponto existente no centro do desenho. Mova a cabeça para a frente e para trás. Veja o que acontece.

65 Se você observar atentamente na junção dos quadrados pretos com as retas brancas, irá ver manchas pretas que não existem

66 Se você acha que estas não são as cores da bandeira do Brasil, Então fixe o olho no "e" entre Ordem - Progresso, durante uns 30 segundos, depois olhe na parede branca ou numa folha de papel em branco. Pisque os olhos bastante(seqüencialmente) e tire a dúvida das cores.

67 Psicodelia

68 Quantas faces de pessoas você vê na paisagem?

69

70

71 O que vês, colunas quadradas ou redondas?

72

73 Observe a figura de fundo. Segundo alguns estudiosos, se você vê a mulher girando no sentido horário, significa que trabalha mais o lado direito do cérebro. Se, no entanto, você a vê girar no sentido anti-horário, utiliza mais o lado esquerdo do cérebro. Faça a experiência... TESTE CEREBRAL SENTIDO HORÁRIO OU ANTI-HORÁRIO?

74 comece a formular mentalmente questões matemáticas (que usam o lado racional do cérebro, o esquerdo), comece a cantar, nova mudança para o sentido horário (cantando você usa o lado direito, subjetivo, artístico).

75


Carregar ppt "Sistema Sensorial. O paladar é o sentido que nos permite sentir os sabores. PALADAR."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google