A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

1 ERP (Enterprise Resource Planning) Prof. Eduardo Apostila 6.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "1 ERP (Enterprise Resource Planning) Prof. Eduardo Apostila 6."— Transcrição da apresentação:

1 1 ERP (Enterprise Resource Planning) Prof. Eduardo Apostila 6

2 2 Histórico da evolução do ERP MRP – Planejamento das Necessidades de Materiais A partir de 1960 surgiu a técnica que permite calcular a quantidade de materiais que serão necessários e em que tempo, a partir dos pedidos de venda em carteira. MRP – II - Planejamento dos Recursos de Manufatura A partir de 1980 surgiu a técnica que objetiva calcular e analisar de forma integrada, todos os parâmetros que determinam a produção de um determinado produto, e verificar os recursos técnicos e humanos disponíveis para o atendimento da produção. ERP – Planejamento de Recursos Empresariais A partir de 1990 surgiu o ERP, que engloba os conceitos do MRP – II e outras funções empresariais. ERP (Enterprise Resource Planning) ERP MRP II MRP Sistemas ERP incorporando outros recursos de Gestão Empresarial

3 3 ERP ou SIGE(Sistemas Integrados de Gestão Empresarial) são sistemas de informações que integram todos os dados e processos de uma organização em um único sistema. Os sistemas integrados ERP controlam e fornecem suporte a todos os processos operacionais, produtivos, administrativos e comerciais da empresa. A integração pode ser vista sob a perspectiva funcional (sistemas de: finanças, contabilidade, recursos humanos, fabricação, marketing, vendas, compras, etc) e sob a perspectiva sistêmica (sistema de processamento de transações, sistemas de informações gerenciais, sistemas de apoio a decisão, etc). Os ERPs em termos gerais, são uma plataforma de software desenvolvida para integrar os diversos departamentos de uma empresa, possibilitando a automação (Automação é a aplicação de técnicas computadorizadas ou mecânicas para diminuir o uso de mão-de-obra em qualquer processo, especialmente o uso de robôs nas linhas de produção) e armazenamento de todas as informações de negócios. ERP (Enterprise Resource Planning)

4 4 Podemos definir ERP como uma arquitetura de software que facilita o fluxo de informações entre todas as atividades de uma empresa, como fabricação, logística, finanças e recursos humanos. Normalmente, é composto por um banco de dados único, operando em uma plataforma comum que interage com um conjunto de aplicações. ERP é um termo genérico para um conjunto de atividades executadas por um software multimodular, que tem por objetivo auxiliar o fabricante ou o gestor de uma empresa nas importantes fases do seu negócio, incluindo o desenvolvimento de produtos, compra de itens, manutenção de estoques, interação com os fornecedores, serviços a clientes e acompanhamento de ordens de produção. ERP (Enterprise Resource Planning)

5 5 Idealmente, a vantagem de um sistema ERP é a habilidade de necessitar a entrada de informações uma única vez. Por exemplo, um representante de vendas grava um pedido de compra no sistema ERP da empresa. Quando a fábrica começa a processar a ordem, o faturamento e a a expedição podem checar o status da ordem de produção e estimar a data de embarque. O estoque pode checar se a ordem pode ser suprida pelo saldo e podem então notificar a produção com uma ordem que apenas complemente a quantidade de itens requisitados. Uma vez expedida, a informação vai direto a relatório de vendas para gerenciamento superior. ERP (Enterprise Resource Planning)

6 6 O sistema opera então com uma base de dados comum, no coração do sistema. O banco de dados interage com todos o aplicativos do sistema, desta forma, elimina-se a redundância e redigitação de dados, o que assegura a integridade das informações obtidas. Cada sistema de ERP oferece um conjunto de módulos (aplicativos) para aquisição. Estes são os pacotes funcionais, individualizados para cada unidade de negócio dentro da organização (financeiro, engenharia, administração de materiais, contabilidade, etc.). Muitos sistemas ERP são comercializados em um pacote com os módulos básicos para a gestão do negócio e então oferecem módulos adicionais que podem ser adquiridos individualmente em função do interesse e estratégia da empresa. ERP (Enterprise Resource Planning)

7 7 O que o ERP realmente faz? O ERP é a espinha dorsal do empreendimento. Permite que a empresa padronize seu sistema de informações. Dependendo das aplicações, o ERP pode gerenciar um conjunto de atividades que permitam o acompanhamento dos níveis de fabricação em balanceamento com a carteira de pedidos ou previsão de vendas. O resultado é uma organização com um fluxo de dados consistente que flui entre as diferentes interfaces do negócio. Na essência, o ERP propicia a informação correta, para a pessoa correta e no momento correto. ERP (Enterprise Resource Planning)

8 8 Estrutura típica de funcionamento de um sistema ERP Alguns sistemas ERP possuem módulos adicionais, tais como: Gerenciamento da Qualidade, Gerenciamento de Projetos, Gerenciamento de Manutenção, entre outros.

9 9 ERP (Enterprise Resource Planning) Vantagens 1.otimiza o fluxo de informações 2. facilita o acesso aos dados operacionais 1. favorece a adoção de estruturas organizacionais mais achatadas e flexíveis. 4. as informações tornam-se mais consistentes, possibilitando a tomada de decisão com base em dados que refletem a realidade da empresa. 5. Permite a adoção de melhores práticas de negócio, que resultam em ganhos de produtividade e em maior velocidade de resposta da organização. 6. O ERP pode também incluir módulos aplicativos para os aspectos financeiros e até mesmo para a gestão de recursos humanos.

10 10 ERP (Enterprise Resource Planning) Vantagens 7.Reduz redundância de atividades na organização. Com departamentos utilizando aplicativos integrados e compartilhando a mesma base de dados, não existe a necessidade de repetição de atividades. 8.Um sistema integrado oferece a possibilidade de melhoria de relatórios, fidelidade de dados, consistência e comparação de dados, devido à utilização de um critério único em todas as atividades da empresa. 9.Decisões ao longo dos processos da empresa também são possíveis graças ao ERP. Isto resulta em economia de tempo, domínio sobre as operações e também a eliminação daquelas supérfluas, as quais o cliente não paga. 10. O sistema ERP possibilita para empresa a economia de dinheiro, o aumento da eficiência e se tornar mais competitiva.

11 11 ERP (Enterprise Resource Planning)

12 12 ERP (Enterprise Resource Planning) Dentre os motivos que levam uma empresa a usar ERP, podem ser citados: Permanecer competitivas Melhorar a produtividade Melhorar a qualidade Melhorar os serviços prestados aos clientes Reduzir custos, estoques Melhorar o planejamento e alocação de recursos Eliminar o uso de interfaces manuais Reduzir custos Otimizar o fluxo da informação e a qualidade da mesma dentro da organização (eficiência) Otimizar o processo de tomada de decisão Eliminar a redundância de atividades Reduzir os limites de tempo de resposta ao mercado

13 13 ERP (Enterprise Resource Planning) Os componentes típicos de um ERP: 1)Finanças 2)Contabilidade 3) Planejamento e Controle da Produção 4) Recursos Humanos 5) Custos 6) Vendas 7) Marketing Algumas das desvantagens da implementação de um ERP numa empresa são: A utilização do ERP por si só não torna uma empresa verdadeiramente integrada; Altos custos que muitas vezes não comprovam a relação custo/benefício; Dependência do fornecedor do pacote; Torna os módulos dependentes uns dos outros, pois cada departamento depende das informações do módulo anterior, por exemplo. Logo, as informações têm que ser constantemente atualizadas, uma vez que as informações são em tempo real (on line), ocasionando maior trabalho; excesso de controle sobre as pessoas, o que aumenta a resistência à mudança e pode gerar desmotivação por parte dos funcionários.

14 14 ERP (Enterprise Resource Planning) Os principais fatores críticos de sucesso para um projeto de implantação de um ERP são: Envolvimento do Usuário Apoio da direção Definição clara de necessidades Planejamento adequado Expectativas realistas Equipe competente Comprometimento Visão e objetivos claros Equipe dedicada Infraestrutura adequada

15 15 O uso do ERP dentro das empresas A Phisalia Produtos de Beleza Integrou 2007 um sistema ERP e um portal B2B. O projeto foi implantado em seis meses, custou 500 mil reais e hoje é utilizado por 50 colaboradores. A integração do sistema ERP e o portal B2B é utilizado pela equipe de vendas, que o alimenta em tempo real. Os novos sistemas têm melhorado o processo de pedidos e ajudado a otimizar o relacionamento com clientes e fornecedores. Hoje o representante faz o pedido no portal e, em poucos instantes, recebe a confirmação por . Pedidos que demoravam dois dias para ser processados agora são obtidos em minutos.

16 16 O uso do ERP dentro das empresas Rede de cinemas CinemarK A rede de cinemas Cinemark através do sistema de ERP envia informações mais confiáveis e de forma mais ágil à matriz da empresa, nos Estados Unidos. O sistema contribuiu para diminuir o trabalho da equipe financeira nos finais de semana, quando as vendas de ingressos para as salas de exibição aumentam Sistema ERP possui uma interface amigável que permitiu uma rápida assimilação por parte dos usuários. O ERP se integra com as soluções que geram as informações de volume de público, programação de filmes e alimentação e com CRM.

17 17 O uso do ERP dentro das empresas Rede Magazine Luiza A rede Magazine Luiza, um dos maiores varejistas do país, conseguiu aumentar em 50% o volume de vendas de aparelhos celulares com a adoção de um ERP dedicado exclusivamente a gerenciar o giro de estoque conforme o desempenho dos pontos-de-venda. Em uma parceria com a Claro, a Motorola e a desenvolvedora de sistemas ZBS, a empresa implementou um e-ERP para controlar quais produtos deveriam ser vendidos nas lojas. Trata-se de um sistema web integrado com as 360 lojas e seis centros de distribuição do Magazine Luiza. Além do crescimento de vendas, o Magazine Luiza conseguiu diminuir a queda do estoque em 25%. E pode acompanhar as metas em conjunto com a Claro e a Motorola. É possível avaliar a qualidade de um ponto-de-venda, fazer promoções, lançar produtos e alocar adequadamente os recursos dos estoques, não falta produto nas lojas, o que permite atender com mais eficiência os clientes,

18 18 O uso do ERP dentro das empresas Para manter seus planos de internacionalização a redesenha seus processos internos e adota um ERP Global Terceira maior produtora brasileira de farinha de trigo, a M. Dias Branco tem na internacionalização seu principal objetivo de negócios. Para apoiar os planos de expansão, a área de TI redesenhou uma série de processos internos e decidiu adotar um ERP de alcance global. Com o projeto, foi possível eliminar alguns processos e acelerar outros, como o de rastreabilidade de produtos. A integração do ERP com o chão de fábrica permite saber quais lotes de biscoitos usaram um tipo de cacau de um determinado fornecedor. M. Dias Branco

19 19 PETROBRÁS (SAP R/3) O R/3 é um software do tipo ERP (Enterprise Resource Planning - Sistema Integrado de Gestão Empresarial) que integra informações, automatiza processos organizacionais, interliga as áreas de negócio e otimiza o processo decisório SAP (Systeme, Anwendungen, Produkte in der Datenverarbeitung, na tradução literal Sistemas, Aplicações e Produtos em Processamento de Dados), empresa alemã fundada em 1972.

20 20 PETROBRÁS (SAP R/3) Processo de Negócio

21 21 PETROBRÁS (SAP R/3) Processo de Negócio

22 22 PETROBRÁS (SAP R/3) Processo de Negócio

23 23 ERP (Enterprise Resource Planning) PRINCIPAIS FORNECEDORES FornecedorSistemaNº de Módulos Principais CaracterísticasPlataformas DatasulDatasul MS Framework 60Ferramenta para gestão competitiva integrada ao mundo do e-Business, apta para a utilização em Web e para a Teoria das restrições Windows NT, Unix, AS/400, HP, UX, IBM-AIX Microsiga Software S/A Siga Advanced15Sistemas integrados de gerencia automática, que abrangem as rotinas de uma empresa, seja ela comercial, industrial ou prestadora de serviços Windows, Windows NT, Netware, Novell e AS/400 OracleOracle Aplication-Baseado no modelo de e-business, é um sistema de gestão empresarial 100% WEB. Conjuga automação de processos a um sistema de Inteligência de Negócios Unix, Windows NT SAPSAP R/3-O software apresenta integração com sistemas internos, adaptando-se às estratégias da empresa. A medida que há crescimento, é possível acrescentar novos usuários e novos módulos AIX, Unix, HP-UX, Windows NT, AS/400, OS 390

24 24 ERP (Enterprise Resource Planning) Conclusão Independente do sistema que usa, uma grande empresa possui necessariamente uma identidade, uma personalidade própria. O sucesso de uma empresa, além de toda sua competitividade, vem também de sua personalidade, de sua maneira de participar do mercado. O sistema existe para incrementar a empresa e a razão de ser do negócio A integração da empresa é a arma que garantirá sua sobrevivência, mas não necessariamente o que a fará a vencedora. A total integração também é um assunto teórico pois, por maiores que sejam os esforços neste sentido, é bem remota a possibilidade de que um sistema consiga suprir em 100% as necessidades de uma empresa. Ainda mais nesses tempos de rápidas mudanças onde até as necessidades mudam.


Carregar ppt "1 ERP (Enterprise Resource Planning) Prof. Eduardo Apostila 6."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google